Início » Cultura » China aposta em filmes de ficção científica espacial
CORRIDA ESPACIAL

China aposta em filmes de ficção científica espacial

Primeiro filme chinês ambientado no espaço estreia no momento em que o país se esforça para se juntar aos EUA e Rússia numa nova corrida espacial

China aposta em filmes de ficção científica espacial
A estreia acontece em um momento particularmente promissor para a China (Foto: Divulgação)

O primeiro blockbuster da China ambientado no espaço, “The Wandering Earth”, estreou na última terça-feira, 5, em meio a expectativas grandiosas de que representará o surgimento de uma nova era no cinema chinês. É um de uma série de filmes ambiciosos e de grande orçamento que abordam um gênero que, até agora, esteve além do alcance da maioria dos cineastas chineses – técnica e financeiramente.

“Os cineastas da China veem a ficção científica como um santo graal”, disse Raymond Zhou, um crítico independente, que observou que Hollywood estabeleceu os padrões tecnológicos e, portanto, as expectativas do público são muito altas.

“The Wandering Earth”, mostra, em 3D, o que acontece em um futuro distante em que o sol está prestes a se expandir e devorar a Terra. O perigo iminente força os engenheiros do mundo a conceber um plano para mover o planeta para um novo sistema solar usando propulsores gigantes. As coisas vão muito mal quando a Terra precisa passar por Júpiter, desencadeando uma luta desesperada para salvar a humanidade da aniquilação.

A estreia acontece em um momento particularmente promissor, quando a China atingiu um marco no espaço: o pouso de uma sonda no outro lado da lua em janeiro. Apesar de décadas atrás da Rússia e dos Estados Unidos, a China colocou os astronautas em órbita e tem planos ambiciosos de se unir – ou mesmo liderar – uma nova era de exploração espacial.

Os efeitos especiais – como as mudanças climáticas apocalípticas que ocorreriam se a Terra repentinamente saísse de sua órbita – certamente seriam medidos contra Hollywood, como sempre aconteceu aqui. E as críticas preliminares foram positivas.

“The Wandering Earth” abre com o Ano Novo Lunar, o início de um feriado oficial de uma semana que é tradicionalmente um período de pico de bilheteria na China. Tem um lançamento limitado nos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Nova Zelândia.

Em casa, competirá com “Crazy Alien”, uma comédia, inspirada em “E.T. – O Extraterrestre”, sobre dois irmãos que esperam capitalizar a chegada de um visitante do espaço sideral.

Tanto “The Wandering Earth” quanto “Crazy Alien” são adaptados das obras de Liu Cixin, o escritor que liderou o renascimento da ficção científica chinesa, tornando-se o primeiro vencedor do país do Prêmio Hugo para o gênero, em 2015.

Além da popularidade dos romances de Liu ajudarem os filmes chineses de ficção científica, duas montagens recentes de Hollywood também estão ajudando “Gravidade” e “Perdido e Marte” incluíam importantes reviravoltas que, não incidentalmente, lançavam o programa espacial da China de forma positiva, e ambos foram grandes sucessos no país.

 

Fontes:
The New York Times-China’s Film Industry Finally Joins the Space Race

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *