Início » Cultura » Artes Plásticas » Obra de Francis Bacon é leiloada por US$142,2 milhões em Nova York
O quadro mais caro da história

Obra de Francis Bacon é leiloada por US$142,2 milhões em Nova York

Cerca de 10 mil convidados lotaram a galeria Christie's para presenciar o evento, que movimentou um total de US$ 691,5 milhões

Obra de Francis Bacon é leiloada por US$142,2 milhões em Nova York
William Acquavella, um negociador de arte de Nova York, comprou a pintura para um cliente que preferiu não se identificar (Reprodução/NewYorkTimes)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O conjunto de três quadros de Francis Bacon, “Um Estudo de Lucian Freud”, de 1969, foi vendido na noite de terça-feira, 12, na galeria Christie’s, em Nova York, por US$142,4 milhões de dólares, tornando-se a obra de arte mais cara já vendida em leilão. William Acquavella, um negociador de arte de Nova York, comprou a pintura para um cliente que preferiu não se identificar.

Leia mais: Leilões de arte prometem movimentar valores recorde

O valor obtido pela pintura, que retrata Lucian Freud, amigo e rival de Bacon, sentado em uma cadeira de madeira, superou as estimativas da Christie’s, que iniciou o leilão com o lance mínimo de US$ 85 milhões. A obra também derrubou o recorde anterior estabelecido em maio de 2012, quando o famoso quadro de Edvard Munch, “O Grito”, foi vendido na Sotheby’s por US$ 119,9 milhões.

A Christie’s investiu pesadamente em uma campanha de marketing durante mais de um mês para chamar atenção para o leilão, anunciando a venda como um marco no mercado, onde o maior número de pinturas e esculturas estimados em mais de US$20 milhões cada, seria vendido de uma só vez.

Cerca de 10 mil convidados lotaram a galeria para assistir o leilão. As vendas movimentaram um total de US$ 691,5 milhões, muito acima dos 670,4 milhões estimados pela Christie’s,  tornando o leilão o mais caro da história.

Das 69 obras postas à venda, apenas seis não foram compradas. Ao todo, 10 recordes mundiais em termos de valores obtidos foram quebrados na venda de quadros de artistas como Francis Bacon, Christopher Wool, Ad Reinhardt, Donald Judd e Willem de Kooning.

 

Veja outros quadros leiloados na Christie’s nesta terça:

1. Gerhard Richter: “Abstraktes Bild”, 1994, US$20,88 milhões

 

2. Andy Warhol: “Coca-Cola”, 1962, US$57,28 milhões

 

3. Jeff Koons: “Balloon Dog”, 1994-2000, US$58,4 milhões

 

4. Jean-Michel Basquiat, Sem nome, 1982, US$12,03 milhões

 

5. Mark Rothko: Sem nome, data desconhecida, US$46,08 milhões

 

6. Jackson Pollock: “Number 16”, 1949, US$32,64 milhões

 

7. Roy Lichtenstein: “Seductive Girl”, 1996, US$31,52 milhões

 

8. Willem de Kooning: “Untitled 8”, 1977, US$32,1 milhões

 

9. Christopher Wool: “Apocalipse Now”, 1988, US$26,5 milhões


Fontes:
The New York Times - At $142.4 Million, Triptych Is the Most Expensive Artwork Ever Sold at an Auction
Financial Times - Bacon’s $142m Freud triptych smashes auction record

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Áureo Ramos de Souza disse:

    Existem telas ou trabalhos de grandes artistas que parece que na hora de fazer a OBRA e não vinha inspiração o pintor se arretou e jogou as tintas na tela e virou celebridade.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *