Início » Cultura » Martin Luther King recebe o Prêmio Nobel da Paz
Nesta Data

Martin Luther King recebe o Prêmio Nobel da Paz

No dia 14 de outubro de 1964, Martin Luther King recebe o Prêmio Nobel da Paz

Martin Luther King recebe o Prêmio Nobel da Paz
Luther King foi seguidor das ideias de desobediência civil não-violenta preconizadas por Gandhi, aplicadas com inteligência em suas manifestações (Reprodução/Internet)

O Prêmio Nobel da Paz foi concedido ao líder anti-racista norte-americano Martin Luther King Jr., no dia 14 de outubro de 1964, por sua atuação pacifista em favor da extensão dos direitos civis a todos os americanos.

Pastor batista, Luther King se tornou conhecido em 1955, ao incentivar um boicote ao transporte rodoviário de Montgomery, no Alabama. Persuadiu os negros de que era preferível andar a pé a viajar em ônibus segregados.

Mesmo preso durante a campanha, obteve o almejado êxito. Por decisão da Suprema Corte Americana tornou-se ilegal a segregação em qualquer transporte público. Emergia, então, o respeitado líder.

Luther King foi seguidor das ideias de desobediência civil não-violenta preconizadas por Gandhi, aplicadas com inteligência em suas manifestações. Organizou marchas contra o sistema de segregação, reivindicando igualdade sócio-política, entre outros direitos básicos. Conquistou progressivo espaço na mídia e apoio da opinião pública pelo cumprimento dos direitos civis, transformando essa numa das mais discutidas questões dos EUA nos anos 60.

Sua luta foi imortalizada no discurso “I have a dream”.

Foi assassinado no dia 4 de abril de 1968, em Memphis, no Tennessee. Em sua homenagem, foi instituido no EUA em 1986 o feriado nacional The Martin Luther King Day e fundado The Martin Luther King, Jr, Research and Education Institute, com a missão de manter vivos os ideais de King para as futuras gerações.

Fontes:
JBlog-Martin Luther King recebe Nobel da Paz

1 Opinião

  1. JORGE HIDALGO disse:

    Esse sim um exemplo de ser humano, de religioso…que mesmo morto, suas ideias não morreram…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *