Início » Cultura » Galileu Galilei foi condenado pela Igreja
NESTA DATA

Galileu Galilei foi condenado pela Igreja

O cientista contrariou as crenças filosóficas e religiosas da época, idealizadas por Aristóteles

Galileu Galilei foi condenado pela Igreja
As descobertas feitas por Galileu mudaram a Física, a Matemática e a Astronomia (Reprodução/Internet)

No dia 22 de junho de 1633, o cientista italiano Galileu Galilei, cujos conceitos científicos mudaram a Física, Matemática e Astronomia, foi condenado pela Igreja Católica. A condenação foi motivada pelas descobertas que fizera que, segundo o Tribunal da Santa Inquisição, contrariavam as crenças filosóficas e religiosas da época, baseadas nos ensinamentos de Aristóteles.

Além disso, Galileu reiterava e defendia a teoria do heliocentrismo, que o Sol é o centro do Universo e não a Terra, feita por Nicolau Copérnico. Por conta disso, lançou um livro intitulado “Diálogos sobre os Dois Grandes Sistemas do Mundo”, publicado em 1632 e que fora severamente contestado pela Igreja. No ano seguinte, a Santa Inquisição prendeu e julgou Galileu por heresia. Conseguiu escapar da fogueira renegando as próprias ideias através de uma confissão que fora lida em voz alta perante o Santo Conselho da Igreja.

Todavia, a confissão só o fez evitar a morte pois a Igreja o condenou a prisão domiciliar perpétua. Depois do veredicto, Galileu disse “eppur si muove” em italiano que significa “e, no entanto, ela se move”. Morreu cego na própria casa, perto da cidade de Florença, na Itália, no dia 8 de janeiro de 1642. Mais de 300 anos depois, o  Papa João Paulo II reconheceu os erros cometidos pela Igreja na época e absolveu o cientista.

Fontes:
BrasilEscola-Galileu: Da Ciência à Santa Inquisição

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

5 Opiniões

  1. Vitafer disse:

    É uma pena!

  2. rene luiz hirschmann disse:

    É uma piada, o papa absolve Galileo, a Igreja católica é uma praga, disseminou a mentira e a dependência humana, faz apologia ao homosexualismo e a pedofilia, o que esses caras fizeram no passado não tem desculpas, é desumano

  3. Ludovino Azambuja disse:

    Como assim? as crenças da época eram baseadas em Aristóteles ? Ou as descobertas de Galileu?
    Seja como for, a igreja católica conseguiu transformar o cristianismo numa praga mundial porque mandava matar todo mundo que ousasse discordar. Até hoje as pessoas tem medo de dizer que são ateus.

  4. Lucia Câmara disse:

    Na verdade, um pouco antes de Galileu, quase na mesma ocasião, houve o Físico Italiano Copérnico que
    não só defendia que a Terra Girava em torno do Sol como, consequentemente, era redonda. A Igreja não reconhecia nenhuma das duas teses e havia, neste momento, uma firme convicção de que o que estava na Bíblia era a verdade plena. O problema era como interpretar a Bíblia e, naquela época, a compreensão sobre o “novo” era de fato muito menor.

    Mas o que choca é saber que muito, muito antes destas revelações, milhares de anos, em 600 a.C. Pitágoras já relatava que a Terra era cilíndrica e não era “o centro do mundo”. Não pode “provar” pois se baseava apenas nas marés. E, 300 anos depois, outro filósofo, Aristóteles, voltou a dizer o mesmo sendo que afirmava que a Terra girava em um eixo central, próprio.

    Mas se lembrarmos que há poucas décadas muita gente desconfiava que o homem não tinha pisado na Lua, entenderemos que somos lentos. Eu ouvi minha própria avó dizer “que não acreditássemos nas besteiras que a TV produzia”.

    Ai eu pergunto a vocês… o que mais está óbvio na nossa cara, que não entendemos ainda? Podemos julgar alguém no passado se nossa compreensão, agora mesmo, neste momento, pode não alcançar nem 1/1000 do que já está provado pela ciência e coincide com muitos preceitos

  5. Rafael Teles disse:

    Ludovico, sou ateu e sim também acho a igreja catolica um nojo, mas sim na verdade a igreja católica na altura baseava-se bastante nos ensinamentos de Aristoteles, isto por causa de filósofos cristãos como São Tomás de Aquino, este tentou juntar racionalidade com religião, pois acreditava que aristoteles estava certo no que afirmava mas ao mesmo tempo tinha fé, no fim das contas era só mais um ignorante que tinha acesso a boa informação mas decidiu juntar com fantasia, e Graças a ele hoje temos um papa que afirma que Deus existe mas que tudo começou com o bigbang, ou seja afirma que a ciência está certa mas que a fantasia dele é que fez isso possível, porque o melhor amigo dele é muita bom e pode tudo, esqueceu-se foi de mencionar o bigbang aos discípulos que escreveram a bíblia.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *