Início » Brasil » Vaccari deixa cargo no PT e partido manifesta ‘solidariedade’
Lava Jato

Vaccari deixa cargo no PT e partido manifesta ‘solidariedade’

Nota oficial diz que foi Vaccari quem pediu o afastamento do cargo de tesoureiro do PT

Vaccari deixa cargo no PT e partido manifesta ‘solidariedade’
Vaccari foi preso pela Polícia Federal nesta quarta (Fonte: Reprodução/ABr)

Em nota oficial divulgada na noite desta quarta-feira, 15, e portanto horas depois da prisão do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, o PT anunciou seu afastamento do cargo, manifestou solidariedade a Vaccari e reafirmou que acredita na sua inocência.

A nota, assinada pelo presidente do PT, Rui Falcão, diz que foi Vaccari quem pediu o afastamento, após ser preso pela Polícia Federal, “por questões práticas e legais”.

Para o PT, a prisão de Vaccari é injustificada. Segundo o ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco, João Vaccari Neto teria recebido em nome PT entre US$ 150 milhões e US$ 200 milhões em propina cobrada de contratistas da estatal entre 2003 e 2013.

“Reafirmamos nossa confiança na inocência de João Vaccari Neto, não só pela sua conduta à frente da Secretaria Nacional de Finanças e Planejamento [do PT], mas também porque, sob a égide do Estado Democrático de Direito, prevalece o princípio fundamental de que todos são inocentes até prova em contrário”, diz o texto na nota.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *