Início » Cultura » Morre um dos maiores saxofonistas de todos os tempos, Charlie Parker
Gênio do Jazz

Morre um dos maiores saxofonistas de todos os tempos, Charlie Parker

Em 12 de março de 1955, morreu o músico Charles Parker. Bird, como era conhecido, foi um dos fundadores do bebop, um dos principais estilos do jazz

Morre um dos maiores saxofonistas de todos os tempos, Charlie Parker
Charles Parker teve grande influência no jazz e tornou-se um dos maiores saxofonistas de todos os tempos (Reprodução/Internet)

Charles Christopher Parker Jr. nasceu em 29 de agosto de 1920 na cidade Kansas City, Estados Unidos. Conhecido como Bird, o músico marcou a história do jazz norte-americano. Envolvido com música desde cedo, estudou apenas até os 15 anos e, com 17, já fazia parte da orquestra de Jay McShann.

Parker teve grande influência no jazz e tornou-se um dos maiores saxofonistas de todos os tempos. Bird é conhecido como um dos maiores improvisadores do gênero e foi um dos fundadores do bebop, que é um dos principais estilos do jazz.

As primeiras gravações do estilo bebop, em 45, tornaram-se clássicas: “Hot House”, “Groovin’ High”, “Shaw ’Nuff” etc. Nos anos seguintes, novas obras-primas, muitas delas de sua autoria: “Now’s the Time”, “Ko-ko”, “Billie’s Bounce”, “Ornithology” e outras.

O músico era usuário de drogas e alcoólatra e o vício foi aos poucos consumindo sua vida. Ele tentou suicidar-se por duas vezes e esteve internado por um longo período. Morreu de pneumonia aos 34 anos no dia 12 de março de 1955. A degeneração do seu corpo pelo consumo de drogas era tão grave que o legista supôs que ele tivesse entre 50 e 60 anos.

Fontes:
Uol-Carreira meteórica de um gênio

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *