Início » Brasil » Vale tudo para evitar a dengue?
Dengue

Vale tudo para evitar a dengue?

Três especialistas discutem até que ponto a ciência deve ser envolvida para prevenir uma doença

Vale tudo para evitar a dengue?
Mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue (Reprodução/James Gathany/Associated Press)

A dengue se tornou uma pandemia, e continua se expandindo para lugares como Flórida Keys, onde a doença nunca existiu. Uma solução proposta na Flórida e tentada em outros lugares é a de matar os mosquitos que espalham o vírus, liberando machos geneticamente modificados, para produzir descendentes que morreriam rapidamente.

Mas é seguro e sensato colocar mosquitos geneticamente alterados no ambiente para lutar contra a doença? Confira as diversas opiniões que três especialistas deram ao New York Times:

A cientista do Instituto de Cary de Estudos do Ecossistema, Shannon LaDeau, acha que sim. “Os riscos potenciais são suscetíveis de serem menos prejudiciais do que o impacto conhecido da utilização de pesticidas em anfíbios e aves. E quando os mosquitos causam sério sofrimento humano, os riscos dos pesticidas são considerados consistentemente aceitáveis”, diz.

Para Helen Wallace, diretora do GeneWatch UK, os benefícios de liberação de mosquitos modificados estão sendo exagerados, enquanto os riscos  tem sido minimizados. “Os resultados dos principais experimentos, realizados no Brasil, não foram publicados. Resultados de ensaios nas Ilhas Cayman mostraram sucesso limitado. (…) Não há provas de redução do risco da dengue, que pode continuar, mesmo se o número de mosquitos for reduzido”, explica. “Uma preocupação é que ao liberar os mosquitos geneticamente modificados, a situação da dengue possa até piorar, talvez por reduzir a imunidade para as formas mais graves da doença”.

Já a pesquisadora equatoriana Elizabeth Bravo acredita que o problema não está nos mosquitos, mas na deterioração das áreas urbanas, principalmente em favelas superlotadas. “Os imensos recursos necessários para implementar a liberação de mosquitos geneticamente modificados, incluindo a importação de milhões de mosquitos de uma empresa inglesa, que tem essa tecnologia, poderia ser usado para melhorar as terríveis condições sócio-ambientais originais. A utilização de mosquitos geneticamente modificados só é viável se não houver outros programas de erradicação para serem usados”, comenta.

Fontes:
The New York Times-Can Genetically Modified Mosquitoes Eliminate Dengue Fever?

1 Opinião

  1. Vitafer disse:

    To com dengue há 10 dias. É horrível!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *