Início » Cultura » Alemanha vai devolver monumento de 500 anos à Namíbia
LEVADO NO SÉCULO XV

Alemanha vai devolver monumento de 500 anos à Namíbia

Cruz de Pedra foi levada da Namíbia durante a era do império alemão. Ministra alemã diz que o país está comprometido a reparar seu passado colonial

Alemanha vai devolver monumento de 500 anos à Namíbia
O artefato é um marco de navegação de 3,5 metros de altura (Foto: BundesKultur/Twitter)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Alemanha vai devolver um artefato do século XV da Namíbia conhecido como a Cruz de Pedra. A ministra de Estado para Mídia e Cultura da Alemanha, Monica Gruetters, disse que o gesto mostrou que a Alemanha está comprometida reparar seu passado colonial.

“Um sinal claro de que estamos comprometidos em reparar o passado colonial”, disse Gruetters em uma coletiva de imprensa anunciando a restituição em Berlim.

Com 3,5 metros de altura, a Cruz de Pedra é um símbolo da era da navegação, erguido pelo explorador português Diogo Cão, sendo primeiramente colocado na costa da Namíbia, em 1498. Posteriormente, foi levado para a Alemanha, em 1893, depois que a área se tornou um protetorado imperial alemão. Depois passou a ser exposto no Museu Histórico Alemão em Berlim.

A Cruz de Pedra, que ostenta o brasão das forças armadas portuguesas, apareceu em mapas do velho mundo, disse o museu. Em junho de 2017, o governo da Namíbia solicitou formalmente seu retorno.

Gruetters viajará com o presidente do Museu Histórico Alemão, Raphael Gross, para a Namíbia, para entregar o monumento em agosto, informou o Ministério da Cultura da Alemanha.

Gross, em um simpósio em 2018, disse que a Cruz de Pedra poderia provocar discussões sobre a história de domínio colonial da Alemanha e sobre a restituição e o retorno de artefatos coloniais. Diante da crescente pressão dos governos africanos, mais países europeus estão trabalhando para devolver os artefatos saqueados da África durante os tempos coloniais.

O presidente da França, Emmanuel Macron, ordenou no ano passado a devolução de 26 obras de arte à República do Benin, mais de um século depois de terem sido retiradas do país da África Ocidental. O Museu Britânico, em Londres, também disse ano passado que vai devolver os bronzes do Benim saqueados pelos soldados britânicos para a Nigéria.

Fontes:
CNN-Germany to return 500-year-old monument to Namibia

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. José Antonio Alves disse:

    Eu gostaria de saber quando é que o Vaticano vai devolver para o Egito, o obelisco que existe na Praça São Marcos que também foi saqueado pelos Romanos naquele País.

  2. André Vinícius Vieites disse:

    COMEÇARAM AS ESTRUTURAS: A assimilação das futuras reações, no momento que estão concluindo a idéia por mais sociabilidade e integração ou manter a ordem em alternativas a) Queimar.
    b. Promover.
    c. Espalhar.
    d. Despejar.
    e. Escrever.
    É por aí. Mas é sempre uma busca por alternativas novas, e profissionalismo dentro da escolha, até nas brincadeiras demonstram “organização”, entendi bem porque ausentaram as propostas proporcionais, por causa do protetorado imperial alemão, por isso citaram, protetorado alemão, depois é só colocar as alternativas. Me parece que as alternativas b e c estão ganhando.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *