Início » Cultura » Morre Martinho Lutero
NESTA DATA

Morre Martinho Lutero

Em 18 de fevereiro de 1546, morre Martinho Lutero, líder da Reforma Protestante

Morre Martinho Lutero
O monge pregou contra o abuso da Igreja afixando 95 teses na porta da igreja do castelo de Wittenberg, em 1517 (Foto: Wikimedia)

Martinho Lutero foi um monge agostiniano e teólogo que tornou-se uma das figuras centrais da Reforma Protestante. Lutero estudou em diversas cidades e se dedicou ao estudo de clássicos latinos, artes, lógica, retórica, física, matemática, ética e filosofia na Universidade de Efurt.

Quando se preparava para o estudo de direito, quase foi atingido por um raio e esse acontecimento foi o fator decisivo para sua entrada no mosteiro dos eremitas agostinianos, em 1505.

Lutero destacou-se na vida monástica e tornou-se professor de teologia. Durante 1510 e 1511 passou uma temporada em Roma e teve contato com o secularismo e o baixo nível moral da cidade. Lutero começou a se opor a diversos dogmas do catolicismo romano, contestando principalmente a atitude da Igreja que permitia o comércio das indulgências.

Convencido de que o perdão só poderia vir de um arrependimento verdadeiro, o monge pregou contra o abuso da Igreja afixando 95 teses na porta da igreja do castelo de Wittenberg, em 1517.

Lutero foi acusado de heresia e o papa exigiu sua retratação. O monge se recusou e queimou a bula papal em praça pública, sendo então excomungado. Em 1520, escreveu artigos reformistas e no ano seguinte participou da Diet Imperial, na qual sua posição foi discutida. Logo após o encontro, Lutero desapareceu.

Quase dois anos depois, o monge saiu do seu esconderijo e casou-se com Catarina de Bora, uma ex-feira. Os dois tiveram seis filhos e abrigaram onze órfãos. Lutero publicou cerca de 400 obras durante a sua vida. O monge morreu de derrame cerebral no dia 18 de fevereiro de 1546. Seu corpo foi sepultado na igreja do Castelo de Wittenberg onde, cerca de 30 anos antes, havia afixado suas 95 teses.

Fontes:
Educação Uol-Martinho Luter

3 Opiniões

  1. ney disse:

    Isso e só uma fração da verdadeira historia da vida de Lutero.

  2. jayme endebo disse:

    Martinho Lutero teve o mérito de dividir a Igreja que não queria sair da Idade média com seus abusos e crimes mas como professor de ódio antisemita ele foi o melhor que os nazistas poderiam ter. O próprio Hitler dizia que eles faziam exatamente aquilo que Lutero pregou há trezentos anos atrás, ou seja matar judeus.
    Grande canalha !

  3. Roberto1776 disse:

    Graças a Martin Luther (não entendo a razão de traduzir nomes próprios quando temos em português todas as letras do nome original) o Catolicismo não é hoje a versão cristã do Islamismo atual, o que sem dúvida nenhuma, o Catolicismo já foi.
    Muito devem, todos os cristãos, a esse herói religioso de uma época tão triste para a humanidade, sob o ponto de vista religioso.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *