Início » Cultura » Músicos demitidos da OSB se apresentam no Rio de Janeiro
OSB

Músicos demitidos da OSB se apresentam no Rio de Janeiro

Diante uma plateia de mais de mil pessoas, ex-integrantes da Orquestra Sinfônica Brasileira realizam concerto-manifesto

Músicos demitidos da OSB se apresentam no Rio de Janeiro
Ex-integrantes da OSB se apresentam na Lapa

Enfrentando uma crise na Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB) desde o início de 2011, os músicos demitidos pela instituição realizaram um concerto-manifesto neste sábado, 30, na Escola de Música da UFRJ, na Lapa. Ao todo, 70 integrantes se apresentaram, o que não representa o total de ex-membros da orquestra, ao lado da pianista Cristina Ortiz.

De acordo com Deborah Cheyne, musicista e presidente do Sindicato dos Músicos do Estado do Rio de Janeiro (SindMusi), também ex-integrante da OSB, o evento reuniu um público de aproximadamente mil pessoas. Na plateia, a velha guarda da orquestra.

Deborah anunciou uma lista de agradecimentos a todos que apoiaram os músicos desde o início da crise, e leu um manifesto político em nome de todos os demitidos.

Em março, diversos músicos foram afastados da OSB por terem se recusado a participar das avaliações de desempenho propostas pela orquestra. Após meses de polêmicas, a Fundação resolveu trocar as demissões por advertências e repensar o modelo de avaliação. Os músicos, entretanto, exigiam a renúncia do maestro Roberto Minczuk para voltarem ao trabalho.

Neste domingo, 01, o grupo de metais, formado por músicos demitidos da OSB, se apresenta no Complexo do Alemão, em homenagem ao Dia do Trabalho. Na segunda-feira, uma nova assembleia será realizada para discussão do assunto. De acordo com a fundação, as negociações para recontratação dos músicos haviam sido encerradas com sucesso, mas a presidente do SindMusi afirma que o assunto não está resolvido. “A gente sempre está com a sensação de que está tudo simplesmente começando”.

Fontes:
G1 - Músicos demitidos da OSB realizam concerto-manifesto no Rio

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Fernando Bicudo disse:

    Não poderia jamais imaginar que uma instituição como a Orquestra Sinfônica Brasileira passaria por tamanha crise.
    Rezo para que predomine o bom-senso, a serenidade e o respeito e se encontre uma solução que preserve os empregos dos músicos e que os Conselheiros da FOSB consigam melhorar os níveis salariais, as condições ideais de trabalho e o desejado aprimoramento artístico.
    A classe artística, os assinantes da OSB e todo o povo brasileiro anseia pela preservação da trajetória histórica desta que é a mais tradicional orquestra sinfônica do país.
    Que Deus abençoe a todos com Sabedoria e Paz!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *