Início » Cultura » Jesus não nasceu em 25 de dezembro
Natal

Jesus não nasceu em 25 de dezembro

Até mesmo entre os cristãos há divergência quanto à celebração da data

Nesta época do ano, o comércio fatura mais do que em dias normais, as ruas ficam enfeitadas; há troca de presentes entre pessoas especiais e colegas de trabalho; e as escolas e as igrejas tentam ensinar às crianças que o verdadeiro sentido do Natal é o nascimento de Cristo. Verdadeiro? Até mesmo entre os cristãos há divergência quanto à celebração da data.

O nascimento de Jesus só passou a ser atrelado a essa data quando, por uma questão política, o imperador romano Constantino procurou resgatar a unidade religiosa do povo que governava. Constantino aproveitou a difusão do cristianismo para controlar o império. Foi ele que estabeleceu os costumes e rituais da Igreja Católica Romana, criada no Concílio de Nicéia em 325 d.C., passando o dia de celebração do sábado para o domingo e “criando” o Natal cristão. Além disso, a Igreja Romana assimilou muitos costumes de outros povos que o império dominava, como conta Henry Bettenson em seu livro Documentos da Igreja Cristã.

O que ocorre é que em outras culturas, anteriores a Cristo, 25 de dezembro era marcado como o dia do nascimento de deuses, geralmente ligados ao Sol. Na definição da Enciclopédia Barsa, o Natal é uma data “fixada no ano de 440, a fim de cristianizar grandes festas pagãs realizadas neste dia”.

Estas festas estão relacionadas às estações do ano. O culto pagão Natalis Invistis Solis (nascimento do deus sol invencível), ao deus Mithra, da Pérsia, do qual Constantino era sumo sacerdote, é celebrado nesta data, porque do dia 24 para o 25 acontece a passagem do Solstício de Inverno para o Equinócio de Primavera nos países do Hemisfério Norte. Durante o período do Solstício de Inverno, os dias são curtos e frios porque, segundo o Observatório Astronômico da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), desta perspectiva, o Sol se move durante seis meses para o sul e fica mais fraco. Ao nascer do dia 25, ele se move um grau, mas, desta vez, para o norte, trazendo dias mais longos e quentes e, claro, a primavera com suas flores, a colheita, o acasalamento dos animais e todo o culto em torno da fertilidade.

Os solstícios são as posições da Terra em relação ao Sol. Entre eles há os Equinócios de Primavera e Outono, que ocorrem quando os dois hemisférios ficam dispostos simetricamente em relação ao Sol, que sempre foi motivo de culto e adoração em inúmeros povos.

No Egito, 3000 anos a.C., o Sol aparece na figura do deus Hórus, que nasceu da virgem Isis, na mesma data de Mithra. Seu arqui-inimigo era Set, que representava o mal, as trevas ou a noite. Todos os dias eles travavam batalhas. Ao entardecer, Set ganhava e mandava Hórus para as trevas, ao amanhecer, acontecia o contrário e Hórus reaparecia vitorioso no céu. Durante a primavera e o verão, quando os dias são mais longos, Hórus prevalecia. De igual forma, a mesma estrutura mitologica é encontrada uma das versões da história de Krishna, da Índia, cujo nascimento teria sido em 25 de dezembro a 900 anos a.C., também de uma virgem, Devaki.

Jesus não poderia ter nascido nesta data, pois em Israel é inverno e dificilmente pessoas peregrinam nesta época. Os pais de Jesus estavam a caminho de Belém, próximo a Jerusalém, o que só ocorria em duas ocasiões — no aniversário da segunda cidade e na Festa dos Tabernáculos, ou Sucot, a festa das colheitas do povo judaico. Os indícios apontam que o nascimento teria acontecido na segunda ocasião. Russel Shedd constatou em seus estudos para a tese de doutorado que o nascimento se deu em outubro, durante a festividade, considerando os turnos de sacerdócio de Zacarias, pai de João Batista, primo de Jesus. “Ele nasceu na época da Festa dos Tabernáculos, em outubro. Seu nascimento pode ser calculado assim: Zacarias exercia seu turno em julho (Lc. 1:5,8) por ser do turno de Abias, o oitavo turno do ano eclesiástico que começava em março (I Cr. 24:10). Foi o mês da concepção de João Batista, (Lc. 1:23-24), que nasceu, pois em abril do ano seguinte. Jesus nasceu seis meses mais tarde, (Lc. 1:26), portanto em plena Festa dos Tabernáculos.”


Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

146 Opiniões

  1. João Luiz de Oliveira disse:

    Em Êxodo 12;14 , temos a instituição da pascoa , festa nacional do povo judeu para comemorar a saída do Egito . O principal elemento dessa festa , é o cordeiro pascoal que foi sacrificado e o seu sangue colocado nos umbrais das portas para impedir que o anjo da morte entrasse nas casas dos israelitas . Esse cordeiro é o tipo de Cristo , note que o cordeiro do sacrifício era separado no dia 14 daquele ano e sacrificado a 14 do ano seguinte . Era um ciclo que só terminaria em Jesus . Na tipologia bíblica o tipo representa fielmente o antítipo , um exemplo disso é a construção do tabernáculo , foi seguido a risca por Moises segundo o modelo dado por Deus . O nascimento e a morte de Jesus não pode ter data desencontrada , porque Jesus é o antítipo . Quando uma pessoa morre coincidentemente na data do seu aniversario talvez não haja tanta repercussão , mas em relação a Cristo é comum acontecer isso , ele e o personagem mais discutido , eu particularmente adoro falar bem dele , é meu Salvador . Amem .

  2. Ricardo Luz disse:

    Parabéns pelo artigo.
    O Natal significa a data em que Jesus Cristo Nasceu mas isto vem sendo distorcido a muito tempo, se possível leiam este conteúdo ht tp://jesu scristo.top/o-natal- a-luz-da-palavra-de-deus/ porque vai ajudar a muitos a descobrirem a verdade sobre o Natal

  3. Edilson matos machado disse:

    O que ta claro na bibliae Em lucas c 1 v 26 e no mes sexto o anjo gabriel visitou maria entao e provabel que ele tenha nascido em abril la pelo dia 1 de abril por isso que inventaram que o dia 1 de abril e o dia da mentira amem

  4. Adriano Pedroso disse:

    Como esta escrito , “Te conhecer e prosseguir em te conhecer , esse é o alvo da minha vida” , eu estou constantemente estudando e lendo sobre Jesus , como os irmãos diz nos textos anteriores não a uma base real que prove a data correta do seu nascimento , mas oque esta claro é que não foi dia 25 de Dezembro , devido todos os acontecimentos isso já foi provado que não foi em Dezembro , mês que nessa região o frio é intenso , o mais provável é de março a outubro , mas como teve um irmão que comentou , ” TALVEZ DEUS JÁ NÃO DEIXOU ESSA DATA CLARA PARA QUE POSSAMOS COMEMORAR TODOS OS DIAS O ESPIRITO DE NATAL ” porque como diz os católicos e outras religiões , esse dia é um dia de amor , que devemos amar uns aos outros ! ! ! , mas somente esse dia ? Deus é o mesmo ontem hoje e sempre , João 3,16 , “PORQUE DEUS AMOU O MUNDO DE TAL MANEIRA QUE DEU SEU FILHO UNIGÊNITO PARA QUE TODO AQUELE QUE NELE CRÊ NÃO PEREÇA MAS TENHA A VIDA ETERNA” , 1°João 3,16 “NISTO CONHECEMOS O AMOR , QUE CRISTO DEU SUA VIDA POR NÓS E NÓS DEVEMOS DAR A VIDA PELOS IRMÃOS”

  5. André disse:

    O importante é a lembrança do nascimento de Jesus que se comemora no natal, mas que realmente eestá claro que há fortes eveidências de que data correta do nascimento estaria entre maio e Outubro está claro! Talvez Deus não nos tenha revelado a data correta pois não queria que nó tivéssemos o espírito natalino somente em um dia no ano, mas em todos os dias de nossas vidas sendo misericordiosos, pacientes, Corteses. Hoje em dia as pessoas estão com dificuldades de medir o que falam umas para as outras, sob o pretexto de se dizerem “verdadeiras” por “falarem o que pensam” “sem papas na língua” esquecem que podem estar a ofender os outros desnecessariamente e os ofendidos por sua vez mmostram a incapacidade de passar por cima, tem a neessidade de revidar sempre! As convenções sociais nascceram para a boa necessidade de convivência. Creio que podemos discordar dos outros, mas sem ofender as pessoas! Gentileza gera gentileza já dizia O profeta gentileza! também carecemos de valores como a honestidade e a humildade! Num mundo de facebook e outras redes queremos valorizar o ter mais bens, ser ricos e os mais bonitos, festeiros e legais, esquecendo os valores do ser mais pacientes e tolerantes, não julgarmos pelas aparências e bens, buscar a honestidade e o trabalho como fonte de suas realizações e ganhos, pois só o qque se conquista desta forma tem valor! Esse deveria ser o verdadeiro significado do natal, mas um natal que fosse vivo em todos os dias da nossa vida!

  6. Eduardo Pedro Marcelino disse:

    A bíblia não diz quando Jesus nasceu. Mas ela nos dá fortes motivos para concluir que nascimento não ocorreu em dezembro.
    Considere as condições climáticas nessa época do ano em Belém, onde Jesus nasceu. O mês judaico de quisleu (que corresponde a novembro/dezembro) era um mês frio e chuvoso. O mês seguinte era tebete (dezembro/janeiro). Era o mês em que ocorriam as temperaturas mais baixas do ano, com nevadas ocasionais nos planaltos. Vejamos o que a Bíblia diz sobre o clima naquela região.
    O escritor bíblico Esdras mostra que quisleu era de fato um mês frio e chuvoso. Depois de dizer que uma multidão havia se reunido em Jerusalém “no nono mês [quisleu], no vigésimo dia do mês”, Esdras informa que o povo ‘tiritava por causa das chuvas’. Sobre as condições do tempo naquela época do ano, às próprias pessoas reunidas disseram: “É a época das chuvadas e não é possível ficar de pé do lado de fora.” (Esdras 10:9,13; Jeremias 36:32) Não é de admirar que os pastores que viviam naquela parte do mundo não ficassem ao ar livre à noite com seus rebanhos em dezembro.
    No entanto, a Bíblia diz que os pastores estavam nos campos cuidando das ovelhas na noite em que Jesus nasceu. De fato, o escritor bíblico Lucas mostra que, naquela ocasião, havia pastores “vivendo ao ar livre e mantendo de noite vigílias sobre os seus rebanhos” perto de Belém. (Lucas 2:8-12) Note que os pastores estavam vivendo ao ar livre, não apenas saindo para os campos durante o dia. Eles mantinham seus rebanhos nos campos à noite. Será que essa referência de vida ao ar livre se harmoniza com o tempo frio e chuvoso do mês de dezembro em Belém? Não. Portanto, as circunstâncias que cercaram o nascimento de Jesus indicam que ele não nasceu em dezembro.*
    A Palavra de Deus nos informa com precisão a data em que Jesus morreu, mas dá poucos indícios sobre quando ele nasceu. Isso nos lembra as palavras do Rei Salomão: “Um nome é melhor do que bom óleo, e o dia da morte é melhor do que o dia em que se nasce.”
    (Eclesiastes 7:1) Portanto, não é de admirar que a Bíblia forneça muitos detalhes a respeito do ministério e da morte de Jesus, mas poucos a respeito da época de seu nascimento.

  7. Grace disse:

    Não pararam pra pensar que o mais importante não é o nascimento e sim a morte de Jesus? Se o nascimento fosse o mais importante estaria mencionado na bíblia palavra inspirada por Deus. Mas quando as vésperas de sua morte Jesus pediu aos seus discípulos que celebrassem a sua morte, isto sim é importante para lembrar do do seu sacrifício pela humanidade e foi a 14 de Nisa . Se estudarem a palavra de Deus com o propósito de entendem ficarão mais esclarecidos.

  8. JOSE AP disse:

    Natal dos deuses
    http:// adventmedidas.blogspot.com.br/2014/12/a-volta-de-um-deus-e-volta-de-um-povo.html

  9. JOAQUM disse:

    Penso que todos, letrados ou iletrados, sabendo ou não, muitas das vezes se deixam levar por situações em que acreditam estarem certos de suas convicções ou teses e pensamentos. Contudo creio que aqui não é só a questão de qual foi a data real do nascimento de Jesus. Seria o todo, ou seja, a Bíblia. Quanto mais aprofundamos em nossas formas de pensar, conhecer e saber as coisas descobrirmos que somos todos “praticamente” como Tomé, isto é, acreditamos naquilo que achamos ser “real”, ou seja os fatos, assim posso afirmar o que pensam os juízes de direito: ” CONTRA FATOS NÃO HÁ ARGUMENTOS”. Desta forma vemos que a Bíblia, é a própria narrativa de si mesma, foi, é e continua sendo provada pelos fatos que as ciências da arquitetura, arqueologia, história e muitas outras comprovam sua existência. Assim vejo que no caso do nascimento de Jesus entre outros seria como diz um amigo” MUITAS DAS VEZES NÃO É COMO COMEÇAM AS COISAS E SIM COMO ELAS TERMINAM.” Por isso importante sim procurarmos saber qual foi o tempo que Jesus nasceu, mais maior importância é cuidar para saber quando Ele voltará e fechará o Livro da Vida, ou seja, quando e para onde iremos após nossa morte ou nosso arrebentamento se você a acredita ou não….

  10. joão lourenço disse:

    Sou católico e perguntei a um padre por que JESUS OU DEUS deixaram
    tantos judeus seu povo morrerem na segunda guerra eis a resposta brilhante :
    para um bem maior e preciso de vez em quando um mal maior , tá mais precisava ser mais ou menos seis milhões meio de judeus a outra pérola de um pastor evangelhico é a seguinte: TALVEZ NÃO HOUVESSE NINGUÉM QUE MERECESSE SER SALVO que picaretagem braba. Quanto de lavagem cerebral gastaram neles para contar esta mentira sem arrependimento

  11. mari disse:

    Em Lucas Cp. 1:26 diz que Maria ficou grávida no mês seis que no calendário bíblico é o mês de Elul.
    E, no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, A uma virgem desposada…” Lucas 1:26,27 Sabendo o mês que Maria engravidou saberemos o mês em que Cristo nasceu.Então soma-se o mês
    seis mais nove meses e veremos que Cristo nasceu no mês três do ano seguinte que é o mês de Sivã.
    Mas, o calendário bíblico é diferente do calendário atual . O calendário bíblico também tem doze meses, mas, no calendário bíblico o ano se inicia no solstício de primavera no hemisfério norte. Então temos que converter o calendário bíblico ao nosso calendário.
    Ai veremos que Jesus nasceu no mês de maio ou junho do calendario atual e não em dezembro como dizem.
    Outro detalhe é que a Biblia diz que pastores vigiavam o rebanho durante a noite.E isso era impossivél no mês de dezembro.Pois dezembro o inverno é muito rigoroso naquela região.
    “Havia, naquela mesma região, pastores que viviam nos campos e guardavam o seu rebanho durante as vigílias da noite. Lc 2:8-

  12. antonio kelben disse:

    Concordo com a matéria, as pessoas pouco se importam em comemorar uma festividade pagã….
    e se dizem ainda assim seguidores de Cristo; acredito que se realmente querem praticar a adoração verdadeira, abandonarão tal prática (comemorar o “natal”) após considerarem este artigo.

  13. cicero disse:

    É bem verdade que ouvimos comentários que esta fora do contexto, mais uma coisa temos que ter certeza.
    A bíblia e o nosso guia é o Espirito Santo é o nosso esclarecedor, por esse motivo prefiro a BíBLIA.

  14. Ludwig Von Drake disse:

    A religião primitiva era interessante: com sacrifícios sangrentos (levítico); depois substituiram o cordeiro por uma “óstia” e o sangue virou vinho canônico. Ficou só o discurso, uma chatice. E essa história de “jesus” é tudo lorota.

  15. zenaildo disse:

    minha maior pensamento .e sobre a volta de jesus ,muitos quer saber sobre sua data de nascimento, mas não quer firma seu coração no seu retorno.

  16. zenaildo disse:

    verdade, que muitos cristão tem uma grande dificuldade de entender sobre dia 25 de dezembro, que jesus nasceu no dia 25. mais preciso no mês de em outubro porque e festa do tabernáculo. parabéns.

  17. josé valdo dos santos marques disse:

    eu gostaria de saber se o natal se comemora no dia 25 de dezembro,em teotônio vilela alagoas existe muito devotos.

  18. Antônio Rodrigues disse:

    Cara, isso é mais velho do que eu. Já no Seminário, pelos anos 60 isso era matéria passada e revisada. Agora, aparece com cara de novidade> Façam-me o favor…

  19. maria disse:

    AS PESSOAS ESTÃO MAIS PREOCUPADAS EM SE DIVERTIR, COMER E BEBER…E NÃO SE TOCAM QUE O PRÓPRIO JESUS E O SEU PAI NÃO FICAM FELIZES QUANDO PROPAGAM MENTIRAS A SEU RESPEITO ASSIM COMO NÃO GOSTARÍAMOS QUE DISSESSEM MENTIRAS A NOSSO RESPEITO AINDA QUE PARECESSE UMA MENTIRA BOA.

  20. rose disse:

    O dia 25 de dezembroé o dia em que JesusCristo nasceu, marco d o calendário antes de cristo e depois de cristo. Não tem nada haver com religiões pagãs, pois os calendários muito anteriores são muito diversificado quanto a duração do dia , de 12 horas, como tambem a duração do ano de 354 dias, Vejam vários tipos de calendários dos babilonios, gregos, persa e outros. vide site

    htt p://to-campo s.plan etaclix.pt/calendari o.htm

  21. Roberto Henry Ebelt disse:

    Se pela troca de ideias realmente atingimos a luz, certamente não teremos racionamento (vide comentários abaixo).
    Religião deve realmente ser discutida, pois existe tanta dissenção, pelo menos entre os cristãos, que a discussão civilizada, em que ouvimos mais do que falamos, certamente é o caminho para dias mais felizes, em que a troca de ideias superará as discussões estéreis nas quais tentamos enfiar nossa opinião goela abaixo daqueles de discordam de nós.
    Para os se acham donos da verdade, eu diria que uma maneira de peneirar as opiniões que abundam em nosso lindo planeta seria procurar ouvir os que não se acham donos da verdade.
    Sugestões? Budismo, Espiritismo são excelente opções para nos livramos de muitos preconceitos que atrapalham a nossa visão.
    Além disso, me parece que algo tão importante como discutir a nossa origem, existência e objetivos de vida deve ser algo mais para o lado da ciência.
    Imagino que, se acreditamos na biogênese (vita ex bios) o Criador está mais para uma sumidade científica do que para um sacerdote.
    Feliz Ano Novo aos seguidores deste excelente site.

  22. Valmir disse:

    Ele zerou a contagem do tempo, por isso nasceu em 01//01/01 óbvio, simples e matematicamente correto, sem rodeios, sem mentiras, sem discussões.

    Vamos comemorar 2015 anos na Terra, exatamente no dia 01 de janeiro de 2015. Parabéns Deus Vivo!

    Quando a terra passar, (for destruída) juntamente com essa dimensão, entenderemos o que significa atemporal e eterno!

    Feliz Natal e Ano Novo!!

  23. miguel disse:

    eu acredito em DEUS e sei que sou filho dele…e não perco tempo com essas coisas.
    eu dedico meus dias para louvar e adorar ao meu DEUS que é o SENHOR DOS EXERCITOS…AMÉM.

  24. Tatiana disse:

    No dia 25 de dezembro como diz a igreja cat;ólica, foi a data escolhida para comemorar o dia do nascimento de Jesus, já que não se tem a data exata, ela escolheu estratégicamente a mesma data que os pagãos comemoravam o dia do deus sol, pois a igreja queria transformar as festas pagãs em cristãs, graças a Deus deu certo pois todos nós nessa data lembramos de Jesus e não do deus sol, não entendo porque muitos ficam se matando em não entender motivo que a igreja comemora nesta data, quando surgir alguma dúvida pergunte a um padre ele ira esclarecer e não ira quebrar a cabeça, temos que parabenizar a igreja pela sua luta em cristianizar desde aquela época da melhor forma e ainda tem gente que tenta virar o jogo ao invés de agradecer.

  25. HILDEBRANDO BARBOSA GOMES disse:

    JESUS NASCEU ENTRE SETEMBRO E OUTUBRO E MORREU NO DIA 14 DE NISSAN QUE É ABRIL DO ANO 30.

  26. Walter Sampietro disse:

    Foi esse mesmo imperador que modificou na Bíblia a palavra reencarnação por ressurreição, pois a primeira não dava lucro e tirava-lhe a possibilidade de se perpetuar como imperador.

  27. Luis Barati Silva disse:

    Ora, todo mundo sabe que foi um milagre de Deus ter feito Jesus nascer exatamente no dia do natal.

  28. Aloisio disse:

    Com tantas divagações respeito, começo inclusive a acreditar que Jesus”O Cristo” era Europeu de cabelos Loiros e Olhos azuis.

  29. Selgifredo Gomes Da Costa disse:

    Concordo plenamente com as declarações do escritor sobre o nascimento de Jesus. Visto que ele fora batizado no ano 29 EC e, quando isto ocorreu, ele tinha trinta anos de idade, concluímos com exatidão que seu nascimento ocorreu no ano 02 AC, porque o ano ZERO AC não foi incluso na contagem das eras. Além disso, por força de profecia bíblica, de nossa extrema confiança, quando por ocasião de sua morte ele tinha exatos 33 anos e 06 meses de vida. Visto que este fato aconteceu em 14 do mês de NISAN (ou ABIBE) do ano de 33 EC, é fato que ele havia completado exatos 33 anos de idade entre os dias 29 de setembro a 02 de outubro do ano 32 EC. Não temos a data exata do seu nascimento, mas temos certeza que ele ocorreu nesse período.

  30. willians rodrigues gomes disse:

    Não entendo o motivo de tanta discussão. A informação sobre o nascimento de JESUS, não passa de mais uma das milhares de mentiras apregoadas- e aceitas – pelo Cristianismo. É como Nietschze dizia: “O grande problema do cristianismo é o próprio cristão”.
    Nem eles se entendem quanto à salvação. Por exemplo, para os protestantes, literalmente, ninguém vai ao Pai senão através de Jesus Cristo, então os cristãos católicos irão para o inferno por adorarem e pedirem intervenção aos santos? Se os cristãos protestantes não estão nem aí para a santidade de Maria, então serão eles que arderão nas chamas do Capiroto??
    Vamos deixar de bobagens e, aproveitando o ensejo, alguém poderia me dizer com quem Caim perpetuou a espécie humana, já que Adão e Eva, após serem expulsos do paraíso, o conceberam e posteriormente veio Abel.
    Caim fez filhos com a própria mãe, com alguma de suas irmãs ou eu estou ficando doido???
    “Amar” a humanidade é fácil o difícil é amar o próximo.

  31. Áureo Ramos de Souza disse:

    Depois de ler o que a repórter escreveu, tonei a liberdade de ler os comentários e cheguei a seguinte conclusão : estamos todos errados, ninguém sabe exatamente o dia da morte de Jesus, como se relatou abaixo cada um com seus comentários, terminamos em uma Torre de Babel, una confusão tremenda. Jesus nasceu no dia do seu nascimento e temos que nos lembrar dele o ano todo. eu não compro roupa nova e nem tão pouco desejo Feliz Natal, isto é um grande besteirol. Lembro-me de Deus e Jesus o ano inteiro, compro roupa quando quero e agradeço a Deus já está com 6.7 na escala richit com saúde. Amém?

  32. ADILSON disse:

    ESTA CONCLUSAO ESTA CORRETA. E PARA REFORCAR, POSSO DIZER QUE QUANDO O ANJO ANUNCIOU O NASCIMENTO DE JESUS AOS PASTORES, ELES AO RECEBEREM O ANUNCIO SE ENCONTRAVAM NO CAMPO PASTOREANDO OVELHAS. E ISSO NAO E FEITO NO INVERNO. COMO DEZEMBRO O INVERNO E RIGOROSO NAQUELA REGIAO, ENTAO SE CONCLUI QUE JAMAIS ELES RECEBERAM O ANUNCIO EM DEZEMBRO MAS SIM EM OUTRO MES MAIS QUENTE. “TALVEZ SETEMBRO OU OUTUBRO”

  33. Fonseca disse:

    O Natal se tornou o resumo de mentiras e esta sendo esquecido como símbolo do nascimento de Jesus. O Homem se mobiliza somente para dar e ganhar presentes, que a cada ano ficam mais sofisticados. Concordo muitas datas festivas foram inventadas pela igreja crista e copiadas mundialmente, acredito também que Jesus não nasceu dia 25/12, mas esta data foi criada, a principio, como um ponto de parada para que a humanidade se confraternizasse com respeito e fé, criada para que a família fosse restaurada, e para que neste dia somente um pensamento perpetuasse: O perdão.

  34. Élida Priscila disse:

    Jesus nasceu sim no dia 25 de dezembro

  35. talia neta idalino disse:

    porque o natal e dia 25 se jesus nao nasceu nesse dia

  36. Wederson Geovane de Paula Winchester disse:

    Como Jesus cristo viveu trinta e três anos e meio e nasceu no Sucot, e com o auxilio do Millennia Calendar Lite podemos ver que as datas do calendário gregoriano correspondentes ao nascimento e crucificação de Cristo são respectivamente:

    Nascimento: segunda-feira, 25 de setembro de 6 a. C. (não em outubro como sugere o nosso amigo).
    Crucificação: sexta-feira, 13 de abril de 29 d.C.

    Todas as datas são referentes ao calendário gregoriano.

  37. Jamigo disse:

    Realmente o dia do nascimento não foi 25.
    Mas, considere que a Bíblia não diz que Zacarias saiu do Santuário e foi ter relações com Isabel. O Anjo diz: tua esposa vai te dar um filho… Quando? julho? Agosto ou setembro?
    Quanto a questão do inverno, considere que Deus não escolhe o mais fácil. Jesus nasceu em uma nação minúscula do Império Romano. Na menor cidade. Não nasceu em uma casa confortável e não foi posto em um berço macio. Também não nasceu em um dia ensolarado de verão.

  38. Adilson Rocha disse:

    Eu concordo. Numa epoca de friu as ovelhas ficam num reservado para se protegerem da neve. Na epoca um anjo anunciou o nascimento de Jesus aos pastores. E eles estavam no campo. Isso nao poderia ser, se fosse inverno.. Entao no nascimento de Jesus, era num mes mais quente. Concluindo. Nao poderia ser 25 de desembro por ser um periodo de friu estremo nessa regiao.

  39. celso tadeu batalha moura disse:

    A gente fica na dúvida, mas realmente o Natal nada mais é que o comércio, em primeiro plano fica um homem vestido de vermelho de barba branca, com cara de bonzinho, patrocinando a cultura de presentes e atrás dos presentes vem o comércio, e atrás disso é obvio lucros, quem será terá o poder de acabar com a mistura da Religão Cristão e o comércio, o tal de Papai Noel é uma figura anticristão com cara de velhinho ele vem vindo conquistando pessoas e nós acabamos sendo envolvidos por mais uma farsa histórica, a Religião tem o significado de unir pessoas em volta da paz espiritual e a salvação pela fé, e no caso do “bom velhinho’ o interessante é vender, comprar, presentear, causar medo nas crianças que tem que ser boazinhas senão deixa de ganhar presentes, é uma farsa muito grande, vamos sim comemorar o final de ano como mudanças do ano com alegrias e esperanças para um próximo ano, com presentes e festas, mas, misturar nascimento Jesus Cristo que é outra festa de muita alegria, transmissão de paz e também de esperança é inconcebivel, vamos repensar, todos nós somos levados a misturar e poucos pensam de forma diferente, o final de ano é uma festa pagã , Cristo é outra coisa.

  40. Rafael Saint-Clair Igreja disse:

    De fato, a Bíblia não traz dados exatos quanto a datas! Mas, estudar religião no sentido laico, é absurdamente notório que quase todas existem semelhanças entre sí! A questão da religiosidade não se trata se dados palpáveis, material… a religião serve, para quem acredita na sua, fortalecer a espiritualidade! Creio que o importante é seguir os fundamentos do bem, independente da crença.

  41. Victor Ivens disse:

    Quando o tópico é religião, principalmente se há críticas, os comentários são extensos, empolgados e volumosos.

    Eu só gostaria que fosse citado pelomenos uma fonte confiável, que não uma OPINIÃO (e não notícia) acerca dos cultos sobre Mithra, sobre Hórus ser o deus sol (então Rá era deus de que?), de isis tê-lo concebido virgem e sobre krishna e devaki.

    Se alguém acessar o lado direito do seu cérebro, não significa que ele contém a verdade, isso vale pra autora do texto e pros autores dos comentários.

  42. Andre Luiz de Almeida disse:

    “Jesus não tem dentes no país dos banguelas.”

  43. Erivaldo disse:

    Correto só falta mais versiculos para nos fazermos a leitura biblica, bom.

  44. Filipe disse:

    jesus nasceu no dia 25?
    R: claro … que não!

    JC nasceu perto de setembro e outubro, quando os pastores ainda estavam no campo, para além disso ra impossivel haver pastores naquela hora e naquele dia de inverno cerrado.

    Católicos , ACORDEM – a biblia não fala em datas. cristo nao nasceu no dia 25 de dezembro

  45. John disse:

    Muito bom o seu texto Bezerra.

    Pedro, você leu o texto todo?????? Parece que nao!

  46. pedro disse:

    se Jesus não nasceu Neste dia, qual foi então? Antes de comentar algo tem que ter certeza. Não devemos acreditar em Estudiosos Filósofos, etc. o único verdadeiro é Jesus.

  47. lucas.a disse:

    materia intereçante!!!,

  48. nascimento disse:

    nascimento disse : uma coisa é certa só o Espirito Santo vai da o discernimento a cada um . por isso é que as coisas Espirituais se discirne pelo Espirito. eu não concordo com essa comemoração. como Cristao a palavra de Deus mim ilumina o meu entendimento, e para todos que tenha sabedoria do Senhor . qual o livro que comenta sobre o assunto ,compreto.

  49. milena disse:

    pra mim ninguem sabe ao certo o dia ningueeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeem.

  50. mayara disse:

    eu gostei dessa matéria:)

  51. Sara disse:

    Como Cristã, salva na pessoa Bendita de Jesus Cristo,sei que comemorar o nascimento de Cristo,na data de 25 de dezembro é uma tremenda mentira.Verdadeiramente isto é Paganismo. Não aceito ,não concordo que as Igrejas Evangélicas continui fa\zendo parte desta vergonha, falso Cristianismo.Deus , escolheu um povo, para o servir na terra.

    Enviando seu Filho Jesus Cristo o Salvador, que morreu em morte de cruz, para nos Salvar

  52. hamilton disse:

    a data de 25 de dezembro é apenas uma forma da igreja cristã primitiva de ter mais fiéis. se jesus é o filho de deus, porque só há menção dele nas escrituras, escrituras estas feitas pelos seus próprios seguidores. percebo que se jesus é o filho de deus, em todas as civilizações deveria ter menção de seu nome yeshua nas suas histórias, pois ele é o filho de deus, não é. e aos que chamam de pagãos os outros, os cristãos também o são perante o seu credo, por exemplo: cristão é pagão perante aos islâmicos.

  53. gilsimar santos disse:

    Na verdade o povo não sabe o que quer: se um cristo pra adorar ou de um deus pra zombar não sabe se nesta data 25 de dezembro comemora o nascimento de Cristo ou o desprezo de Cristo no calvario eu só sei que quem comemora esta data o verdadeiro Jesus ainda não nasceu pra ele ate porque Jesus é Deus e não existem na humanidade registro que prova o nascimento de Deus então porque correr atras de uma coisa que não significa nada eu particularmente continui acreditando que tanto um quanto outro esta errado a respeito do nascimento de Cristo porque existem um erro no calendario humano como a propria biblia afirma se Deus não tivesse abreviado o tempo nimguem se salvaria por isso não tem data expesivica do nacimento do Redentor

  54. LEANDRO disse:

    NÓS SABEMOS QUE JESUS CRISTO NÃO NASCEU DIA 25 DE DEZEMBRO.

  55. Ana disse:

    Gente, pensem o seguinte: na época dos israelitas, Deus não permitia que eles tivessem contato com os pagãos. Vocês acham que Ele se agrada da comemoração do natal? Sendo que Jesus nem nasceu nesse dia, Jesus nunca pediu para comemorarmos o nascimento dele, mas sim sua morte e ressurreição.

    25 de dezembro está associado ao paganismo. Deus não gosta do paganismo. Deus não muda. Se ele não gostava antigamente, ele não gosta agora! Não tentem moldar as coisas às suas vontades, prendam-se ao que está escrito na Bíblia! Vejam os exemplos deixados para nós! Se Deus pedia para que os israelitas se isolassem dos outros povos pagãos, ele não quer que nos associemos com tais coisas também! (Vejam bem, devemos nos associar com pessoas que não conhecem a Deus para pregar, mas não nos envolver e nos tornarmos íntimos de práticas pagãs e contra a vontade de Deus, apenas para esclarecer).

  56. Gabriel disse:

    É sabido que a data de 25 de dezembro comemorativa do Natal, foi para apagar as comemorações pagãs,como bem disse Frambell,abaixo.Outrossim, é no presépio que se exterioriza a essência da cristandade:a família,o amor, humildade e a união.O Natal sem presépio é como uma festa de aniversário sem o aniversariante.É uma afronta a nação cristã, nascida sob uma cruz, em que setores da sociedade que enaltecem o respeito aos costumes, ignorarem o principal homenageado,o Menino Jesus, ausente nas midias e no comercio em geral.O que Herodes não conseguiu as mídias estão consumando o assassinato do “Menino Jesus”. por que se deveria ignorar e se abdicar de ver seus costumes como presépios com o menino Jesus,nos lugares publicos, já que em outras nações seus costumes são comemorados e marcados com exteriorização de suas crenças?! Sera que esse relativismo em moda é para não constranger não cristãos ou pseudos cristãos devemos destruir o Cristo Redentor?esconder crucifixos;tirar nomes de santos de praças e escolas?Por que não consta nos livros escolares a cultura cristão e sua importância na busca de uma democracia ideal?Os hereges continuam a avançar contra a Igreja e desde o seculo XVI, propagam sua extinção!O que teria ocorrido se os pagãos e hereges tivessem dominado o ocidente? muitos não existiriam ou estariam nas lutas etnicas como acontecem na Africa, escravidãos e no novo continente estariam subjugados e construindo piramides e sacrificos a deuses e canibalismos.Talvez até vivendo em tendas, malocas ou em sociedades de castas!A Igreja foi revolução e evolução e combateu os costumes das decadentes sociedades greco-romanas,como lutas de gladiadores,incestos,pedofilia,infanticidios,homossexualismo(e não o homossexual).A Igreja foi matriz das universidades, nas artes, ciencias, na conservação e divulgação da musica erudita através dos tempos.

  57. Jessyca Amorim disse:

    É inacreditável como há divergências do conteúdo exposto aqui e o que é passado como doutrina no crescimento de um ser, seja católico ou qualquer outra denominação !
    Posso ter aprendido errado mais tenho minha Fé e despertou-me a curiosidade de buscar conhecimentos e possuir o discernimento embasado em algo, e ainda acredito que mesmo o Nascimento do Salvador sendo em dezembro ou outubro o objetivo é o mesmo. Só que é comemorada sem os princípios que Ele adotava.
    A matéria é proveitosa !

  58. Diones disse:

    Tamanha tristeza é a minha em saber que as pessoas mesmo sabendo da verdade se negam em aceita-la……vou dar um exemplo….já ouviram falar nos dias atecedentes ao dia 25 de dezembro, as pessoas falam assim: “QUE O ESPIRITO DE NATAL ESTEGEM EM SEU LAR” Irmãos repreendão em nome de JESUS…….porque o unico espirito que devem entrar em nossas vidas é o ESPIRITO SANTO….pensem bem.

  59. Luiza disse:

    Adorei a matéria. E estou, aqui, matutando, face à importância do texto: será que foi daí que o Lula aprendeu a falar mentiras? Ele não sabe de nada; nem eu.

  60. Nega disse:

    Não ví nada de estravagante, e acho q se a fosse comemorado no dia 3 de agosto o comercio iria faturar do mesmo jeito, e iriam haver outros fenômenos da natureza pra marcar a data.

    Eu até sou a favor de comemorar o natal perto da pascoa pra ficar menor os gastos durante o ano aí talvez faria alguma diferença, se bem q sempre ficaria umas festa longe pq iria se gasta do mesmo jeito pra festa da virada.
    Sinceramente a data exata do nascimento não faz diferença, e sobre a religiosidade também é pouco provável a diferença q faria troca de data ou a data exata.

    Feliz Natal pra Todos!

  61. Jayme Mello disse:

    Jesus não nasceu em 25 de dezembro.
    Sim, é verdade realmente não nasceu conforme apregoam. Na verdade, ele JESUS CRISTO, nasce e renasce todos os dias em nossos corações!

  62. frambell disse:

    ADATA DE NASCIMENTO
    Desde o descobrimento, há no Brasil milhões de brasileiros com registros, não necessariamente, constando a data real do seu nascimento. Nem por isso, tem sido um fator de problemas insolúveis. Já a falta do documento, também comum, pode trazer algum aborrecimento. Afinal, todo cidadão só existe por ter nascido um dia, independentemente desta ou daquela data. Afora o fato de ser a idade, na escala de direitos e deveres, uma referência legal na trajetória dos cidadãos. Para a igreja, porém, a importância de um acontecimento tão grandioso, é o seu significado teológico que, absolutamente, independe de datas e lugares. Ou seja, independente de ser o nascimento de Jesus a 25 de dezembro em Belém ou Nova Yorque, a igreja usa dizer sempre, que Jesus nasce todo dia no coração das pessoas. Isto é, poderia o Natal ser celebrado em qualquer dia ou mês do ano. O que importa é que Jesus nasça no coração das pessoas.
    Quanto à escolha do dia 25 de dezembro, dia consagrado ao deus sol na antiguidade, é sintomático do combate ao paganismo, alvo principal do cristianismo. Aliás, a igreja recomenda que homenageemos a Jesus Cristo, todos os dias a todo instante. Logo, todo dia é dia de Natal. Basta que você escolha o dia em que Jesus vai nascer em sua vida.

    Afirmar que que Jesus não poderia ter nascido em dezembro, por àquela ser uma região muito fria nesta época, não se pode considerar uma teoria verdadeira. Pelo menos, que eu saiba, os países adjacentes ao Polo Norte continuam a ter seus cidadão concebidos e nascidos em seus territórios. Papai Noel, por exemplo nascido na Lapônia, está sempre, muito rosado e saudável.

  63. Luiz Franco disse:

    O melhor do natal é a possibilidade de fazer a prévia do “reverion”.

  64. joao alves disse:

    Religiao sem fundamentos. quando a religiao de Deus, ela precisa ter fortes bases, precisa ser fundamentada, e isso nao ocorre com a religiao crista, cristo exestiu? sim, mais muito do que se contou sobre ele e invencao, agora quando a religiao e dos homens, ai nao precisa ter fundamento nenhum. pq na certa que tera logica para um bando de pessoas(tapados).

  65. Genivaldo disse:

    O verdadeiro nome do salvador é Yeshua (Ye = Eu sou SUA= A salvação) já o nome Jesus veio do paganismo Celta que era o deus terrível que destruia árvores com raio e com espada de fogo onde os sacerdotes celtas para aplacar a sua fúria sacrificava bebes pendurando suas cabeças em árvores, é isto a origem da árvore de natal, não existe a letra J no hebraico, no grego e no latim, na tradução grega YESHUA traduziro erroniamente YESUS (YE=eu sou SUS= porco na mesma tradução deste nome para o hebraico seria EU SOU CAVALO)a letra J só veio aparecer no século XVI então substituiram o Y por J ficando JESUS. As bíblias de romanas e protestante contem 52 mil erros de tradução, transliteração e transmutação por ordem de Constanntino e do papa Dâmaso feito pelo Jerônimo o tradutor da Bíblia da nossa era, foi então nascido o Cristianismo de Constantino a palavra CRISTO vem de ungido do sol. Constantino com seu paganismo grego/romano transformou toda escritura sagrada adulterando os escritos judaico o nome de Elohim colocaram DEUS = ZEUS, com o adultério surgio o DEUS PAI DEUS FILHO E DEUS ESPÍRITO SANTO surgindo a trindade onde só existe ELOHIM ADONAI e YESHUA HAMASHIACH o Espírito O SANTO é o próprio ELOHIM YHWH, temos um bíblia com 95% de tradução hebrica/aramaica que é a PESHITTA não de tradução Romana, Constantino mandou queimar todos manuscritos possiveis judaico para poder trazer o paganismo para a igreja judaica que só tinha 3 seguimentos apôs a ressureição de Yeshua, judeus messianico, seita do nazareno e seita do caminho não existia o nome cristão ou cristianismo. O nascimento de YESHUA se deu no mês de Outubro e não em Dezembro isto veio desde o tempo da torre de Babel quando a sacerdote Semírames casou com o seu próprio filho Nírode e nasceu um filho Tamuz então surgi Nírode DEUS SOL, Semírames RAINHA DO CÉU e Tamuz filho UNGIDO DO SOL, no grego DEUS=ZEUS, no latim DEUS=JÚPITER temos varias ligações para o JESUS ou YESUS que seria HERCULES para os gregos e MERCURIO para Roma, Jerônimo substituio os nomes SANTOS dos profetas e apostolos por nomes grego/romano além de acrescentar palavras e histórias enventadas para incubrir as verdades judaica isto foi dito por ele mesmo no seu livro JERÔNIMO O TRADUTOR DA BÍBLIA edições paulinas. O hebrai é uma lingua santa falada pelo Adonai quando se dirigio a Adão no Édem já a língua grega 80% vém do paganismo com o latím, as festa de idolatria romana são 1=festa de ano novo,2=festa do domingo(domini solis),3=festa de páscoa, 4=festa do carnaval, 5=festa do São João e 6=festa do Natal, não confundir Pessach judaica com Páscoa romana. Busquemos nos dicionario sobre das mitólogias antigas e descobriremos a verdade e ela nos libertará do grande mal que Roma fez áte agora ao mundo e compremos um Bíblia Peshitta lá está a verdade da historia judaica já que a salvação vem do povo judeu onde Yeshua era e é judeu. Shalom para todos e um bom fim de ano para todos deste site e seus leitores e tudo de BOEM.COM.BR em 2012.

  66. Macedo disse:

    Se Jesus nasceu nesta data ou em outra data, não importa; o que interessa é que o livro sagrado (biblia) diz que ele nasceu. No mundo existem varias datas comemorativas. Ex: Dia dos pais, dia das mães, dia da bandeira dia da indepêndencia, carnaval e muitas outras datas em que as pessoas se entregam á prostituição, ás drogas, se matam e mesmo assim comemoram.
    E porque que não podemos comemorar algo que é biblico? O nascimento de Jesus é biblico!!!!
    então vamos comemorar o nascimento do salvador do mundo. Não importa o que muitos ateus pensam desta data. Pessoas que não tiveram ensinamentos sobre o evangelho quando criança e hoje muitos não sabem nem de onde veio nem para onde vai. Que Deus o criado de todas as coisas e pai de nosso senhor Jesus Cristo tenha misericordia e abra a mente dessas pessoas.

  67. Ezequiel Domingues dos Santos disse:

    Boa matéria,sem parcialidades, dados históricos e fontes confiáveis como o doutor Russel Shedd.

  68. Luiz Mourão disse:

    La Sagesse já explicou que esse tal de jesus NUNCA EXISTIU!!! Procure na WEB e achará…
    Mas o ASSÉDIO da igreja católica, e das demais denominações atuais, sobre a MENTE INFANTIL, é extremamente poderoso, com o precioso auxílio da mídia e dos poderosos que desejam que o povo permaneça encoleirado a tais quimeras!!
    Como bem o disse Hitchens, “religião envenena tudo”!!
    E que digo: religião é NEUROTOXINA para a Mente LIVRE!!
    Há tantos e TANTOS erros e fantasias no livro chamado bíblia (ou corão, ou torá, o que for) que somente tendo a Mente muito bem LAVADA é que alguém pode conferir crédito a essa bobagem milenar, útil apenas àqueles que a exploram em seu benefício e de seus asseclas!!
    Triste que o Homem precise TEMER um deus vingativo para que opere no Bem e de acordo com as Leis Humanas…
    Quanta falta de QUALIDADE como pessoa…
    Se religião e seus artefatos de fé fossem tão bons para a Humanidade, já não deveríamos ter o paraíso no planeta, dado que a maioria esmagadora das pessoas acredita em um ou mais deuses???? No entanto, não ocorre; a Mente LIVRE e culta não tem problemas em concluir sobre as causas para isso…
    CONSCIÊNCIA PESSOAL: tudo o que precisamos para um mundo melhor para todos…

  69. Félix Ferrà disse:

    Há quem se julgue muito sábio porque leu um livro e aprendeu sobre o Sol Invictus, Mitra, Constantino, etc. Se for inimigo da Igreja Católica então pode até dar urros de prazer por pensar que finalmente a desmascarou. Questões tão remotas e com pouquíssimo base documental não podem ser abordadas com o simplismo do cálculo de Russel Shed. Agora o mais patético é a afirmação da autora de que a Igreja Católica foi fundada em Nicéia. Ela pode até não ser protestante ou cristã-dissidente, mas é mais provável que seja do que essa afirmação gratuita ser verdade. Essas pessoas não suportam a idéia de que a Igreja Católica está diretamente ligada a Cristo e os apóstolos, enquanto as suas têm origem na reforma luterana do século XVI, ou na cabeça de pensadores lunáticos ainda mais tardios. Em todo caso, não vamos lhe tirar o mérito de reforçar que o Natal deve ser celebrado pelo seu sentido espiritual, deixando de lado o consumismo. Seja qual tenha sido a data real do nascimento de Cristo, o 25 de dezembro é para nós hoje a festa do Nascimento do Redentor que veio ao mundo para que vivamos como irmãos, em paz e na caridade.

  70. Daniel Portes disse:

    Realmente esta data não tem nada a ver com a nascimento de Jesus, impossível jesus nascer em Dezembro, pois em Israel nesta época do ano é inverno. Mas outras festas de nosso calendário foram “recriações de festas pagãs”.Muito bom a matéria.Parabéns!!!!

  71. BentoXVI disse:

    É verdade, esta mais que comprovado que o natal não passa de uma data comercial – A bíblia não menciona o nascimento de Jesus –
    E ainda mais, essa data se relaciona com eventos pagãos, A Igreja não contribui muito para tirar seus fiéis da ignorância, ao invés de um “espírito natalino” nessa época o grau de mortos aumenta em relação a outros dias do ano – Afinal a maioria das mortes é causada pelos próprios católicos, nada mais que um reflexo vindo da cúpula da sua organização onde já se matou em nome de Deus (embora ele não tenha nada a ver com isso, e deva ficar contristado por seu nome ser motivo de muitas atrocidades), onde o papa defende pessoas envolvidas com a pedofília, e quando você manda seu filho p/ a Igreja, achando que ele está em um local seguro – na verdade estão fazendo dele um objeto sexual, como pode alguém defender uma religião dessa?
    Não sei se isso vai ser exposto ou não, porém é um apelo p/ que os país não sofram , como eu sofri, ao saber que meu filho estava nessa situação, não se trata de um apelo emocional, se trata de razão. Quantas foram mortas na Inquisição? Quantos negros foram mortos e escravizados por que a Igreja dizia que eram pessoas sem alma? Quantos não perderam o pescoço e foram quitados por possuírem uma Bíblia?
    Uma organização que retém a bíblia de seus fies – o que podemos esperar dessa?
    Uma organização que se envolve em assuntos políticos – que o próprio Jesus não se envolveu – o que podemos esperar dela?
    Nada.

  72. jeferson disse:

    para os que ñ sabem o significado do natal de verdade msm depois de ter lido esse texto( Jesus não nasceu no dia 25 d dezembro)procure no google:AINDA HÁ TEMPO DE ARREPENDIMENTO Novembro 2008… ou va no site:matheusyeshua.blogspot.com

    vai falar sobre Nirode que hoje conhecido como o deus sol, que casou com a própria mãe Samírames, e por diante vai lendo que vc vai saber tudinhoOoO……. a e é claro Jesus ñ nasceu dia 25 de dezembro, até porque na biblia ñ diz nada que Jesus nasceu nessa data e a pascoa também outra grande mentira….. passe a pesquisar mais sobre coisas verdadeiras

  73. fran tivol disse:

    Por ignorancia ou desinteresse, as pessoas comemoram, sem perceber, uma data pagã! Ora, se somos cristãos, como pode se conceber adorar uma data diabólica???

    Fran Tivol

  74. Wellington Gomes disse:

    Se alguém descobrir a data precisa em que Jesus nasceu, mesmo com tantas alterações que os calendários (hebraico, juliano, gregoriano) sofreram, acho que até se deve pensar na hipótese de mudar a data da festa do Natal de Jesus. Mas quer data melhor para comemorar Jesus que o dia dedicado ao “Sol Invencível”?

    “O Oriens, splendor lucis aeternae, et sol justitiae: veni, et illumina sedentes in tenebris, et umbra mortis.” (Ó sol nascente, esplendor da luz eterna e sol da justiça, vem e ilumina os que estão mergulhados nas trevas e na sombra da morte!) – Antífona de hoje da oração das vésperas

  75. Wellington Gomes disse:

    Na falta de uma data precisa, vai 25 de dezembro mesmo. O que não pode é deixar de fazer uma bonita comemoração para nosso Salvador.

  76. Andréa Cristo disse:

    Corretíssimo! Parabéns!

    http://coisas-que-se-ve.blogspot.com

  77. Gibran Shalom disse:

    A grande questão não é o fato do nascimento de Jesus no dia 25 de dezembro, mas o que é que eu posso fazer nesse dia para que, à exemplo dos Reis Magos, possa eu oferecer de presente ao Menino Deus? Terias coragem de embrulhar tuas ações nesse dia e ofertar cada uma como presente diante da Mangedoura? Se assim for, o dia 25 é o dia do eterno renascimento de Jesus em teu coração.

  78. Levi Soares disse:

    Para mim não importa em que dia do calendário Jesus nasceu na manjedoura em Belém, o que importa mesmo é que Ele “nasceu” ha mais de 30 anos no meu coração, isto é o que realmente importa. A vida com Ele é bem melhor. Uma experiência vivida vale mais do que milhões de palavras resultantes de estudos… Que me importa as pesquisas dos seticos e descrentes?!…

  79. MRV.Rodrigo disse:

    Como é dfíicil encontrar um escritor de renome que tenha honestidade intelectual…mas quanto bem eles podem fazer!

    JESUS NASCEU MESMO NUM DIA 25 DE DEZEMBRO…

    Por Vittorio Messori

    Tradução: pensaBEM.net

    Fonte: Corriere della Sera, 9 de Julho de 2003

    Devo corrigir um erro que cometi. Aconteceu que num momento de mau humor, desejei – precisamente num meu artigo – que a Igreja se decidisse a fazer uma alteração no calendário: que transferisse para o dia 15 de Agosto aquilo que celebra no dia 25 de Dezembro. Um Natal no deserto estivo – argumentava eu – libertar-nos-ia das insuportáveis iluminações, dos enjoativos trenós com renas e Pais Natais, e até da obrigação de mandar cartões de Boas Festas e prendas. De fato, quando todos estão fora, quando as cidades estão vazias, a quem – e para onde – mandar cartões de Boas Festas e embrulhos enfeitados de fitas e
    laçarotes? Não são os próprios Bispos que trovejam contra aquela espécie de orgia consumista a que se reduziram as nossas Festas de Natal? Então, “fintemos” os comerciantes: passemos tudo para o dia 15 de Agosto. A coisa – observava eu – não parece ser impossível: de fato, não foi a necessidade histórica, mas sim a Igreja a escolher o dia 25 de Dezembro para contrastar e substituir as festas pagãs nos dias do solstício de Inverno: colocar o nascimento do Cristo em lugar
    do renascimento do Sol Invictus. No início houve, portanto, uma decisão pastoral, mas esta pode ser mudada, consoante as necessidades.

    Era uma provocação, obviamente, mas que se baseava naquilo que é (ou, melhor, que era) pacificamente aceite por todos os estudiosos: a colocação litúrgica do Natal é uma escolha arbitrária, sem ligação com a data do nascimento de Jesus, a qual ninguém estaria em condições de poder determinar. Ora bem, parece que os especialistas se enganaram mesmo; e eu, obviamente, com eles. Na realidade, hoje – graças também aos documentos de Qumran* – estamos em condições de poder estabelecê-lo com precisão: Jesus nasceu mesmo num dia 25 de Dezembro. Uma descoberta extraordinária a sério e que não pode ser alvo de suspeitas de fins apologéticos cristãos, dado que a devemos a um docente judeu, da Universidade Hebraica de Jerusalém.

    Procuremos compreender o mecanismo, que é complexo, mas fascinante. Se Jesus nasceu a 25 de Dezembro, a sua concepção virginal ocorreu, obviamente 9 meses antes. E, com efeito, os calendários cristãos colocam no dia 25 de Março a Anunciação do Anjo S. Gabriel a Maria. Mas sabemos pelo próprio Evangelho de S. Lucas que, precisamente seis meses antes, tinha sido concebido por Isabel, João, o precursor, que será chamado o Baptista. A Igreja Católica não tem uma festa litúrgica para esta concepção, mas a Igreja do Oriente celebra-a solenemente entre os dias 23 e 25 de Setembro; ou seja, seis meses antes da
    Anunciação a Maria. Uma lógica sucessão de datas, mas baseada em tradições não verificáveis, não em acontecimentos localizáveis no tempo. Assim acreditávamos todos nós, até há pouquíssimo tempo. Mas, na realidade, parece mesmo que não é assim.

    De facto, é precisamente da concepção do Baptista que devemos partir. O Evangelho de S. Lucas abre-se com a história do velho casal, Zacarias e Isabel, já resignado à esterilidade – considerada uma das piores desgraças em Israel. Zacarias pertencia à casta sacerdotal e, um dia, em que estava de serviço no Templo de Jerusalém, teve a visão de Gabriel (o mesmo anjo que aparecerá seis meses mais tarde a Maria, em Nazaré), o qual lhe anunciou que, não obstante a idade avançada, ele e a mulher iriam ter um filho. Deviam dar-lhe o nome de João e ele seria grande «diante do Senhor».

    Lucas teve o cuidado de precisar que Zacarias pertencia à classe sacerdotal de Abias e que quando teve a aparição «desempenhava as funções sacerdotais no turno da sua classe». Com efeito, no antigo Israel, os que pertenciam à casta sacerdotal estavam divididos em 24 classes, as quais, alternando-se segundo uma ordem fixa e imutável, deviam prestar o serviço litúrgico no Templo, por uma semana, duas vezes por ano. Já se sabia que a classe de Zacarias – a classe de
    Abias – era a oitava no elenco oficial. Mas quando é que ocorriam os seus turnos de serviço? Ninguém o sabia. Ora bem, o enigma foi desvendado pelo professor Shemarjahu Talmon, docente na Universidade Hebraica de Jerusalém, utilizando investigações desenvolvidas também por outros especialistas e trabalhando, sobretudo, com textos encontrados na Biblioteca essena de Qumran. O estudioso conseguiu precisar em que ordem cronológica se sucediam as 24 classes sacerdotais. A de Abias prestava serviço litúrgico no Templo duas vezes por ano, tal como as outras, e uma das vezes era na última semana de Setembro. Portanto, era verosímil a tradição dos cristãos orientais que coloca entre os dias 23 e 25 de Setembro o anúncio a Zacarias. Mas esta verosimilhança aproximou-se da certeza porque os estudiosos, estimulados pela descoberta do Professor Talmon, reconstruíram a “fileira” daquela tradição, chegando à conclusão que esta provinha diretamente da Igreja primitiva, judaico-cristã, de Jerusalém. Esta memória das Igrejas do Oriente é tão firme quanto antiga, tal como se confirma em muitos outros casos.

    Eis, portanto, como aquilo que parecia mítico assume, improvisamente, uma nova verossimelhança – Uma cadeia de acontecimentos que se estende ao longo de 15 meses: em Setembro o anúncio a Zacarias e no dia seguinte a concepção de João; seis meses depois, em Março, o anúncio a Maria; três meses depois, em Junho, o nascimento de João; seis meses depois, o nascimento de Jesus. Com este último acontecimento, chegamos precisamente ao dia 25 de Dezembro; dia que não foi, portanto, fixado ao acaso.

    Sim, parece que festejar o Natal no dia 15 de Agosto é coisa não se pode mesmo propor. Corrijo, portanto, o meu erro, mas, mais que humilhado, sinto-me emocionado: depois de tantos séculos de investigação encarniçada, os Evangelhos não deixam realmente de nos reservar surpresas. Parecem detalhes aparentemente inúteis (o que é que importava se Zacarias pertencia à classe sacerdotal de Abias ou não? Nenhum exegeta prestava atenção a isto) mas que mostram, de improviso, a sua razão de ser, o seu carácter de sinais duma verdade escondida mas precisa. Não obstante tudo, a aventura cristã continua.

    [tradução realizada por pensaBEM.net]

    Nota:
    * Os manuscritos de Qumran foram descobertos em 1947, perto das margens do Mar Morto, na localidade de Qumran, localidade onde a seita hebraica dos Essénios tinha nos tempos de Jesus a sua sede principal.
    Os manuscritos foram encontrados em ânforas, provavelmente escondidos pelos monges da seita, quando tiveram de fugir dos romanos provavelmente entre 66 e 70 d. C. Aqueles pergaminhos deram-nos os textos de quase todos os livros da Bíblia copiados de dois a um século antes de Jesus e perfeitamente coincidentes com os que são usados hoje pelos hebreus e pelos cristãos(cfr. Hipóteses sobre Jesus, Porto, Edições Salesianas, 1987, p. 101)

    —– Original Message —–

    From: Juliana juliana.maraschin@terra.com.br

    To: ‘Renato’ renatoss.ez@terra.com.br

    Sent: Wednesday, December 23, 2009 8:27 AM

    Subject: ENC: E agora?

    VTR!

    Renato, socorro. Sei que está SUPER em cima da hora… Tenho este e-mail em texto, vindo de duas pessoas que não se conhecem, uma delas de origem judia. Gostaria de saber como e o que responder. Imagino que tu saibas, sem “pestanejar”. Se achares prudente, posso encaminhar tua resposta, com teu nome. Porque deixarei claro que recorri a ajuda de um amigo catequista experiente.

    Muito obrigada.

    Juliana.

  80. Val disse:

    Na minha opinião sinceramente o importante não é a data do nascimento de Jesus, mas sim o sentido desse nascimento para quem é cristão, o qual a maioria das pessoas deconhece e confunde com bebedeiras e historinhas de papai noel e panetone. Nada haver.
    Feliz daquele que sabe o sentido de um novo nascimento em sua vida, ou seja um verdadeiro natal
    Pra mim o que deveria estar em discursão não era data do nascimento de Jesus, mas sim o sentido desse nascimento.
    Um feliz Natal pra todos os leitores

  81. Markut disse:

    A avalanche de questionamentos suscitados por este assunto, situa, com nitidez, a angústia existencial subjacente, atingindo a todos nós,únicos seres vivos racionais, ao menos até agora conhecidos.
    As contradições do criacionismo e as naturais reservas científicas do evolucionismo, nos colocam em suspense, no aguardo de respostas definitivas que, provavelmente, nunca virão.
    Nesse entretempo, recomendaria um livro que é um verdadeiro banho de espiritualidade.
    Chama-se ” A Alma Imoral” de Nilton Bonder, do qual sairemos , um pouco mais esclarecidos, mas, principalmente, mais confortados, aptos a reconhecer melhor a força e a beleza dos mitos criados pela nossa cultura.

  82. Filipe Vargas disse:

    O solstício de inverno ocorre por volta do dia 21 de dezembro. Está errada a afirmação de que é do dia 24 para o 25.
    Aprendi que o calendário tem início quando do nascimento de Jesus, então ele não teria nascido dia 1 de janeiro?

  83. Helena disse:

    Querido João jeronimo de araujo isso é em hebraico.. se vc é judeu ou israelense tá certo de assim dizer, mas como estamos no Brasil é Jesus, o messias, evangélio e matheus mesmo…

  84. João jeronimo de araujo disse:

    …e nem seu nome tambem não é jesus,iesus,e sim yahôshuah ha mashiyah (o messias) segundo o bessorah (evangelho)de mathyah (matheus)cap 1:21 em hebraico…

  85. Markut disse:

    Comovente e significativa esta avalanche de manifestações,a respeito deste assunto.
    Algumas considerações:
    – O ser humano precisa acreditar em algo que o conforte da angústia da razão de ser da sua existência.
    – Toda a história da humanidade se desenvolveu em torno da necessidade de criar mitos confortadores.
    – Mas, a imutavel natureza humana,oscilando entre o animal e o super homem, permitiu que surgissem aqueles que , ora desejaram salvar e co nfortar sseus semelhantes, como tambem aqueles

  86. Diego Patrício disse:

    O que realmente importa não é o dia em que Jesus nasceu, pois esse dia é tão especial que ninguém sabe ao certo e todos os anos são levantadas hipóteses. O que importa é que este dia nos traz esperança de um futuro melhor para nós e nossos filhos. Essa é a prova da importância desse dia maravilhoso. Ninguém merece conhecê-lo, apenas apreciá-lo.

    Neste Natal vamos abraçar as pessoas, vamos valorizá-las e fazer com que o amor prevaleça nas nossas vidas!

  87. Nivaldo Capoia disse:

    A VERDADE sobre o nascimento de Jesus, a VERDADE sobre todas essas religiões pagãs que se dizem cristãs, incluindo aí o catolicismo romano, não romano e as evangélicas, suas filhas, e até mesmo a VERDADE sobre o Verdadeiro e único Deus, Jeová, e seu Filho Jesus estão vindo à tona. Mais devagar do que eu gostaria, mas está vindo!. Um VIVA à VERDADE! TARDA MAS NÃO FALHA…
    Parabéns ao Opinião & Notícia!

  88. Felipe disse:

    A Sociedade Torre de Vigia ensina isso pros seus membros desde 1916….

  89. Samuel Vital Ferreira disse:

    Interessantes as explicações sobre o nascimento de Jesus feitas a partir dos estudos de um protestante.
    Os católicos sabemos muito bem que Jesus não nasceu nesse dia, como não sabemos também as datas de nascimento de muitíssimos personagens bíblicos, pois não havia calendário, do modo que o concebemos hoje. E isso também não é de grande importância.
    Realmente foi escolhido o dia 25 de dezembro porque, como diz Zacarias no seu cântico de ação de graças pelo nascimento de João, Jesus é o “Sol nascente que nos veio visitar, para iluminar os que estão nas trevas, na sombra da morte e dirigir nossos passos na caminho da paz” (Lc 1, 78-79 – confira Nm 24, 17; Ml 3, 20). Se Jesus é o verdadeiro Sol de Justiça, fez sentido colocá-lo no lugar dos falsos sóis.
    Infelizmente, essa data se transformou em avidez de lucro e está perdendo o seu sentido. Para os verdadeiros cristãos é um tempo de reflexão e de reencontro com Deus, Que mandou Seu Filho para nos salvar e quer que vivamos no amor mútuo, daí a alegria dos reencontros e presentes.
    Samuel

  90. Liana disse:

    Excelente texto!

  91. Antonio Siqueira Campos disse:

    O que importa é o fato histórico do Cristo da fé, sua verdadeira encarnação, Natal até pode não ser para alguns ou mesmo para história o verdadeiro nascimento de Cristo, mas, não se pode negar a verdadeira encarnação, Deus se fez homem em nossa busca. Ele disse: Eu vim buscar e salvar o que se havia perdido. O Verbo se fez carne e habitou entre e vimos a sua glória como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade. – João 1:01-14; Filipenses 2:08-11

  92. Artur barros disse:

    O imperador romano Constantino na sua esperteza politica em administrar melhor o Imperio, já que não podia governa-lo através da força de seus generais ou centuriões introduziu forma pagãs e aderiu ao cristianismo, já que a popularidade de Jesus Cristo tocou em muitos corações como até hoje, o introduziu em todo o seus vasto imperio para melhor domina-lo: A Religião Católica.
    Outrossim, quero acrescentar que a amiga Cristina Florencio citou em seu relato que (tudo tem origem “pagã”, quer na religião, nos esportes (as olimpíadas também são “pagãs”), as festas judaicas, a música brasileira etc. O ser humano gosta do eclético, e não tem nada de mais nisso. Se o comércio se aproveita para vender, é problema de quem acha que o símbolo do Natal é o Papai Noel! O importante é que, depois de um ano inteiro de trabalho, reunimos as pessoas que amamos para comemorar o nascimento de Cristo.),certas comerações não são de origem pagã como ela cita quanto as festas judaicas, é necessário ter base solida quanto a essa opnião, sendo assim leia a TORÁ, ou o Velho testamento e outras, várias fontes reveladoras atraves da história. Não misture alho com bugalhos. Boas festas a todos.

  93. FRANCISCO NESTOR DOS SANTOS NETTO disse:

    NAO IMPORTA A DATA QUE JESUS NASCEU A CONFERIR SIM,MAS O POVO PENSA QUE NATAL E ENCHER BARRIGA ESSA DATA EM ESPECIAL E PARA COMEMORAR O SALVADOR DO MUNDO E AGRADECER A DEUS POR TUDO,ESSE DIA TAO ESPECIAL E REZAR E ORAR EM FAMILIA E NAO FARREAR,ESSE E O VERDADEIRO DESEJO DE JESUS CRISTO QUE TODAS AS FAMILIAS FOSSEM REUNIDAS EM DIVINA PAZ EM UM UNICO AGRADECIMENTO A DEUS.

  94. mestry badahra disse:

    Em relação a data, de nascimento, desta vitima social, criada a partir de ondas dos seguidores de moisés, Com certeza, como em quase tudo, existe as armações ,dos mesmo (os sabidos e varentos, que estão na condição de conduzir, e mandar (reinar)sobre os miseravis e outras castas do povão. E, até que em vista do relacionamento comercial, a data é um barato… Quase todo mundo (menos EU) investe em festejos, bebidas ,comidas exoticas etc, esquecendo a principal e importante parte do evento, o nascimento do 16º messias ..E o que eu acho o maior absurdo(inaceitavel definitivamente para meu raciocinio) é estes que são considerados enviados do pai celestial,no lugar de nascerem de uma maneira mais fantastica, para marcar a chegada,como por exemplo :nascer no ovo de uma EMA … Ele e o Anterior KRISNA , acharam de nascerem de uma infeliz vivente,que não tiv eram a satisfação, auspiciosa, e maravilhosa, do contato fisico, ou do fenomeno gratificante, do “ORGASMO” E ainda trazendo serios problemas,fisicos e mantais, aos seus noivos, namorados ou maridos,ou propietarios (machistas) que concientes de, não terem tido, relação fisica(sexual)com sua amada, a mesma aparece de repente “COM UMA CRIANÇA NO VENTRE !!??”
    Dê licença meu !!! Tô fora de aceitar uma parada destas .
    Com todo respeito ao direito de todos os que aceitam, e dão credito a este tipo de historia, ficam aqui minhas desculpas , e meu ponto de vista .
    mestrybadahra@ibest.com.br
    mestry badahra

  95. Iria Barradas disse:

    Qualquer pessoa com um mínimo de leitura sabe disso.
    Eu li sobre isso na adolescência, o imperador Constantino converteu-se ao cristianismo e decretou que a partir deste fato o dia 25 de dezembro, que é o dia mais longo do ano, passaria a ser o dia do nascimento de Jesus pois ele entendeu que Jesus representava o Sol no mundo.
    Também determinou que o domingo substituisse ao sábado pois no domingo, em Roma, cultuava-se o Sol.
    Quanto à montanha de coisas agregadas a isso faz parte das especulações dos cultos, pseudo-cultos,incultos e cultuadores de nossa época, cheia de palpites e opiniões.
    Para conseguir modificar a cultura de guardar o sábado foram introduzidas milhares de superstições que atualmente são pouco lembradas entre os moradores das metrópoles, mas que ainda vibram forte nos locais mais interioranos.
    A data e o domingo se firmaram e passou-se a complicar as coisas comparando estórias antigas com Jesus Cristo, cultos e ritos pagãos com as celebrações católicas e dependendo do administrador responsável foi introduzida a política que tanto antes quanto agora agrada ou desagrada muita gente.
    Diversos propagadores do cristianismo ousaram e usaram as crenças das pessoas em deuses para mostrar que não tinha problema mudar de deus. E virou essa bacalhoada ou cozido, fazendo que a mentira prevaleça e dando a muitos a oportunidade de desprezar tudo.
    Existe um tal de Zeitgest que fala tanta besteira junta que até parece verossímel, mas que não se sustenta ante livros históricos e documentos antigos que estão presos em museus, logicamente que não há interesse que o povão conheça seus conteúdos, isso traria outro entendimento e abalaria os níveis de controle que,(inclusive essa bandalheira de informações contraditórias da Internet) se tem sobre a classe consumista do mundo. De um bispo que fazia caridade no auge do inverno, para presentear amigos e virar isso que temos hoje foi apenas desenvolver um sistema de cotas. Quem pode mais dá mais presentes, aparece mais, é mais importante, mostra que é mais rico, ninguém quer ficar de fora desta corrida consumista.
    Isso tudo é fruto do capitalismo e não do cristianismo.
    Incrivelmente, nunca se teve tanta informação como agora e nem isso faz que as pessoas tenham mais conhecimento e sejam mais sábias que nossos antepassados.

  96. Osvaldo disse:

    Parabéns Diógenes da Cunha Lima! Seu ensaio sobre "Jesus, um Nordestino" está muito bem escrito, oportuno, contextualizado e bem a nossa cara, de nordestino, retirante e resistente. Parabéns pela sapiência e "pelo modo nordestino" de dizer as coisas que a gente entende, que gosta de ouvir e que faz parte de nosso dia-dia.

  97. Vivian Teixeira disse:

    Bem esclarecedora a matéria,que não se destina a criticar o cristianismo, mas esclarecer a respeito da data de nascimento do Cristo e não invalida o seu nascimento.

  98. sylvio neto disse:

    Só rindo mesmo e muito…As reações e comentários (com exceção do comentário do Diógenes) quando se destrata a verdade religiosa imposta por séculos…O tiro saiu pela culatra senhores e a matéria (que não é novidade nenhuma)com certeza foi lida e não compreendida…Saca aquela história de Analfabetismo Funcional? – Lembram da música Geni e o Zepelin de Chico?…É tão absurda a colocação de alguns que estão tão entregues a necessidade do milagre que chega a espantar…Lamento que vossa intenção não tenha sido atingida e olha que meu entendimento colocado aqui não vai além da intenção jornalistica dos senhores de informar

  99. Marcelo Arruda disse:

    Atualize-se! Segundo os "manuscritos de Qumran" cuja tradução foi publicada a alguns anos apenas, determina-se a data em que Zacarias servia no templo e por esta pode-se afirmar a data do Nascimento de Cristo. Procure o artigo a respeito: foi publicado na Itália por hustoriador renomado no país e especialista no assunto.
    Ele mesmo defendia sua tese até a descoberta.

  100. Vanessa Pinheiro Batista disse:

    Penso que não importa que a data tenha sido escolhida como 25 de dezembro.
    Sabemos que Jesus nasceu um dia e que o homem precisa de datas para comemorar.
    Pois se dissermos que iremos nos comportar todos os dias como no Natal – nos reuniremos com a família, ajudaremos o próximo, pediremos perdão, ou até mesmo perdoaremos – será uma grande mentira.
    Precisamos de data para comemorar, seja Natal, dia das mães, dia dos pais…
    E se não tivermos esses dias as relações entre pessoas, que em algum momento da vida foram importantes, dificilmente sobreviverão.
    Talvez o Natal incomode algumas pessoas, pois nem todos têm a mesma alegria nesta data.
    Pense na situação:
    Há quem não tenha como presentear seus filhos nesta data, isto é frustante, pois é triste ver os coleguinhas ganhar presentes e dizer que o Papai Noel só presenteia aqueles que se comportaram.
    Isso não é motivo para dizer que o Natal não exista.
    Onde está o sentido do Natal? Estamos comemorando o presente que recebemos? Ou o nascimento de Jesus?
    A verdade é que o comercio se aproveitou da situação.

  101. batista disse:

    Não são um par de numeros que podera afetar algo tão significativo que é a Cristandade e os valores morais que a mesma apresenta para nossa evolução em comunidade.

  102. Diógenes da Cunha Lima disse:

    JESUS, UM NORDESTINO

    Eu penso que Jesus devia de nascer em Belém, na Paraíba.

    Sim, em Belém, perto de Guarabira e vizinho de Pirpirituba. E se não bastasse a vizinhança a indicar a rima e o caminho, perto de Nova Cruz.

    Era filho caçula de dona Maria, mulher dona de beleza e que germinava bondade nas pessoas.

    Era menino moreno, muito esperto, embalado em rede de algodão cru. Tinha sandálias com currulepo entre os dedos e cajus, em dezembro, a matar a sede. E seu pastor fora um vaqueiro nordestino, de gibão e perneira e guarda-peito, para livrar as suas carnes da Jurema.

    Vieram adorar o Deus-Menino os santos reis entrelaçados de bom jeito: um negro, um índio e um branco português.

    Seria fácil encontrar espinhos, para coroar a fronte de Jesus, e um pau de arara em São José do Egito para levá-lo, retirante, para São Paulo.

    Um santo feito para as grandes secas!

    Meu Deus, meu Deus, por que nos abandonaste, exclamaria enquanto repartia com o povo nu as suas vestes, multiplicadas como pães ou peixes.

    Quando criança, o Jesus da Paraíba era carpinteiro como seu pai, fazendo caixões azuis para os anjos do lugar. E proezas num cavalo de pau. Sim, num cavalo de pau, pois seu jumento era muito magro e nem servia para carne de jabá.

    Jesus era um menino desnutrido a fazer o bem, desnutrido como os outros da região, onde as coisas só vão na base do milagre ou da força parida da vontade.

    Eu penso que Jesus devia de nascer em Belém, na Paraíba!!!!!!

  103. Lorena disse:

    Novamente o poder político interferindo na nossa religiosidade.
    Mas é bom estarmos cientes.
    Natal tornou-se uma data meramente comercial.

  104. Deniza disse:

    Que bom que muitas pessoas através dessa notícia, vai poder agora pensar no verdadeiro sentido do natal!
    Nós precisamos deixar Jesus nascer em nossas vidas, em nossos corações, todos os dias, independente de uma data marcada para o adorar. A adoração à Jesus deve ser contínua em nossas vidas.
    E a união, a comunhão com as famílias devem ser sempre, porque quão bom e quão suave é que os irmãos vivem em união! Que Ele possa habitar e reinar em cada coração.
    E que Jesus os abençoem.

  105. ELAINE disse:

    A VERDADE É QUE PARA NÃO PECAR CONTRA O NOSSO DEUS SERVINDO A OUTRO deuses PRECISAMOS CONHECER A VERDADE QUE LIBERTA. CONHECEREIS A VERDADE E SEREIS LIVRE. TEMOS SIM QUE CONHECER E TER CONHECIMENTO POIS NÃO SEREMOS PRESAS DAS ARTIMANHAS DO INIMIGO.
    O SENHOR NOS ALERTOU: MEU POVO PECA POR FALTA DE CONHECIMENTO. ENTÃO CONHECER FAZ COM QUE NÃO PECAMOS CONTRA O PODEROSO DEUS.

  106. antonio carlos lage siqueira disse:

    Novidade. Nunca tinha lido nada a respeito o que desperta interesse e curiosidade.

  107. granola disse:

    Manu…ótimo texto,e com certeza desperta o interesse e a curiosidade de muitos que não conhecem o verdadeiro sentido do chamado"NATAL" e que através deste possamos estar tendo entendimento e estar buscando simplesmente o certo…e que viva JESUS.

  108. Isabela disse:

    Que diferença faz se Jesus nasceu dia 25 de dezembro ou 08 de março…o que importa é que em um dia do ano comemoramos o seu nascimento como o dia mais especial de todos e que data mais propícia pra falar do amor de Deus! As pessoas ficam mais sensíveis, lembram dos seus familiares, as músucas tocam na rua e nome de Cristo é lembrado! Preocupar-se com uma data (se foi ou não o dia) é na verade falat do que se preocupar…tantos precisando de nós e muitos se preocupam somente com presentes e outros muitos em alcançar uma nova teoria que irá "mudar a história"…até parece! Sinto muita vergonha de cristãos tão preocupados com coisas tão insignificantes….todos acabam generalizando e acham que todos nós cristãos somos contra o natal e isso é uma pena! Se vcs se preocupassem com coisas mais significantes talvez tivéssemos mudanças significatovas e reais na nossa história que não seja uma simples data inserta…que bobeira…
    Isabela – Igreja Metodista

  109. James DUMBA disse:

    Se do Mar ao Leste, do Sul ao Norte; veio um vento que se chama DEUS e da das suas narinas desceu o fólego da VIDA e o Homem (Pele Branca) tornou-se ALMA VIVENTE, porque é que duvídam das verdades registradas no passado???
    Eu digo (Pele Branco) em quase todas as evidências científicas não se aceita que o Negro seja uma obra de de DEUS mas sim do Macaco cuja Cáuda desapareceu com a evolução do tempo mesmo nunca ter nascido alguém com cáuda e áfrica…
    Por estas e outras razões, os menos esclarecidos Um Deles Sou Eu; convinha que os TEÓLOGOS & ARQUEÓLOGOS descrevessem um pouco mais claro a História do Nascimento do Menino JESUS.

  110. James DUMBA disse:

    Se JESUS não nasceu justamente no dia 25 de Dezembro do Ano inescrito na Bíblia, então Este naceu nas vesperas de NATAL; se assim não for; convinha que os TEÓLOGOS & ARQUEÓLOGOS do mundo, se reunissem novamente para descrever bem detalhado este assunto…
    Porque vejamos, se os INSPIRADOS por DEUS como descreve a Bíblia foram realistas e puros de coração; porque iríam deduzir o mundo inteiro numa mentira como esta???
    Pense comigo: Será que é por NADA que 95% da raça humana professa em DEUS??? Os ricos, políticos, doctores, reis e presidentes da terra estão presentes nas igrejas; a minha pergunta é: O que precisa ou necessita, o quê que não tem ou que está em falta à Eles para perderem o seu tempo nas rezas, adorações, louvores, e até evangelizando, por UM DEUS VIVO e que não é VISÍVEL!?.

  111. leite disse:

    é pelo q sei jesus nasceu em 25 de fevereiro sendo março o primeiro mes e dezembro decimo mes e fevereiro decimo segundo , foi os imperadores que criaram isso sendo julho de julio cesar e agosto de augustus .

    dré

  112. Cezar disse:

    Eu já tinha conhecimento deste confronto de datas. Ao meu ver, esta data imposta pela igreja católica romana é mais uma data pagã, quem pode constar se 25/12 é inverno ou não são os Judeus, pois acredito se isto for, não teria pastores pastoreando rebanho no inverno, e nem os reis magos sendo guiados por uma estrela em céus que não sejam límpidos. O fato mais importante a ser observado é que na Bíblia a Palavra de Deus, não menciona que Jesus tenha ordenado aos seus observar o seu nascimento, como data comemorativa, e sim, a santa ceia onde jesus diz em Lucas
    22:19 "E, tomando o pão, e havendo dado graças, partiu-o, e deu-lho, dizendo: Isto é o meu corpo, que por vós é dado; fazei isto em memória de mim." (em memória: recordação ou comemoração)… A morte do nosso Senhor Jesus é muito mais importante de tudo, foi onde Ele foi coroado o nosso Rei e Salvador, pois nos trouxe novamente a esperança de uma nova vida, a vida nos céus junto com Ele, onde Ele foi preparar muitas moradas… Creio em Jesus como meu Deus e Salvador, pois Ele é o Mesmo de Ontem, Hoje e Sempre. Amém!

  113. Joabe Felix Macedo disse:

    Excelente tema onde podemos expressar opinião a respeito, pois da criação do cristianismo por Constantino que aplicou o primeiro golpe politico da história, vendo seu reino em perigo se aliou aos cristãos e fundamentou seu reinado e sua historia, hoje segundo estimativa temos 10 mil santos criados pela igraja católica e uma infinidades de igrajas cristão que virou um verdadeiro comercio como no inicio, quando Jesus quebou e expulsou os mercadores do templo, hoje com o avanço dos tempos temos livros, Cds, biblias,cantores, sons nas igrejas e a busca por Deus esta esfriando como esta escrito que o amor de muitos iria esfriar e muitos sinais iriam acontecer, mas para a data, onde nas pessoas nascem um sentimento legal de se importar com os outros, virou um comercio sem fim, mas ´não importa a data que JESUS nasceu, o importante é que ele veio, disso temos a certeza e um FELIZ NATAL A TODOS.

  114. Fábio Rossano Gugik disse:

    Na verdade, a probabilidade é grande, porém, até na Terra Santa(JERUSALÉM-ISRAEL), na Própria Gólgota( que significa caveira), e acéldama( que significa lugar, terra de sangue, terra sangrenta), os próprios lugares, onde o SENHOR JESUS viveu, e padeceu, e ressucitou, todos os próprios guias de turistas locais, referem, a ser aproximadamente este, ou perto deste local aconteceu isto ou aquilo com o SENHOR JESUS. O interessante, em toda esta reportagem, de que cada vez mais isto pelo próprio motivo de dúvida, de curiosidade e de busca, de necessidade de esclarecer, é que mais e mais nos aproximamos de DEUS! Ora, nestes tempos de tribulação, a PAlavra de DEUS, diz: "No mundo, tereis aflição, mas tende bom ânimo, EU venci o mundo"-João cap.6-v.33(Bíblia Sagrada). Confiemos em DEUS, ELE é o autor e consumador da FÉ, NOSSO PAI e CRIADOR, a ELE pertence nossas vidas, ELE é o ANIVERSARIANTE MAIOR que jamais se ouviu falar na terra, e ELE voltará, conforme diz em Mateus cap. 28- v.20:"Eis que estarei convosco todos os dias de vossas vidas, até a consumação dos tempos". Creiamos em DEUS, ELE tem, e sabe o que é melhor para cada um de nós! Comemoremos a alegria da vida, da vida do SENHOR JESUS! Motivo maior e único, do verdadeiro sentido do Natal!

    Feliz Natal! Feliz 2009!
    VIVA JESUS!!!

  115. Guy Boulaire disse:

    Eu li o artigo com muito atenção e interesse, e acho que é verdade o senhor Jesus não nasceu no dia 25 de Dezembro, a seguir outras pesquisas de origem romana ele teria nascido nos tempos do recenseamento que aconteceu em Outubro , que fica em acordo com o texto publicado aqui, e isto exista documentos romanos que comprova esta altura.
    Alem disso esta data foi como indicado festa do solstício de inverno em diversas crença religiosas ou não, a igreja criada depois de Cristo queria substituir as diferente festas paguens e aproveitar da ocurencia a mudar a data de nascimento de Cristo que aparentemente consegui muito bem, isto é o mesma problema que a mudança do S. João pelo solstício de verão, também a criação e mudança da festa do S. Nicolau pelo dia de Natal actual.
    agora de facto que Cristo nasceu em Outubro ou em Dezembro não tem muito importância , o importante é nos seguirmos nas nossas vidas os ensinos que ele nos deixou, independentemente de qualquer igreja que seja, católica ou não , são ensinos de bom senso para nos permitir na medida do possível vivermos todos em paz , felizes e tolerantes para todos os outros que não são nos, o sentido desta festa que seja do solstício ou de o que seja é este !

  116. Debora disse:

    Muito interessante o artigo.

    Sem dúvida o chamado "natal" nada tem a ver com o nascimento de Jesus Cristo. Esta data é fruto da "mistura" que houve entre as práticas cristãs e as religiões ou seitas locais dos povos bárbaros conquistados pelos romanos. Era uma forma de gerar maior aceitação da religião estabelecida como oficial do império romano. Isso foi como q fruto de um "acordo".

    O mesmo ocorre com outras datas, como a páscoa.

    É importante considerarmos que a igreja (enquanto estrutura humana e não divina) estabeleceu alguns dogmas totalmente dissociados dos ensinamentos de Cristo e dos princípios do mundo espiritual. Contudo, esses ensinamentos e esses princípios ainda estão acessíveis a nós nos dias de hoje.

  117. Ana Claudia disse:

    Excelente matéria. Tolos aqueles que pensam que esse tipo de material coloca a religião em xeque. Muito pelo contrário. A ciência aliada à religião leva ao conhecimento da verdade, e nos faz entender que durante muito tempo, a religião foi e em alguns casos atuais está sendo manipulada. O quesionamento é a base do conhecimento, seja este científico ou religioso.

  118. Felipe Mouta disse:

    Excelente texto! Não acredito que esta matéria desperte comentários de ateus, pois em nada desmerece os ensinos de Jesus, pelo contrário o próprio nunca pediu que comemorássemos o seu nascimento e sim a sua morte na ceia quando diz: "…fazei isto em memóriam de mim…" O natal é mais uma tradição do paganismo que foi transculturado no processo de romanização.

  119. Salim Ibrahim disse:

    http://www.nobeliefs.com/exist.htm

    Was he for real ? Very doubtful indeed.

  120. Antonio Carlos Lemes disse:

    O que essas matérias a respeito de Deus objetivam, nada mais é que vender exemplares e mais exemplares e além disso despertar os comentários de alguns descrentes ateus, que insistem em querer aparecer diante das dúvidas que são expostas. Lamnetável, e justamente nessa época, em que temos que eleger uma data paa comemorarmos o nascimento do Menino Deus. Os ateus ficam inflamados e querem arrebanhar mais e mais duvidosos com as palavras de que são os verdadeiros detentores da verdade. Verdade essa que buscam em fontes escritas pelos homens semelhantes a eles, quais sejam ateus ou semi-ateus que querem se posicionar em pódiuns para ficar mais à luz dos refletores e brilhar. Pobres ateus, viver assim crendo que somos apenas matéria e a matéria será apodrecida com a morte. Enfim, crêem nisso. Mas a maioria dos homens crêem em um Único Deus. Ainda bem.

  121. Calebe disse:

    gostei muito desta matéria sobre o natal,parabéns a todos do opinião e noticias, pela corajosa materia sobre o verdadeiro sentido do natal que hoje é comemorado. Sugiro que que vcs pesquisem e publiquem matéria sobre papai noel (quem é papai noel). Um abraço a todos e um feliz 2009, ñ so UM 2009 mas varios.e que prosperem em tudo que empreenderes.

  122. Batista disse:

    A data no calendario pode ser como uma marca simbolica,sendo que o o seu verdeiro objetivo, é para reflexão dos valores cristãos e enaltecer o altruismo.

  123. Da Redação disse:

    Caro leitor Homero Santos,

    De acordo com informações do Observatório Astronômico da Universidade Federal de Minas Gerais, é definido o momento de um solstício como aquele em que o sol visto da Terra se encontra o mais distante possível do Equador celeste, o que corresponde ao instante em que um hemisfério está mais voltado possível para o sol. De fato, o processo começa três dias antes, mas, o processo termina na madrugada do dia 24 para o dia 25.

    Obrigado pelo comentário.

  124. Gel Santos disse:

    Revirando os fatos pelo avesso, sepre vamos encontrar situações que não foram explicada. Essa materia desfaz concepçâo que foram construindo ao longo do tempo. Porém quase ninguém se detém para analisar.Chegar em uma igreja e descontrui tudo isso seria revolução.Principalmente se falamos sobre a verdadeira cor do menino jesus! Mas emfim natal já esta na porta, deixe entrar o menino Jesus. E que ele protega os menininos que estão nas ruas desse imenso Brasil.

  125. Claudio Henrique Picolo disse:

    Infelizmente durante toda a história da humanidade, sempre quem contou a história à sua moda foi quem "ganhou a guerra".
    Muito do que se atribui ao Império Romano como "criação" ou "invenção" deles, foi na verdade tomado de outros povos.
    O Coliseu, as famosas estradas e os milenares sistemas de esgoto por exemplo, eram na verdade, etruscos.
    Aliás, antes dos romanos invadirem as terras etruscas, não existia sequer uma única representação de "céu" e "inferno".
    A mais antiga que se tem notícia é exatamente desse período.
    Uma coisa comum que ocorreu em todo o Império Romano e que pouco se comenta, é que qualquer um que se opusesse às iéias pregadas pelo Império Romano, era executado.
    E entre essas idéias incluem-se consumes, religião, história (que tinha de ser contada como "ditada" pelo Império) e foi assim durante séculos.
    Somos privilegiados de uma época em que finalmente existe um movimento de consciência coletiva sobre isso, mas consciência coletiva mesmo, ainda levarão séculos para acontecer, infelizmente.
    Parabéns pela sua matéria!
    É de movimentos desse nível que o mundo precisa.

  126. Renan Santiago disse:

    Muito boa a matéria, Emanuelle. Muitas tradições ditas "cristãs" têm origem nas heranças babilônicas. è necessário coragem para deixar estas heranças vazias e malígnas.

  127. IngridMATF disse:

    Nós crescemos com esta "cultura" e fomos ensinados a venerar, acatar estes costumes como se fossem santos e sagrados!Recebemos isto e fomos dando continuidade sem nunca investigarmos para ver de onde vieram…E por favor Iolanda, com todo amor, se pensarmos q nunca poderemos "mudar hábitos q já foram estabelecidos há séculos", nunca nos desligaremos desta apostasia organizada q mantém o mundo preso e enganado por todos estes séculos. "E conhecereis a Verdade e a Verdade vos libertará!"

  128. Homero Santos disse:

    Revejam os comentários sobre Equinócio e Solstício: "do dia 24 para o 25 acontece a passagem do Solstício de Inverno para o Equinócio de Primavera nos países do Hemisfério Norte". Está trocado, é o início do inverno, saindo do outono, e não se dá no dia 25/12, é antes…no dia 20 ou 21/12, conforme o ano. O Equinócio da Primavera ocorrerá 3 meses depois!

  129. Amanda Nogueira disse:

    De fato Antonio muitas informações estão no vídeo, que também é excelente, mas a abordagem é outra. Não vi aqui nada que colocasse em dúvida a existência de Jesus e nem colocando em xeque o cristinismo. e outra, eu que adoro mitologia, já conhecia a história de Hórus antes de ver Zeitgest. O Bom é dizer a verdade, como está aqui.

  130. Paulo Monteiro disse:

    O interessante ao ler os comentários é que: muitos não se importam se é verdade ou mentira. O que importa é que gostamos de viver num mundo de fantasias. Então sendo assim: FELIZ NATAL A TODOS
    http://WWW.PESQUISANDOPARAVOCE.BLOGSPOT.COM

  131. Eunice dos Santos disse:

    Excelente matéria.
    Esclarecedora e verdadeira.
    Parabéns!

  132. Ellen disse:

    Acho muito interessante divulgar um pouco das verdadeiras origens desta data, e de outras que foram "emprestadas" para a igreja católica, apesar de alguns entenderem esta matéria como pura reprodução do que já foi dito, sempre existe alguém que não conhece a "hitória". Muita coisa já foi dita e repetida pois é assim que se transmite conhecimento.Que sempre haja festa seja qual for o seu motivo!

  133. Cristina Florencio disse:

    Emanuelle, essa história não é nova: pelo menos, a maioria das pessoas com mais de 40 já ouviu isso em algum lugar. Porém, o que MENOS importa é QUANDO Jesus nasceu. Afinal, não existe nada "puro" nesse mundo; tudo tem origem "pagã", quer na religião, nos esportes (as olimpíadas também são "pagãs"), as festas judaicas, a música brasileira etc. O ser humano gosta do eclético, e não tem nada de mais nisso. Se o comércio se aproveita para vender, é problema de quem acha que o símbolo do Natal é o Papai Noel! O importante é que, depois de um ano inteiro de trabalho, reunimos as pessoas que amamos para comemorar o nascimento de Cristo. Feliz Natal!

  134. Jose Luiz disse:

    Em relação a data do nascimento de Jesus há muitas controvérsias, entre religiões, biblias e etc.Eu acho que o texto esta bem explicativo.Mas o que importa mesmo é a fé de cadda pessoa em um Deus (Jesus).

  135. hcgalvao disse:

    Concordo com o Fábio. O Jesus menino é o que menos importa. Quanto o assunto é superstição, ou nascimento de Jesus é mais um entre tantas. Não sei. Para a humanidade deveria ser mais importante o dia de corpus cristi – morte e ressurreição de Jesus. Ele é o único “deus” que ressuscitou dentre os mortos. Logo, a data mais importante para os cristão deveria ser a morte e ressurreição, e não o Natal.

  136. Iolanda disse:

    O NASCIMENTO DE JESUS EM DEZEMBRO É APENAS UMA DATA CONVENCIONAL PARA QUE A IGREJA CATÓLICA E TODOS OS SEUS MEMBROS, INCLUINDO-ME, TENHA UMA BASE E COMEMORE O NASCIMENTO DE JESUS CRISTO.
    PARA MIM, A IMPORTÂNCIA É A LEMBRANÇA QUE FICA DESSA IMPORTANTE DATA. MAS TODAS AS EXPLICAÇÕES SÃO VÁLIDAS, MAS NINGUÉM VAI MUDAR O QUE JÁ FOI ESTABELICIDO HÁ SÉCULOS.

  137. Mariana disse:

    Reamente um texto muito bem elaborado. É realmente interessante pessoas que se desprendem de todas essas crenças e nos tras o verdadeiro conhecimento da história, que na minha opnião é superior a qualquer tipo de credo ou crença.
    É uma pena, entretanto, saber de tudo isso e ainda ter que passar o Natal celebrando algo que no fim, não aconteceu verdadeiramente!
    Pura utopia…

  138. Herik disse:

    apesar de já saber da história, apreciei demais o aprofundamento e esclarecimento de uma data tão comemorada pelas pessoas.

  139. Rodrigo Schmidt disse:

    Sabendo disso tudo, existe coisa mais descabida do que aquela música natalina que diz assim: "então é natal, a festa cristã…"

  140. Luiz Mourão disse:

    Esta é apenas mais uma das inúmeras mentiras envolvendo a bíblia, jesus e a icar. Mas, admitamos, a icar fez um ótimo trabalho ao longos dos séculos levando rebanhos e mais rebanhos de pessoas a cultuar quimeras as mais absurdas. Se houvesse um prêmio para a instituição mais lesa-consciência universal de todos os tempos, a icar ganharia disparado. Mas não excluo as demais denominações que se apoiam nesse mito que é jesus; todas têm sua culpa por esperteza…

  141. Nilson Pontes disse:

    É isso! Quando me aprofundei no estudo da História das Religiões e comecei a pesquisar as culturas antigas, percebi que os rituais católicos são uma colcha de retalhos de tradições pagãs. Mas o que importa mesmo é o lado espiriutal e filosófico da mensagem de Jesus, que é de uma sabedoria inquestionável. Quando passamos a pensar na sua mensagem despida de toda esta roupagem artificial que as religiões a fantasiaram, podemos perceber a abrangência e profundidade de um verdadeiro ser de luz,

  142. Fabio Coelho disse:

    Texto muito bom. Todo este "espírito natalino" não passa de paganismo inserido pela igreja romana na cultura Cristã. Este texto só reforça o que todo mundo já viu. O que menos importa no período de natal é Jesus Cristo.

  143. Fabio Leonel disse:

    Pois é, Amanda, a santa madre igreja católica apostólica romana se apropriou de superstições e ritos pagãos na construção da sua liturgia…

  144. Amanda Nogueira disse:

    Enfim alguém contou a verdadeira história do Natal. jesus é só mais entre os inúmeros deuses solares.

  145. Dorival Silva disse:

    Interessante, quer dizer que se é que Jesus existiu, a data de nascimento seria outra. A igreja católica se apropriou de uma data pagã, como fez também com a Páscoa, que é um antigo rito de fertilidade de milênios antes de surgir a igreja cristã.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *