Início » Cultura » PD James, criadora do detetive Adam Dalgliesh, morre aos 94 anos
Obituário

PD James, criadora do detetive Adam Dalgliesh, morre aos 94 anos

Autora de vários romances policiais, PD James morreu em sua casa em Oxford. Seu maior sucesso foi a série de livros sobre o detetive Dalgliesh

PD James, criadora do detetive Adam Dalgliesh, morre aos 94 anos
PD James lançou seu primeiro livro em 1962 (Reprodução/Guardian)

Morreu nesta quinta-feira, 27, aos 94 anos, a escritora inglesa Phyllis Dorothy James. Conhecida como PD James, a britânica foi autora de vários romances policiais, o mais famoso foi estrelado pelo personagem Adam Dalgliesh, e rendeu uma série de 14 livros. Segundo o agente de James, ela morreu tranquilamente em sua casa.

As obras de PD são famosas por representar as transformações sofridas pela sociedade inglesa. Seu primeiro livro foi “Cover her face”, de 1962, que contava a história do assassinato de uma empregada, horas após anunciar o casamento com um dos filhos de seus patrões aristocratas. O livro chegou ao Brasil em 1984, sob o nome de “A chantagista”. Hoje pode ser encontrado como “O Enigma de Sally”.

Muitas das obras de PD foram adaptadas para o cinema e para a televisão. “Children of Men” é um dos que obteve maior sucesso, estrelado por Clive Owen e Julianne Moore, foi indicado a três Oscars.

PD James nasceu em Oxford no ano de 1920, deixou a escola aos 16 anos para ajudar o pai em sua carreira no serviço público. Aos 21 anos se casou com Ernest White. Morando em Londres com o marido, PD teve duas filhas durante a Segunda Guerra Mundial, para a qual seu marido foi enviado. White voltou severamente abalado da guerra, obrigando a escritora a procurar emprego para cuidar de toda a família.

PD James sempre sonhou ser escritora e quando seu marido foi internado no hospital e a filhas estavam no colégio interno, passou a ter tempo para se dedicar à escrita. A paixão por romances policiais, talvez criada em seu período trabalhando com os agentes, inspirou sua escrita.

Dalgliesh, seu principal personagem, era descrito pela sua criadora como “um detetive com qualidades que eu admiro”. A carreira de Dalgliesh evoluiu conjuntamente com o sucesso das obras de Phyllis.

Em 1980, após escrever “Sangue Inocente”, conseguiu dinheiro suficiente para se aposentar e se dedicar exclusivamente a sua carreira artística. “No início daquela semana, eu estava relativamente pobre e, no fim da semana, eu já não estava mais”, contou PD.

PD James afirmou que não mataria o seu personagem, continuaria escrevendo enquanto pudesse e Dalgliesh se aposentaria e morreria junto com ela. PD James morreu aos 94 anos, em sua casa em Oxford, e Dalgliesh também.

Fontes:
O Globo-Morre a escritora inglesa PD James, aos 94 anos

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *