Início » Cultura » Arquitetura » Arqueólogos descobrem lugar onde Jesus foi julgado
Jerusalém

Arqueólogos descobrem lugar onde Jesus foi julgado

A descoberta aconteceu durante as escavações do Museu da Torre de Davi, iniciadas há 15 anos

Arqueólogos descobrem lugar onde Jesus foi julgado
A descoberta pode ainda mudar o trajeto percorrido por cristãos que viajam a Jerusalém (Reprodução / Internet)

Arqueólogos acreditam ter encontrado o do palácio de Herodes, local onde teria acontecido o julgamento de Jesus em Jerusalém. A descoberta aconteceu durante as escavações do Museu da Torre de Davi iniciadas há 15 anos com planos para expandir o local. Os arqueólogos dizem ter encontrado restos do palácio quando escavavam o piso de um antigo prédio abandonado ao lado do museu na Cidade Velha de Jerusalém.

O julgamento, descrito no Novo testamento, teria ocorrido no lado ocidental de Jerusalém, onde está o museu e uma prisão da era Otomana. O suposto local do julgamento está abaixo dessa antiga prisão. “Obviamente, não há qualquer inscrição informando o que aconteceu aqui, mas tudo – relatos arqueológicos, históricos e evangélicos – recai sobre este lugar e faz sentido”, disse o professor de arqueologia da Universidade da Carolina do Norte em Charlotte, Shimon Gibson.

A descoberta pode ainda mudar o trajeto percorrido por cristãos que viajam a Jerusalém. O Museu da Torre de David já está organizando passeios ao redor dos restos do palácio. Desde que os peregrinos começaram a fazer o seu caminho para Jerusalém séculos atrás, o traçado da Via Dolorosa mudou várias vezes, dependendo de quem governou a cidade na época.

A prisão “é uma grande parte do quebra-cabeça antigo de Jerusalém e mostra a história da cidade de uma forma muito original e clara”, disse Amit Re’em, arqueólogo que liderou a equipe de escavação há 15 anos.

Para ele o edifício tem rendido um tesouro de descobertas emocionantes de todo os séculos – símbolos gravados em paredes da antiga prisão por prisioneiros da resistência judaica que lutavam para criar o Estado de Israel em 1940, bacias tecido-tingimento da era das Cruzadas e as paredes da fundação e um sistema de esgoto subterrâneo que provavelmente impulsionou o palácio construído por Herodes, o Grande, o rei excêntrico da Judéia sob o império romano.

Fontes:
Washington Post - Archaeologists find possible site of Jesus’s trial in Jerusalem

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *