Início » Cultura » Mais filmes, mais apostas: o Oscar na era da internet
Oscar 2011

Mais filmes, mais apostas: o Oscar na era da internet

Reuniões de amigos para ver a premiação, torcer e comentar são tradicionais. Já os bolões de apostas ganharam nova dimensão na web. Por Solange Noronha

Mais filmes, mais apostas: o Oscar na era da internet
Na festa do Oscar, todos podem fazer suas apostas

Reuniões para ver e comentar a entrega do Oscar são comuns, em casas, bares, cineclubes… Há tempos também que amigos, colegas de trabalho e fãs de cinema em geral promovem por aqui bolões de apostas informais nos favoritos aos prêmios. Pois agora os apostadores têm opções muito mais variadas na internet, algumas em dinheiro, oferecidas por sites especializados em jogos e com a promessa de que, mesmo sem levar a bolada, ninguém perderá a grana investida. Cabe o comentário: quando a esmola é muita, o santo (ou o pobre) desconfia…

Os alarmistas de plantão há muito decretaram o fim do cinema com o advento da internet — como antes previram que ele desapareceria por causa da televisão, que também acabaria com o rádio, e assim por diante. A cada novidade tecnológica que surge no mercado, uma nova morte é anunciada — e, felizmente, não acontece, bem como os armagedons apregoados em viradas de século ou de milênio e outras ocasiões, embora a humanidade bem que se esforce para dar cabo do planeta.

Torcer ainda é de graça

Enquanto o apocalipse não vem — ou chega apenas em filmes — podemos nos dar ao luxo de torcer a cada ano por nossos preferidos e palpitar sobre trajes e penteados exibidos pelos participantes da festa, a escolha dos apresentadores e outros tópicos inofensivos — especialmente porque é de graça. Nada disso abala a audiência da cerimônia mundo afora, muito menos a indústria cinematográfica, que vai muito bem, obrigada, e até encontrou uma forma de aumentar o faturamento de seus produtos: desde o ano passado, a Academia de Artes e Ciências de Hollywood dobrou o número de concorrentes ao seu prêmio máximo, de melhor filme, jogando os holofotes sobre dez títulos, como acontecia em seus primórdios, até 1943.

Com essa tática, têm a ganhar (nas bilheterias, na venda e locação de DVDs etc.) filmes como “127 horas” — que tem dividido a crítica e feito gente passar mal no cinema — e “Inverno da alma” — que virou queridinho da crítica, mas faz lembrar a máxima de Joãozinho Trinta: “Quem gosta de miséria é intelectual.” Surgem também incongruências, como “Toy Story 3” concorrer tanto na principal categoria quanto na de melhor animação.

Palpites para o domingo

Para quem vai estar grudado na TV na noite de domingo e quer torcer, fazer anotações e até arriscar uns trocados nas escolhas da Academia, segue abaixo a lista dos indicados aos Oscars mais importantes e os palpites das bolsas de apostas dos Estados Unidos. O grande favorito está assinalado com dois asteriscos e o segundo provável vencedor, com um. Para algumas categorias, o resultado é tido como barbada e nem são consideradas alternativas. Mas é bom não esquecer que há sempre a chance de algum azarão levar o prêmio pra casa — inclusive o “nosso” “Lixo extraordinário”.

Palpites do Opinião e Notícia para o Oscar 2011

Melhor filme

O Discurso do Rei**

A Rede Social*

Cisne Negro

O Vencedor

A Origem

Minhas Mães e meu Pai

Toy Story 3

127 Horas

Bravura Indômita

Inverno da Alma

Melhor Diretor

David Fincher – A Rede Social**

Tom Hooper – O Discurso do Rei*

Darren Aronofsky – Cisne Negro

David O. Russell – O Vencedor

Joel e Ethan Coen – Bravura Indômita

Melhor Ator

Colin Firth – O Discurso do Rei**

Jesse Eisenberg – A Rede Social

James Franco – 127 Horas

Jeff Bridges – Bravura Indômita

Javier Bardem – Biutiful

Melhor Atriz

Natalie Portman – Cisne Negro**

Annette Bening – Minhas Mães e meu Pai*

Nicole Kidman – Reencontrando a Felicidade

Jennifer Lawrence – Inverno da Alma

Michelle Williams – Blue Valentine

Melhor Ator Coadjuvante

Christian Bale – O Vencedor**

Geoffrey Rush – O Discurso do Rei*

Jeremy Renner – Atração Perigosa

John Hawkes – Inverno da Alma

Mark Ruffalo – Minhas Mães e meu Pai

Melhor Atriz Coadjuvante

Melissa Leo – O Vencedor**

Hailee Steinfeld – Bravura Indômita*

Amy Adams – O Vencedor

Helena Bonham Carter – O Discurso do Rei

Jacki Weaver – Animal Kingdom

Melhor Longa de Animação

Toy Story 3**

Como Treinar o Seu Dragão

O Mágico

Melhor Filme em Lingua Estrangeira

Em um Mundo Melhor**

Biutiful*

Fora-da-lei

Dente Canino

Incêndios

Melhor direção de arte

Alice no País das Maravilhas**

O Discurso do Rei*

Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte I

A Origem

Bravura Indômita

Melhor fotografia

Bravura Indômita**

A Origem*

Cisne Negro

O Discurso do Rei

A Rede Social

Melhor figurino

O Discurso do Rei**

Alice no País das Maravilhas*

I am Love

The Tempest

Bravura Indômita

Melhor montagem

A Rede Social**

O Discurso do Rei*

Cisne Negro

O Vencedor

127 Horas

Melhor documentário

Trabalho Interno**

Exit Through the Gift Shop*

Lixo Extraordinário

Gasland

Restrepo

Melhor trilha sonora

Trent Reznor e Atticus Ross – A Rede Social**

Alexandre Desplat – O Discurso do Rei*

John Powell – Como Treinar o seu Dragão

A.R. Rahman – 127 Horas

Hans Zimmer – A Origem

Melhor canção original

“If I Rise” – 127 Horas**

“We Belong Together” – Toy Story 3*

“Coming Home” – Country Strong

“I See the Light” – Enrolados

Melhor Maquiagem

O Lobisomem**

Caminho da Liberdade*

Minha Versão para o Amor

Melhor Edição de Som

A Origem**

Bravura Indômita*

Toy Story 3

Tron — O Legado

Incontrolável

Melhor Mixagem de Som

A Origem**

A Rede Social*

Bravura Indômita

O Discurso do Rei

Salt

Melhores Efeitos Especiais

A Origem**

Alice no País das Maravilhas*

Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte I

Além da Vida

Homem de Ferro 2

Melhor Roteiro Adaptado

A Rede Social**

127 Horas

Toy Story 3

Bravura Indômita

Inverno da Alma

Melhor Roteiro Original

O Discurso do Rei**

A Origem*

O Vencedor

Another Year

Minhas Mães e meu Pai

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Olga disse:

    Minha única dúvida é entre A Rede Social e O Discurso do Rei pra melhor filme. Mas dificilmente as estatuetas não repetirão o Globo de Ouro deste ano. Agora… duro mesmo é perder minha companheira telefônica de tantos e tantos shows…
    Artur também vai ficar danado, porque não poderei atendê-lo, já que estarei hosting.
    Sua ausência será muito sentida.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *