Início » Brasil » Youtuber bolsonarista mentiu em depoimento
KAROL ELLER

Youtuber bolsonarista mentiu em depoimento

Polícia conclui que Karol Eller não foi vítima de homofobia. Ela iniciou a briga com auxiliar administrativo por ciúmes da namorada

Youtuber bolsonarista mentiu em depoimento
Conclusão foi possível após análise de imagens de câmeras de segurança (Foto: Reprodução/Instagram)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Polícia Civil descartou a versão de homofobia no ataque à youtuber bolsonarista Karol Eller, ocorrido no último domingo, 15, em um quiosque na Barra da Tijuca, zona Oeste do Rio.

A hipótese foi descartada após uma análise de imagens gravadas por câmeras de segurança e relatos colhidos de testemunham levarem à conclusão de que a youtuber mentiu em seu depoimento.

No domingo, a Karol Eller postou um relato nas redes sociais afirmando ter sido agredida por um homem que se aproximou dela e de sua namorada, a policial civil Suelen Santos, questionando o relacionamento das duas. Porém, as imagens gravadas mostram que foi a youtuber que iniciou a briga, partindo para cima do auxiliar administrativo Alexandre Silva. Segundo a polícia, a briga foi motivada por ciúmes.

Nas imagens, veiculadas pelo Jornal Nacional, da Rede Globo, Karol aparece visivelmente alterada, levantando a camisa para mostrar que não estava armada. Em seguida, aparece nas imagens o agente penitenciário Carlos Guilherme, amigo de Alexandre, que tenta acalmar a youtuber. Porém, ela parte para cima de Alexandre, que estava na ciclovia em frente ao quiosque.

Segundo a polícia, Karol deu um soco em Alexandre e o puxou pela blusa. Os dois caíram no chão. Alexandre deu dois chutes na youtuber.

Em depoimento à polícia, um funcionário do quiosque disse que Karol estava manipulando uma arma, que seria de sua namorada, a policial civil Suelen Santos. Segundo ele, Alexandre pediu que ela parasse de brincar com a arma. Ele também disse que, após brigar com Alexandre, Karol deu dois socos em Suelen. Em seguida, caiu, bateu a cabeça no chão e ficou inconsciente.

A polícia informou que Karol e Suelen vão responder por denunciação caluniosa, uma vez que as duas afirmaram em depoimento terem sido vítimas de homofobia.

“O que não podemos admitir é que você utilize a delegacia, máquina administrativa do estado, chegue aqui e minta, utilizando de uma causa tão nobre, a vitória dos homossexuais e ela estava aqui banalizando isso e mentindo. Acho triste isso, é uma atitude criminosa e a gente não admite esse tipo de coisa”, disse a delegada Adriana Belém.

A notícia do ataque a Karol Eller e seu depoimento sobre o caso no Instagram se alastraram pelas redes sociais no último fim de semana, gerando uma corrente de apoio à youtuber. Pessoas de diferentes visões políticas expressaram solidariedade à blogueira.

Quem é Karol Eller

Karol Eller é youtuber de games amiga de Jair Renan. Bolsonarista, ela fez campanha para Jair Bolsonaro em 2018, aparecendo do lado do então candidato no intuito de retirar do mesmo a imagem de homofóbico – cabe lembrar que Bolsonaro em uma ocasião afirmou que filhos viram gays por falta de levar “um couro” e disse em uma entrevista preferir um filho morto a um filho gay porque não conseguiria amar um filho homossexual.

Alinhada à ideologia de Bolsonaro, Karol é crítica do movimento LGBT, afirma que seus integrantes recorrem ao vitimismo e em alguns de seus vídeos questiona a existência da homofobia no Brasil.

A proximidade entre Karol e a família Bolsonaro é tamanha que ela já pegou carona em carros da Presidência da República. Até o início deste mês, Karol era lotada no gabinete do deputado estadual Coronel Sandro (PSL-MG), de quem ganhou um cargo de confiança na Assembleia de Minas Gerais.

No início deste mês, ela se mudou para o Rio de Janeiro após ganhar um cargo na filial da EBC do estado, com um salário de R$ 10.700.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *