Início » Cultura » Mostra ‘Os Melhores Filmes do Ano’: um presente para quem gosta de cinema
Cinema

Mostra ‘Os Melhores Filmes do Ano’: um presente para quem gosta de cinema

Durante duas semanas, no CCBB do Rio, serão promovidas sessões dos títulos votados pela ACCRJ e debates, com a presença de críticos e convidados especiais. Por Solange Noronha

Mostra ‘Os Melhores Filmes do Ano’: um presente para quem gosta de cinema
Tropa de Elite 2 é um dos dez melhores filmes do ano

Na terça-feira, dia 22, começa no CCBB a IX Mostra Os Melhores Filmes do Ano, com os dez títulos mais votados pelos integrantes da Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro (ACCRJ). Lançados em 2010, nem todos tiveram longa temporada no circuito comercial, mesmo recebendo boas críticas e até prêmios — e esta pode ser a última chance de serem apreciados em película, como explica o curador do evento, Mario Abbade: “Por contrato, as cópias devem ser destruídas depois de certo tempo. Então, a mostra, que virou icônica, é uma oportunidade única para o público ver esses filmes no material e no espaço para o qual eles foram concebidos.”

Na primeira exibição dos dez filmes, as sessões são duplas e seguidas de debate com críticos e convidados especiais, entre os quais o cineasta José Padilha, a atriz Ingrid Guimarães e o psicanalista Jurandir Freire Costa (*veja a programação completa e mais informações abaixo). Diz Mario: “Os debates são a cereja do bolo. E cinema é debate e reflexão.”

Afinidade que leva ao diálogo

Os pares de filmes foram reunidos de forma a proporcionar um diálogo entre eles. “Há sempre alguma afinidade na escolha”, diz Carlos Alberto Mattos, participante já do primeiro dia, que tem talvez os títulos mais fortes da seleção: “A fita branca” e “Vincere”, ambos com visões originais sobre o ovo e o apogeu da serpente conhecida como nazismo e fascismo. A crueza do tema, porém, não afeta o entusiasmo do crítico: “A mostra já aconteceu em outros locais e agora volta ao CCBB, um ponto ótimo, que atrai cinéfilos de todos os tipos e lugares. Isso torna o debate mais animado e dá diversidade às perguntas.”

A crítica Maria Silvia Camargo estará presente à exibição de dois títulos mais leves: “Tudo pode dar certo” e “Um homem sério”: “Ambos falam das ironias da vida e do pouco controle que temos sobre ela. Woody Allen e os Irmãos Coen gostam de contar histórias de homens e mulheres fracassados — ou seja, 99% da humanidade. Seus protagonistas, Boris e Larry, lutam contra o destino”, diz ela. “Mas, desta vez, o alter ego de Woody Allen é mais ácido e agressivo, enquanto o personagem dos Coen se parece com os primeiros protagonistas de Allen: o sujeito vítima das circunstâncias, miserável diante dos desígnios da tragédia.”

Outros gêneros, outras semelhanças

Filmes de ação podem ser violentos ou mostrar o nascimento de super-heróis inusitados, como em “Tropa de elite 2” e “Kick-ass — Quebrando tudo”. Obsessão e investigação podem ter faces muito diferentes, como em “Mother — A busca pela verdade” e “Ilha do medo”. E a investigação, quando unida à literatura, pode gerar “O escritor fantasma” ou “O segredo dos seus olhos”.

Descobrir e discutir o que aproxima esses filmes um do outro com especialistas em cinema e outras áreas afins aos temas que eles apresentam é garantia de puro deleite para quem ama a sétima arte. A localização, no Centro da cidade, e os preços bem inferiores aos habituais tornam o programa ainda mais atraente. De quebra, há ainda a distribuição do catálogo da mostra, que costuma virar item de colecionador. Afinal, são 1.500 exemplares, mas o público que frequenta esta homenagem anual ao que o cinema tem de melhor a oferecer costuma ser muito mais numeroso. Bom sinal.

* IX MOSTRA OS MELHORES FILMES DO ANO
De 22 de fevereiro a 6 de março
Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro
Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
(21) 3808-2020 | ccbbrio@bb.com.br <http://ccbbrio@bb.com.br>
Cinepasse: R$ 10,00 e R$ 5,00 (meia), válido por 30 dias, para acesso às mostras de cinema (Cinemas 1 e 2), por meio de senhas, e à videoteca, por meio de agendamento. As senhas deverão ser retiradas uma hora antes de cada sessão. Durante os debates haverá também sorteio de livros.
www.twitter.com/ccbb_rj <http://www.twitter.com/ccbb_rj>
Programação:
1ª Semana
22/02 (terça)
15h30 A Fita Branca (Das Weisse Band — Eine Deutsche Kindergeschichte), de Michael Haneke (Alemanha/França/Austria/Itália) – 144 min, 16 anos.
18h Vincere, de Marco Bellocchio (Itália/Alemanha) – 128 min, 16 anos.
Após a última sessão, debate com os críticos Carlos Alberto Mattos, Leonardo Luiz Ferreira e Luiz Gallego. Convidado: Silvio Da-Rin (cineasta).
23/02 (quarta)
15h30 Ilha do Medo (Shutter Island), de Martin Scorsese (EUA) – 148 min, 14 anos.
18h Mother — A Busca pela Verdade (Madeo), de Bong Joon-ho (Coréia do Sul) – 128 min, 14 anos.
Após a última sessão, debate com os críticos Mario Abbade e Gilberto Jr., Convidados: Fernando Ceylão (autor, ator e diretor) e Jurandir Freire Costa (psicanalista).
24/02 (quinta)
16h Tropa de Elite 2, de José Padilha (Brasil) – 118 min, 16 anos.
18h Kick-Ass — Quebrando Tudo (Kick-Ass), de Matthew Vaughn (EUA/Inglaterra) – 118 min, 18 anos.
Após a última sessão, debate com os críticos Marcelo Janot, Ricardo Cota e Ricardo Largman. Convidados: José Padilha (cineasta) e Arnaldo Branco (quadrinista).
25/02 (sexta)
15h30 O Escritor Fantasma (The Ghost Writer), de Roman Polanski (França/Alemanha/Inglaterra) – 128 min, 12 anos.
18h  O Segredo dos seus Olhos (El secreto de sus ojos), de Juan José Campanella (Argentina/Espanha) – 127 min, 16 anos.
26/02 (sábado)
16h Tropa de Elite 2, de José Padilha (Brasil) – 118 min, 16 anos.
27/02 (domingo)
15h30 A Fita Branca, de Michael Haneke (Alemanha/França/Austria/Itália) – 144 min, 16 anos.
2ª Semana
01/03 (terça)
16h Tudo Pode dar Certo (Whatever Works), de Woody Allen (EUA/França) – 98 min, 12 anos.
18h Um Homem Sério (A Serious Man), de Joel e Ethan Coen (EUA/França/Inglaterra) – 105 min, 14 anos.
Após a última sessão, debate com os críticos Maria Silvia Camargo, Denise Lopes, Mario Abbade. Convidados: Ingrid Guimarães (atriz) e Arnaldo Bloch (jornalista e escritor).
02/03 (quarta)
15h30 O Escritor Fantasma (The Ghost Writer), de Roman Polanski (França/Alemanha/Inglaterra) – 128 min, 12 anos.
18h O Segredo dos seus Olhos (El secreto de sus ojos), de Juan José Campanella (Argentina/Espanha) – 127 min, 16 anos.
Após a última sessão, debate com os críticos Daniel Schenker, Mario Abbade e Rodrigo Fonseca. Convidado: Marcelo Pedreira (romancista, dramaturgo e diretor de teatro).
03/03 (quinta)
15h30 Ilha do Medo (Shutter Island), de Martin Scorsese (EUA) – 148 min, 14 anos.
18h Mother — A Busca pela Verdade,  de Bong Joon-ho (Coréia do Sul) – 128 min, 14 anos.
04/03 (sexta)
16h Tudo Pode dar Certo (Whatever Works), de Woody Allen (EUA/França) – 98 min, 12 anos.
18h Um Homem Sério (A Serious Man), de Joel e Ethan Coen (EUA/França/Inglaterra) – 105 min, 14 anos.
05/03 (sábado)
16h Kick-Ass — Quebrando Tudo (Kick-Ass), de Matthew Vaughn (EUA/Inglaterra) – 118 min, 18 anos.
06/03 (domingo)
15h30 Vincere, de Marco Bellocchio (Itália/Alemanha) – 128 min, 16 anos.
Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *