Início » Cultura » Por que livros de capa dura saem antes das edições de bolso?
Livros

Por que livros de capa dura saem antes das edições de bolso?

Mesmo com todas as previsões pessimistas, o livro de papel tem até agora se provado resiliente

Por que livros de capa dura saem antes das edições de bolso?
No passado, esperava-se que um best-seller vendesse quatro vezes mais edições de bolso do que de capa dura (Reprodução/AlphaPress)

O vencedor do Man Booker Prize esse ano, anunciado em 14 de outubro, foi “The Narrow Road to the Deep North”, uma narrativa angustiante de Richard Flanagan sobre os prisioneiros australianos da guerra na Birmânia. E como a maioria dos títulos indicados para o prêmio, até o momento só pode ser obtido em capa dura na maioria das lojas. Um objeto com 22 centímetros de comprimento, e 464 páginas de grossura, que pesa mais de meio quilo, não é o mais conveniente para se carregar por aí. E não sai barato, a £16.99 no Reino Unido e $26.95 nos Estados Unidos. Uma edição mais leve e barata, de bolso, será publicada no ano que vem em ambos países. Mas por que livros são sempre lançados primeiro no formato mais pesado e caro, a capa dura?

Se trata de uma estratégia de vendas conhecida como “windowing”, ou “janelando”, que é também utilizada na indústria cinematográfica – filmes são lançados no cinema meses antes de se tornarem disponíveis em DVD. E como ingressos de cinema, livros de capa dura geram mais lucro por unidade vendida do que livros de bolso. E da mesma forma que cinéfilos gostam de ver filmes na tela grande, colecionadores de livros apreciam a qualidade superior das edições de capa dura.

Mesmo com todas as previsões pessimistas, o livro de papel tem até agora se provado resiliente. Mas se o formato digital é de fato uma ameaça, é sem dúvida às edições de bolso. Leitores que resistem aos preços das capas duras e esperam o lançamento das edições de bolso agora têm uma alternativa ainda mais leve, barata e ecológica, que eles não precisam esperar para comprar. “The Narrow Road to the Deep North”, por exemplo, já está disponível como e-book, e custa menos de £6 (ou 10 dólares). No passado, esperava-se que um best-seller vendesse quatro vezes mais edições de bolso do que de capa dura, mas alguns lançamentos mais recentes venderam mais em capa dura à medida que os leitores dos livros de bolso passam a preferir os e-books. Alguns no setor acreditam que os e-books possam chegar a substituir completamente as edições de bolso. Mas a maioria continua confiante que as sólidas edições em capa dura vão ficar.

 

 

Fontes:
The Economist-Why books come out in hardback before paperback

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *