Início » Cultura » Esportes » Tribunal nega recurso e atletismo da Rússia está fora dos Jogos
PUNIÇÃO POR DOPING

Tribunal nega recurso e atletismo da Rússia está fora dos Jogos

Decisão da Corte Arbitral do Esporte afeta 68 atletas, entre eles, a bicampeã Yelena Isinbayeva. No final desta semana, COI deve decidir se bane ou não toda a delegação russa do evento

Tribunal nega recurso e atletismo da Rússia está fora dos Jogos
Isinbayeva criticou a decisão do CAS, afirmando se tratar de uma decisão política (Foto: shiny-girlz.org)

A equipe de atletismo da Rússia está fora das Olimpíadas do Rio. A decisão foi anunciada nesta quinta-feira, 21, em um comunicado da Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês). O órgão é responsável por julgar de forma independente disputas judiciais ligadas aos esportes. A decisão afeta 68 atletas russos inscritos na modalidade, entre eles, a bicampeã Yelena Isinbayeva.

O veto é referente ao esquema de doping revelado pelo relatório da Agência Mundial Antidoping. O esquema envolvia atletas e órgãos do governo russo. A decisão do CAS é uma resposta ao pedido da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês), órgão que gere o atletismo mundial.

No mês passado, em uma decisão sem precedentes, a IAAF decidiu deixar a delegação de atletismo russa fora dos Jogos do Rio, uma punição contra o esquema de doping. Os atletas russos entraram com um recurso no CAS contra a decisão da IAAF. Eles pediam punições individuais em casos de doping.

Porém, no comunicado desta quinta-feira, o CAS rejeitou o recurso, manteve a decisão da IAAF e classificou os atletas da Rússia como “inelegíveis” para a competição. Em nota, o presidente da IAAF, Sebastian Coe, agradeceu ao CAS pela decisão, mas lamentou o episódio.

“Apesar de estarmos gratos que as nossas regras e o nosso poder para defender as nossas regras e o código antidoping foram apoiados, este não é um dia para declarações triunfantes. Eu não vim para este esporte para impedir atletas de competir. O nosso desejo instintivo como federação é incluir e não excluir. A IAAF vai continuar trabalhando com a Rússia para estabelecer um ambiente limpo e seguro para os seus atletas de modo que sua federação e equipe possam voltar para a competição internacional”, disse Coe.

Em entrevista à agência de notícias russa TASS, Isinbayeva criticou a decisão do CAS, afirmando se tratar de uma decisão política. “Obrigada a todos por terem enterrado o atletismo. Isso é puramente político”.

No final desta semana, o Comitê Olímpico Internacional (COI) vai decidir se bane ou não toda a delegação russa das Olimpíadas do Rio.

Fontes:
Folha-Corte rejeita recurso e mantém atletismo da Rússia fora da Rio-2016

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *