Início » Brasil » TSE aprova contas da campanha de Dilma
Com ressalvas

TSE aprova contas da campanha de Dilma

Relator do caso disse que as falhas encontradas na prestação de contas da campanha petista não passavam de vícios formais

TSE aprova contas da campanha de Dilma
Ministros do TSE durante sessão nesta quarta (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

A prestação de contas da campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff foi aprovada nesta quarta-feira, 10, com ressalvas, pelo plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Por unanimidade, os ministros decidiram seguir o voto do relator do caso, Gilmar Mendes, que embora tenha reconhecido incongruências, disse que as falhas encontradas na prestação de contas da campanha petista não passavam de vícios formais, causados por erros técnicos.

A sessão foi marcada por um longo voto do ministro Gilmar Mendes, que criticou o vice-procurador-geral eleitoral, Eugênio Aragão, que, por sua vez, havia defendido que outro ministro deveria assumir a relatoria do caso. Mendes questionou se o representante do Ministério Público não estaria agindo como um advogado de campanha.

Em parecer enviado ao relator do caso, técnicos do TSE recomendaram a rejeição das contas da campanha de Dilma. Segundo eles, há impropriedades em 5,22% do total de receitas, que representam R$ 18,3 milhões.

Mendes elogiou o trabalho dos técnicos do TSE, mas considerou que as irregularidades apontadas não poderiam levar à desaprovação da prestação de contas da campanha petista. O ministro defendeu, no entanto, que órgãos de fiscalização apurem situações específicas, como o caso da empresa Focal Confecção e Comunicação Visual, que recebeu R$ 24 milhões, sendo a segunda maior fornecedora da campanha. Um dos sócios administradores da empresa, entretanto, declarava o ofício de motorista como profissão até o ano passado.

Os ministros do TSE também aprovaram, com ressalvas, o balanço das contas do PT e do comitê financeiro da campanha.

Fontes:
Veja - TSE aprova com ressalvas a prestação de contas de Dilma

1 Opinião

  1. Joma Bastos disse:

    Uma nova definição para corrupção?! “Vícios Formais”?!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *