Início » Cultura » Paraty na lista dos nomeados como Patrimônio Mundial da Unesco
UNESCO

Paraty na lista dos nomeados como Patrimônio Mundial da Unesco

Escolhas de nomeações como patrimônios mundiais da Unesco seguem até o próximo dia 10 de julho

Paraty na lista dos nomeados como Patrimônio Mundial da Unesco
Paraty está na lista sobre locais que combinam elementos naturais e culturais (Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Inaugurada em 1978, a lista de sítios da Unesco inclui destinos famosos como o Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos, o Taj Mahal, na Índia, Petra, na Jordânia, e as Ilhas Galápagos, no Equador.

A lista de indicações de 2019 é dividida em diferentes categorias – de propriedades naturais, como o Parque Nacional Vatnajökull, na Islândia; a locais culturais, como a Babilônia, no Iraque; e locais mistos, que combinam elementos naturais e culturais, como Paraty, no Brasil.

Esta semana, o comitê responsável pela lista iniciou 11 dias de deliberações em Baku, no Azerbaijão, para decidir quais destinos devem ser adicionados a um portfólio que já nomeia 1.092 lugares em 167 países. Aqueles que obtiverem o grau ganharão uma valiosa moeda turística, bem como a proteção nominal transmitida pela Unesco.

Em janeiro de 2019, os Estados Unidos deixaram a Unesco, alegando que a organização era antissemita, porque havia concedido plena adesão à Palestina e identificado antigos locais judeus como locais de herança palestina. Israel também cortou laços com a agência. Mesmo assim, há uma indicação nos EUA: a arquitetura do século 20 de Frank Lloyd Wright.

Irina Bokova, diretora-geral da Unesco, em um comunicado divulgado em 2017, quando os Estados Unidos demonstraram sua intenção de deixar a entidade, chamou a retirada dos Estados Unidos de “uma perda para a Unesco”.

As seleções para 2019 seguem uma longa avaliação durante a qual especialistas de campo são enviados para verificar os destinos indicados e avaliar o que está sendo feito para preservá-los. Os lugares que não são selecionados ainda podem ser indicados nos anos subsequentes.

A conta do Twitter da Unesco  anunciará novas inscrições conforme forem decididas. O processo será concluído até 10 de julho.

Aqueles que se reunirem no Azerbaijão também darão uma olhada no estado de conservação das propriedades na Lista do Patrimônio Mundial em Perigo. No ano passado, o Comitê votou a favor da remoção do segundo maior recife de coral do mundo, o sistema Reserva da Barreira de Corais do Belize, após o governo de Belize trabalhar com grupos não governamentais para proteger o recife.

Este ano, locais como o Vale de Kathmandu, no Nepal, e a Cidade Antiga de Nessebar, na Bulgária, são propostos como novos acréscimos à lista do Patrimônio Mundial em Perigo.

Enquanto isso, o Local de Nascimento de Jesus, a Igreja da Natividade e a Rota de Peregrinação, na Palestina, e os Salitre Humberstone e Santa Laura, no Chile, devem ser examinados como potencialmente merecedores de serem removidos da lista “em perigo”.

Nomeado de 2019

Lugares naturais:

• Santuários de Aves Migratórias ao longo da Costa do Mar Amarelo – Bohai (Golfo da China)

• Florestas Hircanianas (Irã)

• Complexo Florestal de Kaeng Krachan (Tailândia)

• Terras Austrais Francesas e Mares (França)

• Alpi del Mediterraneo – Alpes de la Méditerrané (França/Itália/Mônaco)

• Parque Nacional Vatnajökull (Islândia)

Lugares mistos (naturais e culturais):

• Extensão do Patrimônio Natural e Cultural da região de Ohrid, Macedônia do Norte (Albânia)

• Paraty – Cultura e Biodiversidade (Brasil)

Locais culturais:

• Sítio antigo de metalurgia ferrosa (Burkina Faso)

• Montes de Dilúvio (Bahrein)

• Babilônia (Iraque)

• Paisagem Cultural Budj Bim (Austrália)

• Ruínas Arqueológicas da Cidade de Liangzhu (China)

• Cidade de Jaipur, Rajasthan (Índia)

• Patrimônio Mineiro de Ombilin de Sawahlunto (Indonésia)

• Grupo Mozu-Furuichi Kofun: Túmulos Montados do Japão Antigo (Japão)

• Sítios de Jarros Megalíticos em Xiengkhuang –Plain of Jars (República Popular Democrática do Laos)

• Bagan (Mianmar)

• Seowon, Academias Neo-Confucianas Coreanas (República da Coreia)

• Estrada Alpina de Grossglockner (Áustria)

• Fronteiras do Império Romano – Os Limes do Danúbio (Áustria/Alemanha/Hungria /Eslováquia)

• Áísínai’pi (Canadá)

• Região Mineira de Erzgebirge / Krušnohoří (República Checa/Alemanha)

• Paisagem para Criação e Treinamento de Cavalos de Transporte Cerimonial em Kladruby nad Labem (República Tcheca)

• Sistema de Gerenciamento de Água de Augsburg (Alemanha)

• Região de mineração de sílex listrado pré-histórico Krzemionki (Polônia)

• Edifício Real de Mafra – Palácio, Basílica, Convento, Jardim Cerco e Parque de Caça, Tapada (Portugal)

• Santuário do Bom Jesus do Monte em Braga (Portugal)

• Monumentos da Antiga Pskov (Rússia)

• Risco Caido e a Paisagem Cultural das Montanhas Sagradas de Gran Canaria (Espanha)

• Observatório do Banco Jodrell (Reino Unido)

• Centro Histórico de Sheki com o Palácio do Khan (Azerbaijão)

• Le Colline del Prosecco de Conegliano a Valdobbiadene (Itália)

• A arquitetura do século XX de Frank Lloyd Wright (Estados Unidos)

• Cidade Submersa de Port Royal – Um Relíquia e Paisagem Cultural Continuada (Jamaica)

• Rota Transistânea Colonial do Panamá (Panamá)

Lugares propostos para inscrição na Lista do Patrimônio Mundial em Perigo:

• Sundarbans (Bangladesh)

• Cidade Antiga de Nessebar (Bulgária)

• Patrimônio Natural e Cultural da região de Ohrid (Albânia/Macedônia do Norte)

• Ilhas e Áreas Protegidas do Golfo da Califórnia (México)

• Vale de Kathmandu (Nepal)

• Babilônia (Iraque)

Lugares a serem examinados em vista da possível retirada da Lista em Perigo:

• Local de nascimento de Jesus: Igreja da Natividade e Rota da Peregrinação, Belém (Palestina)

• Salitre Humberstone e Santa Laura (Chile)

Fontes:
CNN-These are the 2019 nominees for UNESCO's list of World Heritage Sites

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *