Início » Cultura » Mortes marcantes em 2014
Mortes de 2014

Mortes marcantes em 2014

Relembre as personalidades mais marcantes que morreram neste ano de 2014

Mortes marcantes em 2014
Brasil perdeu muitos artistas no ano de 2014

O ano de 2014 ficará marcado pela morte de personalidades da literatura, da música, do cinema, da política e de outros setores. Relembre, em ordem inversa, os famosos que partiram em 2014.

Márcio Thomaz Bastos

 

Um dos advogados criminalistas mais influentes do país, o ex-ministro da Justiça (governo Lula), Márcio Thomaz Bastos, morreu em 20 de novembro, aos 79 anos, em São Paulo. Foi chamado de “advogado do diabo” por sua atuação brilhante em casos polêmicos. Atualmente, coordenava a defesa das empreiteiras Camargo Corrêa e Odebretch, envolvidas na Operação Lava-Jato. Bastos ganhou projeção nacional ao participar do processo do mensalão, em 2012, como advogado de um dos réus, o ex-dirigente do Banco Rural, José Roberto Salgado.

Manoel de Barros

O poeta morreu  no dia 13 de novembro, aos 97 anos. Considerado um dos mais importantes representantes da poesia brasileira contemporânea, Manoel de Barros ganhou dois prêmios Jabuti e chegou a ser chamado de “o maior poeta vivo” por Carlos Drummond de Andrade.

Oscar de la Renta

Oscar de la Renta, o estilista dominicano que reformulou a imagem pública de primeiras-damas, musas da sociedade e celebridades do tapete vermelho com vestidos de gala que celebravam a sensualidade latina, o requinte europeu e a versatilidade americana, morreu no dia 20 de outubro em sua casa em Kent, Connecticut. Ele tinha 82 anos.

Jean-Claude Duvalier

Jean-Claude Duvalier, o autoproclamado “presidente vitalício” do Haiti, cujo regime corrupto e brutal provocou uma revolta popular e o levou ao exílio por 25 anos, morreu em 4 de outubro de um ataque cardíaco, aos 63 anos.

Eduardo Campos

O ex-governador de Pernambuco e candidato à presidência pelo PSB, Eduardo Campos, morreu no dia 13 de agosto em um acidente de avião em Santos pouco antes do início oficial da campanha. Ele tinha 49 anos e foi substituído na chapa por sua então vice, Marina Silva.

Lauren Bacall

Uma atriz cativante, cuja voz rouca e química fumegante com o marido e ator Humphrey Bogart  a transformaram em uma das maiores estrelas de cinema dos anos 1940. Décadas mais tarde Bacall ganhou prêmios Tony por musicais da Broadway. Ela morreu em 12 de agosto, aos 89 anos.

Robin Williams

O ator formado em Juilliard — uma das universidades de teatro e música mais conceituadas do mundo –, foi um comediante exibicionista que se tornou um dos mais versáteis e deslumbrantes talentos de Hollywood. Ele ganhou um Oscar por um papel dramático em “Good Will Hunting”. Foi encontrado morto em 11 de agosto, aos 63 anos.

Ariano Suassuna

O escritor paraibano escreveu mais de 15 peças de teatro e seis romances. Autor de livros como “O Auto da Compadecida” e “O Santo e a Porca”, morreu aos 87 anos vítima de uma parada cardíaca. Ele era membro da Academia Brasileira de Letras desde 1989.

João Ubaldo Ribeiro

O escritor João Ubaldo Ribeiro, autor de “Viva o Povo Brasileiro”, morreu em 18 de julho, aos 73 anos, vítima de embolia pulmonar. Ele estava em sua casa no Leblon, no Rio de Janeiro. O escritor fazia parte da Academia Brasileira de Letras.

Maya Angelou

Maya Angelou ganhou reconhecimento internacional como escritora com suas crônicas francas sobre histórias pessoais. Tornou-se uma personalidade por seu carisma e sua voz suave. Ela morreu em 28 de maio aos 86 anos.

Jair Rodrigues

O cantor Jair Rodrigues, um dos nomes do samba conhecido por suas parcerias com Elis Regina, morreu em 8 de maio, aos 75 anos, em sua casa em São Paulo. A causa da morte foi um infarto do miocárdio

Gabriel Garcia Marquez

O escritor colombiano ganhador do Prêmio Nobel mergulhou o mundo no realismo mágico, um estilo literário que mistura realidade, mito, amor e perda, em uma série de romances emocionalmente ricos. Tornou-se um dos escritores mais respeitados e influentes do século 20. Morreu em 17 de abril em sua casa na Cidade do México, aos 87 anos.

José Wilker 

O ator José Wilker teve uma extensa carreira, atuando em 49 filmes e 30 novelas. Morreu aos 69 anos na casa da namorada, a jornalista Claudia Montenegro, no Rio de Janeiro, vítima de um infarto fulminante, enquanto dormia.

Paco de Lucia

 

Um dos mestres do violão flamenco, Paco de Lucia morreu de um infarto no México em 26 de fevereiro. Ele tinha 66 anos.

Shirley Temple Black

 

A ex-estrela mirim, e posteriormente diplomata, ganhou fama com filmes na década de 1930 que alegravam espectadores mergulhados na Grande Depressão. Esses filmes a transformaram na menina mais famosa do mundo. Morreu em 10 de fevereiro, na Califórnia, aos 85 anos.

Philip Seymour Hoffman

Ganhador do Oscar por seu papel em “Capote”, o ator foi encontrado morto com uma agulha no braço em 2 de fevereiro, em seu apartamento em Nova York. Ele tinha apenas 46 anos e teria morrido de uma overdose acidental.

Ariel Sharon

sharon

O ex-primeiro-ministro de Israel estava em estado vegetativo permanente desde janeiro de 2006, quando sofre um acidente vascular cerebral. Ele morreu em 11 de janeiro, aos 85 anos.

 

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *