Início » Brasil » Violência no Rio é tema de documentário da HBO
Violência maquiada

Violência no Rio é tema de documentário da HBO

Série que acompanha fotojornalistas mostra que existe uma discrepância entre a taxa de homicídios divulgada pelo estado e a realidade

Violência no Rio é tema de documentário da HBO
Pacificação não deu fim a violência da cidade (Reprodução/Internet)

A quarta e última temporada de Witness, série de documentários dos EUA que acompanha fotojornalistas de guerra, chegou ao fim esta semana. No último epísódio da série, o fotógrafo Eros Hoagland e sua equipe chegam ao Rio de Janeiro para cobrir a escalada da violência deflagrada por conflitos entre a polícia e o tráfico de drogas.

A ideia de visitar a cidade sede das Olimpíadas de 2016 surgiu muito antes da viagem e ganhou força com o início da pacificação da favelas. “Nós acreditávamos que os meios de comunicação de massa haviam falhado”, diz Hoagland.

O fotojornalista descobriu que as estatísticas de violência do Rio divulgadas internacionalmente eram falsas. “As estatísticas mostravam uma diminuição na taxa de homicídio. De fato, isto é bom para uma cidade prestes a receber os dois maiores eventos do planeta. Porém, o que não estava claro era o aumento do número de pessoas desaparecidas. Alguma coisa não cheirava bem”, disse Hoagland.

O documentário começa com Hoagland acompanhando policiais em confronto com membros de duas facções criminosas, no intuito de retomar o controle das favelas. Abaixo dois videos mostram um pouco da visita de Hoagland ao Rio de Janeiro.

Fontes:
The New Yorker-“Witness: Rio”

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. Carlos U. Pozzobon disse:

    Apesar do surto paulistano de violência, o Rio trata a criminalidade com um respeito que não existe em SP. A política de avisar as ocupações com antecedência, dando aviso prévio para o crime organizado desocupar as favelas, tem no médio prazo um recrudescimento da violência devido as novas disputas territoriais causadas pela migração anunciada. O resultado é que nas estatísticas o Rio tem 3 vezes mais casos de homicídios que SP. Além disso, a política de segurança pública é conduzida para maquiar os resultados. Recentemente, um leitor denunciava um fato ocorrido em uma delegacia de polícia onde tinha comparecido para fazer o BO do roubo de seu carro. Mesmo tendo sido roubado com assalto à mão armada, o delegado se recusou a tratar o caso como tal, preferindo colocar furto, com clara evidência de uma postura encomendada pela política de maquiagem da violência. Assim, os índices estatísticos podem informar desaparecidos que são mortos ocultos, assaltos que são furtos, e furtos que não são denunciados, porque afinal não vai dar em nada. Se nossa desesperança com a verdade vem das altas cúpulas governamentais, por que deveríamos acreditar no resto do Estado?

  2. helo disse:

    A queda da violência em São Paulo foi surpreendente nos últimos 10 anos. O aumento dos homicídios em São Paulo me parece orquestrado. No Rio o importante foi a recuperação de territórios ocupados e governados pelo crime organizado. As favelas com UPPs hoje tem hoteis, turistas e eventos culturais. O estado do Rio é um estado pobre, a migração do estado para a cidade é grande, a miséria aumenta e também a criminalidade. Se a Dilma não vetar a distribuição dos royalties, tudo irá piorar. A distribuição por todos os estados dará pouco para cada um e irá falir o Rio de Janeiro.

  3. ROSE MARY disse:

    Vamos falar sério,né?
    As eleições já passaram…..colocar o Freixo??!?!?!?!?!?
    O Rio está vivendo um momento único…
    Não podemos querer que uma cidade com 6 milhões de habitantes, com uma legislação leniente, não tenha problemas de violência urbana….
    Temos sim, mas hj as pessoas estão saindo, indo pra balada, indo aos restaurantes, indo caminhar no calçadão..indo ao parque no subúrbio…..
    Turistas indo passear de teleférico no Alemão, indo ao Parque de Madureira….
    Não vou jogar contra. Amo minha cidade e não compartilho este tipo de informação!

  4. sofia martinez disse:

    Eu amo a idéia. Documentários da HBO é sempre bom, o ruim é que não dar-lhes suficiente difusão. Por exemplo, Vice http://www.hbomax.tv/vice-3/ local oficial aqui, um documentário que lhe dá para saber o que o mundo está sofrendo atualmente. Vale a pena!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *