Início » Cultura » China censura cenas homossexuais de Bohemian Rhapsody
CINEMA

China censura cenas homossexuais de Bohemian Rhapsody

Pelo menos um minuto de cenas com temática gay será cortado do filme a fim de garantir a permissão para que ele seja exibido nos cinemas chineses

China censura cenas homossexuais de Bohemian Rhapsody
Cenas de uso de drogas também serão removidas (Foto: Twentieth Century Fox France)

De acordo com o site Hollywood Reporter, pelo menos um minuto será cortado do filme Bohemian Rhapsody, a fim de garantir a permissão para que ele seja exibido nos cinemas chineses, incluindo cenas em que Freddie Mercury (interpretado por Rami Malek) beija outros personagens masculinos. Cenas de uso de drogas também serão removidas.

A relutância da China em permitir que filmes com temas homossexuais alcancem o público do cinema foi destacada quando um serviço de streaming de TV doméstico, o Mango TV, censurou o discurso de aceitação de Malek para o Oscar de melhor ator, no último dia 24 de fevereiro, substituindo a expressão “homem gay” por “grupo especial” em suas legendas.

Apesar de ser um grande sucesso comercial em todo o mundo, Bohemian Rhapsody provavelmente garantirá apenas um lançamento em pequena escala na China – ao contrário dos vencedores do Oscar “Moonlight: Sob a Luz do Luar” e “Me Chame pelo seu Nome”, que não foram lançados lá e também abordam a temática LGBT. No entanto, o filme live-action “A Bela e a Fera”, com seu breve “momento gay”, recebeu um lançamento significativo em 2017, lucrando US$ 85 milhões .

Bohemian Rhapsody já atraiu críticas consideráveis pela percepção de “straightwashing” – quando uma pessoa homossexual é retratada de forma diferente em filmes – em sua forma originalmente lançada, com sugestões de que ele refletia sobre a personalidade hedonista da vida real de Mercury. No entanto, o ativista LGBT Gary Nunn argumentou ao Guardian que o filme foi “inspirador” e um “trabalho bem feito”.

 

Leia também: Cinebiografia de Freddie Mercury leva o Globo de Ouro

Fontes:
The Guardian-China to remove LGBT scenes from Bohemian Rhapsody

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Leonora Hermes Luz disse:

    Eu vi o filme. Não há nenhuma cena homossexual, nem um beijo gay, nada.
    A imaginação chinesa é fértil.
    Ou o tamanho de seu preconceito.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *