Início » Cultura » Jorge Amado
Nesta data

Jorge Amado

No dia 10 de agosto de 1912, nasceu Jorge Amado, um dos principais escritores brasileiros

Jorge Amado
Jorge Amado foi um dos representantes do ciclo do romance baiano (Reprodução/Internet)

Jorge Amado de Faria nasceu em 10 de agosto de 1912, em Ferradas, distrito de Itabuna, na Bahia. Logo após o seu nascimento, sua família foi obrigada a deixar a fazenda onde morava devido a uma epidemia de varíola, passando a morar em Ilhéus, onde Jorge Amado viveu a maior parte de sua infância. Foi para o Rio de Janeiro, onde se formou na Faculdade Nacional de Direito, em 1935, e foi escritor e jornalista. Ele se envolveu com a política ideológica, tornando-se comunista, como muitos de sua geração.

Suas obras destacam-se na moderna ficção brasileira. Elas abordam os problemas e as injustiças sociais, as crenças, as tradições e a sensualidade do povo brasileiro. Amado viveu exilado na Argentina e no Uruguai no biênio 1941-1942. Em 1945, foi eleito membro da Assembléia Nacional Constituinte, na legenda do Partido Comunista Brasileiro (PCB), e foi o deputado federal mais votado do Estado de São Paulo.

Jorge Amado foi o autor da lei, ainda hoje em vigor, que assegura o direito à liberdade de culto religioso. Em 1948, foi exilado em Paris, onde conheceu ícones da literatura e da arte musical, como Jean-Paul Sartre e Pablo Picasso.

No dia 21 de junho de 2001, a saúde de Jorge Amado ficou bastante debilitada. Ele foi internado com uma crise de hiperglicemia e com problemas cardíacos. Em seis de agosto, morreu na cidade de Salvador. A seu pedido, seu corpo foi cremado e suas cinzas foram espalhadas em volta de uma mangueira em sua residência.

Jorge Amado era casado com a escritora Zélia Gattai, que tomou posse do lugar do marido na Academia Brasileira de Letras ao ficar viúva.

Obras do escritor:
-Cacau, romance (1933)
-Suor, romance (1934)
-Jubiabá, romance (1935)
-Mar morto, romance (1936)
-Capitães da areia, romance (1937)
-A estrada do mar, poesia (1938)
-ABC de Castro Alves, biografia (1941)
-O cavaleiro da esperança, biografia (1942)
-Terras do Sem-Fim, romance (1943)
-São Jorge dos Ilhéus, romance (1944)
-Bahia de Todos os Santos, guia (1945)
-Seara vermelha, romance (1946)
-O amor do soldado, teatro (1947)
-O mundo da paz, viagens (1951)
-Os subterrâneos da liberdade, romance (1954)
-Gabriela, cravo e canela, romance (1958)
-A morte e a morte de Quincas Berro d’Água, romance (1961)
-Os velhos marinheiros ou o capitão de longo curso, romance (1961)
-Os pastores da noite, romance (1964)
-Dona Flor e Seus Dois Maridos, romance (1966)
-Tenda dos milagres, romance (1969)
-Teresa Batista cansada de guerra, romance (1972)
-O gato Malhado e a andorinha Sinhá, historieta infanto-juvenil (1976)
-Tieta do Agreste, romance (1977)
-Farda, fardão, camisola de dormir, romance (1979)
-Do recente milagre dos pássaros, contos (1979)
-O menino grapiúna, memórias (1982)
-A bola e o goleiro, literatura infantil (1984)
-Tocaia grande, romance (1984)
-O sumiço da santa, romance (1988)
-Navegação de cabotagem, memórias (1992)
-A descoberta da América pelos turcos, romance (1994)
-O milagre dos pássaros , fábula (1997)

Fontes:
Fundação Casa Jorge Amado-Biografia
SuaPesquisa.com-Jorge Amado

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *