Início » Cultura » Elia Kazan
Biografia

Elia Kazan

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

www.upress.state.ms.us/.../elia_kazan.jpgElia Kazan foi um cineasta do pós-guerra e expressou em suas obras o mal-estar da época. Seus filmes surgiram no contexto da Guerra Fria.

Elia Kazan nasceu em Istambul no dia sete de setembro de 1909. Filho de gregos, aos quatro anos se mudou com a família para os Estados Unidos. Em 1930, entrou para o Group Theatre, onde fez sua formação. Participou também como ator, diretor ou técnico em grupos controlados por comunistas, como o League of Workers Theatre e o Theatre of Action. Foi neste período que Kazan entrou em contato com o método Stanislavski, que chegou aos Estados Unidos em 1925 vindo da União Soviética. Kazan tornou-se um mestre na formação de atores pelo "Método", cujo elemento central é o realismo centrado na interpretação dos atores.

Kazan fez parte do Partido Comunista americano a partir de 1934, mas abandonou o partido em 1936 por se negar a levar para a órbita comunista alguns dos grupos amadores que dirigia.

Durante os anos 1940, Kazan tornou-se um diretor de teatro consagrado na Broadway, e em 1944 foi convidado para trabalhar em Hollywood. Sua geração de cineastas sofreu influência do neo-realismo italiano, que pregava um cinema em contato direto com a realidade, feito fora dos estúdios e que preferia não utilizar atores profissionais. Neste período, Kazan fez “Laços humanos” (1945), “O justiceiro” (1947) e “A luz é para todos” (1947) ”, que recebeu Oscar de melhor filme e melhor direção.

Ao todo, Elia Kazan produziu 19 filmes comerciais entre 1945 e 1976. Em todos eles a história americana é um elemento presente. Seus filmes mostram os conflitos humanos, como em “Vidas amargas” (1955) e “Clamor do sexo” (1961). Sua obra mais significativa foi “Sindicato de Ladrões” (1954), com Marlon Brando, que recebeu oito premiações no Oscar.

Em 1952, Elia tornou-se delator na Comissão de Assuntos Antiamericanos do Congresso dos Estados Unidos. O artista teve três esposas: Molly Day Thatcher, com quem teve quatro filhos, Barbara Loden, que lhe deu dois filhos e Frances Rudge.

Elia Kazan foi um cineasta controvertido. Quando recebeu um Oscar honorário em 1999, metade da platéia aplaudia e a outra metade vaiava. Morreu em 23 de setembro de 2003, em Nova Iorque, de causas naturais.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *