Início » Cultura » Japão pede que turistas evitem comer caminhando
FALTA DE EDUCAÇÃO

Japão pede que turistas evitem comer caminhando

Pedido tem como base o risco de deixar lixo e restos de comida que podem atrair bichos e fazer uma bagunça que os moradores locais terão de limpar

Japão pede que turistas evitem comer caminhando
Além de temer a bagunça, japoneses consideram falta de educação comer fazendo outras tarefas (Foto: Twitter/Shem MDl)

Comida de rua é um modo de gerar renda de muitos países. Mas isso significa que você deve comprar e comer sua comida na rua? O Japão está lutando para responder a essa pergunta, particularmente quando se trata de áreas turísticas populares. Kamakura, localizada em Kanagawa, é uma delas.

Em abril, a prefeitura divulgou uma portaria oficial pedindo aos visitantes que não comessem enquanto caminhavam. Uma das principais preocupações é o lixo das embalagens e restos de comida, que podem atrair animais e fazer uma bagunça que os moradores terão que limpar.

Kamakura fica cerca de 30 km a sudoeste de Yokohama. É o lar de alguns dos templos mais conhecidos do país, bem como de lindas praias. Um representante da cidade de Kamakura disse à CNN que a recomendação – que é divulgada em vias públicas – foi criada para explicar a questão, em vez de penalizar os viajantes. Não há multas ou citações para pessoas que violam a solicitação. Em particular, Komachi-dori, uma rua movimentada com muitas lojas, tem sido um foco de atenção quando se trata de comer fora.

A rua é uma parada em muitos passeios de comida locais, apesar de também ser uma área comercial. O jornal Japan Today informou que 50.000 a 60.000 pessoas visitam Komachi-dori todos os dias, o que parece ainda mais impressionante quando você percebe que a rua tem apenas 350 metros de comprimento.

No entanto, as preocupações sobre comer durante a caminhada não estão relacionadas apenas a possíveis derramamentos e roupas bagunçadas. Muitos japoneses acreditam que é falta de educação andar ou fazer outras atividades físicas enquanto se come, porque significa que você não está apreciando sua comida adequadamente. Para alguns, essa crença tem suas raízes na Segunda Guerra Mundial, quando a comida era escassa e era algo a ser valorizado, não tratado casualmente.

Questão não é preocupação só do Japão

Em Florença, na Itália, uma parte do centro da cidade tem uma proibição definitiva de comer “nas calçadas, estradas e nas portas de lojas e casas”. Não se trata apenas de higiene – é uma parte da cidade extremamente ocupada e cheia de gente, e as pessoas sentadas nas calçadas dificultam ainda mais a caminhada dos outros.

Alguns moradores querem restrições ou até fechamentos por causa da multidão cada vez maior de pessoas, mas outros acreditam que pode haver um meio-termo feliz entre uma cultura vibrante de vendedores de rua e não atrapalhar a vida cotidiana, como o bloqueio de faixas de tráfego.

Fontes:
CNN-Kamakura, Japan, asks tourists not to eat while walking

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *