Início » Cultura » Páscoa: origem e simbologia
CULTURA

Páscoa: origem e simbologia

A festa tem significados históricos que vão muito além do caráter comercial

Páscoa: origem e simbologia
Símbolos que hoje adotamos, como o coelhinho e os ovos doces, surgiram como representantes de vida nova (Reprodução/Internet)

Páscoa lembra supermercados lotados, com ovos de chocolate de todos os tipos e tamanhos pendurados; aquela preocupação para calcular quantos são necessários para presentear amigos e parentes, enfrentar filas e programar a ceia de família. No entanto, essa festa tem um histórico com significados que vão muito além do caráter comercial e variam de acordo com as crenças de cada povo.

A Páscoa aparece na história como um rito de passagem. Era comemorada entre povos europeus há milhares de anos, durante o mês de março, para celebrar a mudança da estação: do inverno para a primavera. Outro aspecto da data festiva é o da prosperidade, da fertilidade. O começo da primavera tinha uma importância especial para as populações antigas que habitavam regiões de inverno rigoroso, pois representava maiores chances de sobrevivência e de produção de alimentos.

Como os índices de mortalidade durante o período frio do ano eram altíssimos na Europa antiga, os símbolos que hoje adotamos, como o coelhinho e os ovos doces, surgiam como representantes de vida nova. O coelho lembra a fertilidade, pela sua ampla e rápida capacidade de reprodução, e os ovos são a própria vida que surge.
Fazia parte dos hábitos dos persas, romanos, judeus e armênios oferecer ovos coloridos nessa época.

Raízes no paganismo

Segundo a Enciclopédia Britannica, o nome Páscoa, assim como o de outras festas como Natal, mostra que os cristãos se apoderaram de feriados e nomes pagãos para suas festividades – o que, como lembra a publicação, parece ser um fato dúbio, já que os cristãos costumavam combater com veemência as tradições pagãs. Para justificar sua afirmação, a enciclopédia cita como uma das versões para a denominação Páscoa a aproximação da versão em inglês da palavra – Easter – com Eostre ou Eostrae, a deusa anglo-saxônica da primavera e da fertilidade. Existe ainda a hipótese de os termos Easter (do inglês) e Ostern (do alemão) terem se originado do nome antigo de um mês germânico – Eostremonat.

O vocábulo Páscoa, no português, teria vindo do nome em hebraico da festa judaica à qual está intimamente ligado, e que representa passagem: Pessach. Enquanto os pagãos celebravam a transição do inverno para a primavera, o motivo de comemoração para os judeus era a superação da escravatura no Egito, com a conquista da liberdade da terra prometida, que foi feita com a travessia do Mar Vermelho liderada por Moisés. Até hoje a Páscoa para a comunidade judaica dura oito dias e atrai grande fluxo de visitantes em Jerusalém e na Cisjordânia.

Para os cristãos a Páscoa representa a Ressurreição de Jesus Cristo depois da sua morte por crucificação, que teria ocorrido nesta época do ano em 30 ou 33 d.C. A maneira como é calculada a data do feriado cristão, no entanto, é mais um aspecto que remete às tradições pagãs, já que se relaciona com a lua cheia. O domingo de Páscoa é o primeiro após a primeira lua cheia a partir do equinócio vernal.

O equinócio vernal, o primeiro dia da Primavera no hemisfério Norte, é sempre em 20 ou 21 de março. Essa data apresenta variação devido aos anos bissextos, que deslocam o calendário das estações em um dia. No equinócio acontece um fenômeno: o dia e a noite têm a mesma duração, de 12 horas cada um.

60 Opiniões

  1. Frederico Gondim disse:

    A Páscoa, na verdade, foi criada por Deus. Ao lermos o capítulo 12 de Êxodo, encontramos sua origem e seu significado. Na verdade, a Páscoa não era para ser mais comemorada. Ela foi substituída por Cristo pela Santa Ceia, assim como o sacrifício de cordeiros também foi extinta, pois era apenas uma ilustração do “Cordeiro de Deus que, tira o pecado do Mundo.” Cristo é o Cordeiro de Deus.
    Deveríamos todos comemorar a Santa Ceia e o Lava-pés, como Cristo nos ensinou, e fazê-lo em Sua memória.
    Abraço a todos.

  2. Ricardo disse:

    amei esta matéria, fica claro q o modo como o mundo hj comemora a páscoa é errado, virou uma festa suja misturada com crenças pagãs, felizmente ainda tem um povo hj q comemora a páscoa do jeito q tem q ser comemorada, sem coelhinho, sem ovinho e sem nada q suja essa importante data q relembra o sacrifício de Jesus e q substituiu a páscoa judaica da saída do povo de Deus do egito, essa comemoração é feita pelas testemunhas de Jeová uma vez por ano e será comemorada dia 9 de abril desse ano, todos estão convidados para participarem dessa data muito importante, felizmente existe um caminho q leva a vida eterna e espero q encontrei assim como eu encontrei!!!

  3. marcos jeliel disse:

    por favor alguém pode me responder qual é a origem do nome páscoa?
    obrigado pela atenção,abração do marcos

  4. jayme endebo disse:

    concordo com o comentario de salim levi e gostaria de acrescentar que é um costume judaico de deixar um ovo na mão do morto quando este for enterrado pois simbploza uma vida que se vai outras vidas que virão, numa renovação constante da Criação.
    Como Jesus foi judeu, talvez a simbologia do ovo tenha vindo desta simbologia.

  5. Salim Levi disse:

    So para complementar, a palavra PASCOA deriva do Hebraico "PESSAH". Esta explicado na Biblia a sua origem. E a "PASSAGEM" do Criador pelas casas dos Judeus cujas portas foram assinaladas com o sangue do Sacrificio de un cordeiro para serem poupados da praga " morte dos primogenitos". Esta praga foi a decima e ultima sentenciada pelo Criador aos Egipcios que mantinham os Judeus como escravos. Dai surge a decisao e ordem do FARAO para a Libertaçao do povo Judeu da escravidao no Egito..
    Isto se deu na noite do 14o. para o 15o. dia do mes de Nissan (calendario Hebraico-Lunar)que se torna uma data movel no calendario Gregoriano. Esta noite, o judeus comemoram a Pascoa com un Jantar festivo(SEDER-em hebraico) com reuniao familiar para lembrar a historia e consequente libertaçao do seu povo da escravidao no Egito.
    jESUS como todos os Judeus comemoroava esta data, e da comemoraçao da ultima seia (SEDER), sua morte e ressurreiçao surgiu a semana santa.
    P.S. Os cristaos ortodoxos so comemoram a ressureiçao de Cristo depois da Pascoa Judaica seguindo o calendario Lunar.

  6. andressa disse:

    eu achei interessante o que vc falou

  7. FIDELIS JR. disse:

    Artigo interessante e bem esclarecedor. Minha dúvida era quanto a origem da simbologia relacionada ao coelho e ao ovo ( de chocolate?). Entretanto, que fique claro minha total certeza quanto ao verdadeiro significado profético que ela representa – a saída do povo de Israel do Egito e o sacrifício do cordeiro com a nossa saída deste mundo e o sacrifício do nosso Jesus na cruz por nós e sua ressureição.

  8. andreza disse:

    eu achei muito interresante
    alem disso me deu uma boa nota em religiao achei super legal queria ver outros com outras datas comemorativas coloquem e me avisem no meu orkut

  9. wleide Reineldis disse:

    adorei tudo que esta escrito nessa pagina ok
    voçês estão de parabêns

  10. maleila vargas disse:

    Era a nossa discussão na hora do almoço. Procurei e encontrei a resposta, que acabou como a nossas duvidas na mesa.Um fim de domingo de Pascoa lindo pra todos.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *