Início » Cultura » Morre John F. Kennedy
NESTA DATA

Morre John F. Kennedy

Em 22 de novembro de 1963, morre o presidente americano John F. Kennedy

Morre John F. Kennedy
Até hoje não se sabe se a morte de JFK foi um atentado ou uma conspiração tramada por industriais bélicos. (Foto: Wikimedia)

No dia 22 de novembro de 1963, foi assassinado o presidente dos Estados Unidos, John Fitzgerald Kennedy. Kennedy foi o 35° presidente do país e foi morto por um disparo do ex-fuzileiro naval Lee Harvey Oswald, que foi morto dois dias depois por Jack Ruby e, por isso, nunca julgado. A Comissão Warren considerou que o assassino trabalhou sozinho, mas no país acredita-se na hipótese de conspiração.

John F. Kennedy nasceu no estado de Massachusetts em 1917. Formou-se em 1940 na Universidade de Harvard e entrou para a Marinha de seu país. Durante a Segunda Guerra Mundial, o navio onde estava foi afundado por um torpedo de navios japoneses e Kennedy, ferido, conduziu os sobreviventes a um local seguro.

Após retornar do conflito, decidiu seguir carreira na política. Entrou no partido democrata, muito forte em seu estado de origem, e em 1950 tornou-se congressista pela região de Boston. Em 1953 se tornou senador e dois anos depois, enquanto se recuperava de uma cirurgia nas costas, escreveu “Profiles in Courage”, livro pelo qual recebeu o prêmio Pulitzer de história.

Em 1960, com apenas 47 anos, conquistou a indicação do partido democrata à eleição presidencial. O vice-presidente republicano, Richard Nixon, era considerado amplo favorito para o pleito daquele ano.

A competência de Kennedy nos debates, que naquele ano foram transmitidos ao vivo pela primeira vez, e sua mensagem de otimismo conduziram os democratas à vitória, o tornando o primeiro presidente católico da história nos Estados Unidos.

Em seu discurso, John usou uma frase que ficou marcada na história.

“Não pergunte o que seu país pode fazer por você. Pergunte o que você pode fazer por seu país”.

Como presidente Kennedy promoveu o maior crescimento econômico no país desde a Segunda Grande Guerra, lutou pela igualdade de direitos e tentou derrubar Fidel Castro do poder em Cuba, mas fracassou. O jovem presidente também investiu na corrida espacial e reforçou a Alemanha Ocidental contra as investidas da União Soviética.

Era presidente durante a Crise dos Mísseis em 1962, quando a União Soviética instalou mísseis voltados para os EUA criando uma das mais tensas situações do período de Guerra Fria. Após esse momento, Kennedy conseguiu acalmar os ânimos com a URSS em busca do fim do conflito.

Em 1963, quando era adorado pelo povo americano, Kennedy foi baleado enquanto desfilava em carro aberto por Dallas, no Texas. Existe a teoria conspiratória de que o atentado foi armado pelos empresários de indústrias bélicas, contrariados pelo fim do conflito com os soviéticos.

Kennedy se tornou um mártir e sua morte causou comoção em todo o planeta. Até hoje é lembrado como um dos grandes presidentes da história dos EUA.

Fontes:
UOL Educação-John F. Kennedy

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *