Início » Brasil » Um país obsoleto no pensamento!
GRITA BRASIL

Um país obsoleto no pensamento!

Não consigo vislumbrar, em curto prazo, mudanças profundas no nosso país. Me tornei, para muitos, um pessimista de carteirinha

Um país obsoleto no pensamento!
A coluna Grita Brasil é publicada às quintas

Definitivamente somos um país com um ranço entranhado na pele e no pensamento das pessoas. Não somos um povo que evoluiu. Parece até que estamos regredindo, ou que nunca evoluímos de verdade.

O mote do tal jeitinho brasileiro está destruindo todas as possibilidades de avanço que poderíamos ter. Lembro até de parte de um comercial de cigarros dos anos 80 em que o jogador Gerson, dizia: “Você gosta de levar vantagem em tudo, certo?”, que acabou virando uma “lei”. A “Lei de Gerson”, que é praticada até hoje aqui em nosso país tupiniquim. Desde ações das mais banais, como, por exemplo, uma que eu vivenciei no meu Uber quando um passageiro me ofereceu R$ 10,00 para que eu aceitasse levar dois passageiros além do permitido, até o último escândalo aqui no Rio de Janeiro – com certeza não é uma exclusividade de nós cariocas – quando foi descoberta uma maneira em que pessoas estariam conseguindo furar a fila através de funcionários da própria prefeitura, que é quem faz o gerenciamento da fila do Sistema de Regulação de Vagas de Consultas e Cirurgias (Sisreg). Ou seja, os que tinham certos conhecimentos eram beneficiados dentro do caos em que se encontra a Saúde no Rio de Janeiro e, com certeza, no país como um todo.

Não foi à toa que foi votada na Câmara de Vereadores a abertura de um pedido de impeachment do atual prefeito do Rio de Janeiro, o pastor Marcelo Crivella, que numa reunião prometeu facilidades a pastores e líderes religiosos. Ou seja, é sempre mais do mesmo.

E, enquanto não passarmos por uma reeducação do pensamento, a tendência é termos um país cada vez mais cheio de desigualdades, de coisas erradas, de um atraso abissal no tratar e no agir das pessoas.

Por mais que a cada eleição tentemos dar uma chance àquele candidato A, B ou C de mudar o país, nada e nenhum candidato, por mais “perfeito” que ele possa demonstrar ser, terá a essa capacidade se as pessoas não mudarem também. É, talvez, como a matemática, na qual 2 + 2 = 4. Só que na “nossa” matemática, 2 + 2 pode dar o resultado que for melhor para A, B ou C.

Não consigo vislumbrar, em curto prazo, mudanças profundas no nosso país. Me tornei, para muitos, um pessimista de carteirinha. Mas será mesmo pessimismo puro?

Alguns já conseguem ver isso como é o que é. Mas não como algo que não possa ser mudado. Mas essa mudança é gradual, é um trabalho de formiguinha mesmo, quase que imperceptível, e que será dever de casa das próximas gerações. Não será agora. Não será amanhã. Será um dia, espero eu. É claro que o mundo, o Brasil, nunca será perfeito, nunca será um país livre de corrupção e espertos. Mas o que espero é que seja algo mais sutil. Um aqui outro acolá, e não um esperto querendo se dar bem em cada esquina.

Salve as baleias. Não jogue lixo no chão.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. Aureo Ramos de Souza disse:

    É o que já escutei a muitos anos atrás: CRIANÇA NUNCA VERÁS UM PAÍS COMO ESTE

  2. Buckminster disse:

    Um país onde minorias são produzidas para pedir direitos que prejudicam a grande maioria; tudo um grande plano, tudo para garantir o lucro de poucos e dar o país para estrangeiros fazerem o que quiserem de nossos recursos. Não é por acaso que as coisas estão erradas, tudo tem um motivo que repousa na vontade de alguns tem grandes lucros…

  3. helo disse:

    O pessimismo se justifica. Temos uma pobreza de idéias tanto na esquerda quanto na direita. Os candidatos a presidência não entusiasmam, o congresso é fraquíssimo, a economia vai mal e jovens saem do país. O judiciário é fraco e politizado.No Rio o prefeito cuida da sua igreja, o tribunal de contas tem seus membros na cadeia e a câmara tem pessoas ligadas ao crime organizado. Li hoje que várias escolas públicas brasileiras são legalmente administradas por PMs. perdi a esperança de mudanças no meu tempo de vida.

  4. carlos alberto martins disse:

    em comentário com meu filho,o mesmo afirmou categoricamente que não haveria mudança alguma nos próximos 50 anos,visto que sómente lá quem sabe teremos mentes mais voltadas para o patriotismo.eu pessoalmente não acredito nisso,visto que no futuro os políticos que lá estarão serão filhos dos atuais canastrões e salafrários que dominam o Brasil.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *