Início » Cultura » Música » Morre Raul Seixas
NESTA DATA

Morre Raul Seixas

Em 21 de agosto de 1989, morreu o cantor e compositor Raul Seixas

Morre Raul Seixas
As letras de Raul Seixas são marcadas pelo misticismo e pela rebeldia (Foto: Reprodução/Youtube)

Em 21 de agosto de 1989, morreu o cantor e compositor Raul Seixas, considerado um dos pioneiros do rock brasileiro. Sua música ficou conhecida pela mistura de diversos elementos, como o blues americano e sertanejo nordestino, e pelas suas letras marcadas pelo misticismo e rebeldia.

Raul dos Santos Seixas nasceu em 28 de junho de 1945, em Salvador, na Bahia. Foi na adolescência que teve seu primeiro contato com o rock ‘n’ roll, levando-o a criar a sua primeira banda, chamada “Os Relâmpagos do Rock” (que posteriormente se chamou “The Panthers” e “Raulzito e os Panteras”). Em 1967, a banda vai ao Rio de Janeiro, a convite do cantor Jerry Adriani, e no ano seguinte lançam o álbum “Raulzito e os Panteras”. Entretanto, não fez sucesso e a banda se separou.

Anos depois, Raul trabalhou como  produtor da gravadora CBS. Lá, gravou seu segundo álbum, o “Sociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão das 10”. Mas a gravadora o retirou do mercado “por não se enquadrar na linha da gravadora”.

Raul somente alcançou o sucesso a partir de 1973, com o lançamento do álbum “Krig-ha, Bandolo!”, com a canção principal “Ouro de Tolo”. Algumas das composições do álbum foram em parceria com o escritor Paulo Coelho. A partir daí, Raul passou a ser perseguido pelo regime militar e foi preso.

Após se exilar nos Estados Unidos, voltou ao Brasil no ano seguinte. O cantor começou a se envolver com o ocultismo e a estudar filosofia e psicologia, e com isso, suas letras passaram a ter grande influência desses conhecimentos. Em 1974, lançou o álbum “Gita”, que vendeu cerca de 600 mil cópias. Os dois discos seguintes consolidaram o seu sucesso: “Novo Aeon” (1975) e “Há Dez Mil Anos Atrás” (1976).

Com o passar dos anos, Raul desenvolveu problemas de saúde aliados ao seu alcoolismo. Em 1979, se internou para tratar das doenças que o afetavam. Entretanto, dez anos mais tarde o cantor morreu com 44 anos, vítima de uma pancreatite aguda.

Fontes:
E-biografias-Raul Seixas
UOL Educação-Raul Seixas

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *