Início » Brasil » Vale em alerta máximo por possível rompimento de talude em MG
MINA GOGO SOCO

Vale em alerta máximo por possível rompimento de talude em MG

Risco de rompimento de talude em Barão de Cocais (MG) deixa cidade em alerta. Parede estaria se movimentando até dez centímetros por dia

Vale em alerta máximo por possível rompimento de talude em MG
A mina Gogo Soco está paralisada dese 2016 (Foto: Reprodução/Vale)

A mineradora Vale está em alerta máximo devido à possível ruptura do Talude Norte da mina Gogo Soco, localizada em Barão dos Cocais, região central de Minas Gerais.

Devido à grande movimentação da estrutura, ela pode se romper a qualquer momento. Segundo a Vale, mineradora responsável pela mina, se a velocidade de movimentação do talude permanecer, o paredão pode romper até o próximo sábado, 25.

Com o rompimento do talude, a Barragem Sul Superior pode ser afetada. De acordo com o secretário de Meio Ambiente de Minas Gerais, Germano Vieira, há uma possibilidade de 10% a 15% da barragem ser impactada em caso de rompimento do talude.

Caso, na pior das hipóteses, a barragem se rompa, a onda de rejeitos pode devastar as comunidades de Socorro e Tabuleiro, que estão na zona de autossalvamento. Além disso, caso a água da cava transborde, os rios da região também poderiam ser afetados

A Vale afirmou que, como medida de segurança, 458 moradores já forma retirados de suas casas e outra 6 mil pessoas estão em imóveis dentro de uma zona secundária.

A Barragem Sul Superior está em nível 3, apontando cuidados necessários estendidos às pessoas que estão na Zona de Salvamento Secundária por meio de medidas educativas, além da realização de simulação de deslocamento.

Segundo a Vale, a mina Gogo Soco está paralisada desde 2016 e, no momento em que foi detectada a possível ruptura, a mineradora informou às autoridades competentes e ao Ministério Público do estado. Ademais, seguiu informando à população sobre a situação.

De acordo com a Vale, “cabe ressaltar que não há elementos técnicos para se afirmar que o eventual escorregamento deste talude desencadeará gatilho para a ruptura da barragem Sul Superior. Mesmo assim, a Vale está reforçando o nível de alerta e prontidão para o caso extremo de rompimento. A cava e a barragem são monitoradas 24 horas por dia”.

A mineradora conseguiu autorização para colocar 200 trabalhadores dentro da mina para obras de contenção, caso realmente o talude se rompa, com o objetivo de conter a velocidade da lama e parte dos rejeitos.

Além disso, blocos de granito foram alinhados também para criar uma barreira de contenção e, em outro ponto, será construído um muro de 35 metros de altura para também ajudar na contenção da lama. Em mais uma medida, foram instaladas telas metálicas para reter os sedimentos.

Ademais, a Vale ressaltou que todos os funcionários que estão dentro da mina foram treinados para se retirarem em segurança em caso de emergência. Apesar da possível confirmação da ruptura do talude, a mineradora espera que todas as obras sejam concluídas até novembro.

Fontes:
G1 - Risco de rompimento em mina da Vale em Barão de Cocais: perguntas e respostas
G1- Talude de mina pode se romper a qualquer momento e Vale está em alerta máximo em Barão de Cocais

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *