Início » Cultura » O massacre da Praça da Paz Celestial
NESTA DATA

O massacre da Praça da Paz Celestial

No dia 4 de junho de 1989, o governo chinês massacrou manifestantes na Praça da Paz Celestial, em Pequim

O massacre da Praça da Paz Celestial
A foto 'O Rebelde Desconhecido' ficou famosa em todo o planeta durante as manifestações na China (Foto: Flickr)

Pequim, capital da China, enfrentou uma série de protestos entre 15 de abril e 4 de junho de 1989, data do fatídico massacre da Praça da Paz Celestial. Manifestantes estavam acampados na praça para reivindicar liberdade política e, ao reprimir o movimento, o governo utilizou a força e provocou um grande número de mortes. Não há um número oficial, mas estima-se que chegue à casa de milhares de pessoas. Os que sobreviveram foram presos e o assunto é até hoje censurado pelo governo chinês.

O contexto global da época era que movimentos semelhantes aconteciam em quase todos os países socialistas durante a década de 1980 e acabaram com quase todos os governos repressores. Uma das administrações que sobreviveram foi a da China, porém com alterações na sua política, com ligeira abertura política e econômica.

O protesto começou após um grupo de estudantes reivindicar um encontro com o primeiro-ministro do país, Li Peng. Após a negativa, iniciaram a greve e ocuparam a praça no início de abril. Após quase dois meses, o governo resolveu encerrar o protesto de forma violenta e massacrou o movimento.

Fontes:
BBC-25 anos após massacre da Praça da Paz Celestial, tema ainda é censurado na China

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *