Início » Brasil » TSE nega auditoria, mas libera dados ao PSDB
Eleições 2014

TSE nega auditoria, mas libera dados ao PSDB

Partido poderá fazer sua própria auditoria ou contratar uma verificação independente

TSE nega auditoria, mas libera dados ao PSDB
Ministro Dias Toffoli, presidente do TSE (Fonte: Reprodução/Reuters/Veja)

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou o pedido do PSDB para criar uma comissão multipartidária para realizar uma auditoria nos sistemas de votação das eleições. O tribunal, no entanto, decidiu liberar dados da eleição ao partido.

Leia mais: Janot diz que não há base legal para auditoria das eleições

O plenário do tribunal aceitou liberar ao PSDB o acesso a programas e arquivos eletrônicos usados no processo eleitoral, permitindo ao partido fazer sua própria auditoria ou contratar uma verificação independente.

O partido tucano fez o pedido de auditoria após o resultado apertado nas urnas, baseando-se em supostas denúncias de fraude postadas em redes sociais.

De acordo com o presidente do TSE, ministro Dias Toffoli, não é possível obrigar todas as siglas a participar de uma comissão a partir do pedido de umas delas. Embora tenha sido a favor do fornecimento de dados da eleição ao PSDB, Toffoli ressaltou que as informações e programas solicitados pelos tucanos já estavam disponíveis a partidos, Ministério Público e OAB.

O PSDB comemorou a autorização dada pelos ministros do TSE para que o partido possa escolher técnicos e realizar a perícia, minimizando o fato de o tribunal ter negado a criação de uma auditoria multipartidária.

O coordenador jurídico da campanha de Aécio Neves, deputado Carlos Sampaio, disse que, ao fornecer dados da eleição ao PSDB, o TSE reconhece que existe, dentre parcela da população, “dúvidas quanto ao processo eleitoral”.

Fontes:
G1 - TSE nega criar comissão de auditoria, mas fornece dados da eleição a PSDB

7 Opiniões

  1. ney disse:

    Agora o PSDB duvida da eficácia das urnas? Não foi O FHC quem obrigou os eleitores a votarem em urnas electrónicas? e se o Aecio tivesse ganhado as Eleições, o Psdb estaria com toda essa euforia?

  2. Joaquim Caldas disse:

    O povo exige o militarismo Já.O militarismo incomoda os três poderes:executivo,legislativo e judiciário,motivo pelo qual os políticos temem um intervenção militar constitucional.
    O povo se manisfesta nas ruas contra os governantes e eles debocham da sociedade e suas reivindicações.O estado da união não tem mais patrimônio,o que era do povo,agora,pertence aos partidos e seus laranjas.Estão expulsando o povo do países lentamente e infiltrando cubanos e venezuelanos para um visivel golpe de estado.

  3. Joaquim Caldas disse:

    Tô Fole esta fu…Todas as redes de comunicação já estão informatizadas da compra do TSE,que foi comprada por 35 milhões de dolares,pagos pela empreiteira e construtora OAS,sob as ordens do Lula.Desde os resultados da eleições que o Toffoli não dorme.Vejam a cara de esgotado dele nas revistas? Isso que dizer que ele foi promovido para fraudar as eleições,com certeza!!! Militarismo já!!!

  4. Áureo Ramos de Souza disse:

    O PSDB e Aécio devia procurar Cesar Parra Campos que explicará como é vulnerável as urnas

  5. Henrique de Almeida Lara disse:

    Uma vez que o Estado Brasileiro, de modo geral, está passando por crise de credibilidade, fica difícil de acreditar nesses dados da eleição que serão passados ao PSDB pelo TSE. Infelizmente há uma crise de confiança. Primeiro, o Sr. Juiz que presidiu as eleições deste ano foi advogado do ex-Presidente Lula. Não podia ter sido. Dever-se-ia nomear um outro para esse mister. Segundo, essas “internamente’ famosas urnas nunca foram aceitas pelos países mais adiantados do mundo. Por que será que o Brasil, já que elas representam tão elevada tecnologia, não conseguiu colocá-las no mercado internacional? Há que restabelecer plena confiança. Para isso é importante evitar até mesmo a aparência do mal.

  6. helo disse:

    Tóffoli é petista, advogou para o PT, o partido réu no mensalão. Deveria ter se considerado suspeito para julgar o crime que se deu quando ele assessorava o próprio grupo. Não o fez. Não passar para juiz de segunda instância 2 vezes não é tão grave, afinal o STF, apesar de toda a pompa, não é mais composto por juristas.

  7. Apolonio Prestes disse:

    Esse Toffóli é um bandidinho vendido para o PT. Além disso é ignorante, não passou em concurso para juiz.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *