Início » Cultura » Morre Arthur Rubinstein
Nesta Data

Morre Arthur Rubinstein

Rubinstein é considerado o maior gênio em seu instrumento no século XX. Morreu aos 95 anos na Suiça

Morre Arthur Rubinstein
Rubinstein nasceu em Lodz e estudou em Berlim. Passou grande parte da sua vida morando em Paris e nos Estados Unidos (Foto: Reprodução/UOL)

Em 20 de dezembro de 1982, morreu o pianista polonês Arthur Rubinstein, um dos maiores gênios do instrumento. Nascido em Lodz, Rubinstein morreu em Genebra aos 95 anos, morou em grande parte de sua vida em Paris e nos Estados Unidos.

O pianista nasceu em 28 de janeiro de 1887. Já aos quatro anos tentava reproduzir suas primeiras notas no instrumento que mais tarde o consagraria. Já nessa época demonstrou o talento com o instrumento e foi levado pelos pais a Aleksander Rozycki, consagrado professor de piano polonês.  Aos sete anos realizou seu primeiro concerto em sua cidade natal.

No ano seguinte foi enviado à Berlim para aprofundar seus estudos musicais. Em 1904, Rubinstein realizou seu primeiro concerto em Paris, onde reproduziu o 2º Concerto para Piano de Saint-Saëns, na presença do compositor. Dois anos depois inicia uma turnê que passou por Estados Unidos, Itália, Rússia, Austrália, Grã Bretanha , entre outros países.

Em 1916, Rubinstein inicia uma turnê pela América do Sul, anos depois tornou-se especialista em música ibero-americana. Apesar das duas turnês de sucesso, apenas na década de 1930 o pianista se consagra internacionalmente, como sucessor de Serguei Rachmaninov.

Durante o período da Segunda Guerra Mundial, Rubinstein se muda para os Estados Unidos, isolando-se do continente europeu, onde o nazismo massacrava os judeus. Com o fim da Guerra, voltou para sua moradia em Paris.

Recusou-se a tocar na Alemanha, onde seus parentes foram mortos em campos de concentração, mas tocou em cidades próximas às fronteiras do país, para que os cidadãos que admiravam sua arte pudessem assistir a um concerto.

Continuou a rodar o mundo destilando sua arte até 1975, quando um princípio de cegueira passou a impedir que desempenhasse seu trabalho. Sua última exibição foi em 10 de junho de 1976, em Londres.

Rubinstein ganhou um Grammy por suas interpretações de Beethoven e Schumann. Morreu em Genebra, na Suiça, aos 95 anos.

Fontes:
UOL-Hoje na História: 1982 - Morre Arthur Rubinstein, um dos maiores pianistas do século passado

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *