Início » Cultura » Confira a agenda cultural em São Paulo e no Rio de Janeiro
Programe-se

Confira a agenda cultural em São Paulo e no Rio de Janeiro

Veja o que de melhor vai acontecer neste final de semana nos teatros, museus, galerias e casas de show

Confira a agenda cultural em São Paulo e no Rio de Janeiro
Confira shows, teatros e exposições de São Paulo e Rio de Janeiro (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

São Paulo

30ª Bienal de Arte de São Paulo

Acontece entre 7 de setembro e 9 de dezembro de 2012, no Pavilhão Ciccillo Matarazzo, no Parque Ibirapuera. Sob o título A iminência das poéticas e curadoria de Luis Pérez-Oramas, a mostra recebe 110 artistas neste ano, sendo 21 deles brasileiros. A Bienal está dividida em quatro temas: “Sobrevivências”, “Alterformas”, “Derivas” e “Vozes”, além de uma zona transversal, chamada “Reverso”, que reúne vários elementos da exposição em outros lugares como a Casa Modernista, a Capela do Morumbi, a Casa do Bandeirante e outras instituições. Entre os artistas estão Bernardo Ortiz, Charlotte Posenenske e os brasileiros Sofia Borges, Eduardo Berliner, Lucia Laguna e Marcelo Coutinho.

Local: Parque Ibirapuera

Horários: Terças, quintas, sábados e domingos, 9h às 19h (entrada até 18h); quartas e sextas, 9h às 22h (entrada até 21h). Grátis.

 

Exposições

Mestre Júlio Santos: em cartaz na Pinacoteca e composta de 120 obras. Dono do Áureo Studio, de Fortaleza, Júlio Santos utiliza técnicas digitais, sobretudo o Photoshop, para retocar e mesmo recriar registros, alguns muito afetados pela passagem do tempo.

Local: Pinacoteca do Estado – Praça da Luz, Bom Retiro

Horário: Terça a domingo e feriados, 10h às 18h. A bilheteria fecha meia hora antes. Grátis aos sábados. De 04/08 a 23/09.

Cápsula do Tempo: Identidade e Ruptura no Vestir de Ney Matogrosso: dividida em três setores: Ney Neandertal, Ney Farol e Ney Pérola a mostra tem roupas, cocares, sapatos e outros acessórios usados durante a fase do grupo Secos & Molhados e da carreira-solo. Até 14/12/2012.

Local:  Centro Universitário Senac – Campus Santo Amaro

Horário: Segunda a sexta, 9h às 21h; sábado, 8h às 17h. Grátis. De 18/08 a 14/12.

Um Outro Acervo do MAC-USP: mostra reúne 115 obras premiadas nas primeira edições da bienal do museu. Entre elas: os britânicos William Scott, cujo óleo “3 de Abril” se destaca, e Prunella Clough e o italiano Paolo Rissone. Alguns brasileiros também estão presentes na mostra, como Milton Dacosta e Bruno Giorgi.

Local: MAC – Museu de Arte Contemporânea – Parque do Ibirapuera

Horário: terça a domingo e feriados, 10h às 18h. Grátis. De 25/08/2012 a 28/07/2013

Obsessões da Forma – esculturas da Coleção Masp: cinquenta peças da arte escultória do acervo do Masp. Escultores com nus, danças, casais, animais, que vão desde o clássico da beleza promovido pelos franceses Renoir, Rodin e Degas até as formas modernas e grotescas criadas por Francisco Stockinger e pelo norte- americano Jim Dine, pouco conhecido e exibido no Brasil.

Local: Masp

Horário: terça, quarta, sexta a domingo e feriados, 10h às 18h; quinta, 10h às 20h. A bilheteria fecha uma hora antes. Grátis às terças para todos os visitantes; nos demais dias, grátis apenas para menores de 10 anos, pessoas com mais de 60 e grupos de estudantes de escolas públicas agendados. Até 31/10.

Teatro

Romeu e Julieta: releitura de peça de Shakepeare , encenada pelo Grupo Galpão este ano em Londres e Belo Horizonte, agora em São Paulo.

Local: Parque da Independência – Ipiranga

Horário: 13 e 14 de setembro de 201, às 19h. Grátis.

Espartilho: De José Antônio de Souza. Os atores Dani Mustafci e Fábio Ock protagonizam uma história de amor, fantasia e repressão ambientada nos anos 50.

Local:  Teatro Zanoni Ferrite – Vila Formosa

Horário: Sexta e sábado, 20h; domingo, 19h. Bilheteria: 14h/19h30 (terça a quinta), a partir das 14h (sexta a domingo). Reestreia em  31/08 até 30/11.

Luis Antonio – Gabriela: De Nelson Baskerville, Verônica Gentilin e Cia. Mungunzá de Teatro. Com extrema e admirável coragem, o ator e diretor Nelson Baskerville mexe em sua história para montar o espetáculo, que comove e inquieta o espectador em um surpreendente conjunto.

Local:  Teatro João Caetano – Vila Mariana

Horário: Quinta a sábado, 21h; domingo, 19h. Bilheteria: 14h/19h30 (terça a quinta); a partir das 14h (sexta a domingo). Reestreia em 30/08 até 14/10. Atenção: Não haverá sessão no domingo (02/09).

Cabaret: Adaptação de Miguel Falabella para espetáculo de Joe Masteroff, John Kander e Fred Ebb. Ambientada em uma casa noturna de Berlim na década de 30, a peça aborda o relacionamento da prostituta Sally Bowles (interpretada por Claudia Raia) com o escritor americano Cliff Brad shaw (papel de Guilherme Magon).

Local: Teatro Procópio Ferreira – Jardim América

Horário: Quinta, 21h; sexta, 21h30; sábado, 17h e 21h; domingo, 18h. Bilheteria: 14h/19h (terça e quarta); a partir das 14h (quinta a domingo). Reestreia em 25/08. Até 16/12.

Musical “A família Addams”: Adaptação de Claudio Botelho para espetáculo de Marshall Brickman, Rick Elice e Andrew Lippa. Inspirado nos quadrinhos do cartunista Charles Addams, o musical estreou na Broadway em 2010 e ganha a primeira montagem internacional.

Local: Teatro Abril – Bela Vista

Horário: Quinta e sexta, 21h; sábado, 17h e 21h; domingo, 16h e 20h. R$ 70,00 a R$ 230,00 (quinta, sexta e domingo às 20h) e R$ 80,00 a R$ 250,00 (sábado e domingo às 16h). Bilheteria: 12h/20h (segunda a quarta); a partir das 12h (quinta a domingo). De 02/03 a 28/10.

Shows

Tulipa Ruiz: após ter o disco apontado como um dos melhores de 2010, a cantora paulista volta aos palcos com seu segundo trabalho “Tudo Tanto”, disponível nas lojas e para download gratuito desde o fim de julho. Mais maduro em relação ao anterior, o registro serve de base para suas apresentações.

Local: Auditório Ibirapuera – Avenida Pedro Álvares Cabral, S/N

Horário: (Sex e Sáb) Sexta (07/09) e sábado (08/09), 21h. Bilheteria: 11h/18h (terça a quinta); a partir das 11h (sexta) e das 9h (sábado). Ingressos: R$ 20,00

Jazz na Fábrica: evento traz o músico israelense Avishai Cohen se apresenta no sábado (08/09) e no domingo (09/09). Faixas do álbum Seven Seas (2011) devem aparecer no programa. Já o violinista francês Didier Lockwood, que se exibiu com lendas do gênero, entre elas Miles Davis, tem vez no sábado (08/09) e no domingo (09/09).

Local: Sesc Pompeia

Horário: Quinta (06/09) e sábado (08/09), 21h; sexta (07/09) e domingo (09/09), 19h; R$ 32,00 (quinta e sexta) e R$ 24,00 (sábado e domingo). Choperia (800 pessoas). Sábado (08/09), 21h30; domingo (09/09), 19h. R$ 32,00. Bilheteria: 9h/21h (terça e quarta); a partir das 9h (quinta a domingo). Ingressos também no CineSesc e nas demais unidades do Sesc.

Rio de Janeiro

Shows

Alanis Morissette: Com dezessete anos de estrada, sete Grammy e 60 milhões de cópias vendidas, a cantora canadense conquistou o público exibindo interpretações expressivas. Seu estilo no palco chegou a ser comparado ao de Janis Joplin. Devem aparecer no repertório Guardian e Havoc, ambas do novo CD, além de pontos altos da carreira, para alegria dos fãs: estão previstas Ironic e Hand in My Pocket, do álbum de estreia, Jagged Little Pill (1995).

Local: Citibank Hall –  Barra.

Horário: Sexta (07/09) 22h15. R$ 200 (pista) R$ 450 (camarote e pista premium)

Marisa Monte: Após quatro anos, a cantora volta ao palco para apresentar a turnê do disco O que Você Quer Saber de Verdade, lançado em 2011. O espetáculo, dirigido por Leonardo Netto e Claudio Torres, aposta em recursos tecnológicos: seis multitelas de tecido espalhadas pelo cenário exibem obras de artistas plásticos contemporâneos que acompanham a apresentação.

Local: Vivo Rio –  Flamengo

Horário: Sexta (07/09), sábado (08/09) e domingo (09/09).  R$ R$ 200,00 (setor 4) a R$ 320,00 (camarote A e área vip)

Exposições

Outras ideias para o Rio: Conhecidas paisagens cariocas serão transformadas pela presença de criações monumentais dos seis artistas reunidos na OiR – uma abreviação de “Outras Ideias para o Rio” e, claro, uma brincadeira com o nome da capital fluminense. Planejado para ser realizado de dois em dois anos até 2016, o projeto de exposição em áreas públicas tem curadoria de Marcello Dantas. Conhecido por obras já exibidas na França, na Inglaterra e nos Estados Unidos, além da sua Espanha natal, Jaume Plensa desenvolveu uma enorme cabeça, de 12 metros de altura, que flutuará na Enseada de Botafogo. Nesta sexta-feira haverá a instalação audiovisual do japonês Ryoji Ikeda, no Arpoador.

Local:  Praia do Arpoador. Grátis.

Horário: Sexta (07/09) a domingo (09/09), das 19h às 22h.

Gil 70: Concebida pelo poeta e designer gráfico André Vallias, com a colaboração do pesquisador Frederico Coelho, a mostra celebra os 70 anos de Gilberto Gil com 21 trabalhos, de 25 artistas (entre eles Adriana Calcanhotto, Arnaldo Antunes, Antonio Dias, Raul Mourão e Luiz Zerbini), inspirados em canções do compositor ou dedicados a ele. Entre as obras, há pintura, grafite, vídeo, fotografia, escultura e instalação interativa.

Local:  Centro Cultural Correios – Centro

Horário: De terça a domingo, das 12h às 19h. Grátis. Até 28 de outubro.

Teatro

A realidade é doida varrida: Em meados dos anos 80, o ator Rubens Corrêa (1931-1996) e o diretor Ivan de Albuquerque (1932-2001) conceberam um monólogo a partir da compilação de escritos do francês Antonin Artaud (1896-1948), um dos nomes mais importantes do teatro do século passado. Apresentado pela primeira vez em 1986, Artaud ficou em cartaz por três anos no Rio e viajou por outras cidades. Ao fim da temporada, Corrêa presenteou o amigo Marcos Fayad com o texto, sugerindo que ele pudesse assumir seu lugar em uma futura montagem. Mais de duas décadas depois, a ideia toma corpo em Artaud — A Realidade É Doida Varrida.

Local: Espaço Tom Jobim – Jardim botânico

Horário: Sexta e sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 40,00. Até 23 de setembro.

Exilados:

Autor de obras-primas da literatura, como Ulisses, Retrato do Artista Quando Jovem e Finnegans Wake, o irlandês James Joyce (1882-1941) escreveu um único texto teatral. Exilados, publicado em 1918, ganhou o palco do Solar de Botafogo em montagem dirigida por Ruy Guerra. Passada em Dublin em 1912, a trama apresenta um triângulo amoroso formado pelo escritor Richard (Gustavo Machado), que acabou de retornar do exílio, sua mulher, Bertha (Franciely Freduzeski), e o melhor amigo dele, o jornalista Robert (Álamo Facó, muito bem no papel). Estruturada em diálogos a dois, a peça vai habilmente enredando o trio em um jogo de aparências.

Local: Solar de Botafogo – Botafogo

Horário: Sexta e sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 40 (dom), R$ 50 (sex e sab). Até 26 de setembro.

 

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *