Início » Cultura » Estreias da semana (15/01)
Cinema

Estreias da semana (15/01)

Veja os trailers e as sinopses dos lançamentos desta semana

Estreias da semana (15/01)
O Leviatã critica abertamente o sistema político da Rússia (Reprodução/Internet)

1-Leviatã: Numa península do Mar de Barents, no Ártico, um pai de família (Aleksey Serebryakov) luta contra os desmandos de um prefeito corrupto. Para enfrentar o político que tenta desalojá-lo, ele recorre a um colega de Moscou.

 

3-Se Fazendo de Morto: Jean (François Damiens) ganhou o prêmio César de melhor revelação em 1987, mas questões de ego o levaram a escolhas erradas na carreira. Aos 40 anos, ele hoje mal consegue emprego como ator. A única chance que surge é de interpretar o morto na reconstituição de um violento crime ocorrido em uma cidade ao norte da França. Ele aceita a tarefa mas, ao chegar, logo bate de frente com a juíza Noémie Desfontaines (Géraldine Nakache), que não gosta dos pitacos que ele dá nas investigações feitas pela polícia.

4-Depois da chuva: No ano de 1984, quando a ditadura militar se enfrequece, dois jovens baianos de 16 anos começam a perceber que estão vivendo uma fase importante do país. A descoberta do contexto político, com as eleições diretas para Presidente, mistura-se às descobertas sexuais e ao fim da adolescência

5-Livre: Após a morte de sua mãe, um divórcio e uma fase de autodestruição repleta de heroína, Cheryl Strayed (Reese Witherspoon) decide mudar e investir em uma nova vida junto à natureza selvagem. Para tanto, ela se aventura em uma trilha de 1100 milhas pela costa do oceano Pacífico.

6-O Segredo das águas: A história acontece na ilha japonesa de Amami Oshima. Uma noite, Kaito (Nijirô Murakami) descobre um cadáver flutuando no mar. Sua namorada Kyoko (Jun Yoshinaga) vai tentar ajudá-lo a entender essa misteriosa descoberta. Juntos, os jovens, de apenas 16 anos, vão tentar entender a natureza cíclica da vida, amor e morte.

7-Nostalgia de Luz: No deserto de Atacama, astrônomos de todo o mundo se reúnem para observar as estrelas. Nessa região do Chile, a três mil metros de altitude, o calor do sol mantém intactos restos humanos. Ao mesmo tempo em que os astrônomos pesquisam as galáxias em busca de vida extraterrestre, mulheres procuram seus parentes na terra do deserto.

Fontes:
Adoro Cinema

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *