Início » Cultura » Esportes » COI retira suspensão da Rússia por doping
FIM DA SUSPENSÃO

COI retira suspensão da Rússia por doping

A Rússia havia sido suspensa dos Jogos Olímpicos em dezembro de 2017 devido aos casos de doping

COI retira suspensão da Rússia por doping
Mesmo com o banimento da Rússia, 160 atletas do país foram autorizados a participar dos Jogos (Foto: Max Pixel)

O Comitê Olímpico Internacional (COI) retirou a suspensão do Comitê Olímpico da Rússia (COR), anunciada em dezembro de 2017, que foi determinada devido aos casos de doping envolvendo o país. A decisão foi tomada na última quarta-feira, 28, três dias após o encerramento dos Jogos Olímpicos de Inverno da Coreia do Sul.

Mesmo com o banimento da Rússia, 160 atletas do país foram autorizados a participar das Olimpíadas de forma neutra, ou seja, sem bandeira ou hinos nacionais. Durante os Jogos Olímpicos de Inverno, dois atletas russos foram pegos nos exames antidoping, mas os testes refeitos posteriormente atestaram negativo, levando o COI a retirar a suspensão.

“Recebemos a notificação final de todos os resultados de exames restantes da delegação dos Atletas Olímpicos da Rússia [OAR, na sigla em inglês, sob a qual os atletas russos competiram em Pyeongchang]. Todos deram negativo. Portanto, a suspensão do Comitê Olímpico da Rússia está sendo encerrada com efeito imediato”, destacou o COI.

A decisão do COI também foi anunciada pelo presidente do COR, Alexander Zhukov, na televisão russa. “O Comitê Olímpico da Rússia teve seus direitos totalmente restaurados. É uma decisão muito importante para nós”.

Com a reintegração, a Rússia poderá ter novamente atletas representando o seu país nas competições oficiais, além das autoridades russas voltando a participar das reuniões do COI.

Suspensão

A Rússia foi suspensa em dezembro de 2017, depois do COI ter acesso aos resultados do relatório Schmid, que investiga o doping de Estado no país. A Agência Mundial Antidoping (Wada), revelou, em 2016, que mais de mil atletas russos de diferentes modalidades estavam envolvidos em um plano do Ministério dos Esportes da Rússia para o uso de substâncias proibidas em eventos esportivos.

Porém, a Rússia se negou a reconhecer a existência do programa estatal, acusando, inclusive, o ex-diretor dos laboratórios de testes de Moscou e Sochi, Grigory Rodchenkov, por desonestidade, exigindo a extradição dos Estados Unidos, onde ele está como testemunha protegida.

Fontes:
DW - COI retira suspensão da Rússia por doping

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *