Início » Cultura » Versão inédita de Vivaldi é encontrada 270 anos após sua morte
Antonio Vivaldi

Versão inédita de Vivaldi é encontrada 270 anos após sua morte

Encontrada na Itália, a ópera Orlando Furioso estava esquecida entre papéis da livraria pessoal de Vivaldi

Versão inédita de Vivaldi é encontrada 270 anos após sua morte
Retrato de Vivaldi (1678-1741) exposto no Civico Museo Bibliografico Musicale, em Bolonha (Reprodução/Corbis)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Descrita por especialistas como “uma bomba no mundo da ópera barroca”, uma nova versão da ópera Orlando Furioso, de Vivaldi, foi encontrada 270 anos após a morte do compositor. O manuscrito data de 1714, treze anos antes de Vivaldi compor sua última obra.

A obra contém 20 novas árias inéditas, todas compostas na mesma época em que Vivaldi trabalhava em As quatro estações, ópera tida como a peça mais regravada da história da música clássica.

“É uma novidade para todos. É muito empolgante”. O manuscrito esteve todo o tempo em uma biblioteca italiana, entre uma vasta quantidade de papéis de Vivaldi. Porém, foi ignorado por não carregar o nome do compositor.

Em 1714, Orlando Furioso, foi uma grande atração do Teatro San Angelo, em Veneza, com 40 apresentações (um grande número para a época). Os diretores do Teatro San Angelo eram Vivaldi e seu pai, que também era músico. O fato que esta ópera era do próprio Vivaldi passou despercebido na época.

Musicólogos acreditam que, por Vivaldi ainda ser padre, talvez ele não quisesse atrair atenção para outra atividade vista na época como leviana. Outra teoria diz que ele não queria ser visto como uma figura dominante no Teatro San Angelo, tendo outra ópera lá encenada.

O manuscrito foi encontrado na Biblioteca Nazionale, em Turim, na livraria pessoal de Vivaldi. De alguma forma acabou sendo catalogado como a revisão de um já existente Orlando Furioso, do jovem compositor bolonhês, Giovanni Alberto Ristori.

A ópera será gravada e lançada em novembro pelo selo francês, Naïve, em sua coleção de edições de Vivaldi.

Fontes:
The Guardian-Vivaldi's lost masterpiece is found in library archives

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *