Início » Brasil » Violência é um elemento normal do policiamento?
Segurança pública

Violência é um elemento normal do policiamento?

Na medida em que a criminalidade cresce no país, cresce também o número daqueles que defendem táticas agressivas de policiamento

Violência é um elemento normal do policiamento?
Apenas no estado do Rio, a polícia matou pelo menos 563 pessoas em 2014 (Ilustração: Pixabay)

A polícia brasileira mata muito mais do que a americana. Entretanto, enquanto essas mortes atribuídas a policiais tem desencadeado protestos violentos nos EUA, inflamando cidades como Baltimore e Ferguson, no Brasil elas são muitas vezes aceitas, tristemente, como um elemento normal do policiamento em um país tomado por crimes violentos.

Em 2013, pelo menos 2.212 pessoas foram mortas por policiais no Brasil, de acordo com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, um grupo independente de pesquisa. Os especialistas dizem que o número real é provavelmente muito mais alto porque alguns estados não divulgam mortes cometidas por suas forças policiais.

Nos Estados Unidos, que tem mais de 100 milhões de pessoas a mais que o Brasil, o FBI registrou 461 assassinatos pela polícia em 2013, o último ano para o qual há dados disponíveis. A pior das estimativas coloca o número de vítimas anualmente nos Estados Unidos em 1100, o que não chega nem à metade do número no Brasil.

Na medida em que aumentam os episódios de violência — O Rio de Janeiro, por exemplo, vive uma onda de esfaqueamentos, latrocínios e o retorno das guerras de facções –, aumenta também o número daqueles que defendem táticas de policiamento agressivas no Brasil. Grande parte da classe média aceita os assassinatos da polícia como uma prática legítima. Nas últimas eleições, o número de políticos conservadores que defendem uma resposta mais dura contra a criminalidade aumentou no Congresso.

Apenas no estado do Rio, a polícia matou pelo menos 563 pessoas em 2014, um aumento de 35% em relação ao ano anterior, segundo o Instituto de Segurança Pública do Estado. Isto é significativamente mais do que o FBI registrou em todo o Estados Unidos, que tem uma população cerca de 20 vezes maior que a do Rio.

Como quadrilhas de traficantes controlam muitas prisões no Brasil, prender criminosos e enviá-los para a cadeia é visto cada vez mais como uma forma de alimentar o crime, não reduzi-lo.

Fontes:
The New York Times - Despair, and Grim Acceptance, Over Killings by Brazil’s Police
BBC - A violência voltou a sair do controle no Rio de Janeiro?

1 Opinião

  1. Hugo Leonardo Filho disse:

    A polícia não é culpada da violência, é uma reação à ela. Os USA ostentam índices mais civilizados porque vieram se depurando ao longo dos anos. Apenas na guerra da Secessão morreram uns 600 mil americanos. Comparando com o Brasil atual seriam uns 4 milhões de pessoas. Não é possível comparar.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *