Início » Cultura » Livros » As duas faces da moeda
Dinheiro

As duas faces da moeda

As duas faces da moeda
Fonte: Getty Images

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O administrador de fundos Eric Lonergan mostra no livro “Money (Art of Living)” que o dinheiro é muito mal compreendido.

O autor afirma que muitos acreditam que o dinheiro afrouxa as relações sociais e estimula a interdependência. Na verdade, ele possibilita que pessoas que jamais se conheceriam façam negócios. A moeda depende da sociedade e a fortalece ao mesmo tempo. Se não existissem as leis, os direitos de propriedade e a confiança na instituição, ele não teria valor.

Para Eric, o dinheiro que as pessoas depositam no banco é um tipo de empréstimo feito para a instituição, que por sua vez o utiliza para fornecer crédito para famílias e empresas. As poupanças permitem que pessoas idosas que não estão mais trabalhando tenham um rendimento. Já os empréstimos possibilitam que os jovens consumam e se comprometam a pagar no futuro o que consomem agora. O autor argumenta que o mercado de ações não existe para distribuir de maneira eficiente o capital, mas sim para servir como opção para as pessoas diversificarem suas aplicações em diversas empresas.

Fontes:
Economist - The mystery of money -- Both sides of the coin

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *