Início » Brasil » União x Sindicatos
COLUNA ESPLANADA

União x Sindicatos

AGU sustenta que o fim da contribuição sindical obrigatória 'respeita o princípio da liberdade sindical e não inviabiliza o funcionamento das entidades'

União x Sindicatos
Com a reforma trabalhista, a contribuição sindical obrigatória foi derrubada (Fonte: Reprodução/freepik.com/AGU)

A Justiça já concedeu mais de 30 liminares apresentadas por entidades de vários setores que obrigam os trabalhadores a pagarem a contribuição sindical — derrubada pela reforma Trabalhista aprovada pelo Congresso Nacional. O governo, por meio da Advocacia-Geral da União, quer derrubar as ações no Supremo Tribunal Federal. Na Ação Direta de Inconstitucionalidade, sob relatoria do ministro do STF Edson Fachin, a AGU sustenta que o fim da contribuição sindical obrigatória “respeita o princípio da liberdade sindical e não inviabiliza o funcionamento das entidades”.

Cronômetro

Apesar de confirmada a filiação de Joaquim Barbosa no PSB, a cúpula do partido aguarda a situação de Lula da Silva. Partido entrará na chapa do PT, ou lançará Barbosa.

Justiça a Marielle

Até ontem foram protocoladas cinco reclamações disciplinares contra a desembargadora Marília de Castro Neves no Conselho Nacional de Justiça. Estão com a Corregedoria.

Crise de fé

Flávio Rocha, dono da Riachuelo, que se filiou ao PRB ligado à Igreja Universal para disputar o Planalto, é frequentador da… Sara Nossa Terra, amigo do Bispo Rodovalho.

Portas abertas 1

A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, jurou em público que não cederia a pressões para pautar o pedido de habeas corpus de Lula da Silva. A agenda dela explica a pressão diante do que se sucedeu. Dia 14 de março, uma semana antes do julgamento, ela recebeu no gabinete o advogado e 13 deputados de partidos aliados do ex-presidente.

Portas abertas 2

Foram em visitas separadas. No início da tarde, Cármen Lúcia abriu as portas para o ex-ministro do STF Sepúlveda Pertence — que defendeu o HC de Lula sem sucesso no STJ. Horas depois, batalhão de 13 deputados de cinco partidos — PT, PSOL, PCdoB, SD e PDT — marchou no tapete em prol de Lula. Alguns deles investigados na Lava Jato.

Tropa do front

Estiveram com Cármen os deputados Paulo Pimenta (Líder do PT), Ivan Valente (Líder do PSOL), Orlando Silva (Líder do PCdoB), André Figueiredo (Líder do PDT), Paulinho da Força (presidente do Solidariedade), Wadih Damous (PT-RJ), Paulo Teixeira (PT-SP), Vicente Cândido (PT-SP), Zarattini (PT-SP), Arlindo Chinaglia (PT-SP), Henrique Fontana (PT-RS), Marco Maia (PT-RS), Erika Kokay (PT-DF).

Outro lado

Mas Cármen foi sensata e democrática, como o cargo exige. Na quarta-feira véspera do julgamento do HC, ela recebeu os representantes do Movimento Vem Pra Rua.

Barbárie

Clima de selvageria numa avenida de Foz do Iguaçu na segunda à noite, na passagem da Caravana de Lula. Trinta militantes contrários proibiram simpatizantes do petista de seguirem o evento. Sob olhos complacentes de dezenas de policiais rodoviários federais.

Nova Carta

Confiantes na concessão do habeas corpus ao ex-presidente Lula pelo Supremo Tribunal Federal caciques petistas planejam lançar a nova versão da “Carta ao Povo Brasileiro” na primeira quinzena de abril.

Herança

O texto, redigido e revisado pelos ex-ministros Paulo Bernardo, Luiz Dulcci e Fernando Haddad, será centrado nas “conquistas sociais” dos 13 anos dos governos Lula e Dilma e em ataques aos “retrocessos do governo ilegítimo do MDB”, além de convocação de “plebiscito popular revogatório e assembleia constituinte”.

Em campanha

Ciro Gomes faz um tour pela Europa na tentativa de minar resistências a seu nome de empresários com investimentos no Brasil. Passou por Barcelona, pela Universidade de Montpellier, na França, e falou ontem na Universidade de Sussex, Brighton, Inglaterra.

Homenagem

Toninho Drummond, falecido há dias, será lembrado em homenagem hoje no Restaurante Piantella, dos irmãos Catito e Roberto Perez. A mesa que frequentou nos últimos anos, a primeira da varanda, levará o nome do jornalista.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Daniela Villa disse:

    Barbárie é um criminoso condenado sair pelo país falando mal das instituições e de parcela do povo, que não o apoia, mas ainda sim paga a sua pensão de ex-presidente condenado.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *