Início » Cultura » Morre Elis Regina
NESTA DATA

Morre Elis Regina

Em 19 de janeiro de 1982, Elis Regina foi encontrada morta após ingerir mistura de cocaína com álcool

Morre Elis Regina
Considerada por muitos a maior cantora do Brasil, Elis Regina deixou três filhos (Foto: Wikimedia)

No dia 19 de janeiro de 1982, a cantora Elis Regina morreu em seu apartamento no Jardim Paulista, bairro nobre de São Paulo. Ela foi encontrada caída no chão pelo então namorado Samuel MacDowell. A cantora de 36 anos chegou sem vida ao Hospital das Clínicas.

Segundo a autópsia, a causa da morte foi uma mistura de cocaína com álcool. Na época, os familiares de Elis contestaram o laudo médico, na tentativa de proteger sua imagem. Seu corpo foi velado no Teatro Bandeirantes, em São Paulo, local onde havia apresentado seu show mais marcante, “Falso Brilhante”, entre 1975 e 1977.

Nascida em 17 de março de 1945 em Porto Alegre, Elis Regina Carvalho Costa começou a cantar aos 11 anos, em programas de rádio. O estouro nacional ocorreu em 1965, quando interpretou “Arrastão”, de Edu Lobo e Vinicius de Moraes, ganhando o 1º Festival de Música Popular Brasileira (TV Excelsior). Em 1968, ganhou fama internacional ao cantar em TVs inglesa, holandesa, belga, suíça e sueca.

Para muitos, Elis foi a maior cantora brasileira de todos os tempos. Conhecida como “Pimentinha” e “Furacão Elis”, ela lançou compositores como João Bosco e Aldir Blanc, Renato Teixeira, Fátima Guedes. Casou e se separou duas vezes, uma com o compositor e produtor Ronaldo Bôscoli, 16 anos mais velho, e com o pianista César Camargo Mariano. Deixou três filhos, João Marcelo, fruto do primeiro casamento, que na época tinha 11 anos, Pedro e Maria Rita, filhos do segundo casamento, que tinham 6 e 4 anos, respectivamente.

Fontes:
Último Segundo-"Geniosa", "exigente" e "kamikaze", Elis Regina morria há 30 anos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Beraldo disse:

    Por que ídolos populares, com exceção de alguns atletas, não caem do pedestal, quando tem expostos seus vícios químicos?

    Para determinadas atividades, consideradas artes, substâncias químicas excitantes mental e fisicamente, não são doping?

    Péssimos exemplos!

    A propósito, Ariano Suassuma, criticou como péssimo exemplo, a seguinte declaração do também “ídolo” já falecido, Cazuza: “Todos os meus ídolos morreram de overdose”.

    Então tá!

  2. tawana disse:

    saudades elis.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *