Início » Brasil » Vaccari é preso por recolher propina na Petrobras
Lava Jato

Vaccari é preso por recolher propina na Petrobras

Tesoureiro do PT foi preso na manhã desta quarta-feira, 15, em sua casa, em São Paulo

Vaccari é preso por recolher propina na Petrobras
Vaccari foi ouvido pela CPI da Petrobras na Câmara no dia 9 de abril (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

O tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, foi preso na manhã desta quarta-feira, 15, em sua casa, em São Paulo, em uma diligência da Polícia Federal no âmbito da operação Lava Jato.

Segundo informações obtidas pela Polícia Federal via delação premiada, Vaccari era o encarregado de recolher o dinheiro das propinas para o PT cobradas pela cúpula da diretoria de Serviços da Petrobras, na época comandada por Renato Duque.

Em depoimento de delação premiada, Pedro Barusco, subordinado de Duque, disse à Polícia Federal que ele, o chefe e Vaccari se reuniam em hotéis para tratar do esquema de propina.

No dia 9 abril Vaccari foi ouvido pela CPI da Petrobras na Câmara sob a “proteção” de uma liminar da Justiça que o desobrigava de falar a verdade a fim de não forçá-lo a produzir provas contra si mesmo.

Mesmo sob todas as acusações o PT vem prestigiando Vaccari e até o momento da sua prisão ainda o mantinha no comando das finanças do partido e como membro do seu diretório nacional.

6 Opiniões

  1. DJALMA BENTES disse:

    Está chegando perto do meliante maior. Tarda mas chegará, com certeza. Vasco, o PT já devia ter sido extinto, razões não faltam. Qual vai ser a próxima ?

  2. Vasco Antonio Duval disse:

    Durante 17 anos o PT mostrou como se faz uma oposição renhida, o que os levou ao poder. É certo que muito do que os petistas fizeram chegava às rais da estupidez, mas a atual oposição não aprendeu nada. Que falta faz um Carlos Lacerda!

  3. Vasco Antonio Duval disse:

    O tesoureiro do PT, portanto uma peça do “organismo PT”. Conclui-se que o ilícito foi cometido pelo partido, na pessoa do seu tesoureiro que agiu no exercício de suas funções pelo partido.
    Conclui-se que a entidade passível de pena é o partido e não a pessoa do Sr. João.
    Puna-se o partido.

  4. Victor Ivens disse:

    O mínimo de decência esperado por todos os membros do PT seria de reconhecer que ele deveria ter sido afastado, mas provavelmente todos levantar-se-ão para dizer que ele é inocente.

  5. Joma Bastos disse:

    Tesoureiro da Lava-Jato?

  6. Elmer C. Corrêa Barbosa disse:

    Demorou!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *