Início » Cultura » Programação da semana
Concertos

Programação da semana

Rio de Janeiro

CAMERATA DE VIOLÕES. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2332-9160, Metrô Cinelândia. Domingo (5), 17h. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 13h (dom.). Estac. (R$ 5,00).

KAREN GOMYO. A violinista nascida em Tóquio em 1982 começou a tocar aos 5 anos, no Canadá, país para o qual se mudou aos 2 anos. Costuma se apresentar com orquestras como a Los Angeles Philharmonic e as sinfônicas de Houston e Baltimore. Com um raro Stradivarius "Ex Foulis", de 1703, ela vai interpretar, ao lado da Orquestra Sinfônica Brasileira, o belo Concerto para Violino em Mi Menor, Op. 64, de Mendelssohn. Obras de Milhaud, Roussel e Villa-Lobos completam o programa regido por Roberto Minczuk. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2332-9160, Metrô Cinelândia. Sexta (3), 20h; sábado (4), 16h. R$ 68,00 (balcão) e R$ 132,00 (plateia). Bilheteria: a partir das 13h (sex. e sáb.). Manobr. grátis. Estac. (R$ 5,00).

NICOLAS DE SOUZA BARROS. Apresentação de guitarra barroca e violão de oito cordas. Souza Barros interpreta Villa-Lobos, Ernesto Nazareth e Bach, entre outros. UniRio (80 lugares). Avenida Pasteur, 436, fundos, Urca, 2542-3311. Terça (31), 17h. Grátis.

MÚSICA NAS IGREJAS. Com nova estrutura, a série inicia a temporada do projeto Concertos de Páscoa. Na estreia, o conjunto de canto gregoriano Bene+Dictus, de Dom Felix Ferrá, exibe a rara Lições de Trevas, de Couperin. Igreja de Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé (300 lugares). Rua Sete de Setembro, 12, Centro, 3204-1514 (informações). Quarta (1º), 19h30. Grátis. Cravista francês de primeiro time, Olivier Baumont apresenta recital em torno da música da corte dos reis de Versalhes. Igreja de Nossa Senhora da Glória do Outeiro (120 lugares). Ladeira Nossa Senhora da Gloria, 26, Glória, 3204-1514 (informações), Metraô Glória. Sexta (3), 19h30. Grátis. Quarteto Bosísio interpreta As Sete Últimas Palavras de Cristo na Cruz, de Haydn. Matriz Santa Teresa de Jesus (280 lugares). Rua Áurea, 71, Santa Teresa, 3204-1514 (informações). Sábado (4), 18h30. Grátis. A cravista Rosana Lanzelotte e o violoncelista Antonio Meneses, associados ao violoncelista Alberto Kanji, exibem programa com obras do francês Bréval e dos italianos Graziani e Boccherini, Completa a seleção uma rara sonata de Haydn. Igreja Nossa Senhora de Bonsucesso (120 lugares). Rua Santa Luzia, 206, Centro, 3204-1514 (informações). Domingo (5), 17h. Grátis.


São Paulo

BANDA SINFÔNICA DO ESTADO. Regida por Abel Rocha, a formação realiza uma récita a preços populares. No roteiro, há espaço para Borodin, Villa-Lobos e Holst, entre outros. Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Domingo (5), 11h. R$ 2,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); 10h/16h30 (sáb.); a partir das 10h (dom.). Cc.: todos. IR. Estac. (R$ 8,00).

DUO RUBENSTEIN-OUZIEL. Radicada na Bélgica, a dupla é formada pelo violinista americano Jerrold Rubenstein e pela pianista israelense Dalia Ouziel. Mozart e Villa-Lobos estão entre os autores contemplados. Teatro do Centro da Cultura Judaica (300 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, 3065-4333, Metrô Sumaré. Domingo (5), 19h. A doação de 1 quilo de alimento não perecível vale um ingresso, distribuído uma hora antes da apresentação.

ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA E KAREN GOMYO.  Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Domingo (5), 17h. R$ 35,00 a R$ 110,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); 10h/16h30 (sáb.); a partir das 10h (dom.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO. A Osesp é mais uma vez conduzida pelo maestro russo Gennady Rozhdestvensky – o francês Yan Pascal Tortelier só volta a comandar o grupo em 28 de maio. Vik-toria Postnikova, mulher de Rozhdestvensky, sola o Concerto Nº 2 para Piano em Sol Maior Op. 44, de Tchaikovsky. As demais obras do programa também são de compositores da Rússia: O Lago Encantado Op. 62 e Baba Yaga Op. 56, de Liadov, e Sinfonia Nº 2 em Ré Menor Op. 40, de Prokofiev. Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (2) e sexta (3), 21h; sábado (4), 16h30. R$ 30,00 a R$ 104,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a sáb.). Cc.: todos.  Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA MUNICIPAL E CORAL PAULISTANO. Thiago Pinheiro comanda as duas formações, em espetáculo que conta com os solistas Carlos Eduardo Marcos (baixo), José Palomares (tenor), Maria Fernanda Krug (violino), Bernardo de Toledo Piza e Ana Cristina Rossetto (flautas). O repertório se concentra em Bach: o Concerto de Brandemburgo Nº 4 e as cantatas Nºs 82 e 143. Galeria Olido – Sala Olido (300 lugares). Avenida São João, 473, centro, 3397-0170, Metrô República. Domingo (5), 11h. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

 

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Anália Maia disse:

    Prezado Hugo

    Estou sentindo falta das suas crônicas. Quando teremos o imenso de prazer de lê-las novamente?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Concertos

Programação da semana

Rio de Janeiro

CAMERATA DE VIOLÕES. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2332-9160, Metrô Cinelândia. Domingo (5), 17h. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 13h (dom.). Estac. (R$ 5,00).

KAREN GOMYO. A violinista nascida em Tóquio em 1982 começou a tocar aos 5 anos, no Canadá, país para o qual se mudou aos 2 anos. Costuma se apresentar com orquestras como a Los Angeles Philharmonic e as sinfônicas de Houston e Baltimore. Com um raro Stradivarius "Ex Foulis", de 1703, ela vai interpretar, ao lado da Orquestra Sinfônica Brasileira, o belo Concerto para Violino em Mi Menor, Op. 64, de Mendelssohn. Obras de Milhaud, Roussel e Villa-Lobos completam o programa regido por Roberto Minczuk. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2332-9160, Metrô Cinelândia. Sexta (3), 20h; sábado (4), 16h. R$ 68,00 (balcão) e R$ 132,00 (plateia). Bilheteria: a partir das 13h (sex. e sáb.). Manobr. grátis. Estac. (R$ 5,00).

NICOLAS DE SOUZA BARROS. Apresentação de guitarra barroca e violão de oito cordas. Souza Barros interpreta Villa-Lobos, Ernesto Nazareth e Bach, entre outros. UniRio (80 lugares). Avenida Pasteur, 436, fundos, Urca, 2542-3311. Terça (31), 17h. Grátis.

MÚSICA NAS IGREJAS. Com nova estrutura, a série inicia a temporada do projeto Concertos de Páscoa. Na estreia, o conjunto de canto gregoriano Bene+Dictus, de Dom Felix Ferrá, exibe a rara Lições de Trevas, de Couperin. Igreja de Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé (300 lugares). Rua Sete de Setembro, 12, Centro, 3204-1514 (informações). Quarta (1º), 19h30. Grátis. Cravista francês de primeiro time, Olivier Baumont apresenta recital em torno da música da corte dos reis de Versalhes. Igreja de Nossa Senhora da Glória do Outeiro (120 lugares). Ladeira Nossa Senhora da Gloria, 26, Glória, 3204-1514 (informações), Metraô Glória. Sexta (3), 19h30. Grátis. Quarteto Bosísio interpreta As Sete Últimas Palavras de Cristo na Cruz, de Haydn. Matriz Santa Teresa de Jesus (280 lugares). Rua Áurea, 71, Santa Teresa, 3204-1514 (informações). Sábado (4), 18h30. Grátis. A cravista Rosana Lanzelotte e o violoncelista Antonio Meneses, associados ao violoncelista Alberto Kanji, exibem programa com obras do francês Bréval e dos italianos Graziani e Boccherini, Completa a seleção uma rara sonata de Haydn. Igreja Nossa Senhora de Bonsucesso (120 lugares). Rua Santa Luzia, 206, Centro, 3204-1514 (informações). Domingo (5), 17h. Grátis.


São Paulo

BANDA SINFÔNICA DO ESTADO. Regida por Abel Rocha, a formação realiza uma récita a preços populares. No roteiro, há espaço para Borodin, Villa-Lobos e Holst, entre outros. Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Domingo (5), 11h. R$ 2,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); 10h/16h30 (sáb.); a partir das 10h (dom.). Cc.: todos. IR. Estac. (R$ 8,00).

DUO RUBENSTEIN-OUZIEL. Radicada na Bélgica, a dupla é formada pelo violinista americano Jerrold Rubenstein e pela pianista israelense Dalia Ouziel. Mozart e Villa-Lobos estão entre os autores contemplados. Teatro do Centro da Cultura Judaica (300 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, 3065-4333, Metrô Sumaré. Domingo (5), 19h. A doação de 1 quilo de alimento não perecível vale um ingresso, distribuído uma hora antes da apresentação.

ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA E KAREN GOMYO.  Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Domingo (5), 17h. R$ 35,00 a R$ 110,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); 10h/16h30 (sáb.); a partir das 10h (dom.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO. A Osesp é mais uma vez conduzida pelo maestro russo Gennady Rozhdestvensky – o francês Yan Pascal Tortelier só volta a comandar o grupo em 28 de maio. Vik-toria Postnikova, mulher de Rozhdestvensky, sola o Concerto Nº 2 para Piano em Sol Maior Op. 44, de Tchaikovsky. As demais obras do programa também são de compositores da Rússia: O Lago Encantado Op. 62 e Baba Yaga Op. 56, de Liadov, e Sinfonia Nº 2 em Ré Menor Op. 40, de Prokofiev. Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (2) e sexta (3), 21h; sábado (4), 16h30. R$ 30,00 a R$ 104,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a sáb.). Cc.: todos.  Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA MUNICIPAL E CORAL PAULISTANO. Thiago Pinheiro comanda as duas formações, em espetáculo que conta com os solistas Carlos Eduardo Marcos (baixo), José Palomares (tenor), Maria Fernanda Krug (violino), Bernardo de Toledo Piza e Ana Cristina Rossetto (flautas). O repertório se concentra em Bach: o Concerto de Brandemburgo Nº 4 e as cantatas Nºs 82 e 143. Galeria Olido – Sala Olido (300 lugares). Avenida São João, 473, centro, 3397-0170, Metrô República. Domingo (5), 11h. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

 

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Cultura

Programação da Semana

Rio de Janeiro

Barry Douglas. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Lapa, 2332-9160, Metrô Cinelândia. Quarta (25) e quinta (26), 20h. R$ 120,00 (balcão) e R$ 150,00 (plateia). Bilheteria: a partir das 13h (qua. e qui.). TT. Estac. (R$ 5,00). 

ANTONIO MENESES E CELINA SZRVINSK. Violoncelo e piano. Fundação Eva Klabin (80 lugares). Avenida Epitácio Pessoa, 2480, Lagoa, 3202-8554. Quinta (26), 20h. R$ 80,00 (com direito a coquetel após a apresentação e visita guiada pelo museu às 19h, previamente agendada). www.evaklabin.org.br.

ANTONIO MENESES E ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA.  Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2332-9160, a Cinelândia. Sexta (27), 20h; sábado (28), 16h. R$ 68,00 (balcão) e R$ 132,00 (plateia). Bilheteria: a partir das 13h (sex. e sáb.). Manobr.grátis. Estac. (R$ 5,00). Série Concertos para a Juventude. Domingo (29), 11h. R$ 2,00. Estac. (R$ 5,00).

GARDENIA GARCIA. Recital de piano que integra as homenagens a Villa-Lobos dentro do projeto Música no Museu. No programa, além de peças do maestro, está previsto repertório francês com obras de Edith Piaf, Charles Aznavour e Jacques Brel, entre outros. Museu do Primeiro Reinado (100 lugares). Avenida Pedro II, 293, São Cristóvão, 2253-8645 (informações), a São Cristóvão. Quarta (25), 12h30. Grátis.

MIGUEL DE LAQUILA. Bacharel pela Uni-Rio, o violonista apresenta recital calcado em peças de Villa-Lobos, Pires de Campos, Torroba, De Falla, Tarrega e Gnattali. Museu Histórico Nacional (200 lugares). Praça Marechal Âncora, s/n°, Centro, 2253-8645 (informações). Sexta (27), 12h30. Grátis.

ORQUESTRA SINFÔNICA DO TEATRO MUNICIPAL. A orquestra abre a série Concertos de Outono do Teatro Tom Jobim. Esta apresentação também encerra o ciclo de apresentações populares do conjunto, intitulado Ópera para Todos. Sob regência de Sílvio Viegas e com os solistas Elizeth Gomes (soprano), Marcelo Vanucci (tenor) e Homero Velho (barítono), serão oferecidos trechos de O Barbeiro de Sevilha, Bodas de Fígaro e O Guarani, entre outras obras. Teatro Tom Jobim (500 lugares). Rua Jardim Botânico, 1008, Jardim Botânico, 2274-7012. Quinta (26), 20h. Grátis. Senhas serão distribuídas no dia do evento, a partir das 14h. Estac. grátis.

PEDRO PINAUD. Recital de violão. Pupilo de Turíbio Santos na Escola de Música da UFRJ, Pinaud vai de Bach e Scarlatti a Villa-Lobos. Real Gabinete Português de Leitura (100 lugares). Rua Luís de Camões, 30, Centro. Informações, 2253-8645. Terça (24), 18h. Grátis.

RICARDO AMADO, EDUARDO DE ALMEIDA PRADO E PRISCILA BONFIM. O trio de violino, trompa e piano formado por Amado, Almeida Prado e Priscila Bonfim envereda por programa que reúne peças de José Siqueira, Villa-Lobos e Brahms. Museu de Arte Moderna (200 lugares). Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo. Informações, 2253-8645. Domingo (29), 11h30. Grátis.

ROMULO VIANA. Recital-solo de violão com obras de Luis Milan, Lennox Berkeley, Torroba, Bach (em arranjos de Nicolas de Souza Barros), Scarlatti, Villa-Lobos e Guinga. Uni-Rio. Avenida Pasteur, 436, fundos, Urca, 2542-3311. Terça (24), 17h30. Grátis.

STAEL MALAMUT E VERONICA MARQUES. O mestre pela Uni-Rio Stael e a bacharel pela UFRJ Verônica unem as flautas neste recital com peças de Telemann, Petrassi, Villa-Lobos e Guerra Peixe, entre outros. Parque das Ruínas (100 lugares). Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa, 2253-8645 (informações). Sábado (28), 11h30. Grátis.

São Paulo

CATALIN ROTARU, WINSTON RAMALHO E JULIANA D'AGOSTINI. O contrabaixista romeno Catalin Rotaru se junta ao violinista e à pianista brasileiros para dar início à série Clássicos dos Clássicos. Bruch, Chopin, Sarasate, Tchaikovsky e Bottesini são os autores interpretados. Teatro União Cultural (270 lugares). Rua Mário Amaral, 209, Paraíso, 2148-2904. Quarta (25), 20h30. R$ 40,00. Bilheteria: a partir das 9h30 (qua.).

ENSEMBLE SÃO PAULO. Integrantes do Quarteto de Cordas da Cidade, Nelson Rios, Betina Stegmann (violinos), Robert Suetholz (violoncelo) e Marcelo Jaffé (viola) formam também o Ensemble São Paulo. Eles tocam peças de Jean-Marie Leclair, Ludwig van Beethoven, Antonín Dvorák e Ernst von Dohnányi. Teatro do Centro da Cultura Judaica (300 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, 3065-4333, Metrô Sumaré. Domingo (29), 19h. A doação de 1 quilo de alimento não perecível vale um ingresso, distribuído uma hora antes da apresentação.

LINDA BUSTANI. A pianista inaugura a temporada de concertos da agradável Fundação Maria Luisa e Oscar Americano. Linda mostra uma seleção que contempla Brahms, Fauré e Prokofiev. Auditório da Fundação Maria Luisa e Oscar Americano (107 lugares). Avenida Morumbi, 4077, Morumbi, 3742-0077. Domingo (29), 11h30. R$ 20,00.

ORQUESTRA FILARMÔNICA DE SÃO BERNARDO DO CAMPO. Comandado por Carlos Moreno, o conjunto do ABC exibe um repertório calcado em Villa-Lobos. A soprano Rosana Lamosa atua em excertos de A Floresta do Amazonas. Também estão no roteiro as Bachianas Brasileiras Nº 2, o Prelúdio da Nº 4 e a Suíte para Orquestra de Câmara Nº 2. Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz,3223-3966, Metrô Luz. Quarta (25), 21h. R$ 10,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. e ter.); a partir das 10h (qua.). Cc.: todos.  Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO. Nesta semana, a Osesp não contará com o seu regente principal, o francês Yan Pascal Tortelier, eleito para o posto após a demissão de John Neschling, em janeiro. Lidera o grupo o experiente maestro russo Gennady Rozhdestvensky. Seu filho, o violinista Sasha Rozhdestvensky, também participa do programa, no Concerto Nº 1 em Ré Maior Op. 19, de Prokofiev. Estão ainda no repertório As Estações Op. 67, de Glazunov, e Sinfonia Nº 10 em Mi Menor Op. 93, de Shostakovich. No domingo (29), o Coro da Osesp faz uma récita a preços populares. Regida por Naomi Munakata, a formação interpreta obras de nomes como Vaughan Williams e Elgar. Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (26) e sexta (27), 21h; sábado (28), 16h30; domingo (29), 11h. R$ 2,00 (dom.) e R$ 30,00 a R$ 104,00 (qui. a sáb.). Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a dom.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

A VOZ HUMANA. Apresentada em 2007 em programa duplo com O Telefone, ópera-bufa de Gian Carlo Menotti, a tragédia lírica em um ato A Voz Humana tem música de Francis Poulenc e libreto de Jean Cocteau. De 1959, a peça mostra uma mulher desesperada ao ser abandonada pelo amante. A soprano Céline Imbert encarna a personagem. Abel Rocha rege a Banda Sinfônica do Estado. Direção cênica de Caetano Vilela. Antes da ópera em si, Céline relê as canções Au Bal de la Chance e Adieu Mon Coeur, do repertório de Piaf (50min). Teatro São Pedro (636 lugares). Rua Barra Funda, 171, Barra Funda, 3667-0499, Metrô Marechal Deodoro. Quarta (25) e sexta (27), 21h; domingo (29), 17h. R$ 30,00. Bilheteria: 14h/19h (qui. e sáb.); a partir das 14h (qua., sex. e dom.). Cc.: V. Cd.: V. 

 

Fontes:
Veja Rio - Concertos
Veja São Paulo - Concertos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Música Clássica

Programação da semana

Rio de Janeiro

ADRIANA KELLNER FRANCIS. Valsas dominam o programa escolhido pela pianista niteroiense. Ela vai interpretar, entre outras, composições de Nazareth, Mignone, Chopin e Villa-Lobos. Museu do Primeiro Reinado (100 lugares). Avenida Pedro II, 293, São Cristóvão, 2253-8645 (informações), Metrô São Cristóvão. Quarta (18), 12h30. Grátis.

CIA VERSÁTIL DE MÚSICA. Inspirada pelos cinquenta anos de morte de Heitor Villa-Lobos (1887-1959), a cantora Luzia Rohr (mezzosoprano) vai apresentar, ao lado da pianista Viviane Sobral, extenso repertório de obras do maestro. A récita integra a programação do mês de março do projeto Música no Museu, toda em homenagem ao compositor brasileiro. Parque das Ruínas (100 lugares). Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Tereza, 2253-8645 (informações). Sábado (21), 11h30. Grátis.

DANIEL SANCHES. Pianista carioca, formado no tradicional Conservatório Brasileiro de Música, Daniel Sanches estrela concerto que integra a programação do projeto Música no Museu em homenagem a Villa-Lobos. No repertório, além de peças do maestro (6 Prelúdios Para Violão – Transcrição de José Vieira Brandão), ele interpretará títulos de Grieg (Sonata Op. 7); Mendelssohn (Variações Sérias Op. 57) e de Claudio Santoro (Paulistana 1 e 4). Museu de Arte Moderna (200 lugares). Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo. Informações, 2253-8645. Domingo (22), 11h30. Grátis.

NETE SZPILMAN, YUKA SHIMIZU E KARIN SCHLOTTERBECK. Unidas pela música de Villa-Lobos, a soprano Nete, a pianista japonesa Yuka e a bailarina do Teatro Municipal Karin apresentam concerto que busca ressaltar como a obra do compositor brasileiro permanece forte, jovem e sedutora mesmo decorridos cinquenta anos de sua morte. Foi o vigor da obra, objeto de paixão das três artistas, que as uniu em torno do espetáculo. O programa inclui títulos expressivos como, entre outros, Alma Brasileira, Valsa da Dor, Melodia Sentimental, A Prole do Bebê e Xangô. Centro Cultural Justiça Federal (80 lugares). Avenida Rio Branco, 241, Centro, Metrô Cinelândia. Informações, 2253-8645. Sexta (20), 15h. Grátis.

OTÁVIO GARCIA, CELIO VULCÃO E OZIAS GONÇALVES. Trio de bateria, piano e contrabaixo oferece concerto que une clássico e popular. Estão previstas na apresentação obras de Villa-Lobos (Bachiana Nº 4 – Prelúdio e III Ária), Debussy (Clair de Lune), Tom Jobim (Amparo) e do folclore brasileiro (Sapo Jururu e Ciranda Cirandinha). Real Gabinete Português de Leitura (100 lugares). Rua Luís de Camões, 30, Centro.

 

São Paulo

BANDA SINFÔNICA DO ESTADO. Sob a batuta de Abel Rocha, a formação propõe um repertório eclético. Começa com o Hino Nacional Brasileiro e segue com o Prelúdio das Bachianas Brasileiras Nº 4, de Villa-Lobos, em arranjo de Alfred Reed, e a Chacona Amazônica, de Marlos Nobre. O programa é arrematado pela cantata Carmina Burana, de Carl Orff, transcrita por Juan Vicente Mas Quiles. Participações do Coral Lírico, da soprano Adélia Issa, do barítono Leonardo Neiva e do contratenor Sebastián de los Santos. Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Neste domingo (15), 19h. R$ 40,00. Bilheteria: a partir das 17h (neste dom.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO. Escolhido para o posto de regente principal da Osesp depois da demissão de John Neschling, em janeiro, o francês Yan Pascal Tortelier estreou no último dia 5 aplaudido pelo público. Nesta semana, ele comanda o seu terceiro programa com o grupo – terá mais cinco compromissos pela frente em 2009. O roteiro foca o austríaco Wolfgang Amadeus Mozart e o francês Maurice Ravel. Do primeiro, há a Sinfonia Nº 31 em Ré Maior K. 297 – Paris e trechos das óperas As Bodas de Fígaro e Don Giovanni, as duas últimas com a participação da ascendente soprano alemã Juliane Banse. A convidada ainda atua em Shéhérazade, de Ravel. La Valse, também dele, é interpretada apenas pela orquestra. No domingo (22), o grupo volta à Sala São Paulo para uma récita de sua série de câmara, sob a liderança de Wagner Polistchuk. O pianista John Blanch sola no Concerto para Piano em Ré Maior, de Haydn. Já a meio-soprano Ariadne Oliveira encampa El Amor Brujo, de De Falla. A seleção é completada por Miniaturas para Orquestra de Cordas, de Camargo Guarnieri. Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (19) e sexta (20), 21h; sábado (21), 16h30; domingo (22), 17h. R$ 36,00 e R$ 42,00 (dom.) e R$ 30,00 a R$ 104,00 (qui. a sáb.). Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a sáb.); a partir das 15h (dom.). Cc.: todos.  Estac. (R$ 8,00).

UTE LEMPER E ORQUESTRA SINFÔNICA MUNICIPAL. Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Terça (17), 21h. R$ 50,00 a R$ 120,00. Bilheteria: 10h/18h (seg.); a partir das 10h (ter.). Cc.: todos. Ingressos também na sede da Tucca (Avenida 9 de Julho, 4275, Jardim Europa, 3057-0131). Estac. (R$ 8,00). www.tucca.org.br.

 

 

Fontes:
Veja Rio - Concertos
Veja São Paulo - Concertos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Denise disse:

    Essa opera e linda!!!!!0 teatro inteiro chorou
    13 de maio eu e minha filha iremos assistila
    em Fort Lauderdale USA.
    E grandiosa, vale a pena

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Música Clássica

Programação da semana

Confira a lista completa dos concertos da semana no Rio de Janeiro e São Paulo.

Rio de Janeiro

JOSÉ MARIA GALLARDO DEL REY. O violonista espanhol abre a terceira temporada da Série Guitarríssimo, responsável por trazer ao Brasil nomes da música clássica contemporânea espanhola. De escola barroca, o músico de Sevilha, que conquistou público e crítica quando despontou aos 9 anos de idade, preparou um recital que mescla clássicos do repertório com peças de sua autoria. Seu currículo soma experiências variadas, não só como solista, mas também como regente, que vão da condução da Tellemann Orquestra de Câmara de Osaka, com Paco de Lucia à frente do célebre Concierto de Aranjuez, de Joaquín Rodrigo, à participação no álbum Pásion Española, do tenor Plácido Domingo. Sala Baden Powell (500 lugares). Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 360, 2548-0421, Metrô Cardeal Arcoverde. Quarta (11), 19h30. R$ 1,00.

JOSÉ STANECK, RICARDO SANTORO E FLÁVIO AUGUSTO. Trio de formação inusitada – harmônica, violoncelo e piano – composto de músicos muito tarimbados no cenário carioca. No programa, próprio para explorar a sonoridade obtida através da associação desses instrumentos, peças de Guerra-Peixe, Villa-Lobos e Piazzolla. Centro Cultural da Justiça Eleitoral (100 lugares). Rua Primeiro de Março, 42, Centro, 2253-7566. Quarta (11), 19h10. Grátis.

MARIA JOÃO PIRES E ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2332-9160, Metrô Cinelândia. Sexta (13), 20h; sábado (14), 16h, e domingo (15), 17h. R$ 88,00 (balcão) e R$ 172,00 (plateia). Bilheteria: a partir das 13h (sex. a dom.). TT. Manobr. Grátis. Estac. (R$ 5,00).

VILLA-LOBOS – 50 ANOS. Semana dedicada ao compositor de Trenzinho do Caipira na agenda do projeto Música no Museu. Destaques da programação: Quarteto Rio Universalis, com Tamara Barquette, Roger Lagr (violinos), Edison Monteiro (viola) e Murilo Alves (violoncelo). Igreja Santa Cruz do Militares (200 lugares). Rua Primeiro de Março, 36, Centro, 2253-8645 (informações). Segunda (9), 18h. Grátis. Madrigal Cantatte Deo, sob regência de Synval Beltrão Junior, com programa intitulado A Música Religiosa: Victoria a Villa- Lobos. Mosteiro de São Bento (400 lugares). Rua Dom Gerardo, 68, Centro, 2253-8645 (informações). Terça (10), 12h30. Grátis. Belkiss Campos (soprano ligeiro), Giuseppe Mauro (tenor) e Dilia Tosta (piano). Centro Cultural Justiça Federal (80 lugares). Avenida Rio Branco, 241, Centro, 2253-8645 (informações), Metrô Cinelândia. Sexta (13), 15h. Grátis.

São Paulo

JOÃO CARLOS MARTINS E BACHIANA FILARMÔNICA.  Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quarta (11), 21h. R$ 50,00 a R$ 90,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. e ter.); a partir das 10h (qua.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA EXPERIMENTAL DE REPERTÓRIO. A OER interpreta as Danças Polovtsianas, de Borodin, e a Sinfonia Nº 2 em Dó Menor Op. 17, de Tchaikovsky. Regência de Jamil Maluf. Galeria Olido  Sala Olido (300 lugares). Avenida São João, 473, centro, 3397-0170, Metrô República. Domingo (15), 11h. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

ORQUESTRA SINFÔNICA DA USP. Comandada por Ronaldo Bologna, a Osusp apresenta três peças do alemão Felix Mendelssohn, cujo bicentenário de nascimento é celebrado neste ano. No roteiro, a abertura Sonho de uma Noite de Verão, a Sinfonia Nº 3 em Lá Menor Escocesa e o Concerto para Violino, este com solos de Elisa Fukuda. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Terça (10), 21h. R$ 10,00 a R$ 50,00. Bilheteria: 10h/18h (seg.); a partir das 10h (ter.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO. Escolhido para o posto de regente principal da Osesp depois da demissão de John Neschling, em janeiro, o francês Yan Pascal Tortelier comanda o seu segundo programa com o grupo ele terá mais seis pela frente em 2009. O repertório abarca a suíte Masquerade, de Khatchaturian, a Sinfonia Nº 1 em Mi Menor Op. 39, de Sibelius, e o Concerto para Fagote, de Rossini, este com solos de Patrick De Ritis, conterrâneo do maestro e membro da Sinfônica de Viena. No domingo (15), a orquestra realiza uma récita a preços populares sob a regência de Wagner Polistchuk e com a participação de De Ritis. No programa, as obras de Khatchaturian e Rossini. Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (12) e sexta (13), 21h; sábado (14), 16h30; domingo (15), 11h. R$ 2,00 (dom.) e R$ 30,00 a R$ 104,00 (qui. a sáb.). Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a dom.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

QUARTETO DE CORDAS DA CIDADE. Nelson Rios, Betina Stegmann (violinos), Robert Suetholz (violoncelo) e Marcelo Jaffé (viola) compõem o conjunto. Desta vez, tocam A Arte da Fuga, de Bach, e o Quarteto Op. 74, de Beethoven. Galeria Olido Sala Olido (300 lugares). Avenida São João, 473, centro, 3397-0170, Metrô República. Sábado (14), 17h. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

 

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Concertos

Programação da semana

São Paulo

EDNALDO BORBA. Sonata Nº 3 em Fá Menor Op. 5, de Brahms, está no roteiro do recital-solo do pianista carioca. Há ainda Scarlatti (duas Sonatas em Mi Maior), Schubert (Improviso Nº 4 em Fá Menor Op. 142) e Debussy (L'Isle Joyeuse). MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa, 2594-2601.  Domingo (4), 16h. R$ 20,00.

MÔNICA SALMASO, BANDA MANTIQUEIRA E ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO. A Osesp promove dois concertos de Ano-Novo fora de sua temporada de assinaturas. Para tanto, recebe duas visitas: a cantora paulistana Mônica Salmaso e a Banda Mantiqueira. Regido por John Neschling, o programa é bem variado. Vai de Ginastera (Malambo, parte da peça Estância) a Almira Castilho e Gordurinha (Chiclete com Banana). Sala São Paulo (1?484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz,  3223-3966, Metrô Luz. Terça (30), 21h; quarta (31), 20h. R$ 20,00. Bilheteria: 10h/18h (seg.); a partir das 10h (ter.); a partir das 18h (qua.). Cc.: todos.  Estac. (R$ 8,00).

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Concertos

Programação da semana

Rio de Janeiro

CIDADE DA MÚSICA. Segue a programação de concertos que marca a abertura da polêmica e imponente construção, inaugurada pelo prefeito Cesar Maia no último dia 18. Nos próximos sábado (27) e domingo (28), às 21h, a Orquestra Sinfônica Brasileira, com regência de Roberto Minczuk, interpreta o programa intitulado Valsas Vienenses, com participação da soprano dinamarquesa Sine Bundgaard. Antes, nos mesmos dias, mas às 16h, sobe ao palco a Orquestra Sinfônica Brasileira Jovem. Sob a batuta de Marcos Arakaki, o conjunto apresenta mais uma edição da série Concertos para a Juventude. Cidade da Música (1 800 lugares). Trevo das Palmeiras, s/nº – no entroncamento da Avenida das Américas, Barra da Tijuca. Quinta a domingo, 21h. Grátis, mediante a retirada de ingressos. A prefeitura do Rio vai disponibilizar ao público 200 pares de convite para cada apresentação. As inscrições devem ser feitas no site www.rio.rj.gov.br/ingressos. Só poderá ser realizada uma inscrição por cada número de CPF. Dados referentes ao nome e endereço do interessado deverão ser fornecidos no ato da inscrição, e a confirmação será feita on-line. Os convites deverão ser retirados no Teatro Carlos Gomes: Praça Tiradentes, s/nº, Centro, 2232-8701, das 13h às 18h, mediante apresentação de um documento de identificação.

CORO E ORQUESTRA DO TEATRO MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO. Coro e orquestra do teatro, regidos por Sílvio Viegas, apresentam Messias, do compositor alemão Haendel. Igreja da Candelária (700 lugares). Praça Pio X, s/nº, Centro, 3211-7000, Metrô Uruguaiana. Segunda (22), 16h. Grátis.

São Paulo

CONCERTOS DE NATAL PANAMERICANO. Em frente à sede do Banco PanAmericano, na Paulista, foi montado um palco que abriga atrações variadas. O maestro Renato Misiuk e o Allegro Coral e Orquestra recebem convidados e interpretam um repertório de temas natalinos. Banco PanAmericano. Avenida Paulista, 2240, 3071-3494, Metrô Consolação. Quarta (24), 12h. Grátis.

DUO BARROCO. O oboísta Gilson Barbosa e o cravista Leonardo Fernandes formam a dupla. No roteiro, composições de grandes compositores barrocos como Bach, Corelli, Purcell e Telemann. Área de Convivência do Sesc Ipiranga (150 pessoas). Rua Bom Pastor, 822, Ipiranga, 3340-2000. Sábado (27), 11h. Grátis.

 

Fontes:
Veja São Paulo - Concertos
Veja Rio - Concertos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Mússica Clássica

Programação da Semana

Rio de Janeiro

ART METAL QUINTETO. Um dos melhores grupos de sopro do Brasil, o conjunto carioca formado por Nailson Simões (trompete), Jessé Sadoc Jr. (trompete), Antonio Augusto (trompa), Marco Della Favera (trombone) e Eliezer Rodrigues (tuba) comemora catorze anos de atividades com o lançamento de novo disco, Dezenovevinteum – Uma História para Ouvir, um passeio pelo período do século XIX aos nossos dias com obras de Anacleto de Medeiros, pioneiro do choro, a Mestre Duda, mestre do frevo. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2332-9160, a Cinelândia. Quarta (17), 20h. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 13h (seg. a qua.). Estac. (R$ 5,00).

CONCERTOS COMEMORATIVOS DOS 200 ANOS DA CHEGADA DA FAMILIA IMPERIAL AO BRASIL. A programação do projeto Música no Museu está voltada para a música tocada no Rio de 1808. Carmem Beatriz (soprano), Harold Emert (oboé), Cláudio Vettori (piano) e Zdenek Svab (trompa) vão interpretar obras de, entre outros, Mozart, Neukomm e Joaquim Manoel. Museu da República (90 lugares). Rua do Catete, 153, Catete, a Catete. 2253-8645 (informações). Quarta (17), 12h30. Grátis. Neti Szpilman e Daniel Sanches, em duo de canto e piano, trazem no programa Liszt, José Maurício Nunes Garcia, Waldemar Henrique, Neukomm e Beethoven. Museu do Primeiro Reinado (100 lugares). Avenida Pedro II, 293, São Cristóvão, 2253-8645 (informações), a São Cristóvão. X Quinta (18), 12h30. Grátis. Orquestra Rio Camerata, com regência de Israel Menezes e os cantores Cintia Fortunato e Fátima Scalzo (sopranos), Ione Silva (contralto), Ilem Vagras (tenor) e Rogério Senna (baixo). No programa, Boyce, Vivaldi e Bach. Centro Cultural Banco do Brasil (143 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, 3808-2020 e 2253-8645 (informações). Metro Uruguaiana. Sexta (19), 12h30. Grátis.

CORO E ORQUESTRA DO TEATRO MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO. Coro e orquestra do teatro, regidos por Sílvio Viegas, apresentam Messias, de Haendel. Igreja da Candelária (700 lugares). Praça Pio X, s/nº, Centro, 3211-7000, Metro Uruguaiana. Domingo (21) e segunda (22), 16h. Grátis.

PHILIPPE JARROUSSKY E JÉROME DUCROS. Leia em Veja Rio Recomenda (pág. 9). Canto e piano. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2332-9160, a Cinelândia. Terça (16), 20h. R$ 30,00 (balcão) e R$ 100,00 (platéia). Bilheteria: a partir das 13h (seg. a ter.). IC. Estac. (R$ 5,00). Concerto beneficente com renda revertida para o Riosolidário.

 

São Paulo

CATALIN ROTARU, WINSTON RAMALHO E JULIANA D'AGOSTINI. O contrabaixista romeno Catalin Rotaru reparte as atenções com o violinista Winston Ramalho e a pianista Juliana D'Agostini. Bach, Tchaikovsky e Bottesini estão entre as pedidas. Teatro São Bento (276 lugares). Largo de São Bento, s/nº,  4227-5494, Metrô São Bento. Terça (16), 20h30. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 18h30 (ter.). Estac. (R$ 10,00).

CONCERTOS DE NATAL PANAMERICANO. Em frente à sede do Banco PanAmericano, na Paulista, foi montado um palco que abriga atrações variadas. O maestro Renato Misiuk e o Allegro Coral e Orquestra recebem convidados e interpretam temas natalinos. Banco PanAmericano. Avenida Paulista, 2240, 3071-3494, Metrô Consolação. Sexta (19), 12h e 19h. Grátis.

CORAL PAULISTANO. Sob a regência de Tiago Pinheiro, a formação coral tem o acompanhamento de Dalga Larrondo (percussão), Guilherme de Camargo (guitarra barroca) e Marília Macedo (flauta). Obras de Bach e Juan García de Zéspedes, entre outros autores, recheiam o roteiro. Teatro Municipal (1.580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3397-0327, Metrô Anhangabaú. Terça (16), 20h30. Grátis. Ingressos distribuídos duas horas antes.

DIMOS GOUDAROULIS. Radicado no Brasil, o violoncelista grego lançou neste ano um elogiado CD com suítes escritas por Bach para o instrumento. É esse o repertório que executa em seu recital. Também constam do programa trabalhos de Domenico Gabrielli. Grande Salão da Caixa Cultural (100 lugares). Praça da Sé, 111, centro, 3321-4400, Metrô Sé. Sexta (19) e sábado (20), 19h; domingo (21), 11h. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

LUIZ GUILHERME POZZI E ALFREDO ABBATI. Rapsódia Espanhola S 254, de Liszt, e Concerto Nº 1 Op. 23, de Tchaikovsky, compõem a récita dos dois pianistas, que arremata a programação erudita do MuBE neste ano. MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa, 2594-2601. Domingo (21), 16h. R$ 20,00.

MÔNICA SALMASO, PAU BRASIL E ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO.Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (18) e sexta (19), 21h; sábado (20), 16h30. R$ 28,00 a R$ 98,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a sáb.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA DE CÂMARA DA OSESP E RÉGIS PASQUIER. O assistente Victor Hugo Toro lidera uma formação reduzida do nosso melhor agrupamento sinfônico. A solar nos movimentos Primavera e Verão, de As Quatro Estações, de Vivaldi, está o competente violinista francês Régis Pasquier. Suíte Antiga, de Alberto Nepomuceno, completa a seleção. Praça Victor Civita (250 lugares). Rua Sumidouro, 580, Pinheiros, 3037-8696. Neste domingo (14), 11h. Grátis.

ORQUESTRA SINFÔNICA MUNICIPAL E CORAL LÍRICO. Rodrigo de Carvalho lidera os dois grupos numa récita em que se interpreta a Sinfonia Nº 2 – Hino de Louvor, de Mendelssohn. Solos de Gabriella Pace (soprano), Luciana Bueno (meio-soprano) e Alejandro Escobar (tenor). Teatro Municipal (1.580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3397-0327, Metrô Anhangabaú. Quinta (18), 20h30. Grátis. Ingressos distribuídos duas horas antes.

SINFÔNICA HELIÓPOLIS. Roberto Tibiriçá rege o conjunto. No roteiro, a abertura da ópera Russlan e Ludmila, de Glinka, o poema sinfônico Os Prelúdios, de Liszt, e a abertura-fantasia Romeu e Julieta, de Tchaikovsky. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Domingo (21), 11h. R$ 2,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); 10h/16h30 (sáb.); a partir das 10h (dom.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

 

Fontes:
Veja São Paulo - Concertos
Veja Rio - Concertos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

música Clássica

Programação da semana

Rio de Janeiro 

CONCERTOS COMEMORATIVOS DOS 200 ANOS DA CHEGADA DA FAMÍLIA IMPERIAL AO BRASIL. A programação do projeto Música no Museu é voltada para a música tocada no Rio de 1808. Destaque da semana: Harold Emert (oboé), Antonio Mussi (flauta) e Cosme Silveira (fagote). No programa, Quantz, Neukomm e Haydn. Igreja Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé (200 lugares). Rua Primeiro de Março, s/nº, Centro, 2253-8645 (informações). Terça (9), 18h. Grátis.

FRANCISCO STEHLING. O pianista mineiro da cidade de Montes Claros apresenta recital com peças de Schumann, Mozart, Chopin e Scriabin. Museu de Arte Moderna (200 lugares). Avenida Infante Dom Henrique, 85, Aterro do Flamengo, Centro, 2253-8645 (informações). Domingo (14), 11h30. Grátis.

ORQUESTRA SINFÔNICA E CORO DA UFRJ. Apresentação da Cantata de Natal, de Ricardo Tacuchian, com direção de Maria José Chevitarese, Sérgio Pires e Valéria Matos e regência de Ernani Aguiar. Centro Cultural da Justiça Eleitoral (100 lugares). Rua Primeiro de Março, 42, Centro, 2253-7566. Quarta (10), 19h10. Grátis.

POLIFONIA CARIOCA. Sob a direção e regência de Ueslei Banus, o grupo apresenta repertório calcado em obras de padre José Maurício Nunes Garcia, Villa-Lobos, Ernani Aguiar e Astor Piazzolla. Com o piano de Angélica Miranda. Paço Imperial (80 lugares). Praça 15 de Novembro, 48, Centro, 2253-8645 (informações). Terça (9), 12h30. Grátis.

RESSONÂNCIAS E CONTRASTES. Série com concertos de música contemporânea e bate-papos mediados pelo curador Dante Pignatari. Na semana: Giuliano Rosas e Lídia Bazarian, duo de clarineta e piano, terça (9); Dimos Goudaroulis (violoncelo), na quarta (10); e o trio de voz, piano e clarineta Plusquammembi, na quinta (11). Centro Cultural Banco do Brasil (143 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, 3808-2020. a Uruguaiana. Terça (9) a quinta (11), 12h30 e 18h30. R$ 6,00. Bilheteria: 10h/21h (ter. a qui.). Cc: D, M, V. Cd: V. 

ROSANA LANZELOTTE E RICARDO KANJI. Esta semana traz nova apresentação da cravista e do flautista, juntos desde 1998. Há duas semanas, o duo interpretou obras do austríaco Neukomm. O aluno favorito de Haydn continua no programa deste concerto, agora ao lado de Bach em obras ligadas a celebrações natalinas. Fundação Eva Klabin (80 lugares). Avenida Epitácio Pessoa, 2480, Lagoa, 3202-8550. Quinta (11), 20h30. R$ 35,00. Bilheteria: 14h/17h (seg. a sex).

São Paulo

CONCERTOS DE NATAL PANAMERICANO. Em frente à sede do Banco PanAmericano, na Paulista, foi montado um palco que abriga atrações variadas. O maestro Renato Misiuk e o Allegro Coral e Orquestra recebem convidados e interpretam um repertório de temas natalinos. Banco PanAmericano. Avenida Paulista, 2240, (#3071-3494, Metrô Consolação. Sexta (12), 12h. Grátis.

CORALUSP. Cantos de Natal de origem ibérica e da América Latina povoam o espetáculo da formação coral. Tiago Pinheiro responde pela regência. Área externa da Fundação Maria Luisa e Oscar Americano (500 pessoas). Avenida Morumbi, 4077, Morumbi, ( 3742-0077. Domingo (14), 11h30. Grátis.

EDNALDO BORBA. A Sonata Nº 7 Op. 83, de Prokofiev, está no roteiro do recital-solo do pianista carioca. Há ainda Mendelssohn, Debussy e Villani-Côrtes. MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa, ( 2594-2601. Domingo (14), 16h. R$ 20,00.

O FEITICEIRO. Dirigida por Paulo Maron, a opereta de 1877 escrita pela dupla inglesa Gilbert & Sullivan conta com diálogos traduzidos para o português e canções na língua original. Na trama, uma poção mágica com poderes amorosos causa confusões. O Núcleo Universitário de Ópera e a Orquestra Filarmonia são os responsáveis pela montagem da peça. Entre os oito cantores estão a soprano Gabriella Rossi e o barítono Pedro Ometto (120min, c/intervalo). Teatro São Pedro (636 lugares). Rua Barra Funda, 171, Barra Funda, ( 3667-0499, Metrô Marechal Deodoro. Sexta (12) e sábado (13), 20h30; domingo (14), 18h. R$ 20,00. Bilheteria: 14h/19h (qua. e qui.) a partir das 14h (sex. a dom.). Cc.: M e V.

FESTIVAL LEO BROUWER. Parceria da Escola de Comunicações e Artes da USP e do Instituto Cervantes, o projeto segue até o domingo (14) com recitais, masterclasses e palestras. O evento homenageia o maestro, compositor e violonista cubano Leo Brouwer. No Anfiteatro Camargo Guarnieri, diferentes formações executam peças do músico e a ele dedicadas. No Sesc Pinheiros e no Masp, Leo rege a Orquestra de Câmara da USP e o quarteto de violões Quaternaglia. Gismontiana, referência a Egberto Gismonti, é um destaque do programa. Anfiteatro Camargo Guarnieri (350 lugares). Rua do Anfiteatro, 109, Cidade Universitária, ( 3091-4330. Segunda (8) a quarta (10) e sexta (12), 20h30. Grátis. Sesc Pinheiros – Teatro Paulo Autran (1.010 lugares). Rua Paes Leme, 195, Pinheiros, ( 3095-9400. Quinta (11), 21h. R$ 20,00. Bilheteria: 10h/21h30 (ter. e qua.); a partir das 10h (qui.). Cc.: todos. Cd.: todos. Estac. (R$ 5,00). Ingressos também no CineSesc e nas demais unidades do Sesc. Auditório do Masp (374 lugares). Avenida Paulista, 1578, ( 3251-5644, Metrô Trianon-Masp. Domingo (14), 16h. R$ 6,00. A bilheteria abre uma hora antes. www.festivalleobrouwer.com.br.

JOÃO E MARIA. Com direção-geral de Iacov Hillel, a obra de Engelbert Humperdinck é levada à cena dentro do projeto Ópera Café. A música e o canto são intercalados por intervenções do narrador Mauro Wrona, que também responde pela direção musical. Entre os cinco intérpretes secunda dos pelo piano de Anderson Brenner se encontram a soprano Manuela Freua e o barítono Amadeu Gois. (60min). Cafeteria do Centro da Cultura Judaica (100 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, ( 3065-4333, Metrô Sumaré. Quinta (11), 20h30; domingo (14), 17h. Grátis. Ingressos distribuídos a partir das 14h.

JORGE ANTUNES E WILSON SUKORSKI. Os dois compositores propõem uma apresentação de música experimental. Em Ballade Dure, por exemplo, Jorge mescla sons eletrônicos à voz de um desempregado que esmola no metrô de Paris. Já Wilson, em Papiano, emprega piano eletroacústico e lira, entre outros instrumentos. Museu da Imagem e do Som – Auditório (185 lugares). Avenida Europa, 158, Jardim Europa, ( 2117-4777. Sexta (12), 21h. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

ORQUESTRA SINFÔNICA DA USP. Henrique Morelenbaum comanda a Osusp no Oratório de Natal BWV 248, de Bach, cujas três primeiras cantatas também foram interpretadas pela Osesp recentemente. Participam a soprano Rosana Lamosa, a meio-soprano Adriana Clis, o tenor Marcos Liesenberg, o barítono Marcelo Coutinho e o Coral dos Meninos Cantores de Petrópolis. Sala São Paulo (1?484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, ( 3223-3966, Metrô Luz. Terça (9), 21h. R$ 15,00 a R$ 90,00. Bilheteria: 10h/18h (seg.); a partir das 10h (ter.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA MUNICIPAL. Sob a batuta do titular José Maria Florêncio, a OSM recebe o pianista gaúcho Alexandre Dossin. Ele sola no Concerto Nº 1 em Mi Bemol e em Totentanz ("dança da morte"), de Liszt. A célebre Quinta Sinfonia, de Beethoven, também está no roteiro. Teatro Municipal (1?580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, ( 3397-0327, Metrô Anhangabaú. Domingo (14), 11h. R$ 10,00 a R$ 15,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a sex.); 14h/17h (sáb.); a partir das 9h (dom.). Cc.: todos. Cd.: todos.

ROSANA LANZELOTTE E RICARDO KANJI. Espaço Promon (348 lugares). Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 1830, Itaim Bibi, ( 5213- 4111.  Segunda (8), 21h. R$ 30,00. Bilheteria: a partir das 14h (seg.). Estac. (R$ 15,00).

SARAH CHANG E ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO.  Sala São Paulo (1?484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, ( 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (11) e sexta (12), 21h; sábado (13), 16h30. R$ 28,00 a R$ 98,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a sáb.). Cc.: todos.  Estac. (R$ 8,00).

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Concertos

Programação da semana

Rio de Janeiro

CONCERTOS COMEMORATIVOS DOS 200 ANOS DA CHEGADA DA FAMILIA IMPERIAL AO BRASIL. A programação do projeto Música no Museu é voltada para a música tocada no Rio de 1808. Destaques: Harold Emert (oboé), Fernanda Canaud (piano) e Noel Devos (fagote). Igreja Santa Cruz dos Militares (150 lugares). Rua Primeiro de Março, 36, Centro, 2253-8645 (informações). Segunda (1º), 18h. Grátis. Eliane Salek (voz, piano e flauta), Fabiano Salek (pandeiro) e Rosane Aranda (soprano). Museu de Arte Moderna (200 lugares). Avenida Infante Dom Henrique, 85, Aterro do Flamengo, Centro, 2253-8645 (informações). Domingo (7), 11h30. Grátis.

CONCERTO DE ANIVERSARIO – CALIOPE (15 ANOS) E PRELUDIO 21 (10 ANOS). Leia em Veja Rio Recomenda (pág. 9). Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2332-9160, Metrô Cinelândia. Domingo (7), 17h. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 13h (seg. a dom.). Estac. (R$ 5,00).

COSI FAN TUTE. Adaptada para concerto, a ópera de Mozart será interpretada pelos cantores Carol McDavit (soprano), Carolina Faria (mezzo), Guilherme Kurtz (tenor), Marcelo Coutinho (barítono) e Mauricio Luz (baixo), com acompanhamento do pianista Larry Fountain. Finep (100 lugares). Praia do Flamengo, 200, Pilotis, Flamengo, 2555-0717, Metrô Largo do Machado. Terça (2), 18h30. Grátis. www.finep.gov.br.

ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA JOVEM. Sob a batuta de Marcos Arakaki, o grupo apresenta obras de Bach, Grieg e Ravel, entre outros. Igreja da Candelária (700 lugares). Praça Pio X, s/nº, Centro, 3211-7000, Metrô Uruguaiana. Quarta (3), 18h30. Grátis.

QUARTETO CARIOCA DE VIOLÕES. O grupo de Nicolas Barros, Marco Lima, Vinicius Perez e Felipe Rodrigues vai tocar peças de Nicanor Teixeira, Mignone e Gnattali. Centro Cultural da Justiça Eleitoral (100 lugares). Rua Primeiro de Março, 42, Centro, 2253-7566. Quarta (3), 19h10. Grátis.

RESSONÂNCIAS E CONTRASTES. Série com concertos de música contemporânea e bate-papos mediados pelo curador Dante Pignatari. Na semana: o quinteto de clarinetas Sujeito a Guincho, na terça (2); Cláudia Riccitelli & Dante Pignatari (canto e piano), na quarta (3); e o Núcleo Hespérides, na quinta (4). Centro Cultural Banco do Brasil (143 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, 3808-2020. Metrô Uruguaiana. Terça (2) a quinta (4), 12h30 e 18h30. R$ 6,00. Bilheteria: 10h/21h (ter. a qui.). Cc: D, M, V. Cd: V. 

 

São Paulo

DIDO E ENÉIAS. A ópera do inglês Henry Purcell foi montada para inaugurar a nova central de produção do Teatro Municipal – conjunto de galpões no bairro do Canindé onde são feitos e armazenados cenários e figurinos. Agora, volta ao espaço para apenas quatro apresentações. Baseada na história de um trágico casal da Antiguidade, a obra ganhou encenação de Antônio Araújo, do grupo Teatro da Vertigem, estreante no universo operístico. A meio-soprano Luisa Francesconi (Dido) e o barítono Leonardo Neiva (Enéias) estão entre os solistas acompanhados pelo Coral Paulistano. Sob a regência de Tiago Pinheiro, uma orquestra de câmara executa a partitura de 1689 (60min). Central de Produção Chico Giacchieri (220 lugares). Rua Pascoal Ranieri, 75, Canindé,  3397-0327. Sexta (5), 20h; sábado (6), 19h e 21h; domingo (7), 20h. R$ 20,00. Ingressos à venda na bilheteria do Teatro Municipal (Praça Ramos de Azevedo, s/nº). 10h/19h (seg. a sex.); 14h/17h (sáb.); 9h/17h (dom.). 

FESTIVAL LEO BROUWER. Parceria da Escola de Comunicações e Artes da USP e do Instituto Cervantes, o projeto segue até 14 de dezembro com recitais, masterclasses e palestras. O evento homenageia o maestro, compositor e violonista cubano Leo Brouwer, que se apresenta na próxima semana. No sábado (6), estão escalados para o concerto de abertura o violonista Fabio Zanon e o flautista Toninho Carrasqueira, entre outros músicos. Auditório do Masp (374 lugares). Avenida Paulista, 1578, 3251-5644, Metrô Trianon-Masp. Sábado (6), 20h. R$ 6,00. A bilheteria abre uma hora antes.

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO. Sob a batuta do alemão Peter Schreier, o nosso melhor agrupamento sinfônico interpreta as três primeiras cantatas do Oratório de Natal BWV 248, de Bach. Participam da récita a soprano Annette Dasch, o tenor Martin Petzold e o baixo-barítono Andreas Scheibner, todos da Alemanha, além da meio-soprano austríaca Elisabeth von Magnus. Também sobe ao palco o coro da orquestra. Sala São Paulo (1243 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (4) e sexta (5), 21h; sábado (6), 16h30. R$ 28,00 a R$ 98,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a sáb.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

PALESTRA SOBRE PASSÁROS AQUÁTICOS E O URSO. O contista e dramaturgo russo Anton Tchecov (1860-1904) inspirou o libreto de duas óperas, reunidas num programa duplo com direção de Livia Sabag e realização da Secretaria de Estado da Cultura e da Associação Paulista dos Amigos da Arte (Apaa). Escrita em 1974 pelo americano Dominick Argento, Palestra sobre Pássaros Aquáticos mostra um homem (o barítono Licio Bruno) a discorrer a respeito dos animais do título. Em O Urso (1967), do inglês William Walton, uma viúva (a soprano Keila de Moraes) esquiva-se dos interessados em ocupar o posto do marido morto. Estão no elenco o baixo Carlos Eduardo Marcos e o barítono Igor Vieira. Rodrigo de Carvalho rege a orquestra de câmara São Paulo Ensemble (110min c/intervalo). Teatro São Pedro (636 lugares). Rua Barra Funda, 171, Barra Funda, 3667-0499, Metrô Marechal Deodoro. Quinta (4), 20h30; sábado (6) e domingo (7), 17h. R$ 20,00. Bilheteria: 14h/19h (qua. e sex.) a partir das 14h (qui., sáb. e dom.). 

ROGERIO LOURENÇO DOS SANTOS. O recital integra a série Música no MuBE. Tutti, como também é chamado o pianista, exibe uma seleção de Liszt e Chopin. MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa, 2594- 2601. Domingo (7), 16h. R$ 20,00

 

Fontes:
VejaRio - Concertos
Veja São Paulo - Concertos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Concertos

Programação da Semana

Rio de Janeiro 

ANDRÉ SIGNORELLI. Graduado pela Universidade de Brasília, o pianista carioca hoje cursa mestrado na Escola de Música da UFRJ. No programa, peças de Beethoven, Brahms, Villa-Lobos, Liszt e Prokofiev. Finep (100 lugares). Praia do Flamengo, 200, Pilotis, Flamengo, 2555-0717, Metrô Largo do Machado. Terça (25), 18h30. Grátis. www.finep.gov.br.

BRASIL ENSEMBLE. Sob direção e regência de Maria José Chevitarese, e com Luiz Henrique da Matta, ao piano, o coro de câmara de vozes mistas apresenta obras de Henrique Oswald, Alberto Nepomuceno e Antonio Vaz, entre outros. Centro Cultural da Justiça Eleitoral (100 lugares). Rua Primeiro de Março, 42, Centro, 2253-7566. Quarta (26), 19h10. Grátis.

DANIEL MURRAY. O violonista interpreta peças de Bach, Leo Brouwer e Luciano Berio. Ibam (225 lugares). Largo do Ibam, 1, Humaitá, 2536-9709. Terça (25), 20h30. Grátis. Estac. grátis.

MARATONA DE BANDAS DO ESTADO. Em sua quarta edição, o evento rende tributo a 21 bandas centenárias. Dessas, catorze participarão da mostra que começa com desfile em frente à Sala Cecília Meireles e termina no palco da casa. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2332-9160, Metrô Cinelândia. Sábado (29) e domingo (30), 14h. Grátis. Estac. (R$ 5,00).

NEUKOMM NO BRASIL. Festival sobre obras do compositor austríaco, que tem oito concertos. Destaques da programação: Rosana Lanzelotte, Ricardo Kanji, Felipe Prazeres e Hugo Pilger. Mosteiro de São Bento (400 lugares). Rua Dom Gerardo 68, Centro, 3204-1514 (informações). Terça (25), 19h30. Grátis. Música para flauta e pianoforte com Rosana Lanzelotte e Ricardo Kanji em dois concertos. Igreja Nossa Senhora da Glória do Outeiro (120 lugares). Ladeira Nossa Senhora da Glória 26, Glória, 3204-1514 (informações). Quinta (27), 19h30. Grátis. Capela da Reitoria (150 lugares). Avenida Pasteur, 250, Urca, 3204-1514 (informações). Sexta (28), 19h30. Grátis. Música para bandas com o Art Metal Quinteto. Praça XV de Novembro (350 lugares). Rua Primeiro de Março s/nº, Centro, 3204-1514 (informações). Domingo (30), 11h. Grátis. Programa repetido na Igreja de Nossa Senhora do Carmo da Sé (320 lugares). Avenida Primeiro de Março, Centro, 3204-1514 (informações). Domingo (30), 12h30. Grátis. Música para pianoforte a quatro mãos com Rosana Lanzelotte e Edmundo Hora. Igreja de Nossa Senhora da Conceição (280 lugares). Rua Marques de São Vicente, 19, Gávea, 3204 1514 (informações). Domingo (30), 19h30. Grátis. www.musicanasigrejas.com.br.

ORQUESTRA PETROBRAS SINFÔNICA – LEON SPIERER. Ex-spalla da Filarmônica de Berlim, o violinista alemão Spierer volta a se apresentar com a orquestra na condição de regente. No repertório, Convite à Dança, de Carl Maria von Weber; A Morte e a Donzela, de Schubert; Rapsódias Romenas, de Enescu, e a valsa Ouro e Prata, de Léhar. Às 19 horas, uma apresentação camerística com o conjunto Tutti, no foyer, encerra a série Noturnos. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2332-9160, Metrô Cinelândia. Sexta (28), 20h30. R$ 10,00 (balcão) e R$ 20,00 (platéia). Bilheteria: a partir das 13h (seg. a sex.). Estac. (R$ 5,00).

46º FESTIVAL VILLA-LOBOS. O evento em tributo ao compositor brasileiro entra na sua segunda semana de programação com apresentação dos tradicionais concertos didáticos que ocupam as tardes de terça (25) a quinta (27), sempre às 14h30. Na sexta (28), às 19h, os Sete Chorões apresentam repertório que traça a trajetória de Villa-Lobos nas rodas de música popular no começo do século XX. O encerramento fica a cargo da Orquestra do Projeto Villa-Lobos e as Crianças, no domingo (30), às 17h. Museu Villa-Lobos (170 lugares). Rua Sorocaba, 200, Botafogo, 2266-3845. R$ 2,00. Bilheteria: 10h/17h (ter. a dom.). Até domingo (30). Em caso de chuva, o concerto de domingo pode ser cancelado.

QUARTETO DE CORDAS. Formado por Priscila Rato (violino), Inah Kurrels (violino), Thaís Ferreira (violoncelo) e Kelly Davis Cruz Moura (viola), o grupo exibe peças de Mozart, Dvórak e Villa-Lobos. Com apresentação de Hélder Parente. Modern SoundAllegro Bistrô (180 lugares). Rua Barata Ribeiro, 502 D, Copacabana, 2548-5005, Metrô Siqueira Campos. Quarta (26), 13h. Grátis.

RESSONÂNCIAS E CONTRASTES. Série com dezoito concertos de música contemporânea e bate-papos mediados pelo curador Dante Pignatari. Os programas representam uma amostra da música da atualidade, partindo de obras de séculos passados. Na apresentação de abertura, o duo de violino e viola Betina Stegmann & Marcelo Jaffé vai de Bach a Villa-Lobos. Esta semana reúne ainda recitais dos pianistas Eduardo Monteiro, na quarta (26), e Beatriz Roman, quinta (27). Centro Cultural Banco do Brasil (143 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, 3808-2020. Metrô Uruguaiana. Terça (25) a quinta (27), 12h30 e 18h30. R$ 6,00. Bilheteria: 10h/21h (ter. a dom.). Cc: D, M, V. Cd: V.

São Paulo

ALEXSANDER RIBEIRO DE LARA. O pianista curitibano interpreta Dança do Índio Branco, de Villa-Lobos. Também estão na sua seleção Beethoven e Chopin, entre outros. MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa, 2594-2601. Domingo (30), 16h. R$ 20,00.

BANDA SINFÔNICA DO ESTADO. Sob a batuta de Abel Rocha, o conjunto volta com a série Pra Ver a Banda Tocar!. Desta vez, a orquestra ganha o reforço do contrabaixista Sérgio de Oliveira, que sola em peças de Nino Rota e de Alexandre Travassos. Há ainda no programa Brahms, Cyro Pereira e Puccini. Teatro Popular do Sesi (456 lugares). Avenida Paulista, 1313,  3146-7406, Metrô Trianon-Masp. Quarta (26), 12h05. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

ORQUESTRA SINFÔNICA DA USP. Ronaldo Bologna rege a Osusp numa récita com outros três convidados. O pianista Fábio Caramuru e o tenor Fernando Portari fazem duo em Dichterliebe Op. 48 (O Amor de um Poeta), ciclo de canções de Schumann. Do mesmo compositor, há o Concerto para Violoncelo e Orquestra em Lá Menor Op. 129, com solos do búlgaro Atanás Krastev. Completa o programa a Sinfonia Nº 39 KV 543, de Mozart. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Terça (25), 21h. R$ 15,00 a R$ 90,00. Bilheteria: 10h/18h (seg.); a partir das 10h (ter.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO. Sob a liderança do habitual convidado Yoram David, de Israel, a Osesp recebe pela primeira vez o violoncelista alemão Daniel Müller-Schott. Ele sola no Concerto para Violoncelo, de William Walton. O roteiro tem recheio de Ave, Libertas! Op. 18, de Leopoldo Miguez, e Sinfonia Nº 8 em Fá Maior Op. 93, de Beethoven. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (27) e sexta (28), 21h; sábado (29), 16h30. R$ 28,00 a R$ 98,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a sáb.). Cc.: todos.  Estac. (R$ 8,00).

QUARTETO GLAZUNOV. Formado por Inna Meltser e Yuriy Rakevich (violinos), Olga Vassilevich (viola) e Raïff Dantas Barreto (violoncelo), o grupo se dedica a peças de Charles Ives e Glenn Gould. A récita integra a série Música no Século XXI, iniciativa da Sociedade de Cultura Artística e da CPFL Cultura. Teatro Maksoud Plaza (420 lugares). Alameda Campinas, 150, Bela Vista, 3258-3344. Terça (25), 20h30. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

SANSÃO E DALILA. A mais famosa das doze óperas compostas pelo francês Camille Saint-Saëns (1835-1921), Sansão e Dalila encerra a temporada lírica do Teatro Municipal neste ano. A peça retoma e amplifica a célebre história de amor, ódio e traição narrada na Bíblia. Para viver Sansão foram escalados o tenor inglês Richard Berkeley-Steele, para as sessões de quarta (26) e domingo (30), e o paulistano Marcello Vannucci, na segunda (24) e na sexta (28). Dalila, personagem que demanda registro de meio-soprano, é encampada pela argentina Cecilia Díaz, na sexta e no domingo, e pela competente Denise de Freitas, na segunda e na quarta. Entre os demais solistas estão o barítono Leonardo Neiva e o baixo Pepes do Valle. André Heller-Lopes responde pela direção cênica; Jamil Maluf, pela regência da Orquestra Sinfônica Municipal. Também participa do espetáculo o Coral Lírico (170min c/dois intervalos). Teatro Municipal (1 580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3397-0327, Metrô Anhangabaú. Segunda (24), quarta (26) e sexta (28), 20h30; domingo (30), 17h. R$ 10,00 a R$ 20,00 (seg.) e R$ 20,00 a R$ 40,00 (qua., sex. e dom.). Bilheteria: a partir das 10h (seg., qua. e sex.); 10h/19h (ter. e qui.); 14h/19h (sáb.); a partir das 14h (dom.). Cc.: todos. Cd.: todos.

WINSTON RAMALHO E GILBERTO TINETTI. O violinista Winston Ramalho e o pianista Gilberto Tinetti repartem as atenções. Beethoven, Bartók e Chopin são três dos compositores contemplados. A récita anuncia a série Clássicos dos Clássicos, prevista para 2009. Teatro União Cultural (270 lugares). Rua Mário Amaral, 209, Paraíso, 2148-2905. Quarta (26), 20h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 9h (qua.). Estac. (R$ 10,00).

Mozarteum Brasileiro coloca à venda pacotes de sua temporada internacional de 2009. Estão previstos oito concertos, sete deles confirmados: a Orquestra Elbipolis de Hamburgo e o Coral da Academia do Festival de Música de Schleswig-Holstein (abril); o alemão Mozart Piano Quartet (maio); a Orquestra de Câmara de Zurique (junho); o violinista Joshua Bell e o pianista Frederic Chiu (junho), ambos americanos; o violinista alemão Erik Schumann e a Sinfônica de Heliópolis (junho e julho); a Orquestra Nacional d'Île de France (agosto e setembro); e as irmãs pianistas francesas Katia e Marielle Labèque e o grupo de percussão Piap (outubro). R$ 400,00 a R$ 1 100,00.

Mozarteum Brasileiro. Avenida Brigadeiro Faria Lima, 1811, 5º andar, conjunto 521, Jardim Paulistano,  3815-6377. 9h/18h (seg. a sex.). Cc.: todos. Reservas também por telefone. www.mozarteum.org.br.

Fontes:
Veja São Paulo - Concertos
Veja Rio - Concertos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Concertos

Programação da Semana

Rio de janeiro

CORO PRÓ-ARTE. Sob regência de Carlos Alberto Figueiredo, o grupo apresenta programa calcado em cantos gregorianos. Centro Cultural da Justiça Eleitoral (100 lugares). Rua Primeiro de Março, 42, Centro, 2253-7566. Quarta (19), 19h10. Grátis.

MARIA CLODES JAGUARIBE 70/80. Radicada nos Estados Unidos, a pianista celebra 80 anos de idade e setenta de carreira, em concerto com a Orquestra de Barra Mansa, regida por Guilherme Bernstein, e a Acariocamerata de Caio Cezar. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2332-9160, Metrô Cinelândia. Domingo (23), 17h. R$ 5,00 (balcão) e R$ 10,00 (platéia). Bilheteria: a partir das 13h (dom.).  Estac. (R$ 5,00).

ORQUESTRA PETROBRAS SINFÔNICA. O último concerto do Ciclo Schubert conta com a regência do húngaro Moshe Atzmon, à frente de Abertura Rosamunde, Sinfonia Nº 5 em Si Bemol Maior, e Sinfonia Nº 8 em Si Menor, A Inacabada (com seus dois movimentos). Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2332-9160, Metrô Cinelândia. Sábado (22), 20h. R$ 10,00 (balcão) e R$ 20,00 (platéia). Bilheteria: a partir das 13h (seg. a sáb.).  Estac. (R$ 5,00).

46º FESTIVAL VILLA-LOBOS. Neste ano, o tradicional evento que rende tributo ao compositor brasileiro promete duas semanas de programação. Para começar, a missa em forma de concerto Vidapura, obra pouco executada. Com a Orquestra Sinfônica e o Coro Sinfônico da UFRJ. Também no programa, Alvorada na Floresta Tropical e Momento Zero, obra para piano e orquestra. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2332-9160, Metrô Cinelândia. Segunda (17), 19h. R$ 2,00. Bilheteria: a partir das 13h (seg.).. Estac. (R$ 5,00). Outros destaques da programação: Marcelo Verzoni (piano), com participação de Hugo Pilger (violino). Terça (18), 20h. Maria Haro (violão) homenageia os 80 anos de Nicanor Teixeira. Quarta (19), 20h. Eliezer Santos (oboé), Moisés Santos (clarineta), Juliano Barbosa (fagote) e Eugenio Ranevsky (flauta). Quinta (20), 20h. Rebecca Castro (piano). Sexta (21), 20h. Museu Villa-Lobos (170 lugares). Rua Sorocaba, 200, Botafogo, 2266-3845. R$ 2,00. Bilheteria: 10h/17h (ter. a sex.).

TRIO AGOSTO. Lúcia Morelenbaum (clarineta), Josiane Kevorkian (piano) e Nayram Pessanha (viola) compõem este trio, em atividade desde 2002. No programa, peças de John Jacobsson, J.G. Ripper e Nino Rota. Finep (100 lugares). Praia do Flamengo, 200, pilotis, Flamengo, 2555-0717, Metrô Largo do Machado. Terça (18), 18h30. Grátis. www.finep.gov.br.

São Paulo

BINELLI-FERMAN DUO E QUINTETO DE CORDAS. Sala São Paulo (1.294 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (20) e sexta (21), 21h; sábado (22), 16h30. R$ 18,00 a R$ 40,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a sáb.). Cc.: todos.  Estac. (R$ 8,00).

CORO INFANTIL DA OSESP. Maestro do grupo, Teruo Yoshida comanda os pequenos em concerto com preços populares. Missa a Três Vozes Iguais, de Osvaldo Lacerda, e canções folclóricas de diferentes tradições recheiam o roteiro. Dana Radu fornece o acompanhamento ao piano. Sala São Paulo (1.373 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Domingo (23), 11h. R$ 2,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); 10h/16h30 (sáb.); a partir das 10h (dom.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

DUO LILIAN BARRETTO E PAULO BOSISIO. A pianista e o violinista repartem os holofotes. Sonata em Si Bemol Maior KV 454, de Mozart, é uma das pedidas. Fritz Kreisler e Felix Mendelssohn também figuram no repertório. Auditório da Fundação Maria Luisa e Oscar Americano (107 lugares). Avenida Morumbi, 4077, Morumbi, 3742-0077. Domingo (23), 11h30. R$ 30,00.

ENSEMBLE SÃO PAULO. Integrantes do Quarteto de Cordas da Cidade, Nelson Rios, Betina Stegmann (violinos), Robert Suetholz (violoncelo) e Marcelo Jaffé (viola) unem-se ao contrabaixista Sérgio de Oliveira. Os cinco executam o programa que o público escolher, a partir de uma lista com obras de compositores como Bach, Haydn, Mozart, Beethoven, Dvorák, Schubert, Barber, Villa-Lobos e Penderecki. Esta récita integra a série Música no Século XXI, iniciativa da Sociedade de Cultura Artística e da CPFL Cultura. Teatro Maksoud Plaza (420 lugares). Alameda Campinas, 150, Bela Vista, 3258-3344. Terça (18), 20h30. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

EUDOXIA DE BARROS. Tarimbada pianista, Eudóxia realiza uma récita com uma seleção variada. Noturno em Mi Menor Op. 72 Nº 1, de Chopin, e Rondó KV 485, de Mozart, são duas das pedidas. MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa, 2594-2601. Domingo (23), 16h. R$ 20,00.

MOSTRA CONTEMPORÂNEA DE ARTE MINEIRA. O evento comporta duas sessões eruditas, ambas com músicos da Filarmônica de Minas Gerais. Um grupo de sopros e outro de percussão são destaques do Sesc Pompéia. No Sesc Vila Mariana, o titular Fabio Mechetti rege a orquestra em Prélude à l'Après-Midi d'un Faune, de Claude Debussy, La Valse, de Maurice Ravel, na suíte da ópera O Cavaleiro da Rosa, de Richard Strauss, e no Concerto para Clarinete e Orquestra, de John Corigliano, este último com solos de Ovanir Buosi, membro da Osesp. Teatro do Sesc Pompéia (344 lugares). Rua Clélia, 93, Pompéia, 3871-7700. Domingo (23), 11h. Grátis. Teatro do Sesc Vila Mariana (608 lugares). Rua Pelotas, 141, Vila Mariana, 5080-3000. Domingo (23), 18h. R$ 16,00. Bilheteria: 9h/21h30 (ter. a sáb.); a partir das 9h (dom.). Cc.: todos. Cd.: todos. Estac. (R$ 5,00). Ingressos também no CineSesc e nas demais unidades do Sesc.

ORQUESTRA FILARMÔNICA DE SÃO CAETANO DO SUL. Regida por Manfredo Schmiedt, a formação do ABC visita a capital. Integrante da orquestra, o trompista Nikolai Genov sola no Concerto Nº 1 em Mi Bemol Maior Op. 11, de Richard Strauss. Também constam no repertório a Abertura Egmont Op. 84, de Beethoven, e a abertura-fantasia Romeu e Julieta, de Tchaikovsky. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Domingo (23), 17h. Grátis. Estac. (R$ 8,00). É necessário reservar ingressos pelo 4238-3030.

SAXOFONIA. Quatro saxofonistas da Banda Sinfônica do Estado criaram o conjunto em 1990 por ocasião do Festival de Inverno de Campos do Jordão. Marcos Pedroso, Milton Vito, Ramiro e Ederson Marques dedicam-se a uma seleção sortida. La Fille aux Cheveux de Lin, de Debussy, convive, por exemplo, com Wapango, de Paquito D'Rivera. O grupo ainda investe em Liduino Pitombeira, Bach, Jean-Baptiste Singelée, Glazounov, Villa-Lobos, Bartók, Hudson Nogueira e Piazzolla. Auditório do Masp (374 lugares). Avenida Paulista, 1578, 3251-5644, Metrô Trianon-Masp. Terça (18), 12h30. Grátis.

SIMONE LEITÃO. Mineira radicada nos Estados Unidos, Simone se apresenta no projeto Piano na Praça. No repertório, Gershwin, Camargo Guarnieri e Busoni, entre outros. A abertura, às 15h, fica a cargo da catarinense Maria Teresa Remor Silva. Praça Dom José Gaspar (300 lugares). Informações, 3397-0160. Metrô República. Sábado (22), 16h. Grátis.

VESPERAL NO OLIDO. Formado por Martin Tuksa e Andréa Campos (violinos), Tânia Kier (viola) e Rubens de Donno (contrabaixo), da Orquestra Sinfônica Municipal, o Quarteto Vienarte se exibe na série da Galeria Olido. O programa reúne Divertimento KV 137 e Pequena Serenata Noturna KV 525, de Mozart, entre outras peças. Galeria Olido Sala Olido (300 lugares). Avenida São João, 473, centro, 3397-0170, Metrô República. Terça (18), 18h. Grátis.

VIVA LA MAMMA LE CONVENIENZE ED INCONVENIENZE TEATRALI. O espetáculo, que faz parte do projeto Ópera Estúdio do Centro Tom Jobim, destinado a treinar os alunos de canto, traz a ópera cômica de Donizetti. João Maurício Galindo rege a Orquestra Jovem do Estado. A direção cênica é de Mauro Wrona (140min, com intervalo). Teatro São Pedro (864 lugares). Rua Barra Funda, 171, Barra Funda, 3667-0499, Metrô Marechal Deodoro. Neste domingo (16), 17h; terça (18), quinta (20) e sábado (22), 20h30. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 14h (neste dom., ter., qui. e sáb.); 14h/19h (qua. e sex.). Cc.: V. Cd.: V. 

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Música Clássica

Programação da semana

Rio de Janeiro

BRUNO AZEVEDO E DUO VIOLA & PIANO. Bruno Azevedo (violão) associa-se ao duo formado pelo primeiro-viola da Orquestra Sinfônica Brasileira, Gabriel Marin, e a pianista portuguesa Priscila Bomfim neste recital da série Novos Talentos. No programa, obras de Torroba, Granados, Tarrega e outros. Modern SoundAllegro Bistrô (180 lugares). Rua Barata Ribeiro, 502 D, Copacabana, 2548-5005, Metrô Siqueira Campos. Quarta (12), 13h. Grátis.

GIDON KREMER PIANO QUARTET. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro,  2332-9160, Metrô Cinelândia. Sexta (14), 20h. R$ 40,00 (balcão) e R$ 80,00 (platéia). Bilheteria: a partir das 13h (seg. a sex.). Estac. (R$ 5,00).

MIRIAM GROSSMAN. Piano. Carioca, graduada pela Escola de Música da UFRJ, mestre em música pela mesma instituição e doutora em piano performance pela Catholic University of America em Washington, Estados Unidos, Miriam Grossman leciona na UFRJ. Neste recital, que integra o projeto Música no Museu, ela interpreta peças de Beethoven, Mignone, Tacuchian e Chopin. Museu Nacional de Belas Artes (100 lugares). Avenida Rio Branco, 199, Centro, 2253-8645 (informações). Quinta (13), 12h30. Grátis.

ORQUESTRA PETROBRAS SINFÔNICA. Segundo concerto do Ciclo Schubert. O maestro convidado Roberto Duarte rege a orquestra na interpretação de Sinfonia nº 9 em Dó Maior, a Grande, a última saída da pena do compositor austríaco e considerada por muitos como um monumento da música do século XIX. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2332-9160, Metrô Cinelândia. Sábado (15), 20h. R$ 10,00 (balcão) e R$ 20,00 (platéia). Bilheteria: a partir das 13h (seg. a sáb.). Estac. (R$ 5,00).

PAULO PEDRASSOLI. Diretor musical da Camerata de Violões do Conservatório Brasileiro de Música e mais recente professor de violão da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Pedrassoli faz recital com obras de Bach, Carlos Cruz, Nicanor Teixeira, Guerra-Peixe e Villa-Lobos. Centro Cultural da Justiça Eleitoral (100 lugares). Rua Primeiro de Março, 42, Centro, 2253-7566. Quarta (12), 19h10. Grátis.

SILAS BARBOSA. Nascido em Minas e radicado no Rio, o pianista já foi premiado em dezessete concursos nacionais. Ele apresenta, dentro do projeto Música no Museu, recital com programa voltado integralmente para obras de Chopin. Centro Cultural Justiça Federal (140 lugares). Avenida Rio Branco, 241, Centro, 3261-2570, Metrô Cinelândia. Sexta (14), 15h. Grátis.

 
São Paulo

ANDRÉ MEHMARI E DIMOS GOUDAROULIS. Músico com um pé no popular e outro no erudito, o pianista André Mehmari reparte as atenções com o violoncelista Dimos Goudaroulis, grego radicado no Brasil. Lachrimae, de Mehmari, e Doze Tons, de Goudaroulis, são duas das composições mostradas. Também sobra espaço para improvisos. Auditório do Sesc Vila Mariana (131 lugares). Rua Pelotas, 141, Vila Mariana, 5080-3000. Quinta (13), 20h30. R$ 12,00. Bilheteria: 9h/21h30 (ter. e qua.); a partir das 9h (qui.). Cc.: todos. Cd.: todos. Estac. (R$ 5,00). Ingressos também no CineSesc e nas demais unidades do Sesc.

CORO DA OSESP. A maestrina Naomi Munakata rege o conjunto, do qual é titular. Seis solistas ocupam o palco: Elayne Casehr (soprano), Silvia Tessuto (contralto), Marcos Thadeu (tenor), Saulo Javan (baixo-barítono), Fernando Tomimura (piano) e Nelson Silva (órgão). Está no roteiro a Petite Messe Solennelle, peça escrita em 1863 por Rossini. Sala São Paulo (1?294 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (13) e sexta (14), 21h; sábado (15), 16h30. R$ 18,00 a R$ 40,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a sáb.). Cc.: todos.  Estac. (R$ 8,00).

EX TOTO CORDE – FESTIVAL INTERNACIONAL DE CORDAS. Organizado pela USP, o evento contempla workshops, palestras e aulas. Apresentações com professores da universidade, alunos selecionados pelo festival e músicos convidados são abertas ao público. Anfiteatro Camargo Guarnieri (350 lugares). Rua do Anfiteatro, 109, Cidade Universitária, 3091-4330. Segunda (10) a quarta (12), 20h30; sexta (14), 8h30 às 19h30. Grátis. www.festivalextotocorde.com.br.

FÁBIO CHAMMA E LILIANE KANS. Sonata Op. 1 Nº 13, de Haendel, dá largada ao recital do violinista Fábio Chamma e da pianista Liliane Kans. Há também o scherzo de Brahms para a Sonata F.A.E., escrita em colaboração com Schumann e Albert Dietrich. Beethoven e Ravel completam a seleção. Auditório do Sesc Pinheiros (101 lugares). Rua Paes Leme, 195, Pinheiros, 3095-9400. Terça (11), 20h30. R$ 8,00. Bilheteria: a partir das 10h (ter.). Cc.: todos. Cd.: todos. Estac. (R$ 7,00).

HAGAI SHAHAM E ARNON EREZ. Violinista que já atuou sob a batuta de estrelas como Zubin Mehta e Pinchas Zukerman, o israelense Hagai Shaham divide os holofotes com o pianista conterrâneo Arnon Erez. As sonatas Op. 30, de Ludwig van Beethoven, Op. 45, de Edvard Grieg, e Op. 21, de Ernst von Dohnányi, são três das peças que o par executa. Criações de Joseph Achron (Children's Suite) e Jenö Hubay (Scènes de la Csárda Nº 5) completam o roteiro. Teatro do Centro da Cultura Judaica (200 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, 3065-4333, Metrô Sumaré. Domingo (16), 19h. A doação de 1 quilo de alimento não perecível vale um ingresso, distribuído a partir das 14h.

HORÁCIO GOUVEIA E LUCIA CERVINI. Os dois pianistas centram-se em obras de compositores brasileiros contemporâneos. Focalização sobre uma Série para Piano Preparado, de Flo Menezes, inaugura os trabalhos. Outros nomes contemplados são Marcos Câmara (Três Vazios de Lao-Tsé), Mario Ficarelli (Crucifixus), Edson Zampronha (Prelúdio) e Silvio Ferraz (Cortázar ou Quarto com Caixa Vazia para Piano e Live Electronics). Centro Cultural São Paulo – Sala Jardel Filho (324 lugares). Rua Vergueiro, 1000, Paraíso, 3383-3402, Metrô Vergueiro. Quarta (12), 21h. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

KODO. Teatro Alfa (1?134 lugares). Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722, Santo Amaro, 5693-4000. Terça (11) a sábado (15), 21h; domingo (16), 18h. R$ 60,00 a R$ 160,00. Bilheteria: 11h/19h (seg.); a partir das 11h (ter. a dom.). Cc.: todos. Cd.: R e V. Estac. c/manobr. (R$ 19,00). Atenção: os ingressos das apresentações da terça (11) e da quarta (12) estão esgotados.

LIVIO TRAGTENBERG. Compositor e saxofonista marcado pelo experimentalismo, Tragtenberg vai interagir com os espectadores presentes à apresentação e criar uma música a partir de suas sugestões. O resultado será depois mandado por e-mail no formato MP3 à platéia. Esta récita integra a série Música no Século XXI, iniciativa da Sociedade de Cultura Artística e da CPFL Cultura. Teatro Maksoud Plaza (420 lugares). Alameda Campinas, 150, Bela Vista, 3258-3344. Terça (11), 20h30. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

ORQUESTRA SINFÔNICA DE SERGIPE. Pela primeira vez em São Paulo, o grupo nordestino é regido pelo maestro Guilherme Mannis. O pianista Alvaro Siviero participa da récita solando no Concerto Nº 1 em Si Bemol Menor Op. 23, de Tchaikovsky. Também está no programa a Sétima Sinfonia, de Beethoven. Teatro Popular do Sesi (456 lugares). Avenida Paulista, 1313, 3146-7406, Metrô Trianon-Masp. Domingo (16), 12h. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

PAULO HENRIQUE ALMEIDA. Prelúdio em Sol Menor, de Bach-Siloti, abre o recital do pianista. Paulo Henrique ainda se dedica a Beethoven, Chopin, Ravel e Rachmaninov. MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa, 2594-2601. Domingo (16), 16h. R$ 20,00.

QUARTETO GIDON KREMER.  Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Segunda (10) e terça (11), 21h. R$ 60,00 a R$ 160,00. Bilheteria: a partir das 10h (seg. e ter.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

SOLISTAS DE CÂMARA DE SALZBURGO. Dezesseis músicos atuam ao lado do spalla Lavard Skou-Larsen, que fundou o conjunto na Áustria em 1991. No programa há criações de Mozart, Rossini, Bach e Shostakovich. Os artistas se apresentaram no Municipal no mês passado. Auditório do Masp (374 lugares). Avenida Paulista, 1578, 3251-5644, Metrô Trianon-Masp. Terça (11), 21h. R$ 60,00. Bilheteria: a partir das 20h (ter.). Televendas, 3284-8384.

THE MOSCOW RACHMANINOV TRIO. Natalia Savinova (violoncelo), Mikhail Tsinman (violino) e Victor Yampolsky (piano) formam o conjunto russo criado em 1994. Os instrumentistas interpretam os trios Op. 70, de Beethoven, e Op. 66, de Mendelssohn. Teatro do Centro Cultural Banco do Brasil (125 lugares). Rua Álvares Penteado, 112, centro, 3113-3651/3652, Metrô Sé. Quarta (12), 13h. Grátis. Ingressos distribuídos três horas antes.

VESPERAL OLIDO. Nelson Rios, Betina Stegmann (violinos), Robert Suetholz (violoncelo) e Marcelo Jaffé (viola) integram o Quarteto de Cordas da Cidade. Convidado da série, o conjunto toca os quartetos Nº 16, de Villa-Lobos, e Op. 121, de Fauré. Galeria Olido – Sala Olido (300 lugares). Avenida São João, 473, centro, 3397- 0170, Metrô República.  Terça (11), 18h. Grátis.

 

Fontes:
Veja Rio - Concertos
Veja São Paulo - Concertos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Concertos

Programação da Semana

Rio de Janeiro

CANTUS FIRMUS. Grupo de Santa Catarina especializado em música medieval e renascentista. Criado sob a direção de Jefferson Bittencourt em Florianópolis, em 2003, o conjunto integrado por seis cantores busca reproduzir a sonoridade vocal adotada na Europa ao longo desses dois períodos históricos. Convento de Santo Antônio (200 lugares). Largo da Carioca, s/nº, Centro, 78158412, Metrô Carioca. Sexta (7), 19h30. Grátis. www.cantusfirmus.art.br.

CRISTINA BRAGA EM TRIO. Harpista mais conhecida e requisitada na seara de concertos da cidade, Cristina abre a programação do mês da série Novos Talentos 2008. Ao lado de Ricardo Medeiros (contrabaixo) e Joca Moraes (bateria), ela apresenta programa eclético que vai de Vivaldi e Villa-Lobos a Chico Buarque. Apresentação de Tim Rescala. Modern SoundAllegro Bistrô (180 lugares). Rua Barata Ribeiro, 502 D, Copacabana, 2548-5005, Metrô Siqueira Campos. Quarta (5), 13h. Grátis.

FESTIVAL CANTAPUEBLO BRASIL 2008. Primeira edição brasileira do Cantapueblo – La Fiesta Coral de América, evento internacional de música coral e vocal surgido em Mendoza, na Argentina, e realizado há vinte anos naquele país, no Chile e no Equador. O festival acontecerá no Rio e em Niterói e vai reunir, ao longo de seis dias, mais de 3?000 artistas em cerca de trinta concertos. Os grupos são formados por coros e vozes profissionais e amadoras e o repertório vai dos clássicos ao folclórico, passando pela música colonial brasileira e MPB. Confira alguns dos locais de maior concentração de agenda: Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666, Metrô Cinelândia. Terça (4), 20h; quarta (5) a sexta (7), 12h30 e 20h; sábado (8), 11h e 20h. R$ 5,00. Bilheteria: a partir das 9h (ter. a sáb.).  Estac. (R$ 5,00). Centro Cultural Banco do Brasil (174 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, 3808-2020, Metrô Uruguaiana. Quarta (5) a sexta (7), 12h30 e 17h30; sábado (8), 12h30, 15h30 e 17h30. Grátis. Sala Baden Powell (500 lugares). Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 360, 2548- 0421, Metrô Cardeal Arcoverde. Quarta (5) a sexta (7), 20h. R$ 5,00. Bilheteria: a partir das 15h (qua. a sex.).  www.cantapueblobrasil.com.br.

SIMON ZAOUI E FRANÇOIS PINEL. Piano a quatro mãos. Os dois músicos franceses, vencedores de concursos em seu país, apresentam peças de Mozart, Schubert e Ravel. Auditório Guiomar Novaes (200 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro,  2299-9666, Metrô Cinelândia. Segunda (3), 19h30. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 9h (seg.).  Estac. (R$ 5,00).

São Paulo

ALCINA. Com direção geral de Iacov Hillel, a obra de Haendel (1685-1759) tem trechos levados à cena dentro do projeto Ópera Café. A música e o canto são intercalados por intervenções de uma narradora, Eliana Guttman. Abel Rocha responde pela direção musical. Entre os seis intérpretes secundados pelo piano de Anderson Brenner encontram-se a soprano Claudia Riccitelli e o tenor Sergio Weintraub (80min). Cafeteria do Centro da Cultura Judaica (100 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, 3065-4333, Metrô Sumaré. Quinta (6), 20h30; domingo (9), 19h. Grátis. Ingressos distribuídos a partir das 14h.

ALMANAQUE MUSICAL. Rodrigo de Carvalho rege a Orquestra Sinfônica Municipal e os corais Lírico e Paulistano. Dirigido por João Malatian, o espetáculo tem caráter didático, com criações de Carlos Gomes e Chico Buarque, entre outros. Teatro Municipal (1?580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3397-0327, Metrô Anhangabaú. Segunda (3), 11h30; terça (4), 9h30 e 11h30. Grátis.

CRISTIAN BUDU. Robert Schumann domina a exibição do pianista paulistano. Kreisleriana Op. 16 é uma das peças executadas. MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa, 2594-2601. Domingo (9), 16h. R$ 20,00.

DANG THAI SON. A carreira deste pianista vietnamita decolou a partir de 1980, quando ele venceu o Concurso Chopin de Varsóvia. Neste recital-solo, Dang Thai Son toca Miroirs e Valses Nobles et Sentimentales, ambas de Ravel. A obra de Chopin, especialidade do músico, é representada por Polonaise em Dó Sustenido Menor Op. 26 Nº 1, Andante Spianato e Grande Polonaise Brilhante em Mi Bemol Maior Op. 22, Mazurkas Op. 24 e Scherzo Nº 2 em Si Bemol Menor Op. 31. Sala São Paulo (1?294 lugares). Praça Júlio Prestes, 16, Luz, 3223- 3966, Metrô Luz. Quinta (6) e sexta (7), 21h; sábado (8), 16h30. R$ 18,00 a R$ 40,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a sáb.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

EX TOTO CORDE – FESTIVAL INTERNACIONAL DE CORDAS. Organizado pela USP, o evento contempla workshops, palestras e aulas. Apresentações com professores da universidade, alunos selecionados pelo festival e músicos convidados são abertas ao público. Anfiteatro Camargo Guarnieri (350 lugares). Rua do Anfiteatro, 109, Cidade Universitária, 3091-4330. Segunda (3) a sexta (7), 20h30. Grátis. www.festivalextotocorde.com.br. Até dia 15.

ORQUESTRA EXPERIMENTAL DE REPERTÓRIO, CORAL PAULISTANO E QUARTETO DE CORDAS DA CIDADE. O compositor inglês Ralph Vaughan Williams (1872-1958) é lembrado em concerto regido por Rodrigo de Carvalho, assistente da Sinfônica Municipal. Dá partida ao programa a Abertura As Vespas, só com a orquestra. Já a Fantasia sobre um Tema de Thomas Tallis reúne a OER e o quarteto. Arremata o espetáculo a Sinfonia Nº 7, com a Experimental, a seção feminina do Coral Paulistano e solos da soprano Martha Herr. Teatro Municipal (1?580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº,  3397-0327, Metrô Anhangabaú. Domingo (9), 11h. R$ 10,00 a R$ 15,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a sex.); 14h/17h (sáb.); a partir das 9h (dom.). Cc.: todos. Cd.: todos.

PABLO ROSSI. Nascido em Florianópolis, o pianista de 19 anos definirá o seu repertório na hora do recital, que integra a série Música no Século XXI, iniciativa da Sociedade de Cultura Artística e da CPFL Cultura. Teatro Maksoud Plaza (420 lugares). Alameda Campinas, 150, Bela Vista, 3258-3344. Terça (4), 20h30. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

QUARTETO CAMARGO GUARNIERI. Elisa Fukuda e Amanda Martins (violinos), Silvio Catto (viola) e Joel de Souza (violoncelo) integram a formação. Eles executam os quartetos Op. 76 Nº 4 – Aurora, de Haydn, Langsamer Satz, de Webern, e Op. 51 Nº 1, de Brahms. Auditório da Fundação Maria Luisa e Oscar Americano (107 lugares). Avenida Morumbi, 4077, Morumbi,  3742- 0077. Domingo (9), 11h30. R$ 30,00.

QUARTETO DE CORDAS DA CIDADE. Nelson Rios, Betina Stegmann (violinos), Robert Suetholz (violoncelo) e Marcelo Jaf-fé (viola) compõem o conjunto. Desta vez, tocam o Quarteto Nº 16, de Villa-Lobos, e o Quarteto Op. 121, de Fauré. Teatro Municipal (1.580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3397- 0327, Metrô Anhangabaú. Quinta (6), 21h. R$ 5,00 a R$ 10,00. Bilheteria: 10h/ 19h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui.). Cc.: todos. Cd.: todos.

VESPERAL NO OLIDO. O espetáculo agrupa árias escritas por Haendel. Quatro tenores se dedicam a trechos de Tamerlano e Ariodante, entre outras óperas. Ao piano, Rafael Andrade. Galeria Olido – Sala Olido (300 lugares). Avenida São João, 473, centro,  3397-0170, Metrô República.  Terça (4), 18h. Grátis

Fontes:
Veja Rio - Roteiro da Semana
Veja São Paulo - Roteiro da Semana

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Música Clássica

Programação da Semana

Rio de Janeiro

ADRIANO JORDÃO E PAULO BOSÍSIO. A dupla encerra a série Realeza nos Trópicos com o concerto intitulado A música de 1808 na Europa. O português Adriano Jordão (piano) e o brasileiro Paulo Bosísio (violino) mostram ao público a música clássica que ocupava os salões na Europa de então. No programa, o compositor português Carlos Seixas aparece ao lado de seu mestre Domenico Scarlatti, ilustrando o que se ouvia na Lisboa do século XIX. Os grandes destaques da época eram Haydn e Beethoven. Para completar, Les Adieux 1816, de Neukomm. Teatro II do Centro Cultural Banco do Brasil (143 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro,  3808-2020, Metrô Uruguaiana. Terça (28), 12h30 e 18h30. R$ 6,00. Bilheteria: 10h/21h (ter. a dom.). Cc: D, M, V. Cd: V. 

DUO ANDERSON ALVES & TAYANE PEREIRA. Piano e flauta. A dupla vai de J. S. Bach a Jacob do Bandolim em recital que integra o projeto Música no Museu.. Museu da República (90 lugares). Rua do Catete, 153, Catete, Metrô Catete.  2253-8645 (informações).  Quarta (29), 12h30. Grátis.

II FESTIVAL BACH. Com direção e regência de Ricardo Rocha, a Cia Bachiana Brasileira, com orquestra, coro e os solistas Manuela Vieira dos Santos (soprano), Marcello Sader (tenor), Mauro Senise (sax) e Daniel Guedes (violino), entre outros, rende tributo ao compositor Johann Sebastian Bach. São dois concertos. No primeiro aparecem Suíte Nº 3, em Ré Maior BWV 1068 e Magnificat BWV 243 em Ré Maior (segunda versão, de 1730). No segundo, além de peças de Bach, há obras de Breno Blauth e Lindembergue Cardoso. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro,  2299-9666, Metrô Cinelândia. Terça (28) e quinta (30), 19h30. R$ 20,00 e R$ 30,00 (os dois concertos). Bilheteria: a partir das 9h (ter. e qui.).  Estac. (R$ 5,00). www.bachiana.com.br.

PAULO BARCELOS E ELIARA PUGGINA. O tenor e a pianista apresentam canções de Liszt. Finep (100 lugares). Praia do Flamengo, 200, pilotis, Flamengo, 2555-0717, Metrô Largo do Machado. Terça (28), 18h30. Grátis. www.finep.gov.br.

RAFAEL BONAVITA. Especialista em instrumentos de cordas dedilhadas, Bonavita dedica-se a repertórios da música medieval, contemporânea e eletroacústica. No concerto da série Guitarríssimo 2008, ele apresenta composições do clássico espanhol para o violão barroco. Auditório Guiomar Novaes (200 lugares). Rua Teotônio Regadas, s/nº, Centro, 2299-9666, Metrô Cinelândia. Quarta (29), 19h30. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 9h (qua.).  Estac. (R$ 5,00). www.bachiana.com.br.

São Paulo
 

DIMOS GOUDAROULIS. Radicado no Brasil, o violoncelista grego lançou neste ano um CD com as três primeiras suítes escritas por Bach para o instrumento. É esse o repertório que executa em seu recital. Centro Cultural São Paulo – Sala Jardel Filho (324 lugares). Rua Vergueiro, 1000, Paraíso, 3383-3402, Metrô Vergueiro. Domingo (2), 11h30. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

DUO MARIA FERNANDA KRUG E ANTONIO RIBEIRO. Sobem ao palco a violinista e o pianista. O programa do duo é aberto com a Sonata K. 301, de Mozart. Na seqüência, o par se esmera em criações de nomes como Mendelssohn e Schumann. Centro Cultural São Paulo Sala Adoniran Barbosa (631 lugares). Rua Vergueiro, 1000, Paraíso, 3383-3402, Metrô Vergueiro. Quinta (30), 12h30. Grátis.

ENSEMBLE RECHERCHE. Três integrantes do grupo alemão fazem um espetáculo calcado em música contemporânea. Martin Fahlenbock (flauta), Jaime González (oboé) e Shizuyo Oka (clarinete) atuam em peças de Georg Kröll e Walter Zimmermann, entre outros. Teatro do Sesc Vila Mariana (608 lugares). Rua Pelotas, 141, Vila Mariana, 5080-3000. Sexta (31), 21h. R$ 20,00. Bilheteria: 9h/21h30 (ter. a qui.); a partir das 9h (sex.). Cc.: todos. Cd.: todos. Estac. (R$ 5,00). Ingressos também no CineSesc e nas demais unidades do Sesc.

GIANNI SCHICCHI. Levada à cena pela primeira vez em 1918, em Nova York, a obra em um ato de Puccini ganha uma produção da Cia. Ópera São Paulo e da Associação Paulista dos Amigos da Arte (Apaa). A peça foca-se em Gianni Schicchi, personagem citado no trigésimo canto do Inferno, de Dante. Para atingir seus objetivos, ele assume a identidade de outra pessoa. Com regência de Emiliano Patarra, a Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos atua no espetáculo. Vindo da Argentina, o barítono Luis Gaeta participa da récita neste domingo (26)  na terça (28), assume o seu posto o brasileiro Rodolfo Giugliani. As sopranos Edna D'Oliveira e Tati Helene e os tenores Paulo Mandarino e Sergio Weintraub completam o elenco. William Pereira responde pela direção cênica. Paulo Abrão Esper é o diretor-geral do espetáculo (60min). Teatro São Pedro (636 lugares). Rua Barra Funda, 171, Barra Funda, 3667-0499, Metrô Marechal Deodoro. Neste domingo (26), 17h; terça (28), 20h30. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 14h (neste dom. e ter.). Cc.: V. Cd.: V.

LAMENTAÇÕES DO PROFETA JEREMIAS. A obra do renascentista Orlando di Lasso é interpretada a capela (sem acompanhamento instrumental) por doze cantores do grupo Audi Coelum. Regência de Roberto Rodrigues. Igreja Santo Agostinho (500 lugares). Praça Santo Agostinho, 79, 3209-4685, Metrô Vergueiro. Sexta (31), 21h. Igreja Beato José de Anchieta (350 lugares). Pátio do Colégio, 84, 3105-6899, Metrô Sé. Domingo (2), 12h. Grátis.

ORQUESTRA SINFÔNICA DA USP. Diretor musical da Sinfônica do Missouri, nos Estados Unidos, o maestro inglês Kirk Trevor volta a comandar os instrumentistas da Osusp. A pianista de Rondônia Linda Bustani é a outra convidada do espetáculo. Ela sola no Concerto Nº 4 em Sol Maior Op. 58, de Beethoven. O programa também contempla a abertura da ópera Don Giovanni, de Mozart, e a Quinta Sinfonia, de Beethoven. Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Terça (28), 21h. R$ 15,00 a R$ 90,00. Bilheteria: 10h/18h (seg.); a partir das 10h (ter.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA DE SANTO ANDRÉ. Sob a batuta do maestro Wagner Polistchuk, o grupo do ABC visita a Sala São Paulo. Antonio Lauro Del Claro responde pelos solos do Concerto para Violoncelo em Si Menor Op. 104, de Dvorák. Também estão no roteiro O Vento da Sibéria, de Boris Tchaikovsky (que não tinha parentesco com o célebre Piotr Tchaikovsky), e a Sinfonia Nº 1 em Fá Menor Op. 10, de Shostakovich. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Domingo (2), 17h. R$ 10,00 a R$ 30,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); 10h/16h30 (sáb.); a partir das 14h (dom.). Cc.: todos.  Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA MUNICIPAL E CORAL PAULISTANO. O assistente Rodrigo de Carvalho sobe ao púlpito e rege as duas formações num espetáculo centrado em obras do húngaro Zoltán Kodály (1882-1967). Psalmus Hungaricus conta com as participações da orquestra, do coro e do tenor Tamás Cselóczki, vindo da Hungria. Já Budavári Te Deum traz ambos os grupos, o solista e os cantores Mirna Rubim (soprano), Kismara Pessatti (contralto) e Licio Bruno (baixo-barítono). Teatro Municipal (1 580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3397-0327, Metrô Anhangabaú. Sexta (31), 21h; domingo (2), 11h. R$ 10,00 a R$ 15,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a qui.); a partir das 10h (sex.); 14h/17h (sáb.); a partir das 9h (dom.). Cc.: todos. Cd.: todos.

VANYA ELIAS-JOSÉ. Radicada em Londres desde 1975, a pianista paulistana vem à cidade para um recital-solo. Os noturnos Op. 9 Nº 1 e Op. 27 Nº 1, de Chopin, abrem os trabalhos. Na seqüência, Vanya interpreta Impressões Seresteiras e a quarta das Bachianas Brasileiras, de Villa-Lobos, e a suíte Children's Corner, de Debussy. O roteiro é encerrado com a Suíte Espanhola, de Albéniz. Sesc Pinheiros Teatro Paulo Autran (1.010 lugares). Rua Paes Leme, 195, Pinheiros, 3095-9400. Terça (28), 20h30. R$ 8,00. Bilheteria: a partir das 10h (ter.). Cc.: todos. Cd.: todos. Estac. (R$ 5,00). Ingressos também no CineSesc e nas demais unidades do Sesc.

 

Fontes:
Veja Rio - Concertos
Veja São Paulo - Concertos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Música Clássica

Programação da semana

Rio de Janeiro

DUO RICARDO SANTORO E LÚCIA BARRENECHEA. Violoncelo e piano. Programa dedicado a Rachmaninof. Sala Villa-Lobos da UniRio (100 lugares). Avenida Pasteur, 436, fundos, Praia Vermelha, Urca, 2542-3311. Terça (21), 17h20. Grátis.

QUARTETO CORCOVADO. Clóvis Pereira e Roberto Lopes (violinos), Denis Golovin (viola) e Ricardo Santoro (violoncelo) interpretam quartetos de Mozart e Dvorák. Auditório Lorenzo Fernandez (170 lugares). Avenida Graça Aranha, 57, 12º andar, Centro, 3478-7600. Quarta (22), 18h30. Grátis.

QUARTETO OSESP E LILYA ZILBERSTEIN Criado no início de 2007, o conjunto formado por Emmanuele Baldini e Davi Graton (violinos), Cláudio Cruz (viola) e Johannes Gramsch (violoncelo) vai dividir o palco, na interpretação do Quinteto de Schumann, com a pianista russa Lilya Zilberstein – parceira constante de Martha Argerich. Também no programa, peças de Beethoven e Schubert. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2332-9160, Metrô Cinelândia. Domingo (26), 17h. R$ 120,00 (balcão) e R$ 150,00 (platéia). Bilheteria: a partir das 13h (dom.). Estac. (R$ 5,00).

ROSANA LANZELOTTE, ALFREDO DEL PENHO E MASSIMO MERCELLI. Intitulado Amores Brasileiros, o terceiro concerto da série Realeza nos Trópicos reúne Rosana Lanzelotte no fortepiano (instrumento ancestral do atual piano), o flautista italiano Mercelli e o violonista Del Penho, que também canta e toca viola caipira. O programa ostenta obras de Sigismund Neukomm, José Maurício Nunes Garcia e Joaquim Manoel da Câmara, entre outros. Teatro II do Centro Cultural Banco do Brasil (143 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, 3808-2020, Metrô Uruguaiana. Terça (21), 12h30 e 18h30. R$ 6,00. Bilheteria: 10h/21h (ter. a dom.). Cc.: D, M, V. Cd.: V. 

SALZBURG CHAMBER SOLOISTS. Fundada em 1991 pelo gaúcho Lavard Skou-Larsen, a orquestra austríaca já teve o violinista Boris Belkin como diretor artístico. No programa, obras de Mozart, Rossini e Bartok, entre outros. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2332-9160, Metrô Cinelândia. Sexta (24), 20h. R$ 30,00 (platéia), R$ 20,00 (balcão) e R$ 1,00 (estudantes de música). Bilheteria: a partir das 13h (sex.). Estac. (R$ 5,00).

TCHAIKOVSKY SYMPHONY ORCHESTRA MOSCOW. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2332-9160, Metrô Cinelândia. Quinta (23), 20h. R$ 60,00 (balcão) e R$ 120,00 (platéia). Bilheteria: a partir das 13h (qui.). Estac. (R$ 5,00).

São Paulo

ALEYSON SCOPEL. Nascido em Vitória (ES), o pianista já tocou com as sinfônicas Brasileira (OSB) e da USP (Osusp). Adágio em Si Menor KV 540, de Mozart, e Polonaise Op. 53, de Chopin, estão no programa. MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa, 2594-2601. Neste domingo (19), 16h. R$ 20,00.

O BARBEIRO DE SEVILHA. Com direção geral de Iacov Hillel, a obra de Rossini (1792-1868) tem trechos levados à cena dentro do projeto Ópera Café. A música e o canto são intercalados por intervenções de um narrador, Mauro Wrona, também responsável pela direção musical. Entre os cinco intérpretes secundados pelo piano de Anderson Brenner encontram-se o tenor Thiago Soares e a meio-soprano Luciana Bueno (90min). Cafeteria do Centro da Cultura Judaica (100 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, 3065-4333, Metrô Sumaré. Quinta (23), 20h30; domingo (26), 19h. Grátis. Ingressos distribuídos a partir das 14h.

CONJUNTO DE CÂMARA DE JERUSALÉM. Criado no Festival Internacional de Música de Câmara de Jerusalém, o grupo apresenta-se na temporada da Sociedade de Cultura Artística. Elena Bashkirova (piano), Latica Honda-Rosenberg (violino), Gérard Caussé (viola) e Michael Sanderling (violoncelo) unem-se em diferentes formações. No programa estão Trio para Cordas Nº 5 em Dó Maior KV 548 e Quarteto para Piano, Violino, Viola e Violoncelo em Mi Bemol Maior KV 493, ambos de Mozart, Duo para Violino e Violoncelo, de Erwin Schulhoff, e Intermittances, de Elliott Carter, além de Quatro Peças para Viola e Piano e Quarteto para Piano, Violino, Viola e Violoncelo em Mi Bemol Maior Op. 47, as duas de Schumann. Teatro Municipal (1.580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº,  3397-0327, Metrô Anhangabaú. Terça (21) e quarta (22), 21h. R$ 50,00 a R$ 140,00. Televendas Cultura Artística, 3258-3344; 10h/18h (seg. a sáb.).

CORO DA OSESP. A maestrina Naomi Munakata rege o conjunto, do qual é titular. Sete solistas ocupam o palco: Viviana Casagrandi e Natália Áurea (sopranos), Fabiana Portas e Edineia D'Oliveira (meio-sopranos), Francisco Meira (barítono), Luiz Daniel Sales (violoncelo) e Nelson Silva (órgão). Estão no roteiro Claviante Brilioso, de Thomas Jennefelt, De Profundis, de Krzysztof Penderecki, e Réquiem Op. 9, de Maurice Duruflé. No domingo (26), às 11h, Naomi novamente comanda a execução do réquiem de Duruflé e Quatro Motetos, também dele. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (23) e sexta (24), 21h; sábado (25), 16h30; domingo (26), 11h. R$ 2,00 (dom.) e R$ 18,00 a R$ 40,00 (qui. a sáb.). Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a dom.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

EDUARDO SANTANGELO. Obras de Frédéric Chopin, Rodolfo Coelho de Souza, Camargo Guarnieri e Franz Liszt estão presentes ao recital do pianista. Auditório da Cultura Inglesa Higienópolis (100 lugares). Avenida Higienópolis, 449, Higienópolis,  3826- 4322. Domingo (26), 17h. R$ 20,00. GIANNI SCHICCHI. Levada ao palco pela primeira vez em 1918, em Nova York, a obra em um ato de Puccini ganha uma produção da Cia. Ópera São Paulo e da Associação Paulista dos Amigos da Arte (Apaa). A peça foca-se em Gianni Schicchi, personagem citado no trigésimo canto do Inferno, de Dante. Na trama, ele assume a identidade de outra pessoa para atingir seus objetivos. Com regência de Emiliano Patarra, a Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos atua no espetáculo. Vindo da Argentina, o barítono Luis Gaeta participa das récitas na quinta (23), no sábado (25) e no domingo (26) – na sexta (24) e no dia 28, assume o seu posto o brasileiro Rodolfo Giugliani. As sopranos Edna D'Oliveira e Tati Helene e os tenores Paulo Mandarino e Sergio Weintraub completam o elenco. William Pereira responde pela direção cênica. Paulo Abrão Esper é o diretor geral do espetáculo (60min). Teatro São Pedro (636 lugares). Rua Barra Funda, 171, Barra Funda, 3667-0499, Metrô Marechal Deodoro.  Quinta (23) e sexta (24), 20h30; sábado (25) e domingo (26), 17h. R$ 20,00. Bilheteria: 14h/19h (qua.); a partir das 14h (qui. a dom.). Cc.: V. Cd.: V. Há uma outra récita agendada para o dia 28.

ORQUESTRA SINFÔNICA MUNICIPAL. Sob a regência de José Maria Florêncio, a OSM convida o músico polonês Tomasz Strahl, que sola no Concerto para Violoncelo em Si Menor Op. 104, de Dvorák. O repertório também contempla o famoso Adágio para Cordas, de Barber, e a Sinfonia Nº 6 – Patética, de Tchaikovsky. Teatro Municipal (1.580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3397-0327, Metrô Anhangabaú. Sexta (24), 21h. R$ 10,00 a R$ 15,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a qui.); a partir das 10h (sex.). Cc.: todos. Cd.: todos. 

ORQUESTRA SINFÔNICA TCHAIKOVSKY. Parque do Auditório (15.000 pessoas). Parque do Ibirapuera, portão 2, 3815-6377. Neste domingo (19), 17h. Grátis. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Segunda (20) e terça (21), 21h. R$ 90,00 a R$ 240,00. Bilheteria: a partir das 10h (seg. e ter.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00). www.mozarteum.org.br.

SILAS BARBOSA. Natural de Visconde do Rio Branco (MG), o pianista dedica-se a composições de Scriabin (Prelúdios Op. 15), Prokofiev (Sarcasmos Op. 17), Mendelssohn (Variações Sérias Op. 54) e Chopin (Noturnos Op. 32 Nos 1 e 2 e Baladas Nº 1 Op. 23 e Nº 4 Op. 52). MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa,  2594-2601. Domingo (26), 16h. R$ 20,00.

 

 

 

Fontes:
Veja Rio - Programação da Semana
Veja São Paulo - Programação da semana

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Música Clássica

Programação da semana

Rio de Janeiro

FESTIVAL JACQUES KLEIN. O evento em homenagem ao pianista cearense, mestre de uma multidão de músicos brasileiros em atividade, volta à Sala na semana com dois concertos distintos. O primeiro, na quarta (15), reúne as pianistas Lílian Barretto e Linda Bustani, que apresentarão em duo obras de Ravel e Brahms, e terá também João Carlos Assis Brasil interpretando grandes temas do cinema. Para encerrar a programação, quinta (16), o pianista Arnaldo Cohen e o Quarteto Bessler interpretam programa com obras de Brahms. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666, Metrô Cinelândia. Quarta (15) e quinta (16), 20h. R$ 5,00. Bilheteria: a partir das 9h (qua. e qui.). Estac. (R$ 5,00).

GAETANO GALIFI. O violonista apresenta obras próprias e também de Paganini, Chopin e Sor. Paço Imperial (100 lugares). Praça XV de Novembro, 48, Centro, 2253-8645 (informações). Terça (14), 12h30. Grátis.

HORÁCIO GOUVEIA E JACOB HERZOG. A dupla apresenta a versão de Bruno Seidlhofer para piano a quatro mãos, de 1937, para A Arte da Fuga, de Bach. Centro Cultural Ibeu (110 lugares). Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 690, 11º andar, Copacabana, 3816-9432. Quinta (16), 18h30. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes, na portaria.

LUÍS GUSTAVO TORRES. Graduado em piano pela Unirio (Universidade do Rio de Janeiro), Torres atualmente cursa mestrado na Escola de Música da UFRJ, sob orientação de Marcelo Verzoni. No programa, obras de Beethoven, Mozart e Schumann. Finep (100 lugares). Praia do Flamengo, 200, pilotis, Flamengo, 2555-0717, Metrô Largo do Machado. Terça (14), 18h30. Grátis. www.finep.gov.br.

PROJETO NOVOS TALENTOS 2008. Três atrações no mesmo dia: o Duo Artur Gouvêa e Rafael Motta (violões), Laís Frey (piano-solo) e Gian Matheus (piano-solo) mostram um repertório diversificado que vai de Egberto Gismonti a Franz Liszt. O palestrante convidado da semana é o maestro Marcos Arakaki. Modern SoundAllegro Bistrô (180 lugares). Rua Barata Ribeiro, 502 D, Copacabana, 2548-5005, Metrô Siqueira Campos. Quarta (15), 13h. Grátis.

QUARTETO RADAMÉS GNATTALI. Formado por Carla Rincón e João Carlos Ferreira (violinos), Fernando Thebaldi (viola) e Paulo Santoro (violoncelo), o ativo conjunto de cordas apresenta, sob a direção artística do maestro Roberto Duarte, quartetos de Mozart e Cláudio Santoro. Centro Cultural da Justiça Eleitoral (100 lugares). Rua Primeiro de Março, 42, Centro, 2253-7566. Quarta (15), 19h10. Grátis.

São Paulo

BANDA SINFÔNICA DO ESTADO. Duas peças têm estréia mundial na apresentação capitaneada por Érika Hindrikson, assistente da Banda Sinfônica. São elas: Sinfonia de Sopros, do húngaro Kamilló Lendvay, e Divertimento para Clarineta, Piano e Banda Sinfônica, do niteroiense André Mehmari. A peça tem solos do próprio compositor, ao piano, e do clarinetista italiano Gabriele Mirabassi. Também escrita por Mehmari, Frevo Rasgado abre a récita. Teatro Alfa (1 134 lugares). Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722, Santo Amaro, 5693-4000. Sábado (18), 21h. R$ 10,00 a R$ 30,00. Bilheteria: 11h/19h (seg. a sex.); a partir das 11h (sáb.). Cc.: todos. Cd.: R e V. Estac. c/manobr. (R$ 18,00).

ORQUESTRA FILARMÔNICA DE SÃO BERNARDO DO CAMPO. Comandado por Carlos Moreno, o conjunto do ABC une-se aos Canarinhos de Petrópolis e ao Grupo Vocalis para interpretar a sinfonia mais célebre de Beethoven, a Nona. Solam Gabriella Pace (soprano), Luciana Bueno (meio-soprano), Sergio Weintraub (tenor) e Licio Bruno (barítono). O espetáculo faz parte da série anual promovida pela Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer (Tucca). Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Sábado (18), 21h. R$ 40,00 a R$ 80,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); a partir das 10h (sáb.). Cc.: todos. Ingressos também na sede da Tucca (Avenida 9 de Julho, 4275, Jardim Europa, 3057-0131). Estac. (R$ 8,00). www.tucca.org.br.

ORQUESTRA SINFÔNICA DA USP, ROPPONGI E CANARINHOS DE PETRÓPOLIS. Sessenta membros do coral japonês Roppongi somam as suas vozes ao coro adulto dos Canarinhos de Petrópolis para uma exibição encampada pela Osusp. O repertório se centra na produção do país asiático: há tanto canções típicas quanto obras do compositor contemporâneo Shigeaki Saegusa. Aquarela do Brasil, de Ary Barroso, é a nossa exceção. Regência de Carlos Moreno. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quarta (15), 20h30. Grátis. Reserva de ingressos pelo 3263-0645 ou pelo e-mail roppongi2008@gmail.com. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO. Sob a batuta do titular John Neschling, a Osesp recebe pela primeira vez a pianista russa Lilya Zilberstein entre quinta (16) e sábado (18). A artista, que já gravou com estrelas como a sua colega de instrumento Martha Argerich e os maestros Claudio Abbado e Neeme Järvi, executa os solos do Concerto Nº 3 em Dó Maior Op. 26, de Sergei Prokofiev. Também constam do programa Um Americano em Paris, de George Gershwin, Variações Orquestrais sobre um Tema de Paganini Op. 26, de Boris Blacher, e a abertura da ópera Russlan e Ludmila, de Mikhail Glinka. No domingo (19), Lilya tem outro compromisso na Sala São Paulo, agora em companhia do Quarteto Osesp, formado por Emmanuele Baldini (primeiro violino), Davi Graton (segundo violino), Cláudio Cruz (viola) e Johannes Gramsch (violoncelo). Ela participa do Quinteto em Mi Bemol Maior Op. 44, de Schumann. O repertório ainda abarca Grande Fuga em Si Bemol Maior Op. 133, de Beethoven, e Quarteto Nº 13 em Lá Menor D 804 – Rosamunde, de Schubert, com os quatro músicos da orquestra. Outra atração da Osesp: o concerto dominical das 11h, com ingressos a 2 reais. O regente-assistente Victor Hugo Toro comanda a formação em peças de Gershwin e Glinka, bem como na Serenata em Mi Maior Op. 22, de Dvorák. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (16) e sexta (17), 21h; sábado (18), 16h30; domingo (19), 11h e 17h. R$ 2,00 (dom., 11h), R$ 28,00 a R$ 98,00 (qui. a sáb.) e R$ 34,00 e R$ 40,00 (dom., 17h). Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a dom.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA MUNICIPAL. O convidado checo Jiri Malat sobe ao púlpito para liderar a OSM. Abertura Festival Acadêmico e Sinfonia Nº 3, de Brahms, dividem espaço com o Concerto para Violino, de Alban Berg. Nesta obra sola Martin Tuksa, spalla da orquestra. Teatro Municipal (1.580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3397-0327, Metrô Anhangabaú. Domingo (19), 11h. R$ 10,00 a R$ 15,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a sex.); 14h/17h (sáb.); a partir das 9h (dom.). Cc.: todos. Cd.: todos. 

ORQUESTRA SINFÔNICA TCHAIKOVSKY. Fundada em 1930 como Orquestra Sinfônica da Rádio de Moscou, a formação recebeu quinze anos atrás, por decreto, novo nome. No domingo (19), a Sinfônica Tchaikovsky faz a primeira apresentação de sua turnê na cidade, ao ar livre e gratuita. Sob a liderança do assistente Denis Lotoev, os músicos executam produções de Tchaikovsky – a suíte A Bela Adormecida e a Abertura 1812 Op. 49 – e a suíte Romeu e Julieta, de Prokofiev. A Sala São Paulo recebe o grupo nos dias 20 e 21, com o seu maestro titular, Vladimir Fedoseyev, com outros repertórios. Parque do Auditório (15.000 pessoas). Parque do Ibirapuera, portão 2, 3815-6377. Domingo (19), 17h. Grátis. www.mozarteum.org.br.

SOLISTAS DE CÂMARA DE SALZBURGO. Dezoito músicos atuam ao lado do spalla Lavard Skou-Larsen, que criou o conjunto na Áustria em 1991. No programa, destacam-se dois concertos para trompa: um de Mozart e outro de seu pai, Leopold, ambos com solos de Willi Schwaiger. Teatro Municipal (1.580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3397-0327, Metrô Anhangabaú. Sexta (17), 21h. R$ 20,00 a R$ 60,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a qui.); a partir das 10h (sex.). Cc.: todos. Cd.: todos.

SONS DE VIENA. O recital traz Gabriella Pace (soprano), Adriana Clis (meio-soprano), Luís Afonso Montanha (clarineta), Renato Bandel (viola) e Gilberto Tinetti (piano). Obras de câmara de Mozart, Brahms e Schubert recheiam o roteiro. Auditório da Fundação Maria Luisa e Oscar Americano (107 lugares). Avenida Morumbi, 4077, Morumbi, 3742-0077. Domingo (19), 11h30. R$ 30,00.

 

MOSTRA SESC DE ARTES 2008

DAUU. Criado na Bélgica em 1992, o Die Anarchistische Abendunterhaltung, ou simplesmente Dauu, reúne seis músicos de formação erudita e voltados a um estilo próprio. Usando instrumentos que vão do clarinete à guitarra elétrica, o grupo cria novas leituras para um repertório em que cabem, lado a lado, o barroco de Vivaldi, a música folk do Leste Europeu, o flamenco da Espanha e as experimentações pop de Frank Zappa. Auditório do Sesc Avenida Paulista (230 lugares). Avenida Paulista, 119, 3179-3700, Metrô Brigadeiro. Terça (14), 19h. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes. Estac. na Rua Leôncio de Carvalho, 98 (R$ 7,00).

JOCY DE OLIVEIRA. Teatro Probabilístico é uma instalação interativa concebida pela compositora de vanguarda Jocy de Oliveira nos anos 60, numa época em que pouco se falava de eletroacústica. Cabe ao público caminhar por uma partitura imaginária e construir, a cada passo, novas composições oriundas da fusão de múltiplos sons ativados por sensores. Sesc Pinheiros – Sala de Oficinas. Rua Paes Leme, 195, Pinheiros, 3095-9400. Terça a sábado, 13h às 21h30. Grátis. Estac. (R$ 7,00). Até sábado (18).

PERCORSO ENSEMBLE. Com oito músicos – seis percussionistas e dois pianistas –, o conjunto paulistano dirigido por Ricardo Bologna visita a obra do americano Steve Reich, um dos criadores do minimalismo. A formação interpreta Sextet (1984), para percussão e teclados, e Six Marimbas (1986), transcrição feita pelo próprio Reich de sua Six Pianos, composta em 1973 para seis pianos. Teatro Sesc Anchieta (320 lugares). Rua Doutor Vila Nova, 245, Consolação, 3234-3000. Segunda (13), 21h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 12h30 (seg.). Ingressos também no CineSesc e nas demais unidades do Sesc.

 

Fontes:
Veja Rio - Roteiro da Semana - Concertos
Veja São Paulo - Roteiro da Semana - Concertos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Concertos

Programação da semana

Rio de Janeiro

CORAL INFANTIL DA UFRJ. Com a regente Maria José Chevitarese e acompanhamento ao piano de Claudia Feitosa, cinqüenta crianças mostram repertório que une obras clássicas e populares. Centro Cultural da Justiça Eleitoral (100 lugares). Rua Primeiro de Março, 42, Centro, 2253-7566. Quarta (8), 19h10. Grátis.

FESTIVAL JACQUES KLEIN. Segunda edição da série de concertos que rende tributo, ao longo do mês de outubro, ao pianista e ex-diretor da Sala Cecília Meireles. A primeira rodada de recitais, nesta semana, reúne, entre ex-alunos de Klein e convidados internacionais, os italianos Maurizio Baglini (piano) e Silvia Chiesa (violoncelo); a belga France Springuel (violoncelo), o Quarteto Bessler e os pianistas Arnaldo Cohen, Luiz Fernando Benedini, Lilian Barretto e Linda Bustani, entre outros. A abertura, sábado (11), reserva dois concertos distintos. No primeiro, France Springuel divide o palco com Luiz Fernando Benedini. Ela também terá a companhia de Bernardo Bessler (violino), Christine Springuel (viola) e Adriano Costa (contrabaixo). A violoncelista manteve com Jacques Klein um trio, que tinha ainda o violinista italiano Salvatore Accardo. Depois, quem ocupa o palco é Maurizio Baglini, a partir de 20h30. Em primeira audição aqui, a versão de Liszt para piano solo da Sinfonia nº 9 de Beethoven. O pianista Maurizio toca também com Silvia Chiesa a Sonata Para Violoncelo e Piano op. 38 em Mi Menor, de Brahms. Domingo (12), os italianos retornam, com o violinista Michel Bessler em programa com obras de Saint-Säens e de Schubert. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666, Metrô Cinelândia. Sábado (11), 18h e 20h30; domingo (12), 18h. R$ 5,00. Bilheteria: a partir das 9h (sáb. e dom.). Estac. (R$ 5,00).

LUIZ SENISE E RONAL SILVEIRA. Piano a quatro mãos. Mestre pela Universidade Musical Internacional de Paris e pela Escola de Música da UFRJ, Senise desenvolve intensa carreira que inclui discos, gravações para rádio e TV, participações em CDs e apresentações no Brasil e exterior. Silveira é professor de piano do Curso de Graduação do Conservatório Brasileiro de Música e da Escola de Música da UFRJ. No programa, peças de Brahms, Debussy, Poulenc, Gershwin e Villa-Lobos. Modern SoundAllegro Bistrô (180 lugares). Rua Barata Ribeiro, 502 D, Copacabana, 2548-5005, Metrô Siqueira Campos. Quarta (8), 13h. Grátis.

MARCO LIMA. O pianista niteroiense presta homenagem aos 80 anos dos compositores Edino Krieger e Nicanor Teixeira. Finep (100 lugares). Praia do Flamengo, 200, pilotis, Flamengo, 2555-0717, Metrô Largo do Machado. Terça (7), 18h30. Grátis. www.finep.gov.br.

ORQUESTRA BACHIANA BRASILEIRA – DANIEL GUEDES. Regida por Ricardo Rocha, a orquestra dá seguimento ao projeto Grandes Mestres Alemães em programa que contempla Brahms. Nome de expressão do violino da nova geração, Daniel Guedes é o solista no Concerto para Violino e Orquestra em Ré Maior, Opus 77. Também no programa, Sinfonia nº 1, em Dó Menor, Op. 68. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Quarta (8), 20h. R$ 5,00 a R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 10h (qua.). 

ORQUESTRA PETROBRAS SINFÔNICA. O terceiro concerto da Série Noturnos traz o regente convidado Osvaldo Colarusso para um programa que reúne obras de Villa-Lobos, Bela Bártok e Paul Hindemith. Com direito a happy hour (às 19h30) regada a vinho e embalada por conjunto de música de câmara. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666, Metrô Cinelândia. Sexta (10), 20h30. R$ 20,00 (balcão) e R$ 30,00 (platéia). Bilheteria: 9h/18h (seg. a sex.); a partir das 9h (sáb.). Estac. (R$ 5,00).

PATRICIA GLATZL. A pianista interpreta peças de Bach, Mozart, Beethoven e Mendelssohn em recital do projeto Música no Museu. Museu da República (80 lugares). Rua do Catete, 153, Catete, Metrô Catete. 2253-8645 (informações). Quarta (8), 12h30. Grátis.

QUARTETO. Carla Rincón (violino), Hugo Pilger (violoncelo), Cristiano Alves (clarineta) e Josiane Kevorkian (piano) apresentam o Quarteto para o Final dos Tempos, que Olivier Messiaen (1908-1992) compôs num campo de concentração nazista. O concerto integra a série A Prata da Casa, da Orquestra Petrobras Sinfônica. Sala Armando Prazeres (500 lugares). Colégio Bennett, Rua Marquês de Abrantes, 55, Flamengo, 2551-5595 (informações). Quarta (8), 19h. Grátis.

São Paulo

AMELIA AL BALLO E LE VILLE. O programa reúne duas óperas de um ato que marcaram a estréia de seus respectivos compositores no gênero. De Gian Carlos Menotti, a cômica Amelia al Ballo (Amélia no Baile), montada pela primeira vez em 1937, narra a história de uma mulher, interpretada pela soprano Claudia Riccitelli, que faz de tudo para ir a um baile – inclusive revelar ao marido (o barítono Leo-nardo Neiva) quem é seu amante (papel do tenor Martin Mühle). Lívia Sabag assina a direção cênica e Juliano Suzuki rege a Orquestra Experimental de Repertório. Le Ville (1884), de Giacomo Puccini, é uma peça trágica sobre a jovem Anna (a soprano Mirna Rubin), abandonada pelo noivo, Roberto (o barítono Eric Herreno), às vésperas do casamento. Enfurecido, o pai da moça (o tenor Douglas Hahn) clama por vingança. Regência de Jamil Maluf e direção cênica de João Malatian. Em ambas as peças, o Coral Lírico participa (170min, com intervalo). Teatro Municipal (1?580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3397-0327, Metrô Anhangabaú. Domingo (12), 17h. R$ 20,00 a R$ 40,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a sex.); 14h/17h (sáb.); a partir das 14h (dom.). Cc.: todos. Cd.: todos. Há outras récitas agendadas para os dias 14, 16 e 18.

CHRIS STOUT. O violinista escocês é o convidado para o programa batizado de "Encontro Musical Brasil e Escócia", do qual participam Carlinhos Antunes (violões e viola) e Rui Barossi (baixo) mais o suíço radicado no Brasil Thomas Rohrer (saxofone). Sozinhos ou em conjunto, eles tocam peças próprias, a exemplo de Cinco pros Quatro, de Rohrer. Museu da Casa Brasileira – Terraço (230 lugares). Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2705, Jardim Paulistano, 3032-3727. Domingo (12), 11h. Grátis. Estac. (R$ 10,00).

ÉRIKA RIBEIRO. A Sonata Nº 31 em Lá Maior Op. 110, de Beethoven, mais quatro peças de Chopin, estão no repertório da pianista paulista de Itararé. Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa, 3081-8611. Domingo (12), 16h. R$ 20,00.

MÚSICA ERUDITA URGENTE. O programa reúne vários instrumentistas em uma única noite. Formado por seis integrantes, o grupo de câmara Allemande abre o concerto tocando temas de Mozart, Grieg, Haendel e Tchaikovsky. Na seqüência, em performance-solo, o violonista Marcel Leme mostra Romance de Amor, de Antônio Rovira, e Jesus, Alegria dos Homens, de Bach. Obras de Chopin compõem o repertório do pianista Fausto de Paschoal. Por fim, Marlene Mello (violino) e Denise Perez Manzo (piano) executam a Sonata Op. 24 em Fá Maior, de Beethoven, entre outras. Auditório Baccarelli (120 lugares). Rua Estado de Israel, 553, Vila Mariana, 5549-2011. Sábado (11), 20h. R$ 60,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb.). Informações e reservas, 5585-1557.

ORQUESTRA BACHIANA FILARMÔNICA. À frente de sua orquestra, o maestro João Carlos Martins mostra aos paulistanos o programa que apresentou no Carnegie Hall, em Nova York, no mês de maio. Na primeira parte, os sessenta músicos executam a Suíte Brasileira, composta especialmente para a formação por Mateus Araújo, além da Suíte Orquestral Nº 3, de Bach. Depois, Martins assume também o piano, tocando Adiós Nonino, de Piazzolla, e o segundo movimento de dois concertos de Mozart, os de números 23 K. 488 e 27 K. 495. Sala São Paulo (1?484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (9), 21h. R$ 50,00 a R$ 90,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO. Titular da New Japan Philharmonic, de Tóquio, o maestro austríaco Christian Arming, de 37 anos, rege os músicos nesta semana. A apresentação começa com a Sinfonia Nº 70 em Ré Maior, de seu conterrâneo Joseph Haydn (1732-1809), autor de mais de uma centena de sinfonias. Na seqüência, com solos do pianista polonês Jan Krzysztof Broja, a Osesp executa a Sinfonia Nº 4 para Piano e Orquestra, do ucraniano Karol Szymanowski (1882-1937). Composto pelo húngaro Béla Bartók (1881-1945) durante a II Guerra, o Concerto para Orquestra, com cinco movimentos que evocam diferentes emoções, encerra o programa. Sala São Paulo (1?484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Sexta (10) e sábado (11), 21h; domingo (12), 17h. R$ 28,00 a R$ 98,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qui.); a partir das 10h (sex. a dom.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

QUARTETO BARROCO & BLUE. Formado por Marcos Kiehl (flauta), Antonio Ribeiro (piano), Clóvis Machado (baixo) e Magno Bissoli (bateria), o quarteto mantém um repertório dedicado ao crossover – estilo marcado pela combinação do popular e do erudito. A Suíte para Flauta e Piano Jazz Trio, do francês Claude Bolling, mais temas de Bach e Villani-Côrtes, integra o programa. Auditório do Masp (374 lugares). Avenida Paulista, 1578, 3251-5644, Metrô Trianon-Masp. Terça (7), 12h30. Grátis.

QUARTETO PORTINARI. Matthew Thorpe, Simona Cavuoto (violinos), Peter Pas (viola) e Marialbi Trisolio (violoncelo), todos da Osesp, criaram o quarteto dois anos atrás. Eles tocam o Quarteto em Lá Menor Op. 29, de Schubert, e o Quinteto de Cordas em Fá Maior Op. 88. Nesta última, contam com o reforço do spalla Cláudio Cruz, também da Osesp. Fundação Maria Luisa e Oscar Americano (107 lugares). Avenida Morumbi, 4077, Morumbi, 3742-0077. Neste domingo (5), 11h30. R$ 30,00.

VESPERAL OLIDO. A meio-soprano Lúcia Waldow, o tenor Danilo Stollagli e o barítono Ademir Costa apresentam Djamileh, ópera em um ato de Georges Bizet que estreou em Paris no ano de 1872. Ao piano, Horácio Gouveia os acompanha. Galeria Olido – Sala Olido (300 lugares). Avenida São João, 473, centro, 3397-0170, Metrô República. Terça (7), 18h. Grátis.

MOSTRA SESC DE ARTES 2008

DAUU. Criado na Bélgica em 1992, o Die Anarchistische Abendunterhaltung, ou simplesmente Dauu, reúne seis músicos de formação erudita e voltados a um estilo próprio. Usando instrumentos que vão do clarinete à guitarra elétrica, o grupo cria novas leituras para um repertório em que cabem, lado a lado, o barroco de Vivaldi, a música folk do Leste Europeu, o flamenco da Espanha e as experimentações pop de Frank Zappa. Teatro do Sesc Santana (349 lugares). Avenida Luís Dumont Villares, 579, Jardim São Paulo, 6971-8700. Domingo (12), 20h30. R$ 20,00. Bilheteria: 13h/21h30 (ter. a sex.); 10h30/21h (sáb.); a partir das 10h30 (dom.). Cc.: todos. Cd.: todos. Estac. (R$ 7,00). Ingressos também no CineSesc e nas demais unidades do Sesc.

IBRASOTOPE. Duo de música eletroacústica formado por Mário Del Nunzio e Henrique Iwao. Eles apresentam composições próprias, executadas no computador e com instrumentos como piano e bateria. Livre. Galpão do Sesc Ipiranga (30 lugares). Rua Bom Pastor, 822, Ipiranga, 3340-2000. Sexta (10), 20h. R$ 10,00. Bilheteria: 8h/21h (ter. a qui.); a partir das 8h (sex.). Cc.: todos. Cd.: todos. Sesc Avenida Paulista – Auditório (230 lugares). Avenida Paulista, 119, 3179-3700, Metrô Brigadeiro. Sábado (11), 21h. R$ 10,00. Bilheteria: 9h/22h (ter. a sex.); a partir das 9h (sáb.). Estac. na Rua Leôncio de Carvalho, 98 (R$ 5,00). Ingressos também no CineSesc e nas demais unidades do Sesc.

JOCY DE OLIVEIRA. Teatro Probabilístico é uma instalação interativa concebida pela compositora de vanguarda Jocy de Oliveira nos anos 60, numa época em que pouco se falava de eletroacústica. Cabe ao público caminhar por uma partitura imaginária e construir, a cada passo, novas composições oriundas da fusão de múltiplos sons ativados por sensores. Livre. Sesc Pinheiros – Sala de Oficinas. Rua Paes Leme, 195, Pinheiros, 3095-9400. Terça a sábado, 13h às 23h; domingo, 10h30 às 18h30. Estac. (R$ 5,00). Grátis. Até dia 18. A partir de quarta (8).

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Concertos

Programação da semana

Rio de Janeiro

MIRIAM RAMOS. Formada em 1958 pela Escola Nacional de Música, a pianista encerra, com este recital, sua carreira de solista. Detentora de oito prêmios em concursos nacionais, Miriam Ramos passa agora a dedicar-se exclusivamente a gravar seu repertório. Sua discografia soma 22 títulos. O mais recente, Compositores Franceses, será lançado nesta apresentação. No programa, obras de Mendelssohn, Debussy, Schumann e Chopin. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666, Metrô Cinelândia. Terça (30), 19h. R$ 10,00. Bilheteria: 9h/18h (seg. e ter.). IC. Estac. (R$ 5,00).

 

ORQUESTRA SINFÔNICA E CORO DO TEATRO MUNICIPAL – IRINA TCHISTYAKOVA. Regência de Roberto Minczuk. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro,  299-1711, Metrô Cinelândia. Sexta (3) e sábado (4), 20h. R$ 20,00 a R$ 60,00. Bilheteria: a partir de 10h (sex.); a partir de 12h (sáb.). TT.

QUARTETO RADAMÉS GNATTALI. Carla Rincón e João Carlos Ferreira (violinos), Fernando Thebaldi (viola) e Paulo Santoro (violoncelo) apresentam obras de Ricardo Tacuchian, Gnattali e Claudio Santoro neste recital da Série Brasiliana da Academia Brasileira de Música. Auditório da Casa de Rui Barbosa (180 lugares). Rua São Clemente, 134, Botafogo, Metrô Botafogo. Informações, 2221-0277. Terça (30), 18h30. Grátis.

RAFFAELE TREVISANI. Italiano de Milão, o flautista foi aluno de James Galway e apontado por Jean-Pierre Rampal como um dos melhores jovens músicos da década de 90 em seu instrumento. Curiosidade: ele se apresenta sempre com uma flauta de ouro de 14 quilates fabricada pela firma Powell Flutes. No programa, peças de Debussy, Bach, Telemann e Chopin, entre outros. Centro Cultural da Justiça Eleitoral (100 lugares). Rua Primeiro de Março, 42, Centro, 2253-7566. Quarta (1º), 19h10. Grátis.

TRIO AQUARIUS. Flávio Augusto (piano), Ricardo Amado (violino) e Ricardo Santoro (violoncelo) apresentam seleção que inclui As Quatro Estações Portenhas, do mestre do tango Astor Piazzolla, e Cinco Miniaturas Brasileiras, do brasileiro Villani-Côrtes. Modern SoundAllegro Bistrô (180 lugares). Rua Barata Ribeiro, 502 D, Copacabana, 2548-5005, Metrô Siqueira Campos. Quarta (1º), 13h. Grátis.

TRIO PRIMUS. Criado em 2006 no Rio Grande do Sul, o trio é formado pelo violinista Rogério Nunes, a violoncelista Milene Aliverti e o pianista Paulo Bergmann. No programa, obras de Beethoven e Mendelssohn. Finep (100 lugares). Praia do Flamengo, 200, Pilotis, Flamengo, 2555-0717, Metrô Largo do Machado. Terça (30), 18h30. Grátis. www.finep.gov.br.

Sâo Paulo

EDUARDO JANHO-ABUMRAD E LUIZA DE MOURA. Acompanhados pelo pianista João Moreira Reis, o baixo e a soprano apresentam seis Lieder (canções com letras poéticas) compostos por Mozart, Schubert, Schumann, Brahms, Strauss e Wolf. Teatro São Pedro (636 lugares). Rua Barra Funda, 171, Barra Funda, 3667-0499, Metrô Marechal Deodoro. Sexta (3), 21h. R$ 20,00. Bilheteria: 14h/19h (qua. e qui.); a partir das 14h (sex.). Cc.: M e V. IR.

FESTIVAL MÚSICA NOVA. A 43ª edição do evento dirigido pelo compositor Gilberto Mendes chega à última semana. Exibe-se na terça (30) o quarteto Sonâncias Ensemble, formado por Eliane Tokeshi (violino), Teresa Cristina Rodrigues (violoncelo), Giuliano Rosas (clarinete) e Lídia Bazarian (piano). Estão no programa Anima, de Marisa Rezende, e Jardim Japonês, de Rogério Costa. Fecha o festival, na quarta (1º), a Orquestra Sinfônica de Santos. Sob regência do maestro Emiliano Patarra, a formação apresenta novidades como Sinfonia Breve, de Carlos Almada, e o poema sinfônico O Demônio do Rio, de Ivan Chiarelli. O violonista Benjamin Dwyer sola em Concerto Nº 2 para Violão e Orquestra, de sua autoria. Teatro Sesc Anchieta (320 lugares). Rua Doutor Vila Nova, 245, Consolação, 3234-3000. Terça (30) e quarta (1º), 21h. R$ 10,00. Bilheteria: 12h30/21h (seg.); a partir das 12h30 (ter. e qua.). Ingressos também no CineSesc e nas demais unidades do Sesc.

GRUPO DE CAMARA DA OSESP. Victor Hugo Toro, maestro-assistente, comanda a récita da Série de Câmara, na qual a Osesp se exibe em versão reduzida. Ele rege vinte músicos da formação em Malediction, de Liszt (com solo do pianista carioca Aleyson Scopel), Serenata em Mi Maior Op. 22, de Dvorák, mais La Finta Giardiniera KV 196 e Concerto para Clarinete em Lá Maior KV 622, ambas de Mozart. Ovanir Buosi é o solista da última peça. Sala São Paulo (1?484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223- 3966, Metrô Luz. Domingo (5), 17h. R$ 34,00 e R$ 40,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); 10h/ 16h30 (sáb.); a partir das 14h (dom.). IR. Estac. (R$ 8,00).

LEIF OVE ANDSNES. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Segunda (29) e terça (30), 21h. R$ 50,00 a R$ 130,00. Bilheteria: a partir das 10h (seg. e ter.). Cc.: todos. IR. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO. O respeitável maestro alemão Helmuth Rilling esteve pela última vez na cidade oito anos atrás, com a orquestra barroca Bach-Collegium Stuttgart, fundada por ele em 1965. No comando da Osesp nesta semana, Rilling rege Um Réquiem Alemão Op. 45, de Brahms, que terá como solistas a soprano inglesa Sylvia Schwartz e o barítono alemão Michael Nagy. Com o Coro da Osesp. Sala São Paulo (1?484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (2) e sexta (3), 21h; sábado (4), 16h30. R$ 28,00 a R$ 98,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a sáb.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA MUNICIPAL. Argentino radicado em Israel, o maestro Luis Gorelik assume a batuta na primeira apresentação do mês da OSM. O programa reúne a abertura da ópera A Força do Destino, de Verdi, a Sinfonia Nº 4, de Brahms, mais o Concerto para Clarinete, de Nielsen, com solo de Cristiano Alves, integrante da Orquestra Petrobras Sinfônica, do Rio de Janeiro. Teatro Municipal (1?580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3397-0327, Metrô Anhangabaú. Sexta (3), 21h. R$ 10,00 a R$ 15,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a qui.); a partir das 10h (sex.). Cc.: todos. Cd.: todos.

POCKET TRILHAS. Nas últimas apresentações da série, a soprano Magda Painno e o baixo Pedro Baldanza cantam Blue Moon, My Funny Valentine e outros standards de Richard Rodgers para filmes como Minha Vida É uma Canção (1948) e A Noviça Rebelde (1965). Cenas dos longas-metragens intercalam as interpretações do duo vocal acompanhado pelo pianista Fábio Caramuru. Teatro do Centro Cultural Banco do Brasil (125 lugares). Rua Álvares Penteado, 112, centro, 3113-3651/3652, Metrô Sé. Terça (30), 13h e 19h30. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 10h (ter.). Cc.: M e V.

QUARTETO DE CORDAS DA CIDADE. Nelson Rios, Betina Stegmann (violinos), Robert Suetholz (violoncelo) e Marcelo Jaffé (viola) integram o conjunto. Desta vez, eles tocam o Quarteto Nº 5 Op. 64, de Haydn, e o Quarteto Nº 1 Op. 20, do argentino Alberto Ginastera. Teatro Municipal (1?580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3222-8698, Metrô Anhangabaú. Quinta (2), 21h. R$ 5,00 a R$ 10,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui.). Cc.: todos. Cd.: todos. 

VESPERAL OLIDO. Vindo da Alemanha, o Ensemble Mediterrain Berlim exibe-se em diferentes formações, de trio a octeto, dependendo do programa. Nesta récita, Laura Ruiz Ferreres (clarinete), Jermolaj Albiker (violino), Bruno Borralhinho (violoncelo) e Dunja Robotti (piano) tocam peças de Rachmaninov, Stravinsky, Nino Rota e Manuel de Falla. Galeria Olido — Sala Olido (300 lugares). Avenida São João, 473, centro, 3397-0170, Metrô República. Terça (30), 18h. Grátis.

WALTER WEISZFLOG. O barítono paulistano tem na música sacra uma de suas grandes paixões, tanto que já gravou nove CDs dedicados ao gênero. Acompanhado da organista Selma Asprino, ele lança o último deles, Cânticos à Glória do Senhor. No repertório estão canções de Schumann, Mendelssohn, Saint-Saëns, Schubert e outros, compostas entre os séculos XVII e XX. O tenor Alessandro Greccho, que faz participação especial no CD, também comparece ao recital para quatro duetos com Weiszflog. Teatro do Centro de Integração Empresa-Escola (400 lugares). Rua Tabapuã, 445, Itaim Bibi, 3040-6541. R$ 30,00. Quarta (1º), 20h30. Bilheteria: a partir das 19h (qua.). Ingressos antecipados na Fundação Dorina Nowill para Cegos, pelo 5087-0968.

 

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Cultura

Programação da semana

Rio de Janeiro

CICLO DE MÚSICA ANTIGA – DANIEL TAYLOR, SYLVAIN BERGERON, AGNES ZSIGOVICS E JULIAN WACHNER. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666, Metrô Cinelândia. Sábado (27), 20h. R$ 20,00 (balcão) e R$ 30,00 (platéia). Bilheteria: 9h/18h (seg. a sex.); a partir das 9h (sáb.). Estac. (R$ 5,00).

NETE SZPILMAN E JOSÉ HUE. A soprano e o barítono apresentam programa focado na canção romântica russa. Ibam (225 lugares). Largo do Ibam, 1, Humaitá, 2536-9709. Terça (23), 20h30. Grátis. Estac. grátis.

ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA – LUIZ GARCIA Chefe do naipe de seu instrumento na OSB, o trompista Garcia é o solista do Concerto para Trompa e Orquestra nº 1 em Mi Bemol Maior, op. 11, de Richard Strauss. Também no repertório, Noturnos, de Debussy, e a suíte Os Planetas, de Holst, com a participação de 24 mulheres do Coro Sinfônico do Rio de Janeiro. Regência de Marcos Arakaki. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Sexta (26), 20h. R$ 16,00 a R$ 104,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); a partir das 12h (sáb.). TT. Manobr. grátis.

ORQUESTRA PETROBRAS SINFÔNICA – ANTONIO MENESES. Última apresentação carioca do violoncelista nesta temporada. Meneses põe seu talento a favor do Concerto Para Violoncelo e Orquestra em Mi Menor, Op. 85, de Edward Elgar, peça de resistência do repertório para o instrumento devidamente popularizada em 1965 por Jacqueline DuPré. Completa o programa o poema sinfônico Vida de Herói, de Richard Strauss. Regência de Isaac Karabtchevsky. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Sábado (27), 20h. R$ 6,00 a R$ 30,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); a partir das 12h (sáb.). 

ORQUESTRA VILLA-LOBINHOS. Primeiro concerto didático da série Sala de Música BNDES. Voltadas para crianças da rede pública de ensino, as apresentações também são abertas ao público. O programa vai de Villa-Lobos a Tom Jobim. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666, Metrô Cinelândia. Quinta (25), 16h30. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes. Estac. (R$ 5,00).

SINE NOMINE. Composto por Laura Rónai (flauta), Luis Carlos Justi (oboé), Aloysio Fagerlande (fagote) e Sula Kossatz (cravo), o grupo apresenta obras de, entre outros, Neukomm e Carl Philipp Emanuel Bach. Centro Cultural da Justiça Eleitoral (100 lugares). Rua Primeiro de Março, 42, Centro, 2253-7566. Quarta (24), 19h10. Grátis.

São Paulo

ALMANAQUE MUSICAL. Dirigido por João Malatian, o espetáculo tem caráter didático e traz um programa calcado em momentos importantes da história do Teatro Municipal, como a Semana de Arte Moderna de 1922. Rodrigo de Carvalho rege a Orquestra Sinfônica Municipal e os corais Lírico e Paulistano. O eclético repertório reúne Carlos Gomes, Puccini, Villa-Lobos, Chico Buarque etc. Teatro Municipal (1.580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3222-8698, Metrô Anhangabaú. Segunda (22), 11h30. Grátis.

ALVARO SIVIERO. A cada semana, o pianista recebe um convidado. Com o também pianista Cristian Budu, ele toca a Fantasia Op. 103, de Schubert, e a suíte do balé O Quebra-Nozes, de Tchaikovsky. Teatro Popular do Sesi (456 lugares). Avenida Paulista, 1313, 3146-7406, Metrô Trianon-Masp. Domingo (28), 12h. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

BANDA SINFÔNICA DO ESTADO. Sob a batuta da assistente Érika Hindrikson, o conjunto volta com a série Pra Ver a Banda Tocar! Desta vez, a orquestra ganha o reforço do quarteto Saxofonia, que sola em Capricho para Quarteto de Saxofone e Banda Sinfônica, do americano Warnen Barker (1923-2006). A abertura da ópera Candide, de Bernstein, mais temas de Villani-Côrtes, Villa-Lobos e Piazzolla, completam o programa. Teatro Popular do Sesi (456 lugares). Avenida Paulista, 1313, 3146-7406, Metrô Trianon-Masp. Quarta (24), 12h05. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

ELIANE COELHO E ORQUESTRA SINFÔNICA MUNICIPAL. No elenco da Ópera de Viena desde 1991, a soprano carioca é a estrela da apresentação da OSM. Eliane Coelho canta as Quatro Últimas Canções, espécie de testamento musical do compositor Richard Strauss (1864-1949) que ela vem interpretando com sucesso na Europa. Sinfonia Nº 9 em Dó Maior, de Schubert, e Passacaglia, de Anton Webern, completam o programa regido pelo maestro Rodrigo de Carvalho. Teatro Municipal (1.580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3397-0327, Metrô Anhangabaú. Sexta (26), 21h; domingo (28), 11h. R$ 10,00 a R$ 15,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a qui. e sáb.); a partir das 10h (sex.); a partir das 9h (dom.). Cc.: todos. Cd.: todos.

FESTIVAL MÚSICA NOVA. Fundado e dirigido pelo compositor Gilberto Mendes, o evento chega à 43ª edição com dezenove espetáculos na capital até 1º de outubro. Destaque da semana, a Orquestra de Câmara da USP faz três concertos em dois endereços. O programa reúne cinco peças, entre elas o Concerto para Piano a Quatro Mãos e Orquestra de Câmara, do russo Alfred Schnittke, com participação do duo Heloísa e Amílcar Zani. Anfiteatro Camargo Guarnieri (350 lugares). Rua do Anfiteatro, 109, Cidade Universitária, 3091-4330. Quinta (25) e sexta (26), 21h. Grátis. Auditório do Masp (374 lugares). Avenida Paulista, 1578, 3251-5644, Metrô Trianon-Masp. Domingo (28), 16h. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 15h (dom.). Até 1º de outubro.

ORQUESTRA SINFONICA DA USP E NICOLAS KOECKERT. Filho de uma brasileira, o violinista tem dupla cidadania e fala bem o português. Mas foi mesmo na Alemanha, onde nasceu, que Nicolas Koeckert solidificou a carreira que inclui prêmios e apresentações com importantes orquestras. Com a Osusp, nesta récita regida pelo russo Emil Tabakov, o músico sola o Concerto para Violino em Ré Maior Op. 35, de Tchaikovsky. A Sinfonia nº 6 em Si Menor Op. 40, de Shostakovich, completa o roteiro da noite, que ainda conta com a participação da Banda de Concerto de Volta Redonda. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Terça (23), 21h. R$ 15,00 a R$ 90,00. Bilheteria: 10h/18h (seg.); a partir das 10h (ter.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO. O alemão Gerd Albrecht esteve na Sala São Paulo dois anos atrás à frente da Filarmônica Tcheca. Desta vez, o maestro comanda os músicos da Osesp em um programa que reúne A Sereia, de Alexander von Zemlinsky, e a Sinfonia Concertante em Mi Bemol Maior KV 297, de Mozart, para quatro instrumentos de sopro e orquestra. Nesta última solam Arcádio Minczuk (oboé), Sérgio Burgani (clarinete), Dante Yenque (trompa) e Alexandre Silvério (fagote). Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz,  3223-3966, Metrô Luz. Quinta (25) e sexta (26), 21h; sábado (27), 16h30. R$ 28,00 a R$ 98,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a sáb.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFONICA DO TEATRO NACIONAL CLAUDIO SANTORO. Diretor do Teatro Municipal e da Sinfônica Municipal paulistana entre 2002 e 2005, o maestro americano Ira Levin volta à cidade, agora no comando de sua orquestra. Seus noventa músicos de Brasília tocam cinco peças. A noite abre com Los Caprichos, tema em onze movimentos feito sob encomenda para a formação pelo americano Michael Colina. Na seqüência, estão Sinfonia Noturna Op. 43, de Busoni, La Valse, de Ravel, e Sinfonia Nº 9, de Schubert. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Sábado (27), 21h. R$ 28,00 a R$ 98,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); a partir das 10h (sáb.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

POCKET TRILHAS. Idealizado pelo pianista Fábio Caramuru, o projeto enfoca trilhas cinematográficas. Nesta semana, as récitas ganham uma pegada mais popular com a participação das cantoras Maria Alcina e Vânia Bastos. Em companhia de um octeto liderado pelo pianista Marco Antonio Bernardo, elas dão voz a canções como Tomara que Chova e Beijinho Doce, que fizeram parte das chanchadas da Atlântida. Ilustram a apresentação cenas do filme Aviso aos Navegantes (1950, Watson Macedo) e do documentário Assim era a Atlântida ilustram (1975, Carlos Manga). Teatro do Centro Cultural Banco do Brasil (125 lugares. Rua Álvares Penteado, 112, centro, 3113-3651/3652, Metrô Sé. Terça (23), 13h e 19h30. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 10h (ter.). Cc.: M e V.

RICARDO MATSUDA E PATRICIA GATTI. Habilidoso com as cordas, Ricardo Matsuda toca viola caipira, violão de cabaça e violão. Também compõe. As peças Infância, Mundano, Interior e Metrópole, todas de sua autoria, integram o programa da récita que ele divide com a cravista Patrícia Gatti. Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa (631 lugares). Rua Vergueiro, 1000, Paraíso, 3383-3402, Metrô Vergueiro. Quinta (25), 12h30. Grátis.

RICHARD OCTAVIANO KOGIMA. Obras de Chopin e Schumann estão na seleção do pianista paulistano de 17 anos. MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa, 3081-8611. Domingo (28), 16h. R$ 20,00.

SIN AE LEE. Radicada no país, a pianista coreana toca Concerto Italiano, de Bach, mais temas de Villa-Lobos, Liszt e Poulenc. Auditório do Masp (374 lugares). Avenida Paulista, 1578, 3251-5644, Metrô Trianon-Masp. Terça (23), 12h30. Grátis.

VESPERAL OLIDO. A soprano Gabriella Pace, o tenor Walter Fawcett e outros cinco cantores interpretam a opereta A Dinner Engagement, do inglês Lennox Berkeley. Ao piano, Fábio Bezutti os acompanha. Galeria Olido – Sala Olido (300 lugares). Avenida São João, 473, centro, 3397-0170, Metrô República. Terça (23), 18h. Grátis.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Cultura

Programação da semana

Rio de Janeiro

LA BOHÈME. Ópera
de Puccini dirigida por Pier Francesco Maestrini e com elenco
internacional, que reúne a soprano italiana Adriana Damato e os
brasileiros Rosana Lamosa e Fernando Portari (180min com intervalo).
Livre. Estreou em 11/9/2008. Teatro Municipal (2 350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Nesta semana: regência de Silvio Viegas. O
papel de Mimi será interpretado pela soprano italiana Adriana Damato
(dia 16) e por Rosana Lamosa (dia 19). Terça (16) e sexta (19), 20h. R$
25,00 a R$ 70,00. Bilheteria: a partir das 10h (ter. e sex.). Até sexta (19).

JORDI SAVALL, MONTSERRAT FIGUERAS E HESPÈRION XXI. Sala Cecília Meireles (800 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666, Metrô Cinelândia. Sábado (20), 20h. R$ 20,00 (balcão) e R$
30,00 (platéia). Bilheteria: 9h/18h (seg. a sex.); a partir das 9h
(sáb.).  Estac. (R$ 5,00).

JUNKO UENO GARRETT.
Recital da pianista japonesa radicada em Los Angeles, nos Estados
Unidos. O programa inclui peças de compositores de diversas
nacionalidades, do brasileiro Villa-Lobos ao japonês Ryuichi Sakamoto. Mosteiro de São Bento (250 lugares). Rua Dom Gerardo, 68, Centro. Informações, 2253-8645. Terça (16), 19h30. Grátis.

ORQUESTRA PETROBRAS SINFÔNICA. O sétimo concerto da série Ouro Negro encerra o Ciclo Freire-Karabtchevsky,
que, nesta temporada, uniu o gênio do teclado Nelson Freire à regência
do maestro titular da Orquestra, Isaac Karabtchevsky em quatro
encontros. O programa, dedicado a Brahms, apresenta Concerto Nº 1 para Piano e Orquestra, do compositor alemão. Na segunda parte, será interpretada a Sinfonia Nº 4 em Ré Menor, Op., 120, de Schumann. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Sábado (20), 20h. R$ 6,00 a R$ 30,00.
Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); a partir das 12h (sáb). 

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO DE SÃO PAULO – MICHELLE CANNICCIONI. Regida pelo titular John Neschling, a orquestra apresenta A Voz Humana,
de Jean Cocteau, ópera para soprano e orquestra de Poulenc. A récita
contará com a participação da soprano francesa Michelle Canniccioni,
que já se apresentou com o conjunto em 2006 e interpretou esse papel na
França e na Alemanha. Para fechar o programa, Suíte Nº 1 em Ré Maior, Op. 43, de Tchaikovsky. Teatro Municipal (2 350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro,
2299-1711, Metrô Cinelândia. Domingo (21), 17h. R$ 50,00 a R$ 90,00.
Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); a partir das 12h (sáb. e dom.).

ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA – PIETRO DE MARIA.
Sob a batuta do regente assistente da OSB, Marcos Arakaki, o pianista
italiano de 41 anos, vencedor de importantes concursos como o Alfred
Cortot, de Milão, interpreta, na parte-solo, quatro scherzos de Chopin.
A OSB acompanha o músico no Concerto para Piano e Orquestra Nº 21 em Dó Maior, 467, de Mozart, e no Concerto para Piano e Orquestra em Sol Menor, Op. 33, de Dvorák. Teatro Municipal (2 350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro,
2299-1711, Metrô Cinelândia. Sábado (20), 16h. R$ 16,00 a R$ 104,00.
Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); a partir das 12h (sáb.). Manobr. grátis.

São Paulo

ALEXANDER HÜLSHOFF E PATRICIA PAGNY. O duo alemão de violoncelo e piano toca a Sonata em Fá Maior Op. 99, de Stravinsky, e temas de Beethoven, Ginastera e Piazzolla. Teatro do Centro Cultural Banco do Brasil (125 lugares). Rua Álvares Penteado, 112, centro, 3113-3651/3652, Metrô Sé. Quarta (17), 13h. R$ 6,00. Bilheteria: 10h/20h (ter.); a partir das 10h (qua.). Cc.: M e V.

ALVARO SIVIERO. Brahms, Chopin, Listz e Rachmaninov integram o variado programa do pianista. De Alfred Grünfeld (1852-1924) ele toca Die Fledermaus, fantasia sobre temas da opereta O Morcego, de Johann Strauss. Auditório da Fundação Maria Luisa e Oscar Americano (107 lugares). Avenida Morumbi, 4077, Morumbi, 3742-0077. Domingo (21), 11h30. R$ 30,00.

COLOMBO. Em 2004, ao lado da Orquestra Sinfônica Municipal, o
diretor cênico William Pereira concebeu uma montagem mais rica, bem
próxima do formato da ópera, para o oratório Colombo (1892), de
Carlos Gomes. A peça sobre a expedição marítima que culminou no
Descobrimento da América, em 1492, ganha novas récitas no Municipal.
Com exceção da batuta, agora nas mãos de José Maria Florêncio, nada
mudou. No papel-título, o barítono Sebastião Teixeira encabeça o elenco
formado por outros seis solistas e pelo Coral Lírico (120min, com
intervalo). Teatro Municipal (1.580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº,
3397-0327, Metrô Anhangabaú. Neste domingo (14), 17h; terça (16) e
quinta (18), 20h30. R$ 10,00 a R$ 20,00 (ter.) e R$ 20,00 a R$ 40,00
(dom. e qui.). Bilheteria: a partir das 9h (neste dom.); 10h/19h (seg.
e qua..); a partir das 10h (ter. e qui.). Cc.: todos. Cd.: todos.

FESTIVAL MÚSICA NOVA. Fundado e dirigido pelo compositor
Gilberto Mendes, o evento chega à sua 43ª edição com dezenove
espetáculos na capital até 1º de outubro. Destaque da semana, os russos
Yuri Serov (piano) e Mila Shkirtil (meio-soprano) interpretam Seis
Poemas por Marina Tsvetayeva Op. 143, de Shostakovich, entre outras
canções de seus conterrâneos. Teatro do Sesc Vila Mariana (608 lugares). Rua Pelotas, 141, Vila Mariana,
5080-3000. Terça (16), 21h. R$ 10,00. Bilheteria: partir das 9h (ter.).
Cc.: todos. Cd.: todos. Estac. (R$ 5,00). Ingressos também no CineSesc
e nas demais unidades do Sesc. Até 1º de outubro. Confira a programação completa em www.vejasaopaulo.com.br.

HESPÉRION XXI. Teatro Abril (1.527 lugares). Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 411, Bela Vista, 6846-6060. Terça (16) e quinta (18), 21h. R$ 70,00 a R$ 150,00. Bilheteria:
12h/20h (seg. e qua.); a partir das 12h (ter. e qui.). Cc.: D, M e V.
Cd.: R e V. Televendas Cultura Artística, 3258-3344; 12h/19h (seg. a sáb.) e 12h/17h (dom.).

JOÃO ANTONIO PARIZOTO. Paulista de Lins, o pianista toca peças de Haydn, Schumann, Debussy e Shchedrin. Também estão no programa Romance Op. 71 Nº 1, do português Arthur Napoelão, e as composições brasileiras Valsa-Choro Nº 2 (Adelaide Pereira da Silva), Tango Brasileiro (Alexandre Levy) e Ibericarabe Op. 40 (Villa-Lobos). MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa, 3081-8611. Domingo (21), 16h. R$ 20,00.

JOSÉ LUÍS DE AQUINO. O organista faz dois recitais nesta
semana. Na terça (16), no Mosteiro de São Bento, o repertório traz
peças de Dietrich Buxtehude, César Franck, Louis Vierne e Olivier
Messaien. Deste último, homenageado da noite por causa do centenário de
seu nascimento, Aquino toca Desseins Éternels e Dieu Parmi Nous.
O outro concerto, programado para domingo (21), na Basílica Nossa
Senhora do Carmo, traz composições de Bach, Liszt e Ginastera. Mosteiro de São Bento (800 lugares). Largo de São Bento, s/nº, centro, Metrô São Bento. Informações, 3328-8799.  Terça (16), 20h. Grátis. Basílica Nossa Senhora do Carmo (600 lugares). Rua Martiniano de Carvalho, 114, Bela Vista,  3146-4500. Domingo (21), 20h. Grátis.

ORQUESTRA SINFÔNICA DE SANTOS. Regida por Emiliano Patarra, a formação participa da série Teatro Municipal Convida. A abertura da ópera O Barbeiro de Sevilha, de Rossini, e a Sinfonia nº 9 em Mi Menor Op. 95, de Dvórak, compõem o programa. Teatro Municipal (1.580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3397-0327, Metrô Anhangabaú. Domingo (21), 11h. R$ 10,00 a R$ 15,00.
Bilheteria: 10h/19h (seg. a sex.); 14h/17h (sáb.); a partir das 9h
(dom.). Cc.: todos. Cd.: todos.

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO. Sob a batuta de John
Neschling, nosso melhor agrupamento sinfônico faz um concerto ao ar
livre no Parque Villa-Lobos neste domingo (14), a partir do meio-dia. É
a última das atrações de uma programação gratuita que começa às 10h e
inclui outros elencos da Osesp, como os coros infantil, juvenil e de
câmara. Na Sala São Paulo, dentro da série regular, a Osesp será regida
nesta semana por Cláudio Cruz no oratório Messias, de Haendel.
Solam o americano James Taylor (tenor), a holandesa Christianne Stotijn
(meio-soprano) mais Dorothee Jansen (soprano) e Detlef Roth (barítono),
vindos da Alemanha. Com o Coro da Osesp. Parque Villa-Lobos (20.000 pessoas). Avenida Professor Fonseca Rodrigues, 1655, Alto de Pinheiros. Neste domingo (14), a partir das 10h. Grátis. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (18) e sexta (19), 20h; sábado (20),
16h30. R$ 28,00 a R$ 98,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir
das 10h (qui. a sáb.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

PIAP. O programa do grupo de percussão do Instituto de Artes da Unesp reúne sete temas – entre eles Quiet e Percussion Quartet Nº 2, respectivamente dos americanos David Macbride e Christopher Swist. Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa (631 lugares). Rua Vergueiro, 1000, Paraíso, 3383-3402, Metrô Vergueiro. Quinta (18), 12h30. Grátis.

POCKET TRILHAS. Idealizado pelo pianista Fábio Caramuru, o
projeto enfoca trilhas cinematográficas. Nesta semana, as récitas
ganham uma pegada mais popular com a participação das cantoras Maria
Alcina e Vânia Bastos. Em companhia de um octeto liderado pelo pianista
Marco Antonio Bernardo, elas dão voz a canções como Tomara que Chova e Beijinho Doce, que fizeram parte das chanchadas da Atlântida. Ilustram a apresentação cenas do filme Aviso aos Navegantes (1950, Watson Macedo) e do documentário Assim Era a Atlântida ilustram (1975, Carlos Manga). Teatro do Centro Cultural Banco do Brasil (125 lugares). Rua Álvares Penteado, 112, centro, 3113-3651/ 3652, Metrô Sé. Terça (16), 13h e 19h30. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 10h (ter.). Cc.: M e V.

QUINTAL BRASILEIRO. O violinista Luiz Amato lidera o conjunto
de cordas. No programa, que transita entre o erudito e o popular,
estão, entre outras composições, Baião para Cordas, de Ney Vasconcelos, e o Hino Nacional Brasileiro, de Francisco Manuel da Silva, com arranjo de Luca Raeli. Museu da Casa Brasileira – Terraço (230 lugares). Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2705, Jardim Paulistano, 3032-3727. Domingo (21), 11h. Grátis. Estac. (R$ 10,00).

VESPERAL OLIDO. Nelson Rios, Betina Stegmann (violinos),
Robert Suetholz (violoncelo) e Marcelo Jaffé (viola) integram o
Quarteto de Cordas da Cidade. Convidado da série, o conjunto toca Quarteto Prévio, de Krieger, e Quarteto Op. 131, de Beethoven. Galeria Olido – Sala Olido (300 lugares). Avenida São João, 473, centro, 3397-0170, Metrô República. Terça (16), 18h. Grátis.

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Cultura

Programação da semana

Rio de Janeiro

ASSOCIAÇÃO DE CANTO CORAL Sob a regência de Valéria Matos e com o pianista Ednaldo Borba, o coral apresenta o concerto Canções do mundo, com obras de Brahms, Schumann e outros. Centro Cultural da Justiça Eleitoral (80 lugares). Rua Primeiro de Março, 42, Centro, 2253-7566. Quarta (10), 19h10. Grátis.

LA BOHÈME. 180min, com intervalo. Livre. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Quinta (11) a sábado (13), 20h; domingo (14), 17h. R$ 25,00 a R$ 70,00. Bilheteria: a partir das 10h (qui. e sex.); a partir das 12h (sáb. e dom.). Até dia 19. Estréia prometida para quinta (11).

HELDER PARENTE E NICOLAS DE SOUZA BARROS. As flautas barrocas de Parente unem-se ao alaúde e à guitarra barroca de Souza Barros em concerto pelos 400 anos do Convento de Santo Antônio. O recital integra o projeto Música nas Igrejas. Convento de Santo Antonio (200 lugares). Largo da Carioca s/nº, Centro. Informações, 2262-0129, Metrô Carioca. Segunda (8), 19h30. Grátis.

MARCELO GIANNINI. O organista é atração no projeto Música nas Igrejas. Igreja Santa Cruz dos Militares (200 lugares). Rua Primeiro de Março, 36, Centro, informações  2509-3878. Terça (9), 19h30. Grátis.

MIGUEL PROENÇA. A apresentação encerra a temporada da turnê Piano Brasil IV. O projeto Coletânea Piano Brasil, editado pela gravadora Biscoito Fino, começou em 2005, ano em que passou por treze cidades brasileiras com recitais de lançamento estrelados por Miguel Proença. Em julho, Proença exibiu parte do programa no Carnegie Hall, em Nova York. Nesta semana, desfia no repertório obras de Brahms, Chopin e Villa-Lobos. Sala Cecília Meireles (800 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666, Metrô Cinelândia. Sexta (12), 21h. R$ 5,00 (balcão) e R$ 10,00 (platéia). Bilheteria: a partir das 9h (sex.). IC. Estac. (R$ 5,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA – ALISON BALSOM. Pela primeira vez no Rio, a trompetista inglesa Alison Balson, que em setembro lança CD com obras de Joseph Haydn, será a solista do único concerto escrito pelo compositor austríaco para seu instrumento: o Concerto para Trompete e Orquestra em Mi Bemol Maior. Completam o programa Abertura Carnival, Op. 95, de Dvorák, e Festivais Romanos, de Respighi. Regência de Roberto Minczuk. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Sábado (13), 16h. R$ 16,00 a R$ 104,00. Bilheteria: a partir das 12h (sáb). 

São Paulo

ADÉLIA ISSA E EDELTON GLOEDEN. A soprano e o violonista passeiam por um repertório de canções brasileiras compostas para voz e violão. Vou-me Embora, de Camargo Guarnieri, e Mãe-d'Água, de Guerra-Peixe, estão no programa. Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa (631 lugares). Rua Vergueiro, 1000, Paraíso, 3383-3402, Metrô Vergueiro. Quinta (11), 12h30. Grátis.

ALVARO SIVIERO. A cada semana, o pianista recebe um novo convidado. Com o violoncelista Raiff Dantas ele toca três polanaises de Chopin mais Fantasiestücke Op. 73, de Schumann, e o movimento O Cisne, de Carnaval dos Animais, de Saint-Saëns. Teatro Popular do Sesi (456 lugares). Avenida Paulista, 1313, 3146-7406, Metrô Trianon-Masp. Domingo (14), 12h. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

FÁBIO CHAMMA E LILIANE KANS. Sonata Nº 8 para Violino e Piano Op. 30, de Beethoven, dá largada ao recital do violinista Fábio Chamma e da pianista Liliane Kans. Na segunda parte, o duo executa a Sonata Opus 14 em Lá Menor, obra impregnada do romantismo europeu composta pelo brasileiro Leopoldo Miguez (1850-1902). MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa, 3081-8611. Domingo (14), 16h. R$ 20,00.

FESTIVAL MÚSICA NOVA. Fundado e dirigido pelo compositor Gilberto Mendes, o evento chega à sua 43ª edição com dezenove espetáculos na capital – Santos e Campinas são outras cidades com programação, que se estende até 1º de outubro. Duas atrações de prestígio na Europa são os destaques da semana. Na terça (9), no Sesc Vila Mariana, o trio francês S:I.C Situation: intèrpretes et compositeurs, formado por Françoise Rivalland (percussão), Gilles Deliège (viola) e Pierre Dutrieu (clarineta), exibe-se em composições próprias. Com apresentação agendada para quarta (10), no Teatro Sesc Anchieta, o grupo espanhol Ensemble Espai Sonor reúne dez instrumentistas. Além de peças dos conterrâneos José Manuel López López e Cesar Camarero, o roteiro da noite inclui Impressions, do brasileiro Maury Buchala. Teatro do Sesc Vila Mariana (608 lugares). Rua Pelotas, 141, Vila Mariana, 5080-3000. Terça (9), 21h. R$ 10,00. Bilheteria: 9h/21h30 (ter. e qua.); a partir das 9h (qui.). Cc.: todos. Cd.: todos. Estac. (R$ 5,00). Teatro Sesc Anchieta (320 lugares). Rua Doutor Vila Nova, 245, Consolação, 3234-3000. Quarta (10), 21h. R$ 10,00. Bilheteria: 12h30/21h (seg. a sex.); 9h/21h (sáb.); 14h/19h (dom.). Ingressos também no CineSesc e nas demais unidades do Sesc. Até 1º de outubro. Confira a programação completa em www.vejasaopaulo.com.br.

GRUPO AUM. Arlete Tironi Gordilho (piano), Gilson Barbosa (oboé), Clóvis Camargo (contrabaixo), Felipe Veiga (percussão), Liliana Bertolini e Hélcio de Latorri (flautas) dedicam-se, desde 1997, à obra de grandes compositores brasileiros. Desta vez, o repertório traz Poema Brasileiro (Edmundo Villani-Côrtes), Tristeza do Jeca (Angelino de Oliveira e Zica Bergami) e Mantiqueira (Nelson Ayres), entre outras canções. Museu da Casa Brasileira – Terraço (230 lugares). Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2705, Jardim Paulistano,  3032-3727. Domingo (14), 11h. Grátis. Estac. (R$ 10,00).

ISRAEL PIANO TRIO. O violoncelista Hillel Zori e a pianista Roglit Ishay, ambos israelenses, integram com o austríaco Menahem Breuer a conceituada formação em atividade desde 1978. Dentro da série de atrações internacionais da Hebraica, eles tocam Beethoven (Trio Nº 1 para Piano e Cordas em Mi Bemol Maior Op. 1), Shostakovich (Trio Nº 2 para Piano e Cordas em Mi Menor Op. 67) e Brahms (Trio Nº 2 para Piano e Cordas em Dó Maior Op, 87). A Hebraica – Teatro Arthur Rubinstein (522 lugares). Rua Hungria, 1000, Jardim Paulistano, 3818-8888. Quarta (10), 21h. R$ 60,00. Bilheteria: 9h/19h (ter.); a partir das 9h (qua.). Cc.: D, M e V. Cd.: R e V. IR. Estac. c/manobr. (R$ 15,00).

NABUCCO. Com direção geral de Iacov Hillel, a obra do compositor italiano Guiseppe Verdi (1813-1901) tem trechos levados à cena dentro do projeto Ópera Café. A música e o canto são intercalados por intervenções de um narrador, Mauro Wrona, também responsável pela direção musical. Entre os sete intérpretes secundados pelo piano de Anderson Brenner encontram-se o barítono Davi Marcondes Teixeira e a meio-soprano Adriana Clis. Cafeteria do Centro da Cultura Judaica (100 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, 3065-4333, Metrô Sumaré. Quinta (11), 20h30; domingo (14), 19h. Grátis. Ingressos distribuídos a partir das 14h.

ORQUESTRA EXPERIMENTAL DE REPERTÓRIO. Em 1983, o maestro Jamil Maluf encomendou a Arrigo Barnaré uma suíte baseada no seu mais famoso disco, Clara Crocodilo. Mais de duas décadas depois, eles retomam a parceria. Além de apurar a parte instrumental, Arrigo Barnabé leva sua banda ao palco do Municipal para dividir a execução da obra com a OER e o Coral Lírico. Abertura Cubana e Um Americano em Paris, de Gershwin, completam o programa. Teatro Municipal (1?580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3222-8698, Metrô Anhangabaú. Domingo (14), 11h. R$ 10,00 a R$ 15,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a sex.); 14h/17h (sáb.); a partir das 9h (dom.). Cc.: todos. Cd.: todos. 

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO. Sob a batuta de John Neschling, a Osesp recebe a soprano francesa Mireille Delunsch. Ela estrela A Voz Humana, pequena e trágica jóia operística composta por Francis poulenc em 1959. Suíte nº 1 em Ré Maior Op. 43, de Tchaikovsky, abre a apresentação. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (11) e sexta (12), 21h; sábado (13), 16h30. R$ 28,00 a R$ 98,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a sáb.). Cc.: todos.  Estac. (R$ 8,00).

POCKET TRILHAS. Idealizado pelo pianista Fábio Caramuru, o projeto enfoca trilhas sonoras cinematográficas durante este mês. O segundo concerto da série traz obras criadas pelo compositor Nino Rota para clássicos de Federico Fellini, como A Doce Vida e Noites de Cabíria. Imagens dos filmes intercalam as músicas executadas por uma formação de câmara com dez instrumentistas. Teatro do Centro Cultural Banco do Brasil (125 lugares). Rua Álvares Penteado, 112, centro, 3113-3651/3652, Metrô Sé. Terça (9), 13h e 19h30. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 10h (ter.). Cc.: M e V.

QUARTETO DE CORDAS DA CIDADE. Nelson Rios, Betina Stegmann (violinos), Robert Suetholz (violoncelo) e Marcelo Jaffé (viola) integram o conjunto. Desta vez, tocam peças de Krieger, Quarteto Prévio, e Beethoven, Quarteto Opus 131. Teatro Municipal (1?580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3397-0327, Metrô Anhangabaú. Sábado (13), 18h. R$ 5,00 a R$ 10,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a sex.); a partir das 14h (sáb.). Cc.: todos. Cd.: todos. 

O REI QUE NINGUÉM VIU. A Banda Sinfônica do Estado, sob regência do maestro Abel Rocha, faz a estréia desta cantata. Alexandre Fracalanza Travassos compôs a música; o dramaturgo Mário Viana, hábil nas comédias, escreveu o libreto. Seis cantores, entre eles a soprano Claudia Riccitelli e o barítono Leonardo Neiva, protagonizam a irônica narrativa ambientada em 1808 que acompanha a chegada da família real ao Brasil. Teatro São Pedro (636 lugares). Rua Barra Funda, 171, Barra Funda, 3667-0499, Metrô Marechal Deodoro. Quarta (10), 21h. R$ 40,00. Bilheteria: a partir das 14h. Cc.: M e V.

VESPERAL NO OLIDO. Zanetto, ópera em único ato do italiano Pietro Mascagni (1863-1945), mais conhecido por sua Cavalleria Rusticana, compõe o programa da série. Com cenários e figurinos, a encenação reúne a soprano Angelina Feital e a meio-soprano Silvia Tessuto, sob a direção de Fávio Costa. Ao piano, Karin Uzun. Galeria Olido – Sala Olido (300 lugares). Avenida São João, 473, centro, 3397-0170, Metrô República. Terça (9), 18h. Grátis.

 

Confira aqui a lista completa dos concertos no Rio de Janeiro e São Paulo.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Música Clássica

Programação da semana

Rio de Janeiro

DUO RONAI-KOSSATZ. Laura Rónai (flauta barroca) e Sula Kossatz (espineta) apresentam peças de Michel de La Barre, Benedetto Marcello, Michel Blavet, Giuseppe Sammartini e Joseph Bodin de Boismortier. Centro Cultural da Justiça Federal (80 lugares). Avenida Rio Branco, 241, Centro, 2253-7566, Metrô Cinelândia. Quarta (3), 19h30. Grátis.

HALLÉ ORCHESTRA. Leia em Veja Rio Recomenda (pág. 6). Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Quinta (4), 20h30. R$ 60,00 a R$ 280,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui.). TT.

LUIZ SENISE, RONAL SILVEIRA E RICARDO FERREIRA. Os pianistas Senise e Silveira e o clarinetista Ferreira retomam a programação da Finep em recital com obras de Debussy e Poulenc. Finep (100 lugares). Praia do Flamengo, 200, pilotis, Flamengo, 2555-0717, Metrô Largo do Machado. Terça (2), 18h30. Grátis.

NÍCOLAS DE SOUZA BARROS. Violão de oito cordas. Especialista em instrumentos de cordas dedilhadas, Souza Barros dedica o programa a dois de seus compositores favoritos: Ernesto Nazareth e J.S. Bach. Sala Baden Po-well (500 lugares). Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 360, 2548- 0421, Metrô Cardeal Arcoverde. Quinta (4), 19h30. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 15h (qui.). TT.

ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA E LEILA JOSEFOWICZ. Com seu violino Del Gesù de 1724, a canadense de 29 anos se apresenta pela primeira vez na cidade. Leila Josefowicz debutou como solista de orquestra em 1994, no Carnegie Hall. Desde então, tem tocado com algumas das principais orquestras do mundo, como a de Cleveland, a Filarmônica de Nova York e a Sinfônica de Chicago. Na Europa, dividiu palco com a Royal Concertgebouw e a Gewandhaus de Leipzig, entre outras. Ela estará à frente da OSB no belo Concerto para Violino e Orquestra em Ré Maior, Op. 61, de Beethoven. O repertório inclui também Hymne, de Messiaen, e Sinfonia Nº 6 em Ré Maior, Op. 60, de Dvorák. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Sábado (6), 16h. R$ 33,00 a R$ 110,00. Bilheteria: a partir das 12h (sáb.). TT. Manobr. grátis.

QUINTETO VILLA-LOBOS. Formado por Luis Carlos Justi (oboé), Paulo Sergio Santos (clarineta), Philip Doyle (trompa), Aloysio Fagerlande (fagote) e o músico convidado Sergio Barrenechea (flauta), o mais tradicional conjunto de sopros do país abre a programação de setembro do projeto Novos Talentos 2008. No programa, Nazareth, Lorenzo Fernandez e Chiquinha Gonzaga, entre outros. A abertura fica por conta de Tim Rescala. Modern SoundAllegro Bistrô (180 lugares). Rua Barata Ribeiro, 502 D, Copacabana, 2548-5005, Metrô Siqueira Campos. Quarta (3), 13h. Grátis.

TRIO MIGNONE. Afonso de Oliveira (flauta), Ricardo Santoro (violoncelo) e Miriam Grossman (piano) prestam homenagem a Francisco Mignone em recital do projeto Música no Museu. Fazem parte do repertório obras do compositor que batiza o trio, além de Ariani e Blauth. Museu da República (90 lugares). Rua do Catete, 153, Catete, Metrô Catete. Informações, 2253-8645. Quarta (3), 12h30. Grátis.

São Paulo

CORO DA OSESP. Regido pela maestrina Naomi Munakata e acompanhado pelo piano de Fernando Tomimura, o coral da Sinfônica do Estado realiza um concerto a preços populares. São executadas peças do paulistano Aylton Escobar e do polonês Krzysztof Penderecki, entre outros autores. Auditório do Masp (374 lugares). Avenida Paulista, 1578, 3251-5644, Metrô Trianon-Masp. Domingo (7), 16h. R$ 6,00. A bilheteria abre uma hora antes.

CRISTIAN BUDU. A Tocata BWV 912, de Bach, é uma das obras interpretadas pelo pianista paulistano. Cristian Budu ainda mostra criações de Mozart, Rachmaninov e Schumann. MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa, 2594-2601. Domingo (7), 16h. R$ 20,00.

FESTIVAL MÚSICA NOVA. Fundado e dirigido pelo compositor Gilberto Mendes, o evento chega à sua 43ª edição com dezenove espetáculos na capital – Santos e Campinas são outras cidades com programação, que se estende até 1º de outubro. Abre o festival na quinta (4), no Sesc Vila Mariana, o Coro da Osesp, regido por Naomi Munakata. No domingo (7), no Centro Universitário Maria Antônia, o próprio Gilberto Mendes participa de uma apresentação. No repertório, além da sua Escorbuto – Cantos da Costa, há trabalhos de Jorge Antunes. Teatro do Sesc Vila Mariana (608 lugares). Rua Pelotas, 141, Vila Mariana, 5080-3000. Quinta (4), 21h. R$ 10,00. Bilheteria: 9h/21h30 (ter. e qua.); a partir das 9h (qui.). Cc.: todos. Cd.: todos. Estac. (R$ 5,00). Ingressos também no CineSesc e nas demais unidades do Sesc. Salão Nobre do Centro Universitário Maria Antônia (90 lugares). Rua Maria Antônia, 294, Vila Buarque, 3255-7182. Domingo (7), 19h. Grátis. Até 1º de outubro.

FORTUNA E MARCELO BRATKE. Cantora de origem judaica que pesquisa o cancioneiro sefardita, Fortuna une-se ao pianista Marcelo Bratke no espetáculo A Esquina das Crianças – Área de Risco. No roteiro há espaço para compositores eruditos como Bach, Debussy e Villa-Lobos, além de temas oriundos de lugares como a Turquia e o Iraque. A récita, anteriormente marcada para o dia 28, foi adiada e transferida em virtude do incêndio que atingiu o Teatro Cultura Artística. Teatro do Centro da Cultura Judaica (200 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, 3065-4333, Metrô Sumaré. Quinta (4), 20h30. A doação de 1 quilo de alimento não perecível vale um ingresso, distribuído a partir das 14h.

NOVO OVO NOVO. Marília Macedo (flauta doce), Guilherme de Camargo (cordas dedilhadas) e Dalga Larrondo (percussão) formam o trio de música antiga. Composições de Diego Ortiz, Jacob van Eyck e Gaspar Sanz misturam-se a números tradicionais celtas e a obras de anônimos da Grécia e da Itália. Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa (631 lugares). Rua Vergueiro, 1000, Paraíso, 3383-3402, Metrô Vergueiro. Quinta (4), 12h30. Grátis.

ORQUESTRA E CORAL JOVEM DO ESTADO. Os dois conjuntos se dedicam a obras de José Maurício Nunes Garcia e Alberto Nepomuceno. Regência de Nibaldo Araneda e João Maurício Galindo. Teatro São Pedro (636 lugares). Rua Barra Funda, 171, Barra Funda, 3667-0499, Metrô Marechal Deodoro. Domingo (7), 11h. Grátis.

ORQUESTRA HALLÉ. Leia em Veja São Paulo Recomenda. Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Terça (2) e quarta (3), 21h. R$ 90,00 a R$ 240,00. Estac. (R$ 8,00). Ingressos à venda apenas pelo 3258-3344; 12h/19h (seg. a sáb.); 12h/17h (dom.). Cc.: todos. Cd.: R e V.

POCKET TRILHAS. Idealizado pelo pianista Fábio Caramuru, o projeto enfoca trilhas sonoras cinematográficas durante o mês de setembro. O primeiro concerto da série traz obras criadas pelo compositor Bernard Herrmann para clássicos de Alfred Hitchcock, como Um Corpo que Cai e Psicose. Trechos de filmes serão projetados durante a execução, encampada por uma formação de câmara com oito músicos. Teatro do Centro Cultural Banco do Brasil (125 lugares). Rua Álvares Penteado, 112, centro, 3113-3651/3652, Metrô Sé. Terça (2), 13h e 19h30. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 10h (ter.). IR. Cc.: M e V.

QUINTA ESSENTIA. O quarteto de flautas doces é integrado por Alfredo Zaine, Guilherme dos Anjos, Gustavo de Francisco e Renata Pereira. Em suas escolhas, eles vão do inglês William Byrd (1543-1623) ao nosso Pixinguinha (1897-1973). Museu da Casa Brasileira – Terraço (230 lugares). Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2705, Jardim Paulistano, 3032-3727. Domingo (7), 11h. Grátis. Estac. (R$ 10,00).

SALOMÉ..Terceira das quinze óperas que o compositor alemão escreveu, a obra estreada em 1905 é levada em versão concerto – sem figurinos nem cenários. A soprano americana Susan B. Anthony desempenha o papel-título do espetáculo, a cargo da Osesp e sob a regência do titular John Neschling. Outros catorze cantores dão voz aos demais personagens da história bíblica, calcada na peça de Oscar Wilde, sobre a sedutora moça que pede a Herodes a cabeça do profeta João Batista (100min). Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Segunda (1º), 21h. R$ 28,00 a R$ 98,00. Bilheteria: a partir das 10h (seg.). Cc.: todos. IR. Estac. (R$ 8,00).

VESPERAL NO OLIDO. Obras de câmara de Brahms compõem o programa da série. Participam do espetáculo a soprano Priscila Zamlutti, a meio-soprano Maria Lúcia Waldow, o tenor Danilo Stollagli e o barítono Josué Alves Gomes. Ao piano, Lucia Cervini e Horácio Gouveia. Galeria Olido – Sala Olido (300 lugares). Avenida São João, 473, centro, 3397-0170, Metrô República. Terça (2), 18h. Grátis.

YOSSI ARNHEIM. Primeiro-flautista da prestigiosa Filarmônica de Israel, o músico realiza um recital-solo. Bach (Sonata em Mi Maior), Bloch (Suite Modale) e Debussy (Syrinx) são alguns dos compositores lembrados pelo artista. Teatro do Centro da Cultura Judaica (200 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, 3065-4333, Metrô Sumaré. Domingo (7), 19h. Grátis. Ingressos distribuídos a partir das 14h.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Música Clássica

Programação da semana

Semana intensa no arraial musical, começando com o trágico incêndio do Teatro Cultura Artística, em São Paulo.

São Paulo

BANDA SINFÔNICA DO ESTADO. Sob a batuta do titular Abel Rocha, o conjunto volta com a série Pra Ver a Banda Tocar! No programa há peças de Gustav Holst e James Curnow, entre outros autores. Teatro Popular do Sesi (456 lugares). Avenida Paulista, 1313, 3146- 7406, Metrô Trianon-Masp. Quarta (27), 12h. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

CORO DA OSESP. Regida pela maestrina Naomi Munakata e acompanhada pelo piano de Fernando Tomimura, a seção feminina do coral da Sinfônica do Estado realiza um concerto a preços populares. São executadas as peças O Salutaris Hostia (André Caplet), Ave Verum Corpus (Francis Poulenc), Tota Pulchra Es Maria (Maurice Duruflé), Tantum Ergo (Gabriel Fauré) e Gesänge (Schumann). Arremata a apresentação a Suíte Borboleta, do compositor japonês Yoshinao Nakada. Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Domingo (31), 11h. R$ 2,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); 10h/16h30 (sáb.); a partir das 10h (dom.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

CRISTINA ORTIZ E ORQUESTRA SINFÔNICA MUNICIPAL. Baiana radicada em Londres, a pianista Cristina Ortiz é a solista convidada da OSM. Ela atua em Variações sobre um Tema Infantil, de Dohnányi. Sob o comando do assistente Rodrigo de Carvalho, a orquestra também mostra Les Offrandes Oubliées, de Messiaen, e a Sinfonia Nº 5, de Sibelius. Teatro Municipal (1 580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3397-0327, Metrô Anhangabaú. Sexta (29), 21h; domingo (31), 11h. R$ 10,00 a R$ 15,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a qui.); a partir das 10h (sex.); 14h/17h (sáb.); a partir das 9h (dom.). Cc.: todos. Cd.: todos.

DANIEL INAMORATO. Estudo Op. 25 Nº 11, de Rachmaninov, está entre as peças executadas pelo pianista de Santo André. Haydn, Chopin, Liszt e Scriabin igualmente figuram no roteiro. MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa, 2594-2601. Domingo (31), 16h. R$ 20,00.

DUO SCHULTE-SCHIRATO. A violinista Marianne Schulte e o pianista Gabriel Rhein-Schirato atuam juntos. No repertório, trabalhos de Ravel, Webern e Brahms. Auditório da Fundação Maria Luisa e Oscar Americano (107 lugares). Avenida Morumbi, 4077, Morumbi, 3742-0077. Domingo (31), 11h30. R$ 30,00.

ORQUESTRA SINFÔNICA DE SANTOS. Nascido há 150 anos, o compositor italiano Giacomo Puccini ganha mais uma homenagem. No espetáculo Gala Puccini, a orquestra da cidade litorânea, comandada por Luís Gustavo Petri, acompanha a soprano Rosana Lamosa e o tenor Fernando Portari. Trechos de óperas como La Bohème, Tosca e Manon Lescaut estão no roteiro. Teatro São Pedro (636 lugares). Rua Barra Funda, 171, Barra Funda, 3667-0499, Metrô Marechal Deodoro. Sexta (29), 21h; domingo (31), 18h. R$ 20,00. Bilheteria: 14h/19h (qua., qui. e sáb.); a partir das 14h (sex. e dom.). Cc.: M e V. 

ORQUESTRA TOM JOBIM. Ao lado do quarteto vocal Nós Quatro, a formação dá roupagem orquestral a clássicos da MPB como Eu Sei que Vou Te Amar, Qui nem Jiló e Bananeira. Roberto Sion é o regente. Memorial da América Latina – Auditório Simón Bolívar (876 lugares). Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda, 3823-4600, Metrô Barra Funda. Sábado (30), 21h. Grátis. Estac. (R$ 10,00).

PIETER WISPELWEY E EMMANUEL STROSSER. Dentro da série de atrações internacionais da Hebraica, o holandês Pieter Wispelwey une o seu violoncelo ao piano do francês Emmanuel Strosser. Sonata em Lá Menor D 821 – Arpeggione, de Schubert, Sonata Nº 1 em Sol Maior Op. 78 – Chuva, de Brahms, Sonata Nº 2 em Sol Menor Op. 5 Nº 2, de Beethoven, e Introdução e Polonaise Brilhante Op. 3, de Chopin, são algumas das pérolas interpretadas pela dupla. A Hebraica – Teatro Arthur Rubinstein (522 lugares). Rua Hungria, 1000, Jardim Paulistano, 3818-8888. Quinta (28), 21h. R$ 60,00. Bilheteria: 9h/19h (ter. e qua.); a partir das 9h (qui.). Cc.: D, M e V. Cd.: R e V. Estac. c/manobr. (R$ 15,00).

POLLY FERMAN. Confidências (Ernesto Nazareth), Valsa da Dor (Villa-Lobos), Adiós Nonino (Piazzolla), Cenas Infantis (Schumann), Rhapsody in Blue (Geor-ge Gershwin) e Paris desde Aquí (Daniel Binelli) estão no repertório da pianista uruguaia. O recital finaliza o projeto A Música Romântica, do CCBB. Teatro do Centro Cultural Banco do Brasil (125 lugares). Rua Álvares Penteado, 112, centro,  3113-3651/3652, Metrô Sé.  Terça (26), 13h e 19h30. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 10h (ter.). Cc.: M e V.

RODOLFO MEDEROS E JAZZ SINFÔNICA. O argentino Rodolfo Mederos venera o bandoneon. Em seu site, escreve que o instrumento é "um refúgio, como o lar, a mulher". Exagero típico dos nossos hermanos ou não, o músico ganhou o mundo acionando os botões do bandoneon, peça central da sonoridade tangueira. Mederos integrou o conjunto de Astor Piazzolla e conquistou a admiração do maestro Daniel Barenboim, com quem gravou um disco em 1995. Em junho, ele tocou com a Orquestra Sinfônica Brasileira na Sala São Paulo e arrebatou os presentes. Nesta semana, ele tem mais um compromisso na cidade, agora com a Jazz Sinfônica, no Memorial. Em récita com regência dividida entre João Maurício Galindo e Cyro Pereira, são lembradas jóias como Adiós Nonino e Milonga del Ángel, de Piazzolla, e composições do próprio Rodolfo Mederos, caso de El Hombre que Sueña. Memorial da América Latina – Auditório Simón Bolívar (876 lugares). Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda,  3823-4600, Metrô Barra Funda.  Quinta (28), 21h. R$ 30,00. Bilheteria: 14h/19h (ter. e qua.); a partir das 14h (qui.) Estac. (R$ 10,00).

SOLO. Idealizada pela compositora curitibana Jocy de Oliveira, a pocket-ópera é cantada pela soprano e atriz Gabriela Geluda. Apresentada no Festival de Inverno de Campos do Jordão em 2007, a obra não tem uma estrutura narrativa linear e lida com referências como Ofélia, Desdêmona e Medéia, famosas personagens femininas teatrais. Projeções de vídeo, incluindo uma participação de Fernanda Montenegro, complementam a montagem. O espetáculo assinala o lançamento de uma caixa de quatro DVDs com registros de criações de Jocy, ao preço de R$ 100,00 (90min). Teatro do Sesc Vila Mariana (608 lugares). Rua Pelotas, 141, Vila Mariana, 5080-3000. Quinta (28) e sexta (29), 21h. R$ 16,00. Bilheteria: 9h/21h30 (ter. e qua.); a partir das 9h (qui. e sex.). Cc.: todos. Cd.: todos. Estac. (R$ 5,00). Ingressos também no CineSesc e nas demais unidades do Sesc.

VESPERAL NO OLIDO. A ópera A Hora Espanhola, de Ravel, cuja estréia se deu em 1911, é mostrada na íntegra. Dirigidos por Ary Lima, a soprano Eloísa Baldin e o tenor Dimas do Carmo estão entre os cinco cantores. Acompanhamento ao piano de Marizilda Hein. Galeria Olido – Sala Olido (300 lugares). Avenida São João, 473, centro, 3331-8399, Metrô República. Terça (26), 18h. Grátis.

Rio de Janeiro

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Música Clássica

Programação da semana

Rio de Janeiro

APOTEOSE DA ÓPERA. No programa, trechos de óperas com os cantores Magda Belloti, Carla Odorizzi e Fabrício Clausen, além do Coro Infantil Jockey Club Brasileiro, com acompanhamento da pianista Talita Peres. Apresentação e direção musical de Nelson Portella. O programa contempla, entre outras peças, as aberturas de O Barbeiro de Sevilha, de Rossini, e Carmen, de Bizet. Museu de Arte Moderna (200 lugares). Avenida Infante Dom Henrique, 85, Aterro do Flamengo, Centro,  2240-4944. Domingo (24), 11h30. Grátis.

MÚSICA PARA A FAMÍLIA REAL Este segundo concerto do ciclo traz a Orquestra Sinfônica Brasileira apresentando novas composições em primeira audição, juntamente com grandes obras do repertório sinfônico. A peça Tempus Fugit (o tempo foge), do compositor português Eurico Carrapatoso, faz uma referência à Carta Régia assinada por dom João VI que permitiu a abertura dos portos do Brasil. Composta por Almeida Prado, a obra Gravuras Sonoras a D. João VI para Piano e Orquestra teve como inspiração as gravuras de Debret. Com Sérgio Monteiro ao piano e regência de Flavio Florence. Sala Cecília Meireles (800 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666, Metrô Cinelândia. Sábado (23), 20h. R$ 10,00 (balcão) e R$ 20,00 (platéia). Bilheteria: 9h/18h (seg. a sex.); a partir das 9h (sáb.). Estac. (R$ 5,00).

14º RIO CELLO ENCOUNTER. Destaques da semana. Segunda apresentação da I Musici de Montreal, em programa com obras brasileiras. Segunda (18), 20h. Beethoven, Brahms e o Cello, espetáculo com doze músicos interpretando Septeto para Cordas e Sopros em Mi Bemol Maior, Op. 20, de Beethoven, e duas obras de Brahms. Quinta (21), 20h. Rock'n'Cello. Quatro violoncelistas (Tina Guo, Hugo Pilger, Lars Hoefs e David Chew) vão se unir ao baterista André Tandeta, ao contrabaixista Alex Rocha e ao guitarrista Victor Biglione para tocar obras de Jimi Hendrix e a suíte da ópera-rock Tommy, da banda The Who. Quarta (20), 20h. Sala Cecília Meireles (800 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666. Grátis. Estac. (R$ 5,00).

ORQUESTRA PETROBRAS SINFÔNICA COM NELSON FREIRE. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Sábado (23), 20h. R$ 6,00 a R$ 30,00. Bilheteria: a partir das 10h (seg. a sex.); a partir das 12h (sáb.).

PAULO PEDRASSOLI. Violonista de talento, especialista na obra de Villa-Lobos, Pedrassoli desta vez vai interpretar um repertório que inclui Bach e Carlos Cruz. Igreja da Sé (300 lugares). Rua Primeiro de Março, s/n°, Centro, 2253-8645 (informações). Terça (19), 12h30. Grátis.

YUKA SHIMIZU E FERNANDO GUILHON. Piano a quatro mãos. A japonesa e o brasileiro apresentam obras de Schumann, Tchaikovsky e Ernesto Nazareth, entre outros. Modern SoundAllegro Bistrô (180 lugares). Rua Barata Ribeiro, 502 D, Copacabana, 2548-5005, Metrô Siqueira Campos. Quarta (20), 13h. Grátis.

São Paulo

ARIADNE EM NAXOS. Fracasso e sucesso convivem na trajetória da ópera do alemão Richard Strauss (1864-1949) que o Teatro Municipal mostra pela primeira vez na cidade. Na sua estréia, em 1912, a obra foi levada em conjunto com uma adaptação de O Burguês Fidalgo, de Molière. Não cativou. Quatro anos depois, Strauss voltou à carga com modificações e triunfou. No início da trama, um milionário vienense organiza dois espetáculos para entreter seus convidados. Um deles, interpretado por uma companhia de ópera séria, trata do mito grego de Ariadne, a mulher abandonada numa ilha por Teseu. O outro tem tom burlesco. Quando o figurão decide condensar o programa duplo em uma exibição única e simultânea, com o objetivo de ganhar tempo para soltar fogos de artifício, começa a confusão. Sob a direção de André Heller-Lopes, o elenco traz as sopranos Eiko Senda e Andrea Ferreira, a meio-soprano Denise de Freitas, o tenor Marcello Vannucci e o barítono Leonardo Neiva, entre outros. José Maria Florêncio rege a Orquestra Sinfônica Municipal (140min, c/intervalo). Teatro Municipal (1.580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3222-8698, Metrô Anhangabaú. Neste domingo (17), 17h; terça (19), quinta (21) e sábado (23), 20h30. R$ 10,00 a R$ 20,00 (ter.) e R$ 20,00 a R$ 40,00 (neste dom., qui. e sáb.). Bilheteria: a partir das 14h (neste dom. e sáb.); 10h/19h (seg. qua. e sex.); a partir das 10h (ter. e qui.). Cc.: todos. Cd.: todos. TM.

BIENAL INTERNACIONAL DE MÚSICA ELETROACÚSTICA DE SÃO PAULO. Organizado por Flo Menezes, o evento está em sua sétima edição. Música acusmática (cuja difusão se dá exclusivamente por alto-falantes), eletroacústica mista e computacional são algumas das vertentes exploradas. Teatro do Sesc Vila Mariana (608 lugares). Rua Pelotas, 141, Vila Mariana,  5080-3000. Quarta (20) e quinta (21), 21h. R$ 16,00. Auditório do Sesc Vila Mariana (131 lugares). Sexta (22), 18h e 20h30; sábado (23), 11h, 15h e 17h. R$ 8,00. Bilheteria: 9h/21h30 (ter.); a partir das 9h (qua. a sáb.). Cc.: todos. Cd.: todos. Estac. (R$ 5,00). Ingressos também no CineSesc e nas demais unidades do Sesc.

I MUSICI DE MONTRÉAL. Não confundir com o celebrado grupo de câmara italiano I Musici, formado em Roma em 1952. O canadense I Musici de Montréal surgiu em 1983 e tem 43 CDs lançados. Seus quinze músicos, dirigidos pelo violoncelista russo Yuli Turovsky, esmeram-se em The Lark Ascending, de Vaughan Williams, e Souvenir de Florence Op. 70, de Tchaikovsky. Durante a execução de Quadros de uma Exposição, de Mussorgsky, são projetadas imagens criadas por Natasha Turovsky, filha de Yuli. Teatro do Centro Cultural Banco do Brasil (125 lugares). Rua Álvares Penteado, 112, centro, 3113-3651/3652, Metrô Sé. Terça (19), 13h e 19h30. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 10h (ter.). 

MIGUEL PROENÇA. Gaúcho da pequena Quaraí, o pianista possui uma bela carreira. Polonaise em Lá Maior Op. 40 Nº 1, de Chopin, é uma das peças interpretadas por ele, que também toca Brahms e Villa-Lobos. Espaço Promon (348 lugares). Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 1830, Itaim Bibi, 5213-4111. Quarta (20), 21h. R$ 10,00. Bilheteria: 14h/19h (seg. e ter.); a partir das 14h (qua.).

ORQUESTRA DE CÂMARA DA USP. Maestro adjunto da Ocam, Aylton Escobar rege duas apresentações com um repertório de Mozart e Schubert. Do primeiro, há a abertura da ópera O Empresário e a Sinfonia Concertante para Violino e Viola KV 364, com solos de Eliane Tokeshi e Ricardo Kubala, respectivamente. Schubert comparece com Sinfonia Nº 4 em Dó Menor – Trágica. Anfiteatro Camargo Guarnieri (350 lugares). Rua do Anfiteatro, 109, Cidade Universitária, 3091-4330. Sexta (22), 20h30. Grátis. Auditório do Masp (374 lugares). Avenida Paulista, 1578, 3251-5644, Metrô Trianon-Masp. Domingo (24), 16h. R$ 6,00. A bilheteria abre uma hora antes.

ORQUESTRA EXPERIMENTAL DE REPERTÓRIO. Sob a liderança do titular Jamil Maluf, a Experimental lembra os 150 anos de Puccini. O tenor italiano Antonino Interisano e a soprano brasileira Claudia Riccitelli se dedicam a trechos de famosas óperas do compositor, caso de Manon Lescaut, La Bohème, Madame Butterfly e Turandot. Teatro Municipal (1580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3222-8698, Metrô Anhangabaú. Domingo (24), 17h. Grátis. Ingressos distribuídos a partir das 15h.

ORQUESTRA FILARMÔNICA DE LIÈGE. Com ingressos já esgotados, a formação realiza duas apresentações no Teatro Cultura Artística. Fundada em 1960, é a grande orquestra sinfônica da Bélgica francófona. Regido pelo diretor Pascal Rophé, o conjunto traz como convidada a meio-soprano americana Susan Graham. Especializada no repertório francês e com uma intensa agenda que inclui compromissos no Metropolitan e no Carnegie Hall, Susan participa de Nuits d'Été, ciclo de Berlioz, na segunda (18) e na terça (19). Na segunda há ainda Le Chasseur Maudit, de Franck, e La Mer, de Debussy. Le Carnaval Romain, de Berlioz, e Sinfonia em Ré Menor, de Franck, são as pedidas da terça. Teatro Cultura Artística – Sala Esther Mesquita (1156 lugares). Rua Nestor Pestana, 196, centro, 3258- 3616. Segunda (18) e terça (19), 21h. R$ 80,00 a R$ 220,00. Estac. (R$ 9,00). Atenção: os ingressos estão esgotados.

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO. Trombonista da Osesp, Wagner Polistchuk comanda membros da orquestra em espetáculo da série de câmara. Mozart é representado pela abertura da ópera Lucio Silla e pelo Concerto Nº 19 em Fá Maior KV 459, este com solos da pianista Olga Kopylova. Completam o roteiro Nikos Skalkottas (Cinco Danças Gregas) e Kurt Weill (suíte para sopros de A Ópera dos Três Vinténs). Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Domingo (24), 17h. R$ 34,00 e R$ 40,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); 10h/13h30 (sáb.); a partir das 15h (dom.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Concertos

Programação da semana

Rio de Janeiro

ORQUESTRA PETROBRAS SINFÔNICA – WAGNER TISO. George Gershwin toma conta do programa. Wagner Tiso será o solista ao piano de Rhapsody in Blue. Regência de Isaac Karabtchevsky. Sábado (16), 20h. Teatro Municipal (2 350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Sábado (16), 20h. R$ 6,00 a R$ 30,00. Bilheteria: a partir das 12h (sáb).

ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA – PENG-PENG. Concerto que celebra os 68 anos da criação da OSB. Como convidado, o pianista Peng Peng, de 14 anos. No programa, Prelúdio Sinfônico, de Puccini, em homenagem aos 150 anos de nascimento do compositor italiano; Concerto nº 2 em Dó Menor, Op. 18, de Rachmaninov, e Sinfonia nº 6 em Si Menor, Op. 74 – Patética, de Tchaikovsky. Regência de Roberto Minczuk. Teatro Municipal (2 350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Sábado (16), 16h. R$ 33,00 a R$ 110,00. Bilheteria: a partir das 12h (sáb). Manobr. grátis.

ORQUESTRA SINFÔNICA DE ISRAEL. Pela primeira vez no Brasil, a Orquestra Sinfônica de Israel (The Israel Symphony Orchestra Rishon le Zion – ISO) foi criada em 1988 e vem, sob a batuta de Dan Ettinger, se firmando como um dos melhores conjuntos de seu país. No programa, abertura de A Força do Destino, de Verdi, Concerto para Piano e Orquestra nº 2 em Dó Menor, Op. 18., de Rachmaninov, com o solista Alexander Korsantia, e Sinfonia nº 5 em Mi Menor, de Tchaikovsky. Concerto em prol da Associação Beit Lubavitch e do Lar da Esperança. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711 e 3235-8545 (informações e vendas), Metrô Cinelândia. Quinta (14), 20h. R$ 50,00 a R$ 700,00. Bilheteria: a partir das 10h (qui).

QUARTETO BERNINI. Fundado em Roma sob a direção de Salvatore Accardo, o grupo de Marco Serino, Anna Chulkina (violinos), Gianluca Saggini (viola) e Valeriano Taddeo (cello) se apresenta na série Música nas Igrejas em concerto intitulado Mozart na Visão de Neukomm. No programa, quartetos de Haydn e Mozart além da transcrição da abertura da ópera Cosi fan Tutte, de Mozart, escrita pelo austríaco Segismund Neukomm em 1822. Mosteiro de São Bento (250 lugares). Rua Dom Gerardo, 68, Centro,  2206-8100. Quinta (14), 19h30. Grátis. www.musicanasigrejas.com.br.

RIO CELLO ENSEMBLE. Destaques da programação. Dois concertos do Rastrelli Cello Quartet, conjunto russo de cordas. Espaço Sesc (240 lugares). Rua Domingos Ferreira 160, Copacabana, 2547-0156. Quinta (14), 21h. Grátis. Mosteiro de São Bento (250 lugares). Rua Dom Gerardo, 68, Centro, 2206-8100. Sábado (16), 15h. Grátis. I Musici de Montreal, Igreja da Candelária (700 lugares). Praça Pio X, s/nº, Centro, 3211-7000, Metrô Uruguaiana. Domingo (17), 16h. Grátis. Duas apresentações de jazz cubano com Jorge Reyes (contrabaixo), Alejandro Rodriguez (cello), Cesar Lopez (sax) e Sergio Vitier (violão). Sala Cecília Meireles (800 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666. Sábado (16), 20h. Grátis. Estac. (R$ 5,00). Espaço Sesc (240 lugares). Rua Domingos Ferreira 160, Copacabana, 2547-0156. Domingo (17), 20h. Grátis.

São Paulo 

ANNA, A VOZ DA RÚSSIA. A apresentação assinala o lançamento do livro Anna, a Voz da Rússia – Vida e Obra de Anna Akhmátova (Algol Editora, 512 págs., R$ 120,00), de Lauro Machado Coelho, sobre a poetisa russa que viveu entre 1889 e 1966. Ao lado do pianista Ricardo Ballestero, a soprano Adélia Issa interpreta Cinco Poemas de Anna Akhmátova Op. 27, de Prokofiev, Akhmátovoi (Para Akhmátova) – A Última das Canções de Marina Tsvetáieva Op. 143a, de Shostakovich, e Música, de Gilberto Mendes. Beatriz Segall declama Réquiem, um Ciclo de Poemas, de Anna Akhmátova. Teatro São Pedro (636 lugares). Rua Barra Funda, 171, Barra Funda, 3667-0499, Metrô Marechal Deodoro. Terça (12), 19h. Grátis.

ARNALDO COHEN. Beethoven, Alberto Nepomuceno, Schumann e Chopin são alguns dos compositores destacados no recital do pianista carioca. Sesc Pinheiros – Teatro Paulo Autran (1.010 lugares). Rua Paes Leme, 195, Pinheiros, 3095-9400. Sexta (15), 21h. R$ 20,00. Bilheteria: 10h/21h30 (ter. a qui.); a partir das 10h (sex.). Cc.: todos. Cd.: todos. Estac. (R$ 5,00). Ingressos também no CineSesc e nas demais unidades do Sesc.

BANDA SINFÔNICA DO ESTADO. Sob a batuta de Aylton Escobar, o conjunto recebe o pianista Gilberto Tinetti. O instrumentista sola no Concerto Nº 2, de Liszt. Também constam do programa Museu da Inconfidência, de Guerra-Peixe, e Quadros de uma Exposição, de Mussorgsky. Teatro Cultura Artística – Sala Esther Mesquita (1.156 lugares). Rua Nestor Pestana, 196, centro, 3258-3616. Quarta (13), 21h. R$ 10,00 a R$ 30,00. Bilheteria: 12h/19h (seg. e ter.); a partir das 12h (qua.). Cc.: todos. Televendas, 3258-3344. Estac. (R$ 9,00).

BIENAL INTERNACIONAL DE MÚSICA ELETROACÚSTICA DE SÃO PAULO. Organizado por Flo Menezes, o evento está em sua sétima edição. Música acusmática (cuja difusão se dá exclusivamente por alto-falantes), eletroacústica mista e computacional são algumas das vertentes exploradas. Auditório do Sesc Vila Mariana (131 lugares). Rua Pelotas, 141, Vila Mariana, 5080-3000. Sexta (15), 18h e 20h30; sábado (16), 11h, 15h e 17h. R$ 8,00. Bilheteria: 9h/21h30 (ter. a qui.); a partir das 9h (sex. e sáb.). Cc.: todos. Cd.: todos. Estac. (R$ 5,00). Ingressos também no CineSesc e nas demais unidades do Sesc.

LEONARDO HILSDORF. No ano passado, o paulistano nascido em 1987 abriu o concerto da série Piano Solo para Nelson Freire. Leonardo se dedica a obras de Henrique Oswald e Rachmaninov, entre outros. MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa, 2594-2601. Domingo (17), 16h. R$ 20,00.

MARA ZAMPIERI. Dentro do projeto Grandes Vozes, a soprano italiana apresenta uma seleção eclética. Em companhia do pianista Marco Antonio Bernardo, ela canta excertos de Beethoven, Rossini, Massenet, Carlos Gomes etc. Teatro São Pedro (636 lugares). Rua Barra Funda, 171, Barra Funda, 3667-0499, Metrô Marechal Deodoro. Quarta (13), 21h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 14h (qua.). Cc.: V.

ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA E PENG PENG. Roberto Minczuk sobe ao pódio no domingo (17), dia em que a orquestra carioca comemora 68 anos de atividades. A OSB tem como convidado o pianista chinês Peng Peng. Aos 15 anos, esse solista tem se destacado na prestigiosa Juilliard School. Ele atua no Concerto Nº 2 em Dó Menor Op. 18, de Rachmaninov. Prelúdio Sinfônico, de Puccini, e Sinfonia Nº 6 em Si Menor Op. 74 – Patética, de Tchaikovsky, também estão contemplados. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Domingo (17), 17h. R$ 35,00 a R$ 150,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); 10h/16h30 (sáb.); a partir das 10h (dom.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA DE ISRAEL. Pela primeira vez em São Paulo, o grupo realiza duas apresentações, já com lotação esgotada, dentro da temporada da Sociedade de Cultura Artística. O regente-titular Dan Ettinger, também assistente de Daniel Barenboim na Ópera Estatal de Berlim, está à frente do conjunto sediado em Rishon LeZion, cidade próxima a Tel Aviv. Como largada do programa, Quatro Últimas Canções, de Richard Strauss, com solos da soprano francesa Sylvie Valayre. A Nona de Beethoven arremata a seleção. Dela participam Sylvie, a meio-soprano israelense Susanna Poretsky, o tenor americano Hugh Smith, o barítono grego Dimitris Tiliakos e o Coro São Paulo. Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Segunda (11) e terça (12), 21h. R$ 100,00 a R$ 250,00. Estac. (R$ 8,00). Atenção: os ingressos estão esgotados.

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO. Diretor artístico da Filarmônica de Varsóvia, Antoni Wit regeu o nosso melhor agrupamento sinfônico quatro anos atrás. No programa da vez, há excertos de Harnasie Op. 55, de Szymanowski, com participação do Coro da Osesp e do tenor carioca Luciano Botelho, além da cantata Carmina Burana, de Orff. Para esta peça também foram escalados a soprano dinamarquesa Sine Bundgaard e o barítono carioca Rodrigo Esteves. No domingo (17), com os mesmos artistas, a orquestra realiza uma apresentação ao ar livre na área externa do Auditório Ibirapuera, apenas com Carmina Burana. Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 223-3966, Metrô Luz. Quinta (14) e sexta (15), 21h; sábado (16), 16h30. R$ 28,00 a R$ 98,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a sáb.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00). Auditório Ibirapuera- (15 000 pessoas). Parque do Ibirapuera, portão 2, 3629-1075. Domingo (17), 11h. Grátis.

OS PESCADORES DE PÉROLAS. Com direção geral de Iacov Hillel, a criação do compositor francês Georges Bizet (1838-1875) tem trechos levados à cena dentro do projeto Ópera Café. A música e o canto são intercalados por intervenções de um narrador, Mauro Wrona, também responsável pela direção musical. Entre os quatro intérpretes secundados pelo piano de Anderson Brenner encontram-se o barítono Sebastião Teixeira e a soprano Manuela Freua (80min). Cafeteria do Centro da Cultura Judaica (100 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, 3065-4333, Metrô Sumaré. Quinta (14), 20h30; domingo (17), 19h. Grátis. Ingressos distribuídos a partir das 14h.

QUARTETO DE CORDAS DA CIDADE. Nelson Rios, Betina Stegmann (violinos), Robert Suetholz (violoncelo) e Marcelo Jaffé (viola) integram o conjunto. Desta vez, tocam quartetos de Schubert, Marlos Nobre e Ernst von Dohnányi. Teatro Municipal (1 580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3222-8698, Metrô Anhangabaú. Quinta (14), 21h. R$ 5,00 a R$ 10,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui.). Cc.: todos. Cd.: todos.

QUARTETO OSESP. Emmanuele Baldini (primeiro violino), Davi Graton (segundo violino), Cláudio Cruz (viola) e Johannes Gramsch (violoncelo) compõem a formação de câmara da Orquestra Sinfônica do Estado. Os músicos se dedicam a dois quartetos de Beethoven: o Op. 95 – Serioso e o Op. 59 Nº 2. Auditório da Fundação Maria Luisa e Oscar Americano (107 lugares). Avenida Morumbi, 4077, Morumbi, 3742-0077. Domingo (17), 11h30. R$ 30,00.

QUARTETTO BERNINI. Sediado em Roma, o conjunto é integrado por Marco Serino e Anna Chulkina (violinos), Gianluca Saggini (viola) e Valeriano Taddeo (violoncelo). Haydn, Ennio Morricone, Mozart e Giovanni Sollima figuram no programa. Memorial da América Latina – Auditório Simón Bolívar (876 lugares). Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda, 3823-4600, Metrô Barra Funda. Sexta (15), 21h. Grátis. Estac. (R$ 10,00). Ingressos distribuídos no dia a partir das 14h.

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Markut disse:

    É impressionante a atividade artística e musical que este país já tem e que é totalmente desconhecida do grande publico.
    Uma educação adequada deveria deselitizar esta atividade, tão benéfica à formação geral das novas gerações;

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Música Clássica

Programação da semana

Rio de Janeiro 

APOTEOSE DA ÓPERA. No programa, trechos de óperas com os cantores Magda Belloti, Carla Odorizzi, Fabrício Clausen, Simone Santana e Cristiane Franco acompanhados da pianista Talita Peres. Museu de Arte Moderna (200 lugares). Avenida Infante Dom Henrique, 85, Aterro do Flamengo, Centro, 2240-4944. Domingo (10), 11h30. Grátis.

A ESQUINA DAS CRIANÇAS – ÁREA DE RISCO. Marcelo Bratke e Fortuna apresentam esse concerto dividido em duas partes. Na primeira, intitulada Diálogo I – Música e Fronteiras, o pianista e a cantora alternam obras como Jesus Alegria dos Homens, de Bach, com peças árabes e judaicas. Diálogo II – Canções Infantis para Voz e Piano segue o título à risca: reúne canções de ninar do Oriente Médio e do Ocidente. Sala Cecília Meireles (800 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666. Quarta (6), 20h. R$ 20,00 (balcão) e R$ 30,00 (platéia). Bilheteria: 9h/18h (seg. e ter.); a partir das 9h (qua.). IC. Estac. (R$ 5,00).

GRUPO RE-TOQUES. Helder Parente (flauta doce), Laura Rónai (flauta transversa), Mário Orlando (viola da gamba) e Sula Kossatz (espineta) apresentam A Música na Corte de D. João VI Um Sarau no Rio de Janeiro. No programa, obras de Neukomm, Alves de Mesquita, Nunes Garcia e outros. Sala Baden Powell (500 lugares). Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 360, 2548-0421, Metrô Cardeal Arcoverde. Quinta (7), 19h30. Grátis.

ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA – MISHA DACIC. Na parte solo, o pianista iugoslavo Dacic tocará peças de Scarlatti e Rachmaninov, entre outros. Com a orquestra, regida por Marcos Arakaki, vai interpretar Concerto Nº 17 em Sol Maior, de Mozart, e Burlesque, de R. Strauss. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Sábado (9), 17h. R$ 16,00 a R$ 104,00. Bilheteria: a partir das 12h (sáb.). Manobr. grátis.

14º RIO INTERNATIONAL CELLO ENCOUNTER. Destaques da programação. Orquestra Petrobras Sinfônica com os violoncelistas Kenji Nakagi e Yegor Dyachkov. Regência de Alastair Willis. Sala Cecília Meireles (800 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666. Sábado (9), 16h30. Grátis. Estac. (R$ 5,00). Encontro com Villa – Choros Clássicos. No palco, os músicos Noel Devos, Nicolas de Souza Barros, Odette Ernst Dias, Miriam Braga, Ana de Oliveira, David Chew, Harold Emert, Mauro Senise e Rodrigo Foti. Auditório Guiomar Novaes (100 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666, Metrô Cinelândia. Sábado (9), 20h. Grátis. Estac. c/manobr. (R$ 5,00).Orquestra Sinfônica de Barra Mansa. Regência de Guilherme Bernstein. Sala Cecília Meireles (800 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666. Domingo (10), 19h. Grátis. Estac. (R$ 5,00).

TRIO MENESES. Atração no projeto Música no Museu, o grupo formado por Paula da Matta (piano), Ricardo Meneses (violino) e Eduardo Meneses (violoncelo) vai tocar peças de Chopin, Liszt, Piazzolla, Beethoven e Henrique Oswald. Centro Cultural da Justiça Federal (140 lugares). Avenida Rio Branco, 241, Centro, 3212-2565, Metrô Cinelândia. Sexta (8), 15h. Grátis.

São Paulo 

OFERENDA MUSICAL – FESTIVAL INTERNACIONAL DE MÚSICA DE CÂMARA EM SÃO PAULO. O oboísta gaúcho Alex Klein dirige uma programação no Teatro São Pedro, com recitais, masterclasses e bate-papos. Klein, de 43 anos, tinha uma carreira brilhante na Sinfônica de Chicago, interrompida em 2004 por um distúrbio neurológico comprometedor dos movimentos, chamado distonia focal. Hoje, toca oboé apenas uma hora por dia. É possível apreciá-lo em seu instrumento nas récitas do domingo (3) e de quinta (7) a sábado (9). Na segunda (4), a cantora de MPB Jussara Silveira e o pianista Ricardo Castro sobem ao palco. O violinista israelense Shmuel Ashkenasi e o violoncelista paulistano Antonio Lauro Del Claro estão entre as atrações do evento, que reúne de duos a uma formação de quinze músicos. Teatro São Pedro (636 lugares). Rua Barra Funda, 171, Barra Funda, 3667-0499, Metrô Marechal Deodoro. No domingo (3), 17h30; segunda (4), quinta (7) e sexta (8), 20h30; sábado (9), 16h30 e 20h30. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 14h (neste dom., seg., qui. a sáb.); 14h/19h (qua.). Cc.: M e V. Até sábado (9). www.oferendamusical.com.br.

OLGA KOPYLOVA. Nascida no Uzbequistão em 1979, a pianista se mudou para o Brasil nove anos atrás e integra o posto de titular da Osesp. Olga toca Beethoven, Chopin, Rachmaninov e Prokofiev. MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa, 2594-2601. Domingo (10), 16h. R$ 20,00.

ORQUESTRA EXPERIMENTAL DE REPERTÓRIO E CORAL PAULISTANO. Sob a liderança de Tiago Pinheiro, a Experimental divide as atenções com o conjunto de vozes. Fantasia Coral, de Beethoven, com solos do pianista Nahim Marun, e O Mundo do Espírito, de Britten, estão no programa. Teatro Municipal (1.580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3222-8698, Metrô Anhangabaú. Domingo (10), 11h. R$ 10,00 a R$ 15,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a sex.); 14h/17h (sáb.); a partir das 9h (dom.). Cc.: todos. Cd.: todos.

ORQUESTRA SINFÔNICA DA USP. Comandada por Marcos Sadao Shirakawa, a Osusp apresenta quatro peças. São elas: Appalachian Spring (Copland), Suíte Nº 2 para Orquestra de Câmara (Villa-Lobos), Danzas (Felipe Senna) e Sinfonia Nº 1 (Camargo Guarnieri). Anfiteatro Camargo Guarnieri (350 lugares). Rua do Anfiteatro, 109, Cidade Universitária, 3091-3000. Segunda (4), 12h. Grátis. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Terça (5), 21h. R$ 15,00 a R$ 90,00. Bilheteria: 10h/18h (seg.); a partir das 10h (ter.). Cc.: todos.  Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA DE ISRAEL. O regente-titular Dan Ettinger, também assistente de Daniel Barenboim na Ópera Estatal de Berlim, está à frente do conjunto sediado em Rishon LeZion, cidade próxima a Tel Aviv. Durante sua primeira visita a São Paulo, maestro e formação apresentam-se com o pianista Alexander Korsantia. Nascido na Geórgia, Korsantia sola no Concerto Nº 2 em Dó Menor Op. 18, de Rachmaninov. Também recheiam o repertório a abertura da ópera A Força do Destino, de Verdi, e a Sinfonia Nº 5 em Mi Menor Op. 64, de Tchaikovsky. A orquestra volta à Sala São Paulo nos dias 11 e 12, por conta da temporada de concertos da Sociedade de Cultura Artística. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Domingo (10), 20h. R$ 100,00 a R$ 250,00. Ingressos à venda apenas pelo 5087- 3450 (seg. a sex., 9h às 18h30). Cc.: A, M e V. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO. Diretor musical do Teatro Bolshoi, o maestro russo Alexander Vedernikov apresenta-se pela primeira vez com a Osesp na companhia de outro convidado russo, o pianista Mikhail Rudy. Ao seu instrumento, Rudy, que esteve com a orquestra paulista em 2000, sola no Concerto Nº 2 em Sol Menor Op. 16, de Prokofiev. Capriccio Brilhante sobre Jota Aragonesa – Abertura Espanhola Nº 1, de Glinka, e Petrushka (versão de 1947), de Stravinsky, são outras pedidas do programa. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (7) e sexta (8), 21h; sábado (9), 16h30. R$ 28,00 a R$ 98,00. Bilheteria: 10h/ 18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a sáb.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Música Clássica

Programação da semana

Rio de Janeiro 

CONCERTO DOS TREZENTOS. Evento que celebra vinte anos de atividades do Instituto Casa de Cultura Rio de Janeiro. No palco, 300 crianças e adolescentes violinistas, ao lado do spalla da Orquestra Petrobras Sinfônica, Felipe Prazeres. No programa, de Bach a Ary Barroso. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Domingo (3), 11h. R$ 1,00. Bilheteria: a partir das 10h (dom.).

DUO VINÍCIUS FRATE E LUAN GÓES. Contrabaixo e piano. Frate integra a OSB-Jovem e estuda contrabaixo na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde também é aluno de Góes. O recital integra o projeto Novos Talentos 2008. No programa, obras de Ernest Bloch, Schubert, Ravel, Mozart e outros. Com apresentação de Helder Parente. Modern SoundAllegro Bistrô (180 lugares). Rua Barata Ribeiro, 502 D, Copacabana, 2548-5005, Metrô Siqueira Campos. Quarta (30), 13h. Grátis.

KURT MASUR, JEAN LOUIS STEUERMAN E ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Sexta (1º), 20h. R$ 33,00 a R$ 110,00. Bilheteria: a partir das 10h (sex.).  Manobr. grátis. www.osb.com.br.

NÍCOLAS DE SOUZA BARROS E CLARICE SZAJNBRUM. O concerto de alaúde e canto intitulado Canções do Renascimento e do Barroco integra a III Mostra de Música Antiga do projeto Música no Museu. No variado programa há peças do repertório espanhol e inglês dos séculos XVI e XVII e canções sefaraditas criadas entre os séculos XV e XVIII. Museu da República (90 lugares). Rua do Catete, 153, Catete, Metrô Catete. Informações, 2253-8645.  Quarta (30), 12h30. Grátis.

ORQUESTRA PETROBRAS SINFÔNICA. Concerto da série Ouro Negro com programa que reúne Noite de Maio e Capricho Espanhol, de Rimsky-Korsakov, e a Sinfonia nº 3 em Dó Menor, Op. 78, de Camille Saint-Säens. Com regência do japonês Daisuke Soga, 43 anos. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Sábado (2), 20h. R$ 6,00 a R$ 30,00. Bilheteria: a partir das 12h (sáb.). 

TURIBIO SANTOS. O violonista abre o programa de cordas do projeto Música no Museu. Principal nome do violão clássico brasileiro, que já dividiu o palco com estrelas como Yehudi Menuhin, Mstislav Rostropovich e Jean-Pierre Rampal, Santos vai interpretar obras de Fernando Sor, Villa-Lobos, Tom Jobim e Jackson do Pandeiro. Centro Cultural Light (200 lugares). Rua Marechal Floriano, 168, Centro, 2211-4420. Sexta (1º), 12h30. Grátis.


São Paulo

CLÉLIA IRUZUN. Carioca radicada em Londres, a pianista se dedica a Liszt com duas transcrições de canções de Schubert. Há ainda Beethoven, representado pela Sonata Nº 21 em Dó Maior Op. 53, a célebre Waldstein, entre outros compositores. Auditório da Fundação Maria Luisa e Oscar Americano (107 lugares). Avenida Morumbi, 4077, Morumbi, 3742-0077. Domingo (3), 11h30. R$ 30,00.

ELISA FUKUDA E GIULIANO MONTINI. Elisa une o seu violino ao piano de Giuliano. Os instrumentistas esmeram-se em peças de Mozart, Debussy e Prokofiev. Auditório Nobre da Associação Paulista de Medicina (170 lugares). Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 278, centro, 3188-4302.  Quarta (30), 20h30. Grátis. Os ingressos devem ser reservados por telefone a partir de segunda (28).

GRANDES POETAS, GRANDES CANÇÕES. A proposta da soprano Adélia Issa e do pianista Ricardo Ballestero consiste em reunir obras vocais que tiveram inspiração na literatura. Exemplos desse casamento são Quadrilha, de Francisco Mignone, e Vou-Me Embora pra Pasárgada, de Guerra-Peixe, calcados respectivamente em poemas de Carlos Drummond de Andrade e Manuel Bandeira. Auditório do Sesc Pinheiros (101 lugares). Rua Paes Leme, 195, Pinheiros, 3095- 9400. Terça (29), 20h30. R$ 8,00. Bilheteria: a partir das 10h (ter.). Cc.: todos. Cd.: todos. Estac. (R$ 7,00).

OFERENDA MUSICAL – FESTIVAL INTERNACIONAL DE MÚSICA DE CÂMARA EM SÃO PAULO. Teatro São Pedro (636 lugares). Rua Barra Funda, 171, Barra Funda, 3667-0499, Metrô Marechal Deodoro. Sexta (1º) e sábado (2), 20h30; domingo (3), 17h30. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 14h (sex. a dom.). Cc.: M e V. Até 9 de agosto.

ORQUESTRA FILARMÔNICA DE SÃO BERNARDO DO CAMPO. Carlos Moreno está à frente do grupo do ABC, do qual é titular desde junho. No roteiro, A Canção da Terra, de Mahler. Fernando Portari (tenor) e Rodrigo Esteves (barítono) compõem o elenco de cantores. Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Terça (29), 21h. Grátis. Estac. (R$ 8,00). Os ingressos devem ser reservados pelo 4121-9183.

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Condutor da Sinfônica da USP e da Filarmônica de São Bernardo do Campo, Carlos Moreno é o convidado da Osesp nesta semana. O pianista baiano Ricardo Castro também visita a Sala São Paulo nesta semana e sola o Concerto Nº 1 em Dó Maior Op. 15, de Beethoven. Convite à Dança Op. 65, de Weber e com orquestração de Berlioz, e a Sinfonia Nº 5, de Claudio Santoro, são as outras pedidas do repertório. No domingo (3), com ingressos a R$ 2,00, Castro volta a se exibir sob o comando de Moreno. No programa, o concerto de Beethoven e Convite à Dança. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (31) e sexta (1º), 21h; sábado (2), 16h30; domingo (3), 11h. R$ 2,00 (dom.) e R$ 28,00 a R$ 98,00 (qui. a sáb.). Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a dom.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA MUNICIPAL. Sob a regência do maestro Lutero Rodrigues, a OSM registra nos formatos de CD e DVD três concertos inéditos para violino e orquestra de Camargo Guarnieri. Luiz Filipe responde pelos solos. Trata-se de uma iniciativa da curadoria de música do Centro Cultural São Paulo. Teatro Municipal (1.580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3222-8698, Metrô Anhangabaú. Domingo (3), 11h. R$ 10,00 a R$ 15,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a sex.); 14h/17h (sáb.); a partir das 9h (dom.). Cc.: todos. Cd.: todos. 

QUARTETO DE CORDAS DA CIDADE. Nelson Rios e Betina Stegmann (violinos), Robert Suetholz (violoncelo) e Marcelo Jaffé (viola) integram o conjunto. Desta vez, tocam os quartetos Op. 51, de Dvorák, e Nº 3, de Osvaldo Lacerda. Teatro Municipal (1 580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3222-8698, Metrô Anhangabaú. Quinta (31), 21h. R$ 5,00 a R$ 10,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui.). Cc.: todos. Cd.: todos. 

QUARTETO OSESP. Emmanuele Baldini (primeiro violino), Davi Graton (segundo violino), Cláudio Cruz (viola) e Johannes Gramsch (violoncelo) compõem a formação de câmara da Orquestra Sinfônica do Estado. Na primeira parte, os músicos tocam o Quarteto Nº 8 em Mi Menor Op. 59 Nº 2, de Beethoven. Depois, reúne-se a eles o pianista carioca Arnaldo Cohen, para o Quinteto em Fá Menor Op. 34, de Brahms. Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Domingo (3), 17h. R$ 34,00 e R$ 40,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); 10h/16h30 (sáb.); a partir das 10h (dom.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Concertos

Programação da semana

Confira a lista completa dos concertos para o Rio de Janeiro e São Paulo:

Rio de Janeiro

ANDRÉS PERILLO E ANDRÉS ROIG. Duo de canto e piano. O tenor venezuelano Perillo se une ao cubano Roig, hoje também radicado na Venezuela, em torno de obras de Scarlati, Bellini, Debussy, Schubert, Chopin, Verdi e outros. (225 lugares). Largo do Ibam, 1, Humaitá, 2536-9709. Terça (15), 20h30. Grátis. Estac. grátis.

MÁRIO MARQUES TRILHA. Cravo. Trilha vai interpretar programa intitulado Quando o Cravo Era Moderno, que mescla obras de compositores do século XVII ao XX. Sua intenção é mostrar como obras inovadoras resistem ao tempo. Sala Baden Powell (500 lugares). Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 360,  2548-0421, Metrô Cardeal Arcoverde. Quinta (17), 19h. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 15h (qui.).

MIGUEL TRAPAGA. Nascido em Cantábria, no norte da Espanha, o violonista Miguel Trápaga é a próxima atração do ciclo Guitarríssimo. O programa do recital rende tributo ao maior nome do violão espanhol do século XX, Andrés Segóvia (1893-1987), através da obra de Turina e Torroba, entre outros. Auditório Guiomar Novaes (100 lugares). Rua Teotônio Regadas, s/nº, Centro, 2224-4291, Metrô Cinelândia. Quarta (16), 19h30. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 9h (qua.). Estac. c/manobr. (R$ 5,00).

III MOSTRA NACIONAL DE MÚSICA ANTIGA. Destaques da programação em diversos endereços que constituem a rede do projeto Música no Museu. Kristina Augustin (viola da gamba), Sonia Wegenast (soprano) e Eduardo Antonello (cravo) tocam Lambert, Lully, Marais e outros. Segunda (14), 18h. Museu do Exército (150 lugares). Praça Coronel Eugênio Franco, 1, Posto Seis, Copacabana. Informações 2253-8645. Grátis. Iara Ungarelli (viola da gamba), Zoltan Paulinyi (violino barroco) e Felippe Maravalhas (guitarra barroca) em programa com peças de Veracini, Sanz, Scheidler e outros. Mosteiro de São Bento (250 lugares). Rua Dom Gerardo, 68, Centro. Informações 2253-8645. Terça (15), 19h30. Grátis. O conjunto Ars Plena, com Renato Victor (flauta), Roger Larg (violino), Hudon Lima (violoncelo) e Eduardo Antonello (cravo), interpreta peças de Corelli, Couperin e outros. Museu da República (90 lugares). Rua do Catete, 153, Catete. Informações 2253-8645. Metrô Catete Quarta (16), 12h30. Grátis. De Brasília, o quarteto de violas da gamba Candangas e o quarteto vocal Pentacordis apresentam A Inglaterra para Violas da Gamba e Vozes, Museu de Arte Moderna (200 lugares). Avenida Infante Don Henrique, s/nº (Parque do Flamengo), Centro. Informações 2253-8645. Domingo (20), 11h30. Grátis.

São Paulo 

ALMANAQUE MUSICAL. Dirigido por João Malatian, o espetáculo tem caráter didático e traz um programa calcado em momentos importantes da história do Teatro Municipal, como a Semana de Arte Moderna de 1922. Rodrigo de Carvalho rege a Orquestra Sinfônica Municipal e os corais Lírico e Paulistano. O eclético repertório reúne Carlos Gomes, Puccini, Villa-Lobos, Chico Buarque etc. Teatro Municipal (1 580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3222-8698, Metrô Anhangabaú. Terça (15), 11h30; quarta (16), 9h30 e 11h30. Grátis.

100 ANOS DOS JAPONESES NO BRASIL. Quatro alunos do professor Ciro Gonçalves Dias Júnior – três japonesas radicadas no Brasil e um paulista de Cubatão – exibem-se ao piano. Noriko Yoshida Kanashiro, Michiko Koji, Hiroko Yamaji e Lucas dos Santos Gonçalves se esforçam num roteiro com Chopin, Ravel, Villa-Lobos e Liszt, entre outros. MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa, 3081-8611. Domingo (20), 16h. R$ 20,00.

DUO SILVER-GARBURG. Há onze anos em atividade, a dupla israelense é formada pelos pianistas Sivan Silver e Gil Garburg. O par, que já atuou com a Filarmônica de Israel e a Sinfônica de Melbourne, mostra criações de Franz Schubert, Yehezkel Braun e Robert Schumann. Teatro do Centro da Cultura Judaica (200 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, 3065-4333, Metrô Sumaré. Domingo (20), 19h. Grátis. Ingressos distribuídos a partir das 14h.

MIGUEL TRAPAGA. Pupilo do cubano Leo Brouwer (cujo trabalho de composição para violão se equipara ao de Villa-Lobos), o violonista espanhol Miguel Trápaga apresenta obras de autores como Mario Castelnuovo-Tedesco e Isaac Albéniz. O recital integra a série Guitarrísimo. Espaço Cultural Instituto Cervantes – Auditório (100 lugares). Avenida Paulista, 2439, 3897-9609, Metrô Consolação. Quinta (17), 20h. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

UMA NOITE NA ÓPERA. A soprano Luiza de Moura, o tenor Eduardo Pinho, o barítono Sebastião Teixeira e o baixo Eduardo Janho-Abumrad reúnem-se sob a direção cênica de Walter Neiva. Ao piano, João Moreira Reis acompanha os cantores em fragmentos de Verdi, Carlos Gomes, Bizet, Gounod e Donizetti. O crítico e professor de ópera da USP Sergio Casoy participa como narrador e contextualiza as peças interpretadas (90min c/intervalo). Teatro São Pedro (636 lugares). Rua Barra Funda, 171, Barra Funda, 3667-0499, Metrô Marechal Deodoro. Sexta (18), 21h. R$ 20,00. Bilheteria: 14h/19h (qua. e qui.); a partir das 14h (sex.). Cc.: M e V.

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Concertos

Programação da semana

Rio de Janeiro

ORQUESTRA BARROCA DO XIX FESTIVAL DE JUIZ DE FORA. Concerto do projeto Música nas Igrejas que traz no programa a primeira sinfonia escrita no Brasil, de autoria do austríaco Sigismund Neukomm: A Sinfonia para Grande Orquestra (Rio de Janeiro, 1820). Trata-se da estréia moderna da obra, só interpretada em 1820. Também no programa está a Sinfonia Haffner, de Mozart. A regência é do titular do conjunto, Luis Otavio Santos, grande responsável pelo desenvolvimento das cordas barrocas no país, e dono de um Prêmio Diapason d'Or pela gravação das sonatas de Leclair para o selo Ramée. Igreja Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé (200 lugares). Rua Primeiro de Março, s/nº, Centro, 2242-7766. Domingo (13), 17h. Grátis.

ORQUESTRA PETROBRAS SINFÔNICA. Se você ainda não ouviu o violino do brasileiro Cármelo de los Santos, eis a chance. Santos, radicado nos Estados Unidos, onde leciona na Universidade do Novo México, e dono de carreira em franca ascensão, será o solista no Concerto para Violino em Ré Menor, Op. 47, de Sibelius. Sob regência do colombiano Alejandro Posada, o programa ostenta ainda O Cisne de Tuonela, de Sibelius, e Sinfonia Nº 3 em Mi Bemol Maior, Eroica, de Beethoven. Antes da apresentação haverá happy hour com música de câmara a cargo do Grupo Tutti. Sala Cecília Meireles (800 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666. Sexta (11), 20h30. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 9h (sex.). Estac. (R$ 5,00).

RICARDO SANTORO & LÚCIA BARRENECHEA. Violoncelo e piano. Músico da Sinfônica Brasileira, Ricardo Santoro formou novo duo com a pianista. Eles apresentam programa eclético que inclui Vila Santória, obra do maestro Leandro Braga dedicada ao violoncelista, Seresta, de Edino Krieger, e a difícil Sonata Op. 19 em Sol Menor, de Rachmaninoff. Sala Baden Powell (500 lugares). Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 360, 2548-0421, a Cardeal Arcoverde. Quinta (10), 19h. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 15h (qui.).

RITA CABUS E DIOGO NAVIA. Duo de espineta e flauta. O recital integra a Mostra Nacional de Música Antiga, promovida pela série Música no Museu. No programa, obras de Haendel e José Maurício Nunes Garcia, entre outros. Museu da República (80 lugares). Rua do Catete, 153, Metrô Catete. Informações, 2253-8645. Quinta (10), 12h30. Grátis. Distribuição de senha uma hora antes.

VANESSA CUNHA. Recital com a pianista radicada em Nova York. No programa, peças de Brahms, Albéniz e Krieger, entre outros. Ibam (225 lugares). Largo do Ibam, 1, Humaitá, 2536-9709. Terça (8), 20h30. Grátis. Estac. grátis.


São Paulo

CHICAGO BRASS QUINTET. Formado há 44 anos nos Estados Unidos, o quinteto de sopros é integrado por Ross Beacraft e Matthew Lee (trompetes), Gregory Flint (trompa), James Mattern (trombone) e Dan Anderson (tuba). Os músicos visitam um repertório de compositores como Vivaldi, Bach e Copland. Teatro do Centro Cultural Banco do Brasil (125 lugares). Rua Álvares Penteado, 112, centro, 3113-3651/3652, Metrô Sé. Terça (8), 13h. Grátis. Teatro do Centro da Cultura Judaica (300 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, 3065-4333, Metrô Sumaré. Terça (8), 20h30. Grátis. Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa (300 lugares). Rua Vergueiro, 1000, Paraíso, 383-3402, Metrô Vergueiro. Quarta (9), 11h30. Grátis.

DUO AUDI-TESCAROLLO. O violoncelista Carlos Audi e o pianista Hamilton Tescarollo unem os seus instrumentos em récita da série Música no Masp. Eles iniciam a apresentação com duas peças de Osvaldo Lacerda – Elegia e Ária. Depois, executam a Sonata em Fá Maior Op. 99, de Brahms. O programa prossegue com a Sonata para Violoncelo e Piano, de Debussy, e Ponteio e Dança, de Camargo Guarnieri. Auditório do Masp (374 lugares). Avenida Paulista, 1578, 3284-8384, Metrô Trianon-Masp. Terça (8), 12h30. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

O ELIXIR DO AMOR. Com direção geral de Iacov Hillel, a criação do compositor italiano Gaetano Donizetti (1797-1848) tem trechos levados à cena dentro do projeto Ópera Café. A música e o canto são intercalados por intervenções de um narrador, Mauro Wrona, também responsável pela direção musical. Entre os cinco intérpretes secundados pelo piano de Anderson Brenner encontram-se a soprano Gabriella Pace e o tenor Sergio Weintraub (80min). Cafeteria do Centro da Cultura Judaica (100 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, 3065-4333, Metrô Sumaré. Quinta (10), 20h30; domingo (13), 19h. Grátis. Ingressos distribuídos a partir das 14h.

MENINAS JAPONESAS. Os 100 anos da imigração japonesa são rememorados mais uma vez, agora por um evento curioso. Com idade entre 9 e 11 anos, quatro garotas nascidas no Japão e radicadas no Brasil participam de um recital de piano no MuBE. Kasane Nishizawa, Kanon Yonemura, Nana Imoto e Mei Numazawa estudam com o professor Ciro Gonçalves Dias Júnior. As meninas interpretam obras de Mozart, Bach, Villa-Lobos e Haydn, entre outros autores. MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa, 3081-8611. Domingo (13), 16h. R$ 20,00.

 

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Música Clássica

Programação da semana

Rio de Janeiro

ANGÉLICA DE LA RIVA E PRISCILA BONFIM. Canto e piano. O duo interpreta peças de Turina, Obradors, Granados e Villa-Lobos, entre outros, em recital integrado ao projeto Música no Museu. Museu da República (80 lugares). Rua do Catete, 153, Catete, 2253-8645. Metrô Catete Quinta (3), 12h30. Grátis.

FESTIVAL MELODIA 2008. Apresentam-se os corais The New Zealand Secondary Student's Choir, da Nova Zelândia, sob regência de Robert Wiremu, e o Children's Chorus of Sussex County, dos Estados Unidos, liderado por Deborah Mello. O programa inclui obras do americano Randall Thompson e do brasileiro Ernani Aguiar. Igreja da Candelária (700 lugares). Praça Pio X, s/nº, Centro, 3211-7000, Metrô Uruguaiana. Domingo (6), 16h. Grátis.

QUARTETO ALBAN BERG. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666, Metrô Cinelândia. Sábado (4), 20h. R$ 20,00 (balcão) e R$ 30,00 (platéia). Bilheteria: a partir das 9h (sáb.). Estac. c/manobr. (R$ 5,00).

ORQUESTRA PETROBRAS SINFÔNICA. Em prosseguimento ao Ciclo Mahler, será apresentada a Sinfonia Nº 7 do compositor austríaco. Na regência estará o polonês Gabriel Chmura. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Sábado (5), 20h. R$ 5,00 a R$ 30,00. Bilheteria: a partir das 12h (sáb.). 

ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA. O terceiro concerto da série Ônix Noturna apresenta como solistas a cantora paulista Mônica Salmaso e o Quinteto Pau-Brasil. No programa, obras de Camargo Guarnieri, Villa-Lobos e versões orquestrais para cinco canções de Chico Buarque. Regência de Roberto Minczuk. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Sexta (4), 20h. R$ 33,00 a R$ 110,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qui.). A partir das 10h (sex.) www.osb.com.br. Estac. c/manobr. (grátis).

RIVER CITY CHORALE. Sob a regência de Richard Morrissey e acompanhado pela pianista Kathleen Earl, o coral americano apresenta obras de Bach, Gershwin e outros. Igreja da Candelária (700 lugares). Praça Pio X, s/nº, Centro, 3211-7000, Metrô Uruguaiana. Quinta (3), 18h30. Grátis.

VICENTE PASCHOAL. O violonista carioca vem sendo apontado como nome forte da nova geração do violão. No programa, peças de Joaquin Rodrigo e Leo Brouwer, entre outros. Sala Baden Powell (500 lugares). Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 360, 2548-0421, a Cardeal Arcoverde. Quinta (3), 19h. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 15h (qui.).

São Paulo

ACCADEMIA BIZANTINA. Especializado no repertório barroco, o grupo de treze músicos surgiu em Ravena, na Itália, há 25 anos. Liderado pelo maestro Ottavio Dantone, o conjunto executa com instrumentos de época criações de Vivaldi, Bach, Corelli, Geminiani e Haendel. A Hebraica – Teatro Arthur Rubinstein (522 lugares). Rua Hungria, 1000, Jardim Paulistano, 3818-8888. Quinta (3), 21h. R$ 60,00. Bilheteria: 9h/19h (ter. e qua.); a partir das 9h (qui.). Cc.: D, M e V. Cd.: R e V.  Estac. c/manobr. (R$ 15,00).

CHRISTIAN KLIBER. Com 27 anos, o pianista dinamarquês radicado no Brasil se exibe em Soneto 104 de Petrarca, de Liszt. Kliber interpreta ainda temas de Rachmaninov, Brahms, Schubert, Beethoven e de autoria própria. MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Euopa, 3081-8611. Domingo (6), 16h. R$ 20,00.

FANY SOLTER. Escrita em 1798, a Sonata Nº 8 em Dó Menor Op. 13 – Patética, de Beethoven, é uma das pedidas do recital da pianista baiana, nascida em Ilhéus. Peças de Schoenberg e Mendelssohn também recheiam o roteiro. Teatro do Centro da Cultura Judaica (200 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, 3065-4333, Metrô Sumaré. Domingo (6), 19h. Grátis. Ingressos distribuídos a partir das 14h.

MOSCOU, TCHERYOMUSHKI. Em três atos, essa opereta do russo Shostakovich satiriza o sistema de distribuição de moradias na União Soviética depois da morte do ditador Josef Stálin, em 1953. O Núcleo Universitário de Ópera e a Orquestra Filarmonia são os responsáveis pela montagem da peça, que ficou por um bom tempo desconhecida no Ocidente. Paulo Maron rege e assina a direção cênica. Entre os dez cantores estão a soprano Gabriella Rossi e o barítono Pedro Ometto (120min, com dois intervalos). Teatro São Pedro (636 lugares). Rua Barra Funda, 171, Barra Funda, 3667- 0499, Metrô Marechal Deodoro. Sexta (4) e sábado (5), 20h30; domingo (6), 17h. R$ 20,00. Bilheteria: 14h/19h (qua. e qui.); a partir das 14h (sex. a dom.). Cc.: M e V.

ORQUESTRA DE CÂMARA DA USP. Os músicos se desdobram em dois programas nesta semana. Parte da orquestra leva ao Sesc Vila Mariana, neste domingo (29), uma versão da ópera Carmen, de Bizet, em parceria com a Universidade do Texas. Participam cantores e atores brasileiros e americanos, que encenam uma adaptação feita por Marius Constant, Jean-Claude Carrière e Peter Brook. Ricardo Ballestero rege e responde pela direção musical. Roberto De Simone é o diretor cênico. Sob a batuta do assistente Henrique Villas Boas, outros integrantes da orquestra interpretam peças de Vivaldi, Bach, Purcell, Telemann e Heinichen, também neste domingo (29), no Auditório do Masp. Auditório do Masp (374 lugares). Avenida Paulista, 1578, 3251-5644, Metrô Trianon-Masp. Neste domingo (29), 16h. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 15h (dom.). Teatro do Sesc Vila Mariana (608 lugares). Rua Pelotas, 141, Vila Mariana, 5080-3000. Neste domingo (29), 18h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 9h (dom.). Cc.: todos. Cd.: todos. Estac. (R$ 5,00). Ingressos também no CineSesc e nas demais unidades do Sesc.

ORQUESTRA SINFÔNICA DE BARRA MANSA. Regido pelos maestros Vantoil de Souza Junior e Guilherme Bernstein, o conjunto fluminense volta a São Paulo. No repertório, Bach, Schumann e Nikolai Brucher. Spalla-assistente da Orquestra Sinfônica Brasileira, Ana Maria de Oliveira sola no Concerto Nº 5 em Lá Maior para Violino K. 219, de Mozart. A Hebraica – Teatro Arthur Rubinstein (522 lugares). Rua Hungria, 1000, Jardim Paulistano, 3818-8888. Neste domingo (29), 12h. Grátis. Ingressos distribuídos quarenta minutos antes.

ORQUESTRA SINFÔNICA MUNICIPAL. Diretor artístico da Orquestra de Câmara de Belas-Artes do México, o maestro Jesús Medina sobe ao pódio. Ele conduz os músicos em Sensemayá, de Silvestre Revueltas, Sinfonia Nº 2, de Johannes Brahms, e Concerto Nº 2 para Violoncelo, de Dmitri Kabalevsky, este com solos de Raïff Dantas, integrante da OSM. Teatro Municipal (1?580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3222-8698, Metrô Anhangabaú. Neste domingo (29), 11h. R$ 10,00 a R$ 15,00. Bilheteria: a partir das 9h (dom.). Cc.: todos. Cd.: todos. 

PORGY AND BESS. Casados na vida real, o baixo José Gallisa e a soprano Edna D'Oliveira formam o par protagonista da ópera. Essa obra-prima do americano Geor-ge Gershwin (1898-1937), que se apropria de elementos do jazz e da qual saíram canções famosas como a ária Summertime, ganha uma versão reduzida em tempo e em acompanhamento. Estão no palco doze instrumentistas, catorze cantores, quatro bailarinos e um ator. A trama trata de uma turbulenta relação amorosa no ambiente rural negro dos Estados Unidos do começo do século passado. Felipe Senna encarrega-se da direção musical e da regência. A direção cênica é de João Malatian (135min, c/intervalo). Teatro São Pedro (636 lugares). Rua Barra Funda, 171, Barra Funda, 3667-0499, Metrô Marechal Deodoro. Neste domingo (29), 17h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 14h (dom.). Cc.: M e V.

QUARTETO ALBAN BERG. Teatro Cultura Artística – Sala Esther Mesquita (1?156 lugares). Rua Nestor Pestana, 196, centro, 3258-3616. Quarta (2) e quinta (3), 21h. R$ 70,00 a R$ 150,00. Bilheteria: 12h/19h (seg. e ter.); a partir das 12h (qua. e qui.). Cc.: todos. Televendas,  3258- 3344. Estac. (R$ 9,00).

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Música Clássica

Programação da semana

Rio de Janeiro 

ÁLVARO PIERRI. Uruguaio, Álvaro Pierri é nome forte do violão clássico. Seu concerto integra o ciclo Guitarríssimo 2008. Pierri incui no recital obras do genovês Niccolò Paganini, dos espanhóis Isaac Albeniz, Fernando Sor e Miquel Llobet Soles, do mexicano Manuel Ponce, do brasileiro Egberto Gismonti e do argentino Alberto Ginastera. Auditório Guiomar Novaes (100 lugares). Rua Teotônio Regadas, s/nº, Lapa, 2224-4291, Metrô Cinelândia. Terça (24), 19h30. R$ 10,00. Bilheteria: 9h/21h (sáb.).  Estac. c/manobr. (R$ 5,00).

CHICAGO BRASS QUINTET. Os integrantes do conjunto de metais criado em 1964 possuem carreiras paralelas. Ross Beacraft (trompete) atua na Chicago Opera Theater. Matthew Lee (trompete), é o primeiro do naipe da Filarmônica de Illinois. Gregory Flint (trompa) era o preferido de Frank Sinatra em suas turnês. James Mattern (trombone) toca com a orquestra do balé Bolshoi. Daniel Anderson (tuba) integra o Basso Neauveux. O programa eclético vai de Claudio Monteverdi a Dizzy Gillespie. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666, Metrô Cinelândia. Sexta (27), 20h. R$ 20,00 (balcão) e R$ 30,00 (platéia). Bilheteria: a partir das 9h (sáb.). Estac. c/manobr. (R$ 5,00).

AS DAMAS TROCADAS. A ópera de Marcos Portugal narra a história de um feiticeiro que, para punir uma megera orgulhosa, casada com um conde mais velho, resolve trocar seu corpo com o de uma moça pobre. Com Lívia Dias (soprano); Priscila Duarte (soprano); Giovanni Tristacci (tenor); Marcio Maragon (barítono); Murilo Neves (baixo). Direção geral de André Heller-Lopes. Sala Baden Powell (500 lugares). Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 360, 2548-0421, Metrô Cardeal Arcoverde. Quarta (25), 19h30. Grátis (qua.). e R$ 1,00 (dom.). Bilheteria: a partir das 13h (dom).

QUARTETO RADAMÉS GNATTALI. Concerto de lançamento do CD do grupo formado por Carla Rincón, João Carlos Ferreira (violinos), Fernando Thebaldi (viola) e Paulo Santoro (violoncelo), com obras dos compositores brasileiros Heitor Villa-Lobos, Camargo Guarnieri, Cláudio Santoro e, naturalmente, Radamés Gnattali. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666, Metrô Cinelândia. Quarta (25), 20h. Grátis. Retirada de ingressos uma hora antes do concerto. Estac. c/manobr. (R$ 5,00).

SIMONE LEITÃO. Pianista mineira radicada em Miami, nos Estados Unidos, Simone interpreta peças de Bach, Scriabin, Chopin e Prokofiev. Ibam (225 lugares). Largo do Ibam, 1, Humaitá, 2536-9709. Terça (24), 20h30. Grátis. Estac. grátis.

São Paulo

ACADEMIA DA OSESP. Nesta semana, a Sinfônica do Estado não sobe ao palco. Está ensaiando para o Festival de Inverno de Campos do Jordão e para o seu projeto itinerante pelo interior. Uma boa pedida, então, é conferir o que andam fazendo os alunos da Academia de Música da orquestra. Sozinhos ou em formações de câmara, eles se exibem em peças de Brahms, Mozart, Shostakovich e Saint-Saëns, entre outros. Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Sábado (28) e domingo (29), 17h. Grátis. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); a partir das 10h (sáb.); a partir das 15h (dom.). Estac. (R$ 8,00). Ingressos distribuídos na bilheteria a partir de segunda (23).

ALVARO SIVIERO. Pianista que se apresentou num recital fechado para o papa Bento XVI, em Aparecida (SP), Siviero executa a Chaconne, de Bach-Busoni, e também peças de Liszt, Brahms, Chopin e Grunfeld-Strauss. Teatro Popular do Sesi (456 lugares). Avenida Paulista, 1313, 3146-7406, Metrô Trianon-Masp. Domingo (29), 12h. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

BANDA SINFÔNICA DO ESTADO. Sob a batuta da assistente Érika Hindrikson, o conjunto volta com a série Pra Ver a Banda Tocar!. Concertino para Flauta, de Cécile Chaminade, com solos de Renato Camargo, e Suíte para Banda, de Frigyes Hidas, são duas das peças interpretadas. Teatro Popular do Sesi (456 lugares). Avenida Paulista, 1313, 3146-7406, Metrô Trianon-Masp. Quarta (25), 12h. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

CHICAGO BRASS QUINTET. Formado há 44 anos nos Estados Unidos, o quinteto de sopros é integrado por Ross Beacraft e Matthew Lee (trompetes), Gregory Flint (trompa), James Mattern (trombone) e Dan Anderson (tuba). Eles visitam um repertório de compositores como Vivaldi, Bach, Shostakovich e Scriabin. Teatro São Bento (272 lugares). Largo de São Bento, s/nº, 3328-8799, Metrô São Bento. Terça (24), 20h30. R$ 50,00. Bilheteria: 9h/17h (seg.); a partir das 9h (ter.). Estac. c/manobr. (R$ 12,00).

MADAME BUTTERFLY. Ambientada em Nagasaki, a ópera de 1904 casa bem com o clima de comemoração do centenário da imigração japonesa. Ao mesmo tempo, a montagem serve para assinalar os 150 anos de nascimento do compositor da obra, o italiano Giacomo Puccini (1858-1924). Dirigido por Jorge Takla – encenador de uma Butterfly no mesmo Municipal há catorze anos –, o espetáculo tem na ficha técnica quatro colaboradores de ascendência oriental: a nonagenária artista plástica Tomie Ohtake, criadora do cenário, o figurinista Fábio Namatame, a coreógrafa Susana Yamauchi e a soprano japonesa radicada no Uruguai Eiko Senda. Na trama, a gueixa Cio-Cio-San é abandonada pelo tenente Pinkerton, da Marinha americana. Eiko Senda reparte o papel de protagonista com Laura de Souza, escalada para a segunda (23) e a sexta (27). O inglês Paul Charles Clarke (tenor) e os brasileiros Licio Bruno (barítono) e Silvia Tessuto (meio-soprano) estão entre os outros dez cantores do elenco. Jamil Maluf lidera a Orquestra Experimental de Repertório. Mário Zaccaro responde pela preparação do Coral Lírico (160min c/intervalo). Teatro Municipal (1 580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3222-8698, Metrô Anhangabaú. Segunda (23), quarta (25) e sexta (27), 20h30; domingo (29), 17h. R$ 10,00 a R$ 20,00 (seg.) e R$ 20,00 a R$ 40,00 (qua., sex. e dom.). Atenção: os ingressos estão esgotados.

ORQUESTRA DE CÂMARA DA USP. Os músicos se desdobram em dois programas nesta semana. Parte da orquestra leva ao Sesc Vila Mariana, no sábado (28) e no domingo (29), uma versão da ópera Carmen, de Bizet, em parceria com a Universidade do Texas. Participam cantores e atores brasileiros e americanos, que encenam uma adaptação feita por Marius Constant, Jean-Claude Carrière e Peter Brook. Ricardo Ballestero rege e responde pela direção musical. Roberto De Simone é o diretor cênico. Na quarta (25) e na quinta (26), a obra ganha formato de concerto no Auditório Camargo Guarnieri. Sob a regência do assistente Henrique Villas Boas, outros integrantes da orquestra interpretam peças de Vivaldi, Bach, Purcell, Telemann e Heinichen na sexta (27), no Auditório Camargo Guarnieri, e no domingo (29), no Masp. Anfiteatro Camargo Guarnieri (350 lugares). Rua do Anfiteatro, 109, Cidade Universitária, 3091-4330. Quarta (25) a sexta (27), 20h30. Grátis. Auditório do Masp (374 lugares). Avenida Paulista, 1578, 3251-5644, Metrô Trianon-Masp. Domingo (29), 16h. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 15h (dom.). Teatro do Sesc Vila Mariana (608 lugares). Rua Pelotas, 141, Vila Mariana, 5080-3000. Sábado (28), 21h; domingo (29), 18h. R$ 20,00. Bilheteria: 9h/21h30 (ter. a sex.); a partir das 9h (sáb. e dom.). Cc.: todos. Cd.: todos. Estac. (R$ 5,00). Ingressos também no CineSesc e nas demais unidades do Sesc.

ORQUESTRA SINFÔNICA DA USP. Sob o comando do titular Carlos Moreno, a Osusp lembra o regente e maestro americano Leonard Bernstein (1918-1990). Dele, são executadas na terça (24), na Sala São Paulo, a Abertura Candide e as danças sinfônicas de West Side Story. Mais dois compositores americanos estão no programa: Samuel Barber, com Adágio para Cordas Op. 11, e George Gershwin, pelo Concerto para Piano em Fá Maior, este com solos de Nivaldo Tavares. Na segunda (23), no Anfiteatro Camargo Guarnieri, há apenas Candide e o concerto de Gershwin. Anfiteatro Camargo Guarnieri (350 lugares). Rua do Anfiteatro, 109, Cidade Universitária, 3091-3000. Segunda (23), 12h. Grátis. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223- 3966, Metrô Luz. Terça (24), 21h. R$ 15,00 a R$ 90,00. Bilheteria: 10h/18h (seg.); a partir das 10h (ter.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA DE BARRA MANSA. O conjunto fluminense volta a São Paulo regido pelos maestros Vantoil de Souza Junior e Guilherme Bernstein. No repertório, Bach, Schumann e Nikolai Brucher. Spalla-assistente da Orquestra Sinfônica Brasileira, Ana Maria de Oliveira sola no Concerto Nº 5 em Lá Maior para Violino K. 219, de Mozart. A Hebraica – Teatro Arthur Rubinstein (522 lugares). Rua Hungria, 1000, Jardim Paulistano, 3818-8888. Domingo (29), 12h. Grátis. Ingressos distribuídos quarenta minutos antes.

ORQUESTRA SINFÔNICA MUNICIPAL. Diretor artístico da Orquestra de Câmara de Belas-Artes do México, o maestro Jesús Medina sobe ao pódio. Ele conduz os músicos em Sensemayá, de Silvestre Revueltas, Sinfonia Nº 2, de Johannes Brahms, e Concerto Nº 2 para Violoncelo, de Dmitri Kabalevsky, este com solos de Raïff Dantas, integrante da OSM. Teatro Municipal (1 580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3222-8698, Metrô Anhangabaú. Domingo (29), 11h. R$ 10,00 a R$ 15,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a sex.); 14h/17h (sáb.); a partir das 9h (dom.). Cc.: todos. Cd.: todos.

PABLO DE LEÓN, HORÁCIO SCHAEFER, ROBERTO RING E NEY FIALKOW. Com um final "cigano", o belo Quarteto Nº 1 Op. 25, de Brahms, está entre as peças executadas pelo violinista Pablo de León, o violista Horácio Schaefer, o violoncelista Roberto Ring e o pianista Ney Fialkow. O roteiro também comporta Mendelssohn e Hans Krása. Teatro do Centro da Cultura Judaica (200 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, 3065-4333, Metrô Sumaré. Domingo (29), 19h. Grátis. Ingressos distribuídos a partir das 14h.

RODOLFO MEDEROS E ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA.  Sala São Paulo (1 484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Segunda (23), 21h. R$ 35,00 a R$ 150,00. Bilheteria: a partir das 10h (seg.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

VESPERAL NO OLIDO. A ópera La Navarraise, do francês Jules Massenet (1842-1912), cuja estréia se deu em 1894, é levada na íntegra. Também responsável pela direção cênica, a soprano Eloísa Baldin divide a cena com mais cinco cantores. Acompanhamento ao piano de Nancy Bueno. Galeria Olido – Sala Olido (300 lugares). Avenida São João, 473, centro, 3331-8399, Metrô República. Terça (24), 18h. Grátis.

VOKALZEIT. Cantores do Coro da Rádio de Berlim formam esse quarteto. Secundados pelo pianista Philip Mayers, Hans-Christian Braun e Joachim Vogt (tenores) e Michael Timm e Oliver Gawlik (baixos) interpretam canções folclóricas e peças de compositores como Schubert, Mozart, Bach e Brahms. Auditório do Masp (374 lugares). Avenida Paulista, 1578, 3251-5644, Metrô Trianon-Masp. Terça (24), 21h. R$ 60,00. Bilheteria: a partir das 20h (ter.). Televendas, 3284-8384.


Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Concertos

Programação da semana

Rio de Janeiro

ANTONIO MENESES E ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Sexta (20), 20h. R$ 33,00 a R$ 110,00. Bilheteria: a partir das 10h (sex.). Manobr.

APOTEOSE DA ÓPERA. Árias, duetos, aberturas de óperas de diversos períodos com Magda Belloti (soprano), Carla Odorizzi (mezzo-soprano), Fabrício Claussen (barítono), Talitha Perez (piano), direção musical de Nelson Portella e participação do Coro Infantil da Escola Jockey Club Brasileiro. Quarta (18), 19h30. Sala Baden Powell (500 lugares). Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 360, 2548-0421, Metrô Cardeal Arcoverde. Quarta (18), 19h30. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (qua).

CONCERTOS KURT WEILL Atração da série Música e Imagem, espetáculo multimídia com obras do compositor alemão com o dramaturgo Bertold Brecht: O Vôo de Lindbergh e Os Sete Pecados Capitais. A primeira é uma cantata radiofônica, sobre o vôo do primeiro piloto a cruzar o Atlântico. A outra narra a história de Ana e sua irmã que desejam comprar uma casa para a família. Com a soprano alemã Gun-Brit Barkmin, que já viveu o papel em 2006 na Ópera de Lyon, e a bailarina Ana Botafogo, que dança com Pedro Cassiono e Douglas Ravadielli. No elenco, Atalla Ayan, Ricardo Tuttman (tenores), Homero Velho (barítono) e o argentino Hernan Iturralde (baixo). Iturralde também está em O Vôo de Lindbergh, ao lado de Velho e do tenor americano Michael Hendrick , presença recente no Festival de Manaus. Com orquestra e coro do Teatro Municipal. Regência de Roberto Minczuk. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Quinta (19) e sábado (24), 21h. R$ 20,00 a R$ 60,00. Bilheteria: a partir das 10h (qui.); a partir das 12h (sáb.).

LAVÍNIA CAZZANI. Recital com peças clássicas da compositora e pianista Lavínia Cazzani, que toca com o pianista André Tôrres e a flautista Lélia Brasil. Seminários de Música da Pro Arte (60 lugares). Rua Alice 462, Laranjeiras, 2558-0684. Quinta (19), 19h. Grátis. Distribuição de senhas meia hora antes do concerto.

SÉRGIO MONTEIRO Vencedor do Concurso de Piano Martha Argerich, Sérgio Monteiro toca os dois cadernos de A Prole do Bebê, de Villa-Lobos em concerto de lançamento de seu CD. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666, a Cinelândia. Domingo (22), 17h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 9h (dom.). Estac. c/manobr. (R$ 5,00).

São Paulo

CRISTIAN BUDU. Bachianas Brasileiras Nº 4, Impressões Seresteiras e Festa no Sertão, as duas últimas do Ciclo Brasileiro, de Villa-Lobos, são três das obras executadas pelo pianista paulistano. Cristian Budu ainda relê criações de Camargo Guarnieri, Francisco Mignone, Edino Krieger e Alexandre Levy. Curador da temporada de música do Museu da Casa Brasileira, Antonio Nóbrega realiza uma participação especial ao violino em choros de Pixinguinha. Museu da Casa Brasileira – Terraço (230 lugares). Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2705, Jardim Paulistano, 3032-3727. Domingo (22), 11h. Grátis. Estac. (R$ 10,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO. O maestro titular John Neschling lidera o grupo em quatro récitas e recebe a visita do pianista espanhol Joaquín Achúcarro, de 71 anos. Ao longo de sua carreira, o instrumentista colecionou elogios de astros da batuta como Simon Rattle e Zubin Mehta. Pela primeira vez com o conjunto, Achúcarro sola no Concerto Nº 2 para Piano em Si Bemol Maior Op. 83, de Brahms. A orquestra também se dedica a uma das mais famosas peças do repertório moderno: o balé A Sagração da Primavera, de Stravinsky. No domingo (22), com ingressos a R$ 2,00, Joaquín Achúcarro volta a se exibir sob o comando do assistente da Osesp, o chileno Victor Hugo Toro. No programa, somente o concerto de Brahms. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quarta (18) a sexta (20), 21h; sábado (21), 16h30; domingo (22), 11h. R$ 2,00 (dom.) e R$ 28,00 a R$ 98,00 (qua. a sáb.). Bilheteria: 10h/18h (seg. e ter.); a partir das 10h (qua. a dom.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA MUNICIPAL. Conduzida pelo assistente Rodrigo de Carvalho, a OSM apresenta o Concerto para Flauta, de Jacques Ibert. Integrante da orquestra, Cássia Carrascoza encarrega-se dos solos. O roteiro inclui O Aprendiz de Feiticeiro, célebre obra de Paul Dukas (encartada na trilha do filme Fantasia, de Walt Disney, quando Mickey luta contra as vassouras), e a Sinfonia Nº 2, de Mario Ficarelli. Teatro Municipal (1.580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3222-8698, Metrô Anhangabaú. Domingo (22), 11h. R$ 10,00 a R$ 15,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a sex.); 14h/17h (sáb.); a partir das 9h (dom.). Cc.: todos. Cd.: todos.

PAULO GORI. O pianista paulistano interpreta os doze Prelúdios do segundo livro de Debussy. Schumann e Chopin são os outros dois compositores lembrados. Teatro Popular do Sesi (456 lugares). Avenida Paulista, 1313, 3146-7406, Metrô Trianon-Masp. Domingo (22), 12h. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

QUARTETO DE CORDAS DA FILARMÔNICA DE ISRAEL. Quatro músicos da formidável orquestra dirigida por Zubin Mehta vêm à cidade em uma formação de câmara. Ilya Konovalov e Shmuel Glazer (violinos), Roman Spitzer (viola) e Felix Nemirovsky (violoncelo) se exibem nos quartetos Nº 2 em Ré Maior, de Borodin, Nº 11 em Fá Menor – Serioso, de Beethoven, e Nº 2 em Fá Maior, de Tchaikovsky. A Hebraica – Teatro Arthur Rubinstein (522 lugares). Rua Hungria, 1000, Jardim Paulistano, 3818-8888. Terça (17), 21h. R$ 60,00. Bilheteria: a partir das 9h (ter.). Cc.: D, M e V. Cd.: R e V. Estac. c/manobr. (R$ 15,00).

QUARTETO SZYMANOWSKI. Criado em 1995, em Varsóvia, o quarteto aporta pela primeira vez no país dentro da temporada do Mozarteum Brasileiro. Em seu nome, o conjunto homenageia o compositor polonês Karol Szymanowski (1882-1937). Andrej Bielow e Grzegorz Kotow (violinos), Vladimir Mykitka (viola) e Marcin Sieniawski (violoncelo) mostram dois programas em sua turnê. Na segunda (16), há Szymanowski (Quarteto Nº 2 Op. 56), Haydn (Quarteto Nº2 em Fá Maior Op. 77) e Schubert (Quarteto Nº 14 em Ré Menor D 810A Morte e a Donzela). Rachmaninov (Dois Movimentos para Quarteto de Cordas), Ravel (Quarteto em Fá Maior) e Tchaikovsky (Quarteto Nº 1 em Ré Maior Op. 11) são as pedidas da terça (17). Teatro Alfa (1 134 lugares). Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722, Santo Amaro, 5693-4000. Segunda (16) e terça (17), 21h. R$ 45,00 a R$ 130,00. Bilheteria: a partir das 11h (seg. e ter.). Cc.: todos. Cd.: R e V. Estac. c/manobr. (R$ 18,00).

QUINTETO PROPAGASOM. Marcos Kiehl (flauta), Talita Capra (oboé), Alexandre Travassos (clarineta), José Eduardo Flores (fagote) e Wesley de Lima (trompa) formam o grupo de sopros. No repertório, Franz Danzi, Malcolm Arnold, Maurice Ravel e Josef e Johann Strauss. Auditório do Masp (374 lugares). Avenida Paulista, 1578, 3284-8384, Metrô Trianon-Masp. Terça (17), 12h30. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

TRIO RERUM NOVARUM. Martina Lohmann (violino), Paulo Piá de Andrade (piano) e André Ehrlich (clarineta) dedicam-se a uma produção de autores atuantes no século XX. A História do Soldado (suíte), de Stravinsky, Suíte para Clarineta, Violino e Piano, de Milhaud, e Contrastes, de Bartók, foram as obras selecionadas pelo conjunto. Auditório da Fundação Maria Luisa e Oscar Americano (107 lugares). Avenida Morumbi, 4077, Morumbi, 3742-0077. Domingo (22), 11h30. R$ 30,00.

VESPERAL NO OLIDO. Integrado por Nelson Rios e Betina Stegmann (violinos), Robert Suetholz (violoncelo) e Marcelo Jaffé (viola), o Quarteto de Cordas da Cidade participa da série. Os músicos tocam os quartetos Nº 1 Op. 18, de Beethoven, e Nº 3, de Bartók. Galeria Olido – Sala Olido (300 lugares). Avenida São João, 473, centro, 3331-8399, Metrô República. Terça (17), 18h. Grátis.

 

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Música Clássica

Programação da semana

São Paulo

ANTONIO MENESES E ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO. Sala São Paulo (1484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (12) e sexta (13), 21h; sábado (14), 16h30; domingo (15), 17h. R$ 34,00 e R$ 40,00 (dom.) e R$ 28,00 a R$ 98,00 (qui. a sáb.). Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a dom.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

EDUARDO MONTEIRO. O pianista carioca apresenta-se no projeto Música em Cena. Monteiro, que também é professor da USP, exibe a sua técnica na Sonata Nº 23 Op. 57 – Appassionata, uma das obras-primas de Beethoven. Há ainda Almeida Prado e Debussy no programa. Teatro Popular do Sesi (456 lugares). Avenida Paulista, 1313, 3146-7406, Metrô Trianon-Masp. Domingo (15), 12h. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

ELISA FUKUDA E OLGA KIUN. Elisa une o seu violino ao piano da russa Olga, radicada no Brasil. As instrumentistas esmeram-se em duas sonatas em lá maior, assinadas por Gabriel Fauré e César Franck. Centro Cultural São Paulo – Sala Jardel Filho (324 lugares). Rua Vergueiro, 1000, Paraíso, 3383-3402, Metrô Vergueiro. Domingo (15), 11h30. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

FESTIVAL CORALUSP. Em sua quarta edição, o evento organizado pelo coro oficial da Universidade de São Paulo comporta duas palestras, uma mesa-redonda e uma oficina sobre canto. Para o público não-iniciado, uma boa pedida são as apresentações, sempre às 20h30, com o CoralUSP e grupos convidados. Anfiteatro Camargo Guarnieri (350 lugares). Rua do Anfiteatro, 109, Cidade Universitária, 3091-3930. Segunda (9) a sábado (14), 20h30. Grátis.

MAKOTO NAKURA E BANDA SINFÔNICA DO ESTADO. O percussionista japonês tem a companhia de nossa moderna banda. Nakura sola em A Canção de uma Grande Árvore – Um Concerto para Marimba e Banda Sinfônica, criação de seu conterrâneo Toshio Mashima em estréia mundial. O repertório é recheado com Suíte para Banda, do húngaro Frigyes Hidas, e Sinfonia Nº 2, do americano David Maslanka. Regência do húngaro Laszlo Marosi. Teatro Cultura Artística – Sala Esther Mesquita (1.156 lugares). Rua Nestor Pestana, 196, centro, 3258-3616. Quarta (11), 21h. R$ 10,00 a R$ 30,00. Bilheteria: 12h/19h (seg. e ter.); a partir das 12h (qua.). Cc.: todos. Televendas, 3258-3344. Estac. (R$ 9,00).

MARIA JOSÉ CARRASQUEIRA. Ao piano, Maria José interpreta quatro prelúdios de Debussy. No roteiro da instrumentista, que é filha do flautista João Dias Carrasqueira (1908-2000), também se encontram peças de Mozart, Schumann e Liszt. MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa, 3081-8611. Domingo (15), 16h. R$ 14,00.

ORQUESTRA SINFÔNICA MUNICIPAL. Sob a batuta do convidado húngaro László Tihanyi, a OSM apresenta o Concerto para Viola, do polonês Krzysztof Penderecki. Integrante da orquestra, Renato Bandel encarrega-se dos solos. O programa inclui Dois Quadros, de Béla Bartók, e a Sinfonia Nº 4 – A Inextinguível, de Carl Nielsen. Teatro Municipal (1?580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3222-8698, Metrô Anhangabaú. Domingo (15), 11h. R$ 10,00 a R$ 15,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a sex.); 14h/17h (sáb.); a partir das 9h (dom.). Cc.: todos. Cd.: todos.

SHEN RIBEIRO E SOLEDAD YAYA. Mais um evento em homenagem ao centenário da imigração japonesa. O flautista de Botucatu Shen Ribeiro e a harpista argentina Soledad Yaya juntam-se na interpretação de peças de autores do Japão. Entre eles estão Michio Miyagi, Kosaku Yamada e Hidemaro Konoye. Auditório do Sesc Pinheiros (101 lugares). Rua Paes Leme, 195, Pinheiros, 3095-9400. Terça (10), 20h30. R$ 8,00. Bilheteria: a partir das 10h (ter.). Cc.: todos. Cd.: todos. Estac. (R$ 7,00).

TOSCA. Com direção geral de Iacov Hillel, a criação do compositor italiano Giacomo Puccini (1858-1924) tem trechos levados à cena dentro do projeto Ópera Café. A música e o canto são intercalados por intervenções de um narrador, Mauro Wrona, também responsável pela direção musical. Entre os seis intérpretes secundados pelo piano de Anderson Brenner encontram-se a soprano Monica Martins e o tenor Martin Mühle (90min). Cafeteria do Centro da Cultura Judaica (100 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, 3065-4333, Metrô Sumaré. Quinta (12), 20h30; domingo (15), 19h. Grátis. Ingressos distribuídos a partir das 14h.

VESPERAL NO OLIDO. A ópera La Vida Breve, do espanhol Manuel de Falla (1876- 1946), cuja estréia se deu em 1913, é montada parcialmente, sem os coros e as danças. Graziela Sanches (soprano), Heloísa Junqueira e Silvia Tessuto (meio-sopranos), Eduardo Pinho (tenor), Sandro Bodilon (barítono) e Carlos Eduardo Marcos (baixo) estão no elenco do espetáculo, com direção cênica de Flávio Costa. Acompanhamento ao piano de Alex Flores e Marizilda Hein. Galeria Olido – Sala Olido (300 lugares). Avenida São João, 473, centro, 3331-8399, Metrô República. Terça (10), 18h. Grátis.

YOKO TOKUE. A pianista japonesa realiza pela primeira vez uma turnê no Brasil. Yoko se exibe na célebre Polonaise Heróica, de Chopin. Também mostra seus predicados em obras de Villa-Lobos, Ernesto Nazareth, Carlos Gomes, Mendelssohn, Liszt e dos conterrâneos Akira Mitake e Kozaburo Hirai. A Hebraica – Teatro Arthur Rubinstein (523 lugares). Rua Hungria, 1000, Jardim Paulistano, 3818-8888. Domingo (15), 12h. Grátis. Ingressos distribuídos quarenta minutos antes. Estac. c/manobr. (R$ 15,00).

Rio de Janeiro
BÉNÉDICTE TAURAN E GUILLAUME COPPOLA. Voz e piano. Este concerto integra o festival França sem Fronteiras. No programa, peças de Bizet, Polenc, Messiaen, Liszt e outros. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2224-4291. Metrô Cinelândia. Quarta (11), 20h. R$ 10,00 e R$ 1,00 (estudantes de música e alunos da Aliança Francesa). Estac. (R$ 5,00).

 

CALIOPE. Dirigido por Julio Moretzsohn, o conjunto vocal faz concerto comemorativo dos 200 anos da Capela Real do Rio de Janeiro, dentro da série Música nas Igrejas. No programa, obras dos dois principais compositores que trabalharam nela: José Maurício Nunes Garcia e Marcos Portugal. Igreja Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé (200 lugares). Rua Sete de Setembro, 12, Centro, 2242-7766. Domingo (15), 17h. Grátis.

ENSEMBLE PETROBRAS SINFÔNICA. A apresentação faz parte da série Prata da Casa da orquestra. O grupo, na verdade, é resultado da reunião de dois quartetos – um, de cordas com piano; outro, de cordas com flauta. O primeiro, integrado pelos irmãos Meneses (Gustavo, Ricardo e Eduardo) e a pianista Paula da Matta, apresenta peça de Fauré. Já o segundo (Marcelo Bonfim, flauta; Carlos Mendes, violino; Fernando Thebaldi, viola e Mateus Ceccato, violoncelo), interpreta obras de Mozart e Beethoven. Sala Armando Prazeres (500 lugares). Rua Marquês de Abrantes, 55, Flamengo (Colégio Bennett), 2551-5595. Metrô Flamengo. Quarta (11), 19h. Grátis.

ENSEMBLE PUNTO Nasceu da vontade de um grupo de solistas de pensar, tocar e viver a música de maneira diferente. O grupo italiano liderado pelo pianista Filippo Faes (vencedor do concurso internacional Schubert, de Dortmund, 1991) faz projetos musicais e interdisciplinares, dos quais participam componentes teatrais e de arte figurativa. No programa, obras de Boccherini, Turina, Schumann e Brahms. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2224-4291. Metrô Cinelândia. Quinta (12), 20h. R$ 10,00. IC. Estac. (R$ 5,00).

ORQUESTRA PETROBRAS SINFÔNICA. Com a regência do maestro-assistente, Carlos Fortuna-Prazeres, o conjunto estréia a série Noturnos. O concerto de abertura homenageia os cem anos do compositor Messiaen com participação da soprano goiana Elayne Casehr. No programa, Les Nuits d'Eté, de Berlioz; Bachianas Brasileiras Nº 9, de Villa-Lobos e L'Ascension, de Messiaen. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2224-4291. Metrô Cinelândia. Sexta (13), 20h30. R$ 20,00. IC. Estac. (R$ 5,00).

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Concertos

Programação da semana

Confira aqui os concertos que acontecerão esta semana no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Rio de Janeiro

BRASIL GUITAR DUO. Formado pelos violonistas João Luiz e Douglas Lora, foi o primeiro brasileiro a vencer o importante prêmio Concert Artists Guild, em 2006, nos Estados Unidos. Com formação erudita, o duo, que estudou por oito anos o repertório tradicional de Johann Sebastian Bach, Domenico Scarlatti e Claude Debussy, também apresenta peças brasileiras contemporâneas. O programa reúne obras de Bach a Gismonti. Cúpula Carl Zeiss Planetário da Gávea (260 lugares). Avenida Vice-Governador Rubens Berardo, 100, Gávea, 2274-0046. Domingo (8), 12h. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes.

DUO OAZEM-RODRIGUES. Formado por Laila Oazem (soprano) e Felipe Rodrigues (violão), o duo integra a programação do projeto Música no Museu em programa que reúne obras de Carlos Gomes, Heitor Villa-Lobos e José Maurício Nunes Garcia, entre outros. Biblioteca Nacional (100 lugares). Rua México, s/nº, Centro, 2253-8645. Metrô Cinelândia. Segunda (2), 12h30. Grátis.

GRUPO LAETARE. Criado em 1997, como um subgrupo do Coral do Centro Educacional de Niterói (CEN), o conjunto aos poucos tornou-se independente. Conta hoje com catorze integrantes regidos pelo maestro Luiz Carlos Peçanha. Intitulado Da Renascença ao Contemporâneo Brasileiro, o programa inclui peças de Palestrina, Lasso, Bach, Mendelssohn, Mozart, Ralph Manuel, Piazzolla, Tom Jobim e Noel Rosa. Teatro da UFF (340 lugares). Rua Miguel de Frias 9, Icaraí, Niterói, 2629-5030. Segunda (2), 19h. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 17h (seg.).

JUAREZ DE MIRA E RAUL PASSOS. O baixo Juarez de Mira, acompanhado do piano de Raul Passos, apresenta recital integrado ao projeto Música no Museu, que em junho tem programação voltada para o canto. Serão interpretadas peças de Waldemar Henrique, Hekel Tavares e Aaron Copland, entre outros. Museu da República (90 lugares). Rua do Catete, 153, Catete, 2253-8645. Metrô Catete. Quinta (5), 12h30. Grátis.

KEIKO OMATA. A soprano japonesa radicada no Brasil há quase duas décadas apresenta o recital Cantando a História dos Imigrantes, evento ligado à exposição Nippon – 100 Anos de Integração Brasil-Japão. Centro Cultural Banco do Brasil (143 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, 3808-2020. Metrô Uruguaiana. Terça (3), 12h30 e 18h30. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes na recepção do Centro.

KRZYSTOFF PENDERECKI E VILNIUS FESTIVAL ORCHESTRA.  Teatro Municipal (2 350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Segunda (2), 20h30. R$ 60,00 a R$ 300,00. Bilheteria: a partir das 10h (seg.). 

A MÚSICA NA CORTE DE DOM JOÃO. Concerto da série Música nas Igrejas, reúne Helder Parente (flautas e voz) e Nicolas Barros (alaúde, guitarra barroca). Igreja Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé (200 lugares). Rua Sete de Setembro 12, Centro, 2242-7766. Terça (3), 12h. Grátis.

SONIA RUBINSKY. Brasileira radicada em Paris, a pianista tocou em salas de prestígio como a Weill Recital Hall (Carnegie Hall), nos Estados Unidos. Sonia gravou a integral da obra para piano de Heitor Villa-Lobos em oito volumes para o selo Naxos. O primeiro foi escolhido como um dos cinco melhores CDs de 1999 pela revista Gramophone e o quinto foi eleito a escolha do editor da mesma publicação, em outubro de 2006. Neste recital, ela interpreta obras de Mozart, Chopin, Paul Ben-Haim e Villa-Lobos. Ibam (225 lugares). Largo do Ibam, 1, Humaitá, 2536-9709. Terça (3), 20h30. Grátis. Estac. grátis.

São Paulo

CAMERATA FUKUDA E ALVARO SIVIERO. Vinte jovens instrumentistas compõem o conjunto de cordas, que comemora duas décadas de atividades. Sob o comando do maestro Celso Antunes, a formação recebe a visita do pianista Alvaro Siviero. Ele sola em Quatro Temperamentos, de Hindemith. Também figuram no roteiro peças de Vivaldi, Rossini e Britten. Teatro São Pedro (636 lugares). Rua Barra Funda, 171, Barra Funda, 3667-0499, Metrô Marechal Deodoro.  Terça (3), 20h. Grátis. Ingressos distribuídos no dia, das 14h às 19h.

CRISTIAN BUDU. Tocata em Ré Maior BWV 912, de Bach, é uma das obras executadas pelo pianista paulistano. Cristian ainda exibe a sua técnica em trabalhos de Beethoven, Villa-Lobos e Liszt. Teatro Popular do Sesi (456 lugares). Avenida Paulista, 1313, 3146-7406, Metrô Trianon-Masp. Domingo (8), 12h. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

CRISTINA ORTIZ E ORQUESTRA TUCCA PHILARMONIA. Baiana radicada na Inglaterra, a conceituada pianista se apresenta em seu instrumento e também desempenha a função de regente. Criações de Chopin, Brahms, Debussy e Beethoven recheiam o programa. O espetáculo faz parte da série anual promovida pela Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer (Tucca). Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quarta (4), 21h. R$ 40,00 a R$ 90,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. e ter.); a partir das 10h (qua.).  Ingressos também na sede da Tucca (Avenida 9 de Julho, 4275, Jardim Europa, 3057-0131). Estac. (R$ 8,00). www.tucca.org.br.

DUO CARRASQUEIRA. Filhos do flautista e compositor João Dias Carrasqueira (1908-2000), a pianista Maria José Carrasqueira e o flautista Toninho Carrasqueira realizam um recital conjunto. Em Retratos da Música do Brasil, os irmãos interpretam peças do pai e de nomes como Camargo Guarnieri, Ernesto Nazareth e Radamés Gnattali. Museu da Casa Brasileira – Terraço (230 lugares). Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2705, Jardim Paulistano, 3032-3727. Domingo (8), 11h. Grátis. Estac. (R$ 10,00).

DUO GASTESI-BEZERRA. A basca Estibaliz Gastesi e o brasileiro Márcio Bezerra propõem uma récita a quatro mãos. No repertório dos pianistas, obras de Mozart, Poulenc, Debussy, Dimitri Cervo, Terry Winter Owens e Ronaldo Miranda. Auditório da Fundação Maria Luisa e Oscar Americano (107 lugares). Avenida Morumbi, 4077, Morumbi, 3742-0077. Domingo (8), 11h30. R$ 30,00.

KRZYSZTOF PENDERECKI E ORQUESTRA DO FESTIVAL DE VILNIUS. Teatro Cultura Artística – Sala Esther Mesquita (1.156 lugares). Rua Nestor Pestana, 196, centro, 3258-3616. Terça (3) e quarta (4), 21h. R$ 70,00 a R$ 150,00. Bilheteria: 12h/19h (seg.); a partir das 12h (ter. e qua.). Cc.: todos. Televendas, 3258-3344. Estac. (R$ 9,00).

LEANDRO ROVERSO E THIAGO BERTOLDI. Aos 21 anos, os pianistas se dedicam a Mozart e Brahms. Do primeiro, executam a Sonata em Dó Maior KV 521. Brahms comparece com Valsas Op. 39 e cinco Danças Húngaras. MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa,  3081-8611.  Domingo (8), 16h. R$ 14,00.

LIRA D'ORFEO. Rosemeire Moreira (soprano), Fabiana Portas (meio-soprano), Edilson de Lima (violão), Maria Eugênia Sacco (virginal, instrumento da família do cravo), Edu Penha (viola) e Celso Cintra (percussão) integram o conjunto. No espetáculo Lundu de Marruá, os seis músicos passeiam por um repertório do tempo da vinda da família real portuguesa ao Brasil, em 1808. Centro Cultural São Paulo – Sala Jardel Filho (324 lugares). Rua Vergueiro, 1000, Paraíso, 3383- 3402, Metrô Vergueiro. Domingo (8), 11h30. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO. Titular da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro, de Brasília, o regente americano Ira Levin é o convidado entre a quinta (5) e o sábado (7). Ele sobe ao púlpito do nosso melhor agrupamento sinfônico e lidera as execuções da suíte sinfônica Catfish Row, derivada da ópera Porgy and Bess, e Rhapsody in Blue, ambas de Gershwin. Na última, o maestro sola ao piano. Nocturnes, de Debussy, com atuação do Coro da Osesp, e Suíte Nº 2 do balé Baco e Ariadne Op. 43, de Roussel, também estão no programa. No domingo (8), tem seguimento a série de câmara da Osesp. Participam as cantoras Claudia Habermann, Anna Carolina Moura (sopranos) e Denise de Freitas (contralto), além do Coro de Câmara da Osesp, dirigido por Naomi Munakata. No programa, Monteverdi e Vivaldi. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (5) e sexta (6), 21h; sábado (7), 16h30; domingo (8), 17h. R$ 34,00 e R$ 40,00 (dom.) e R$ 28,00 a R$ 98,00 (qui. a sáb.). Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a dom.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA MUNICIPAL. Sob a regência do titular José Maria Florêncio, a OSM apresenta Concerto para Violino em Lá Menor, de Mieczyslaw Karlowicz. O spalla da formação, Pablo de León, encarrega-se dos solos. Também estão no roteiro o prelúdio sinfônico Polônia, de Edward Elgar, e a Sinfonia Nº 1, de Johannes Brahms. Teatro Municipal (1.580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3222-8698, Metrô Anhangabaú. Domingo (8), 11h. R$ 10,00 a R$ 15,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a sex.); 14h/17h (sáb.); a partir das 9h (dom.). Cc.: todos. Cd.: todos. 

PAULO GORI. O pianista paulistano dedica-se aos 24 Prelúdios de Debussy. Divididas em dois livros que contêm doze peças cada um, as obras estão entre as mais importantes do compositor francês. Espaço Cultural É Realizações (81 lugares). Rua França Pinto, 498, Vila Mariana, 5572-5363. Quinta (5), 21h. R$ 40,00.

QUARTETO DE CORDAS DA CIDADE. Nelson Rios, Betina Stegmann (violinos), Robert Suetholz (violoncelo) e Marcelo Jaffé (viola) integram o conjunto. Desta vez, tocam os quartetos Nº 1 Op. 18, de Beethoven, e Nº 3, de Bartók. Teatro Municipal (1.580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3222-8698, Metrô Anhangabaú. Quinta (5), 21h. R$ 5,00 a R$ 10,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui.). Cc.: todos. Cd.: todos. 

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Concertos

Programação da semana

Confira a programação completa para o Rio de Janeiro e São Paulo.

Rio de Janeiro

DUO BARTOLONI. Duo de violonistas, Fábio e Giacomo Bartoloni, de São Paulo, apresentam peças do próprio Giacomo, de Leonardo Boccia, Radamés Gnattali e Anacleto de Medeiros, entre outros. Casa de Rui Barbosa (281 lugares). Rua São Clemente, 134, Botafogo, 3289-4645, Metrô Botafogo. Terça (27), 18h30. Grátis.

GRUPO RE-TOQUES. Helder Parente (voz e flauta doce), Laura Rónai (flauta), Mário Orlando (fagote) e Sula Kossatz (espineta) abrem a edição 2008 da série Música nas Estrelas com o recital Um Sarau – Retrato da Música de Salão no Brasil de Dom João. No programa, executado com a projeção do planetário como cenário, composições de padre José Maurício Nunes Garcia, Sigismund Neukomm e Marcos Portugal. Cúpula Carl Zeiss – Planetário da Gávea (260 lugares). Avenida Vice-Governador Rubens Berardo, 100, Gávea, 2274-0046. Domingo (1º), 12h. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes.

MARCOS LEITE. Pianista, nascido em Manaus, Leite celebra 25 anos de carreira com peças de Bach, Beethoven, Diva Lyra, Altino Pimenta e Alexandre Levy. Salão Nobre do Clube Naval (100 lugares). Avenida Rio Branco, 180, 3º andar, Centro, 2112-2461, Metrô Carioca. Sexta (30), 14h. Grátis.

ODETTE ERNEST DIAS, ANDRÉA ERNEST DIAS , RUY QUARESMA E RAIMUNDO NICIOLI. Formado pelas flautistas Odette e Andréa e pelos violonistas Quaresma e Nicioli, o quarteto apresenta obras de Bach, Debussy, Villa-Lobos, João Pernambuco e Tom Jobim, entre outros. Ibam (225 lugares). Largo do Ibam, 1, Humaitá, 2536-9709. Terça (27), 20h30. Grátis. Estac. grátis.

ORQUESTRA SINFONICA BRASILEIRA – MENAHEM PRESSLER. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Sábado (31), 16h. R$ 33,00 a R$ 110,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.). A partir das 12h (sáb.) www.osb.com.br.

QUARTETO RADAMÉS GNATTALI. Carla Rincón, João Carlos Ferreira (violinos), Fernando Thebaldi (viola) e Paulo Santoro (violoncelo) interpretam Camargo Guarnieri, Radamés Gnattali e Astor Piazzolla. Fundação Eva Klabin (80 lugares). Avenida Epitácio Pessoa, 2480, Lagoa, 3202-8550. Quinta (29), 20h30. R$ 35,00 (inclui coquetel e visita guiada pelo museu, a partir das 19h30, programa que deve ser previamente agendado). Bilheteria: a partir das 14h (qui.). www.evaklabin.org.br.

QUARTETO UIRAPURU. Fundado em 2002, o conjunto de Fernando Pereira (violino), Dhyan Toffolo (violino), Diemerson de Sena Silva (viola) e Cláudia Grosso (violoncelo) interpreta peças de Schubert e Villa-Lobos para a formação. Ibeu (110 lugares). Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 690, 11º andar, 3816-9432, Metrô Siqueira Campos. Quinta (29), 18h30. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes.

III RIOHARPFESTIVAL. Destaques da última semana de programação do festival de harpas. Aurelie Viegas (Bélgica). Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (100 lugares). Rua Augusto Severo, 8, 13º andar, 2253-8645, Metrô Glória. Segunda (26), 12h30. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes. Patricia Alejandra Reyes Pérez (Chile). Sinagoga da Associação Religiosa Israelita – Ari (800 lugares). Rua General Severiano, 170, Botafogo, 2253-8645. Segunda (26), 20h. Grátis mediante doação de 1 quilo de alimento não perecível. Maria Rosa Calvo Manzano (Espanha). Igreja de Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé (200 lugares). Rua Primeiro de Março, s/nº, Centro, 2253-8645. Terça (27), 12h30. Grátis. Mário Falcão (Portugal). Museu da República (80 lugares). Rua do Catete, 153, Catete, 2558-6350, Metrô Catete. Quarta (28), 12h30. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes. Duo Mara Diniello e Maria Sol Nardossa (harpa clássica e violino, Argentina). Museu da República (80 lugares). Rua do Catete, 153, Catete, 2558-6350, Metrô Catete. Quarta (28), 17h30. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes. Roseli Moutinho (flauta, Brasil) e Soledad Yaya (harpa, Argentina) dividem com a OSB Jovem, sob a regência de Marcos Arakaki, programa com peças de Mozart e Beethoven. Sala Cecília Meireles (800 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666. Sexta (30), 20h. R$ 2,00. Bilheteria: a partir das 9h (sex.). Estac. (R$ 5,00).

Sâo Paulo

CLAUDIA RICCITELLI E DANTE PIGNATARI. A soprano se exibe ao lado do pianista e curador da série Caixa de Música – Ressonâncias e Contrastes, que chega ao fim com este espetáculo. Claudia e Dante visitam obras de Fauré, Alberto Nepomuceno, Debussy e Villa-Lobos. Após o recital, a cantora e o instrumentista conversam com o público. Grande Salão da Caixa Cultural (70 lugares). Praça da Sé, 111, centro, 3321-4400, Metrô Sé. Quarta (28), 19h. Grátis.

DANIEL BARENBOIM E ORQUESTRA STAATSKAPELLE DE BERLIM. Desde 1992, o argentino naturalizado israelense Daniel Barenboim dirige a Ópera Estatal de Berlim, uma das mais antigas e importantes casas do gênero do mundo. Pianista consagrado e um dos grandes regentes da atualidade, o maestro conduz a Staatskapelle em turnê promovida pela Sociedade de Cultura Artística. As apresentações de Barenboim com a orquestra da ópera alemã, da qual também é diretor, prometem ser das grandes sensações eruditas do ano. Neste domingo (25) foi incluída a abertura de Os Mestres Cantores de Nuremberg, além do prelúdio e Liebestod de Tristão e Isolda, de Wagner – que Barenboim considera um homem execrável por seu anti-semitismo, mas um gênio da música. Em seguida, será executada a Sinfonia Nº 7, de Bruckner. O compositor austríaco, por sinal um devoto de Wagner, retorna com as sinfonias Nº 8, na segunda (26), e Nº 9, na terça (27), respectivamente acompanhadas de Cinco Peças para Orquestra Op. 16 e Variações para Orquestra Op. 31, de Schoenberg. Sala São Paulo (1?484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Neste domingo (25), 19h; segunda (26) e terça (27), 21h. R$ 90,00 a R$ 260,00. Estac. (R$ 8,00). Ingressos à venda apenas no Teatro Cultura Artística – Rua Nestor Pestana, 196, centro. Bilheteria: 17h/19h (neste dom.); 12h/19h (seg. e ter.). Cc.: todos. Cd.: R e V. Televendas, 3258-3344.

GILBERTO TINETTI, WATSON CLIS E ADRIANA CLIS. O pianista Gilberto Tinetti divide o palco com o violoncelista Watson Clis e a meio-soprano Adriana Clis, pai e filha. Criações de Beethoven, Berlioz, Brahms, Bloch, Debussy e do húngaro Oedoen Partos (1907-1977) recheiam o programa. Teatro do Centro da Cultura Judaica (200 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, 3065-4333, Metrô Sumaré. Domingo (1º), 19h. Grátis. Ingressos distribuídos a partir das 14h.

ORQUESTRA DE CÂMARA DA USP. Fundador da Ocam em 1995, o maestro Olivier Toni rege dois espetáculos calcados num grande repertório do classicismo. Mozart está representado pela Sinfonia Nº 38 em Ré Maior KV 504 – Praga e pela abertura da ópera A Flauta Mágica. Arremata o roteiro o Concerto Nº 1 em Dó Maior para Violoncelo, de Haydn, com solos de Antonio Lauro Del Claro. Anfiteatro Camargo Guarnieri (350 lugares). Rua do Anfiteatro, 109, Cidade Universitária, 3091-4330. Sexta (30), 20h30. Grátis. Auditório do Masp (374 lugares). Avenida Paulista, 1578, 3251-5644, Metrô Trianon-Masp. Domingo (1º), 16h. R$ 6,00. A bilheteria abre uma hora antes.

ORQUESTRA DE CÂMARA DE STUTTGART. Nomes como Giya Kancheli e Philip Glass já dedicaram obras ao conjunto de cordas, surgido em 1945. Comandados pelo spalla Benjamin Hudson, dezessete instrumentistas vêm à cidade. São interpretados Divertimento em Si Maior KV 137, de Mozart, Concerto para Dois Violinos em Ré Menor BWV 1043, de Bach, e Serenata para Cordas Op. 48, de Tchaikovsky. Auditório do Masp (374 lugares). Avenida Paulista, 1578, 3251-5644, Metrô Trianon-Masp. Terça (27), 21h. R$ 60,00. A bilheteria abre uma hora antes. Televendas, 3284-8384.

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO. O maestro espanhol Pablo González sobe ao púlpito em três espetáculos com outro convidado interessante. Vencedor em 2006 do Concurso Internacional de Piano Villa-Lobos – promovido pela Osesp e que teve denúncias de fraude –, o chinês Chun Wang, de 17 anos, sola no Concerto para Piano Nº 1, de Liszt. Insônia, de Francisco Braga, e Quadros de uma Exposição, de Mussorgsky e com orquestração de Ravel, também marcam presença. Sala São Paulo (1?484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (29) e sexta (30), 21h; sábado (31), 16h30. R$ 28,00 a R$ 98,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a sáb.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA MUNICIPAL. Sob a regência do titular José Maria Florêncio, a OSM recebe a competente violinista Elisa Fukuda. Ela é a solista do Concerto para Violino e Orquestra em Ré Menor Op. 47, de Jean Sibelius. Além dele, o programa conta com Trenodia para as Vítimas de Hiroshima, de Krzysztof Penderecki, e Sinfonia em Ré Menor, única peça do gênero composta por César Franck. Teatro Municipal (1?580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3222-8698, Metrô Anhangabaú. Sexta (30), 21h; domingo (1º), 11h. R$ 10,00 a R$ 15,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a qui.); a partir das 10h (sex.); 14h/17h (sáb.); a partir das 9h (dom.). Cc.: todos. Cd.: todos.

TONINHO CARRASQUEIRA. Integrante do Quinteto Villa-Lobos, o flautista Toninho Carrasqueira sobe ao palco ladeado pelo pianista Benjamim Taubkin e pelo contrabaixista Ruy Deutsch. Radamés Gnattali, Debussy, Bach e Pixinguinha estão entre os autores lembrados. Auditório Nobre da Associação Paulista de Medicina (170 lugares). Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 278, centro, 3188-4302. Quarta (28), 20h30. Grátis. Os ingressos devem ser reservados por telefone a partir de segunda (26).

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Marcelo Koehler disse:

    Muito bom. Excelente matéria, excelente reportagem; nota dez!
    Pena que não possa assistir, pois estou aqui em Recife. Adoramos todos música clássica aqui em casa. Será que esta programação ainda virá para cá, ou por enquanto só estará restrita por enquanto a Rio de Janeiro e São Paulo? Vou procurar avisar a amigos meus que possam estar no momento nestes Estados no momento em que ocorrer este glorioso evento!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Música Clássica

Programação da semana

Rio de Janeiro 

AS DAMAS TROCADAS. Ópera bufa de Marcos Portugal, compositor favorito da rainha Carlota Joaquina. Dirigida por André Heller-Lopes, que também assina os novos diálogos, conta com elenco jovem encabeçado pelos cantores Livia Dias, Priscila Duarte (sopranos) e Marcio Marangon (barítono). Com a Orquestra Sinfônica da UFRJ, regida por Rafael de Castro. A trama gira em torno de dois casais insatisfeitos (75min). Livre. Praça Quinze, em frente ao Paço Imperial (nº 48), Centro, 2533-4407. Sábado (24), 19h30. Grátis.

FIDELIO. Montagem para a ópera de Beethoven, com direção de Alberto Renault, narra a história de Lenore (Janette Dornellas), mulher que se disfarça de homem para buscar seu marido, Florestan (John Pierce), nas masmorras da prisão de Sevilha. Com coro e orquestra da casa. Regência de Roberto Minczuk (120min). 12 anos. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Terça (20); quinta (22) e sábado (24), 20h. R$ 25,00 a R$ 70,00. Bilheteria: a partir das 10h (ter. e qui.); a partir das 12h (sáb.). Até sábado (24).

A ITALIANA EM LONDRES. André Heller-Lopes dirige o título de Domenico Cimarosa. Em cena, a jovem italiana Livia deixa seu país e parte para a Inglaterra em busca do homem por quem se apaixonou. Com Erika Muniz (soprano), Carla Cecilia Oddorizzi (mezzo) e Marcelo Sader (tenor). Sala Baden Powell (500 lugares). Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 360, 2548-0421, Metrô Cardeal Arcoverde. Quarta (21), 14h30; domingo (25), 17h . Grátis (qua.); R$ 1,00 (dom.). Distribuição e venda de ingressos uma hora e meia antes.

ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA – KATHLEEN BATTLE. A soprano americana interpreta obras de Rossini, Puccini, Villa-Lobos, Granados e spirituals (120min). Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Segunda (19), 20h30. R$ 80,00 a R$ 320,00. Bilheteria: 10h/18h (seg.).

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Leia em Veja Rio Recomenda. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Domingo (25), 17h. R$ 50,00 a R$ 90,00. Bilheteria: a partir das 12h (dom.). 

ROSANA LANZELOTTE E RICARDO KANJI . A cravista e o flautista interpretam obras de Sigmund Neukomm. Rosana tocará forte-piano, instrumento do século XVIII, antecessor do piano moderno. Salão Nobre do Palácio São Clemente (180 lugares). Rua São Clemente, 424, Botafogo, 0800 26 6000. Quarta (21), 19h30. Grátis, mediante reserva por telefone.

 
São Paulo 

ANDRÉ MICHELETTI E GABRIELLA AFFONSO-AGUIAR. O violoncelista de Piracicaba e a pianista de Belém integram o duo. Obras de Beethoven, Mendelssohn e Bloch são executadas pelo par. Teatro do Centro da Cultura Judaica (200 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, 3065-4333, Metrô Sumaré. Domingo (25), 19h. Grátis. Ingressos distribuídos a partir das 14h.

DANIEL BARENBOIM E ORQUESTRA STAAT-SKAPELLE DE BERLIM. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Domingo (25), 19h. R$ 90,00 a R$ 260,00. Estac. (R$ 8,00). Ingressos à venda apenas no Teatro Cultura Artística – Rua Nestor Pestana, 196, centro. Bilheteria: 12h/19h (seg. a sáb.); 17h/19h (dom.). Cc.: todos. Cd.: R e V. Televendas, 3258-3344. Há outras récitas agendadas para os dias 26 e 27.

ENCONTRO DE COROS CAMARGO GUARNIERI. Em sua segunda edição, o evento reúne importantes grupos vocais do país. Entre os participantes estão o Coral Collegium Musicum, o Vésper Vocal, o CoralUSP, o Coral Lírico e o anfitrião Coral Paulistano. Oficinas e mesas-redondas estão marcadas para quinta (22), com inscrições feitas pelo site www.teatromunicipal.sp.gov.br. Teatro Municipal (1?580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3222-8698, Metrô Anhangabaú. Sexta (23), 20h; sábado (24) e domingo (25), 17h. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

O FRANCO-ATIRADOR. Levada ao palco em 1821, a ópera do alemão Carl Maria von Weber (1786-1826) ganha uma produção da Secretaria de Estado da Cultura e da Associação Paulista dos Amigos da Arte (APAA). Essa é a primeira encenação paulistana da obra, uma criação pioneira em seus contornos definitivamente românticos. Transcorrida na Boêmia em meados do século XVII, a trama enfoca um homem que precisa provar ser um bom atirador para poder se casar com a filha do chefe dos guardas florestais. Com direção musical e regência de João Maurício Galindo, a Orquestra de Câmara Traviatta une-se ao Coral Jovem do Estado. Entre os cantores, estão a soprano Taís Bandeira, o tenor Rubens Medina e o baixo Saulo Javan. Mauro Wrona responde pela direção-geral. (150min, com dois intervalos). Teatro São Pedro (636 lugares). Rua Barra Funda, 171, Barra Funda, 3667-0499, Metrô Marechal Deodoro. Terça (20), 20h30. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 19h30 (ter.). Cc.: M e V.

OLGA KOPYLOVA. Nascida no Uzbequistão em 1979, a pianista se mudou para o Brasil nove anos atrás e integra o posto de titular da Osesp. Olga realiza recital com Prokofiev, Scriabin e Mozart, entre outros compositores. Auditório do Sesc Vila Mariana (131 lugares). Rua Pelotas, 141, Vila Mariana, 5080-3000. Quarta (21), 20h30. R$ 12,00. Bilheteria: 9h/21h30 (ter.); a partir das 9h (qua.). Cc.: todos. Cd.: todos. Estac. (R$ 5,00). Ingressos também no CineSesc e nas demais unidades do Sesc.

ORQUESTRA SINFÔNICA DA USP. Sob o comando do titular Carlos Moreno, a Osusp comemora os 100 anos da imigração japonesa. É o pretexto para uma versão concerto com alguns cortes da ópera Madame Butterfly, do italiano Giacomo Puccini (1858-1924). Estreada em 1904, a obra tem a sua trama localizada em Nagasaki no início do século XX, onde uma jovem nativa se apaixona por um insensível oficial da marinha norte-americana. A soprano Claudia Riccitelli, protagonista do título, divide a cena com mais cinco solistas. Também sobe ao palco o Coral Luther King. O espetáculo começa com Plenilúnio – Paisagem Sonora em Três Haicais, criação inédita do carioca Ronaldo Miranda. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Terça (20), 21h. R$ 15,00 a R$ 90,00. Bilheteria: 10h/18h (seg.); a partir das 10h (ter.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO. Diretor musical da Sinfônica de Indianápolis, o maestro suíço Mario Venzago lidera a Osesp pela primeira vez. Para abrir os trabalhos, há outro convidado, o francês Michel Dalberto, que já atuou com o nosso melhor agrupamento sinfônico e sola no Concerto Nº 25 para Piano em Dó Maior KV 503, de Mozart. Fecha o programa a Sinfonia Nº 7, de Bruckner. Coincidência: sob a batuta do grande maestro Daniel Barenboim, a Orquestra Staatskapelle de Berlim faz a sua leitura da peça bruckneriana no domingo (25), na mesma Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (22) e sexta (23), 21h; sábado (24), 16h30. R$ 28,00 a R$ 98,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a sáb.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

ROSÁRIA GATTI. Interessada no nosso chorinho, a pianista mostra uma seleta de compositores brasileiros. Estão lá Carlos Gomes, Chiquinha Gonzaga e Ernesto Nazareth, entre outros. Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa (631 lugares). Rua Vergueiro, 1000, Paraíso, 3383-3402, Metrô Vergueiro. Quinta (22), 12h30. Grátis.

YOKO TOKUE. A pianista japonesa vem pela primeira vez ao Brasil. Yoko se exibe na célebre Sonata Op. 27 Nº 2 – Ao Luar, de Beethoven, além de Rondo Capriccioso, de Mendelssohn, A Prole do Bebê Nº 1, de Villa-Lobos, e La Campanella, de Liszt. Ainda sobra espaço para trechos de trilhas sonoras de filmes como O Poderoso Chefão e O Sol por Testemunha. Auditório do Masp (374 lugares). Avenida Paulista, 1578, 3251-4533, Metrô Trianon-Masp. Sábado (24), 15h. Grátis.

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Música Clássica

Programação da semana

Rio de Janeiro:

O CICLO RICHARD STRAUSS. Três concertos calcados em peças pouco executadas do compositor alemão. No primeiro, música para piano e cordas. O segundo ressalta a voz como instrumento e o terceiro, com participação de Cássia Kiss, aborda música, narrativa e drama. Sala Cecília Meireles (100 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666. Quinta (15), sexta (16) e sábado (17), 20h. R$ 20,00 (platéia) e R$ 10,00 (balcão). Bilheteria: 9h/18h (seg. a qua.); a partir das 9h (qui. a sáb.) Estac. (R$ 5,00).

FIDELIO. Montagem do Municipal para a ópera de Beethoven. Com direção de Alberto Renault, o espetáculo volta ao palco após intervalo de cinqüenta anos. A fábula de exaltação ao amor conjugal narra a história de Lenore (Janette Dornellas), mulher que se disfarça de homem, assumindo a identidade do personagem-título, para buscar seu marido, Florestan (John Pierce), preso nas masmorras da prisão estadual de Sevilha. Com coro e orquestra da casa. Regência de Roberto Minczuk (120min). 12 anos. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, A Cinelândia. Quinta (15) e sábado (17), 20h. R$ 25,00 a R$ 70,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui.); a partir das 12h (sáb.). Até dia 24.

A ITALIANA EM LONDRES. Na quinta edição do projeto Ópera de Bolso, André Heller-Lopes dirige o título de Domenico Cimarosa. Em cena, a jovem italiana Livia deixa seu país e parte para a Inglaterra em busca do homem por quem se apaixonou. Com Erika Muniz (soprano), Carla Cecilia Oddorizzi (mezzo) e Marcelo Sader (tenor), entre outros. Sala Baden Powell (500 lugares). Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 360, 2548-0421, a Cardeal Arcoverde. Quarta (14), 14h30h. Grátis. Distribuição de ingressos uma hora e meia antes.

ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA – KATHLEEN BATTLE. (120min). Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, A Cinelândia. Sexta (16), 20h. R$ 80,00 a R$ 320,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qui.); a partir das 10h (sex). Manobr. grátis. www.osb.com.br.

TOTI SOLER. Compositor, cantor e violonista, Soler é destaque na série Guitarrísimo, dedicada ao violão espanhol. O programa tem por base o disco Vida Secreta, lançado pelo músico em 2005. Sala Cecília MeirelesAuditório Guiomar Novaes (100 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro, 2299-9666. Quarta (14), 19h30h. R$ 30,00. Bilheteria: 9h/18h (seg. e ter.); a partir das 9h (qua.). Estac. (R$ 5,00).

São Paulo:

O CASTELO DO BARBA-AZUL. Reconhecido encenador de peças de teatro, o carioca Felipe Hirsch se aventura pela primeira vez na montagem de uma ópera. Trata-se de O Castelo do Barba-Azul, única incursão pelo gênero do húngaro Béla Bartók (1881-1945). Com cenários e figurinos de Daniela Thomas, a produção vem do Palácio das Artes, de Belo Horizonte, onde cumpriu temporada em 2006. Composta em 1911 e só estreada sete anos mais tarde, a obra tem libreto de Béla Balázs – nesta versão, o texto é cantado em alemão. Em um ato de alegoria típica da poética simbolista, retrata-se o instante decisivo na vida dos recém-casados Duque Barba-Azul (o baixo Stephen Bronk) e Judith (a meio-soprano Céline Imbert). Jogos de espelho, projeções e rampas são os recursos cênicos empregados pela dupla Hirsch-Thomas. Atua no prólogo o ator Guilherme Weber, parceiro de Felipe na Sutil Companhia de Teatro desde 1993. Na condução da Orquestra Sinfônica Municipal, está o assistente Rodrigo de Carvalho (70min). Teatro Municipal (1.580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3222-8698, Metrô Anhangabaú. Neste domingo (11), 17h; terça (13), quinta (15) e sábado (17), 20h30. R$ 10,00 a R$ 20,00 (ter.) e R$ 20,00 a R$ 40,00 (neste dom., qui. e sáb.). Bilheteria: a partir das 14h (neste dom. e sáb.); 10h/19h (seg., qua. e sex.); a partir das 10h (ter. e qui.). Cc.: todos. Cd.: todos.

DIDO E ENÉIAS. Com direção geral de Iacov Hillel, a criação do compositor inglês Henry Purcell (1659-1695) é levada à cena integralmente dentro do projeto Ópera Café. A música e o canto são intercalados por intervenções de um narrador, Abel Rocha, também responsável pela direção musical. Entre os oito intérpretes secundados pelo piano de Paulo Henrique Almeida, encontram-se a soprano Martha Herr e o barítono José Antonio Soares. Faz uma participação o coral Collegium Musicum (90min). Cafeteria do Centro da Cultura Judaica (100 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, 3065-4333, Metrô Sumaré. Quinta (15), 20h30; domingo (18), 19h. Grátis. Ingressos distribuídos a partir das 14h.

EDUARDO MONTEIRO. Professor da USP, o pianista carioca apresenta-se na série Caixa de Música – Ressonâncias e Contrastes. Eduardo exibe-se em trabalhos de Debussy (Cinco Prelúdios – Primeiro Livro), Ravel (Ondine, movimento de Gaspard de la Nuit), Messiaen (Première Communion de la Vierge, parte da peça Vingt Regards sur l'Enfant-Jésus) e Almeida Prado (Cartas Celestes Vol. 1). Após o recital, o instrumentista conversa com o público. Grande Salão da Caixa Cultural (70 lugares). Praça da Sé, 111, centro, 3321-4400, Metrô Sé. Quarta (14), 19h. Grátis.

O FRANCO-ATIRADOR. Levada ao palco pela primeira vez em 1821, a ópera do alemão Carl Maria von Weber (1786-1826) ganha uma produção da Secretaria de Estado da Cultura e da Associação Paulista dos Amigos da Arte (APAA). Esta é a primeira encenação paulistana da obra, uma criação pioneira em seus contornos definitivamente românticos. Transcorrida na Boêmia em meados do século XVII, a trama enfoca um homem que precisa provar ser um bom atirador para poder se casar com a filha do chefe dos guardas florestais. Com direção musical e regência de João Maurício Galindo, a Orquestra de Câmara Traviatta une-se ao Coral Jovem do Estado. Entre os cantores, está a soprano Taís Bandeira, o tenor Rubens Medina e o baixo Saulo Javan. Mauro Wrona responde pela direção geral. (150min, com dois intervalos). Teatro São Pedro (636 lugares). Rua Barra Funda, 171, Barra Funda, 3667-0499, Metrô Marechal Deodoro. Sexta (16), 20h30; domingo (18), 17h. R$ 20,00. Bilheteria: 14h/19h (qua., qui. e sáb.); a partir das 14h (sex. e dom.). Cc.: M e V. Há outra récita agendada para o dia 20.

ORQUESTRA EXPERIMENTAL DE REPERTÓRIO E GRUPO DURUM. Sob a liderança do assistente Juliano Suzuki, a OER divide as atenções com o conjunto percussivo e lembra o centenário da imigração japonesa. Dois autores são enfocados: Takeo Kudo, com o Concerto para Tambores Japoneses e Orquestra, e Toru Takemitsu, criador de From Me Flows What You Call Time. O percussionista americano Kenny Endo realiza uma participação especial no espetáculo. Teatro Municipal (1.580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº, 3222-8698, Metrô Anhangabaú. Domingo (18), 11h. R$ 10,00 a R$ 15,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a sex.); 14h/17h (sáb.); a partir das 9h (dom.). Cc.: todos. Cd.: todos.

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO E YAN PASCAL TORTELIER. Esta é a segunda semana de concertos com o condutor francês Yan Pascal Tortelier. Ele substitui o badalado conterrâneo Michel Plasson, maestro honorário da Orquestra Nacional do Capitólio de Toulose, que alegou estar doente e cancelou a turnê brasileira. Filho do compositor e violoncelista Paul Tortelier, o convidado foi o regente principal da Filarmônica da BBC entre 1992 e 2003. Pela boa atuação, recebeu a nomeação de condutor laureado e ainda colabora regularmente com o grupo. Nestas três sessões, Yan rege o nosso melhor conjunto sinfônico na Abertura O Corsário Op. 21, de Berlioz, e nas sinfonias Nº 1 em Dó Maior, de Bizet, e Ré Menor Op. 48, de Franck. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (15) e sexta (16), 21h; sábado (17), 16h30. R$ 28,00 a R$ 98,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a sáb.). Cc.: todos. Estac. (R$ 8,00).

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Programação da semana

Rio de Janeiro 

 

A MÚSICA NA CORTE DE DOM JOÃO VI. Série de quatro apresentações com programa que traz obras raras de Sigmund Neukomm. Na abertura, o repertório, calcado em modinhas do compositor austríaco, conta com a participação do grupo Modinhas Cariocas, liderado pelo cravista Marcelo Fagerlande. Palácio São Clemente (180 lugares). Rua São Clemente, 424, Botafogo,  3235-8545. Quarta (7), 19h30. Grátis mediante reserva de convite feita por telefone.

ORQUESTRA PETROBRAS SINFÔNICA – NELSON FREIRE
Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro,  2299-1711, Metrô Cinelândia. Sábado (10), 20h. R$ 5,00 a R$ 30,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); a partir de 12h (sáb.) TT. www.osb.com.br.

ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA – CRISTINA ORTIZ
Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro,  2299-1711, Metrô Cinelândia. Sábado (10), 16h. R$ 33,00 a R$ 110,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); a partir de 12h (sáb.). TT. www.osb.com.br.

TRIO FIATI. Composto pelos instrumentistas Valarie Anderson (oboé), John Anderson (clarineta) e Margo Garrett (piano), com participação de Charles Kavalovski (trompa), o trio americano foi criado em 1996 com o objetivo de apresentar e gravar obras de câmara inéditas ou pouco conhecidas do público. No programa estão previstas peças de Paul Gilson, Grieg, Mozart, Robert Kahn, Gabriel Marie e Edouard Louis Bernard Destenay. Sala Cecília Meireles (835 lugares). Largo da Lapa, 47, Centro,  2299-9666, Metrô Cinelândia. Sábado (10), 20h. R$ 10,00 (balcão) e R$ 20,00 (platéia). Bilheteria: a partir das 9h (sáb.). IC. Estac. c/manobr. (R$ 5,00).

III RIOHARPFESTIVAL. Festival de harpas. Destaques da semana. Rita Costanzi (Canadá). Espaço Furnas Cultural (200 lugares). Rua Real Grandeza, 219, Botafogo,  2253-8645. Terça (6), 12h30. Grátis. Baltazar Juarez (México). Igreja da Sé (200 lugares). Rua Primeiro de Março, s/nº, Centro,  2242-7344. Terça (6), 17h30. Grátis. Les Alizès (trio francês de violão, violoncelo e harpa). Centro Cultural Light (200 lugares). Rua Marechal Floriano, 168, Centro,  2211-4420 Metrô Uruguaiana. Sexta (9), 12h30. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes. Quatour de Harpes de Paris. Teatro II do Centro Cultural Banco do Brasil (143 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro,  3808-2020, Metrô Uruguaiana.  Sábado (10), 15h e 17h30. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes.

São Paulo 

ALVARO SIVIERO E RUSSIAN VIRTUOSI OF EUROPE. Diretor artístico da temporada de concertos do Teatro São Bento, o pianista Alvaro Siviero une-se aos dez músicos do grupo de cordas vindo da Rússia. Eles atuam no Concerto em Ré Menor BWV 1052, de Bach. Mozart e Tchaikovsky são dois exemplos de outros compositores que integram o roteiro. Teatro São Bento (272 lugares). Largo de São Bento, s/nº, 3328-8799, Metrô São Bento. Terça (6), 19h30. R$ 50,00. Bilheteria: 9h/17h (seg.); a partir das 9h (ter.). Estac. c/manobr. (R$ 12,00).

CRISTINA ORTIZ E BANDA SINFÔNICA DO ESTADO. Baiana radicada na Inglaterra, a conceituada pianista volta a solar com a banda. Cristina Ortiz interpreta o Concerto em Sol para Piano e Orquestra, de Ravel. O repertório está recheado com mais uma criação do francês (Ma Mère l'Oye) e outra de Frigyes Hidas (Coriolanus). Abel Rocha, titular do conjunto, rege. Teatro Cultura Artística – Sala Esther Mesquita (1.156 lugares). Rua Nestor Pestana, 196, centro, 3258-3616. Quarta (7), 21h. R$ 10,00 a R$ 30,00. Bilheteria: 12h/19h (seg. e ter.); a partir das 12h (qua.). Cc.: todos. Televendas, 3258-3344. Estac. (R$ 9,00).

DIMOS GOUDAROULIS. Dentro da série Caixa de Música – Ressonâncias e Contrastes, o violoncelista grego que mora no Brasil mostra um programa de autores contemporâneos. Na seleção, há Sonate (1930), de Hans Kox; La Ligne des Toits (1929), de Henri Pousseur; Choros Asikikos (1925), de Mikis Theodorakis; e Luna, Mujer y Toro (1959), de Silvio Ferraz. Ainda sobra espaço para uma peça de Dimos, Simorg. Após a apresentação, o instrumentista conversa com o público. Grande Salão da Caixa Cultural (70 lugares). Praça da Sé, 111, centro, 3321-4400, Metrô Sé. Quarta (7), 19h. Grátis.

MARCELO BRATKE E ROSANA LAMOSA. Trata-se da reunião de dois tarimbados artistas. O pianista paulistano e a soprano carioca exibem-se no espetáculo Brasil, Poesia e Música. Marcelo interpreta Luiza, de Tom Jobim, Prelúdios para Piano Solo, de Claudio Santoro, e Choros Nº 5 – Alma Brasileira, de Villa-Lobos. Já Rosana entra em cena para atuar em Canções de Amor para Soprano e Piano, de Santoro. Calcadas em poemas de Vinicius de Moraes, algumas delas já foram registradas num disco da dupla. Sesc Pinheiros – Teatro Paulo Autran (1.010 lugares). Rua Paes Leme, 195, Pinheiros, 3095-9400. Sexta (9), 21h. R$ 20,00. Bilheteria: 10h/21h30 (ter. a qui.); a partir das 10h (sex.). Cc.: todos. Cd.: todos. Estac. (R$ 5,00). Ingressos também no CineSesc e nas demais unidades do Sesc.

MARCELO JAFFÉ, LUÍS AFONSO MONTANHA, SÉRGIO MELARDI. O violista Marcelo Jaffé, o clarinetista Luís Afonso Montanha e o pianista Sérgio Melardi propõem uma eclética seleção. Eles visitam Trio em Mi Bemol Maior KV 498, de Mozart, Balada Oriental, de Oedoen Partos, Fantasiestücke Op. 73, de Schumann, e Peças para Clarinete, Viola e Piano Op. 83, de Bruch. Teatro do Centro da Cultura Judaica (200 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, 3065-4333, Metrô Sumaré. Domingo (11), 19h. Grátis. Ingressos distribuídos a partir das 14h.

NELSON FREIRE. Para variar, os ingressos das três apresentações do sensacional pianista mineiro já estão esgotados. Primeira atração da temporada da Sociedade de Cultura Artística em 2008, Nelson realiza dois programas distintos. Na segunda (5) e na quinta (8), demonstra a sua apuradíssima técnica em Sonata Nº 11 em Lá Maior KV 331, de Mozart, Sonata Nº 31 em Lá Bemol Maior Op. 110, de Beethoven, Barcarola em Fá Sustenido Maior Op. 60, de Chopin, e Oito Prelúdios – Primeiro Livro, de Debussy. Terça (6) é dia de Bach, Schumann, Shostakovich, Scriabin e Chopin. Teatro Cultura Artística – Sala Esther Mesquita (1.156 lugares). Rua Nestor Pestana, 196, centro, 3258-3616. Segunda (5), terça (6) e quinta (8), 21h. R$ 90,00 a R$ 180,00. Estac. (R$ 9,00). Atenção: os ingressos estão esgotados.

ORCHESTRA D'ARCHI ITALIANA. Formada em 1994 pelo violoncelista Mario Brunello, a orquestra é levada ao Memorial da América Latina pelo Istituto Italiano di Cultura de São Paulo. Munidos de instrumentos de cordas (violino, viola, violoncelo e contrabaixo), os músicos relêem um repertório com Bach, Giovanni Sollima e Mendelssohn. Memorial da América Latina – Auditório Simón Bolívar (876 lugares). Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda,  3823-4600, Metrô Barra Funda.  Quarta (7), 21h. Grátis. Estac. (R$ 10,00). Ingressos distribuídos uma hora antes.

ORQUESTRA SINFÔNICA DE BAMBERG.
Parque do Auditório (15.000 pessoas). Parque do Ibirapuera, portão 2,  3815-6377. Neste domingo (4), 11h. Grátis. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz,  3223-3966, Metrô Luz. Segunda (5) e terça (6), 21h. R$ 85,00 a R$ 230,00. Bilheteria: a partir das 10h (seg. e ter.). Cc.: todos. IR. Estac. (R$ 8,00). www.mozarteum.org.br.

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO E YAN PASCAL TORTELIER. Estava programada a vinda do badalado francês Michel Plasson, dono de uma bela discografia e maestro honorário da Orquestra Nacional do Capitólio de Toulose. Ele alegou estar doente e cancelou a turnê brasileira. Quem o substitui é o compatriota Yan Pascal Tortelier. Filho do compositor e violoncelista Paul Tortelier, Yan foi o regente principal da Filarmônica da BBC entre 1992 e 2003. Pela boa atuação, recebeu a nomeação de condutor laureado e ainda colabora regularmente com o grupo. Embora os convidados tenham sido trocados, o programa se manteve. Abre os trabalhos a suíte Ma Mère l'Oye, de Ravel. Na seqüência, está prevista a Sinfonia Espanhola Op. 21, de Édouard Lalo, com solos do violinista polonês Kuba Jakowicz. Como arremate, a Sinfonia Nº3 em Dó Menor Op. 78 – Órgão, de Saint-Saëns. Apesar de escrita em memória de Liszt em 1886, a obra é menos fúnebre do que se possa imaginar. Yan Pascal Tortelier volta a liderar a Osesp nos dias 15, 16 e 17. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz,  3223-3966, Metrô Luz. Quinta (8) e sexta (9), 21h; sábado (10), 16h30. R$ 28,00 a R$ 98,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a sáb.). Cc.: todos. IR. Estac. (R$ 8,00).

QUARTETO AUREUS. Na estrada desde 1995, o conjunto conta em sua formação com Laércio Diniz e Nadilson Gama (violinos), Adriana Schincariol Vercellino (viola) e Ana Maria Chamorro (violoncelo). O Aureus interpreta duas peças de brasileiros: o Quarteto Nº1, de Villa-Lobos, e o Quarteto em Lá Menor, de José Pedro de Sant'Anna Gomes, irmão de Carlos Gomes. Museu da Casa Brasileira – Terraço (230 lugares). Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2705, Jardim Paulistano,  3032-3727. Domingo (11), 11h. Grátis. Estac. (R$ 10,00).

QUARTETO DE CORDAS DA CIDADE. Nelson Rios, Betina Stegmann (violinos), Robert Suetholz (violoncelo) e Marcelo Jaffé (viola) integram o grupo, que tem dois compromissos nesta semana. Eles tocam os quartetos Nº 7, de Shostakovich, e KV 589, de Mozart. Galeria Olido – Sala Olido (300 lugares). Avenida São João, 473, centro,  3331-8399, Metrô República.  Terça (6), 18h. Grátis. Teatro Municipal (1.580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº,  3222-8698, Metrô Anhangabaú. Quinta (8), 21h. R$ 5,00 a R$ 10,00. Bilheteria: 10h/19h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui.). Cc.: todos. Cd.: todos. TM.

QUINTA ESSENTIA. O quarteto de flautas doces é formado por Alfredo Zaine, Guilherme dos Anjos, Gustavo de Francisco e Renata Pereira. Em suas escolhas, eles vão do inglês William Byrd (1543-1623) ao nosso Pixinguinha (1897-1973). Teatro Popular do Sesi (456 lugares). Avenida Paulista, 1313,  3146-7406, Metrô Trianon-Masp.  Domingo (11), 12h. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Rosangela Salles disse:

    Excelente, MUITO BOM.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Programação da semana

Rio de Janeiro


GRUPO DE METAIS DA PETROBRAS SINFÔNICA.
O segundo concerto da série A Prata da Casa, reúne músicos dos naipes da orquestra em formações camerísticas. Com quinze integrantes, o grupo atua desde 2000. O programa reúne peças de Osvaldo Lacerda a Zequinha de Abreu. Sala Maestro Armando Prazeres (500 lugares). Rua Marquês de Abrantes, 55 (Instituto Metodista Bennett), Flamengo, 2551-5595, Metrô Flamengo. Quarta (30), 19h. Grátis.

ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA – JEAN-PHILLIPE COLLARD. Nascido em Mareuil-sur-Ay, na região de Champagne, o pianista francês ganhou diversos prêmios, entre eles o prestigiado Marguerite Long/Jacques Thibaud. À frente da orquestra estará o maestro austríaco Günther Neuhold. No programa, a abertura As Hébridas, Op. 26, de Mendelssohn, Concerto para Piano e Orquestra nº 5 em Fá Menor ­ Egípcio, de Saint Saens, e Sinfonia nº 9 ­ A Grande, de Schubert. Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro,  2299-1711, Metrô Cinelândia. Sábado (3), 16h. R$ 16,00 a R$ 104,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); a partir de 12h (sáb.). TT. www.osb.com.br.

III RIOHARPFESTIVAL. Braço da série Música no Museu, o festival chega à terceira edição com sessenta apresentações em mais de trinta endereços, concentradas ao longo do mês de maio. Entre representantes de 24 países, um dos destaques é o inglês Andrew Lawrence-King, fundador do grupo The Harp Consort, especialista em música antiga, que regressa à cidade e ao festival. Também retornam Isabelle Perrin, segunda harpista da Orquestre National de France, Ernestine Stoop, presidente do Congresso Mundial de Harpas, a checa Jana Buskova e o português Mário Falcão. A americana Carrol McLaughlin e a canadense Rita Costanzi estão entre as novidades deste ano. Destaques da semana: Abertura com a Orquestra Brasileira de Harpas. Palácio São Clemente (200 lugares). Rua São Clemente, 409, Botafogo (Consulado de Portugal), 2253-8645. Quarta (30), 20h. Grátis, mediante retirada de convite solicitado por telefone. Murielle Schreder (França). Museu da República (90 lugares). Rua do Catete, 153, Catete, 2253-8645. Metrô Catete. Quinta (1º), 12h30 e 17h30. Grátis. Distribuição de senha uma hora antes. Patricia Alejandra Reyes Pérez (Chile). Centro Cultural da Justiça Federal (140 lugares). Avenida Rio Branco, 241, Centro, 3212-2550, Metrô Cinelândia. Sexta (2), 15h. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes. Concerto Harpas ao Pôr-do-Sol. Morro da Urca (100 lugares). Avenida Pasteur, 520, Urca, 2461-2700. Domingo (4), 16h. R$ 30,00 (ingresso do bondinho).

 

São Paulo 

ALMANAQUE MUSICAL. Dirigido por João Malatian, o espetáculo tem caráter didático e estréia um programa calcado em momentos importantes da história do Teatro Municipal, como a Semana de Arte Moderna de 1922. Rodrigo de Carvalho rege instrumentistas da Orquestra Sinfônica Municipal e dos corais Lírico e Paulistano. O eclético repertório reúne Carlos Gomes, Puccini, Villa-Lobos e Chico Buarque, entre outros. Teatro Municipal (1.580 lugares). Praça Ramos de Azevedo, s/nº,  3222-8698, Metrô Anhangabaú. Terça (29), 11h30; quarta (30), 9h30 e 11h30. Grátis.

CARMEN MONARCHA E MÁRCIO GOMES. Depois de atuar na recente montagem de Ça Ira, do ex-Pink Floyd Roger Waters, no Festival Amazonas de Ópera de Manaus, a soprano paraense divide a cena com o pianista de Rondônia. Juntos, interpretam peças de Gounod, Tchaikovsky, Villa-Lobos e outros compositores. Auditório Nobre da Associação Paulista de Medicina (170 lugares). Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 278, centro,  3188-4301.  Quarta (30), 20h30. Grátis. Os ingressos devem ser reservados por telefone a partir de segunda (28).

OLGA KIUN. A pianista russa radicada no Brasil se apresenta na nova série semanal do Masp. Olga mostra sua técnica em Chaconne, de Bach-Busoni, Fantasiestücke Op. 12, de Schumann, Momentos Musicais Op. 16, de Rachmaninov, e Polonaise Op. 53 – Heróica, de Chopin. Auditório do Masp (374 lugares). Avenida Paulista, 1578,  3284-8384, Metrô Trianon-Masp. Terça (29), 12h30. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

ORQUESTRA ENGENHO BARROCO. Liderados pelo spalla Laércio Diniz, oito instrumentistas compõem a formação de câmara. O conjunto apresenta obras de Bach e Dittersdorf. Museu da Casa Brasileira – Terraço (230 lugares). Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2705, Jardim Paulistano,  3032-3727. Domingo (4), 11h. Grátis. Estac. (R$ 10,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA DA USP. Sob o comando do titular Carlos Moreno, a Osusp homenageia o compositor catarinense Edino Krieger, que completou 80 anos em 17 de março. Dele, é executado Canticum Naturale para Soprano e Orquestra, com solos de Martha Herr, que comemora três décadas de carreira. Mais quatro peças estão no programa: a abertura de A Bela Melusina, de Mendelssohn; O Moldávia, de Smetana; La Mer, de Debussy; e O Danúbio Azul, de Johann Strauss. Anfiteatro Camargo Guarnieri (350 lugares). Rua do Anfiteatro, 109, Cidade Universitária,  3091-3000. Segunda (28), 12h. Grátis. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz,  3223-3966, Metrô Luz. Terça (29), 21h. R$ 15,00 a R$ 90,00. Bilheteria: 10h/18h (seg.); a partir das 10h (ter.). Cc.: todos. IR. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA DE BAMBERG. Refugiados da II Guerra, instrumentistas oriundos de diversas orquestras fundaram em 1946 a Sinfônica de Bamberg, cidade alemã da região da Baviera preservada dos conflitos. A formação, que esteve em São Paulo em 2005, abre a temporada do Mozarteum Brasileiro deste ano. No domingo (4), o concerto é grátis e ao ar livre, na agradável área externa do Auditório Ibirapuera. À frente do conjunto desde 2000, Jonathan Nott encarrega-se da regência. Compõem o roteiro Danças Eslavas, de Dvorák; Sinfonia Nº 7 em Lá Maior Op. 92, de Beethoven; e o quarto movimento do Concerto Romanesco, de Ligeti. A Sala São Paulo recebe a orquestra nos dias 5 e 6 de maio, quando também sobe ao palco o barítono alemão Matthias Goerne. Parque do Auditório (15.000 pessoas). Parque do Ibirapuera, portão 2,  3815-6377. Domingo (4), 11h. Grátis. www.mozarteum.org.br.

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO E BORIS BELKIN. O maestro assistente Victor Hugo Toro assume a batuta do nosso melhor agrupamento sinfônico. Presença assídua e sempre bem-vinda nos nossos palcos, o violinista russo Boris Belkin é a grande atração das três récitas. Desta vez, ele interpreta o Concerto Nº 1 para Violino em Lá Menor Op. 77, de Shostakovich. Outro destaque está na primeira audição de Desenredo, peça do compositor carioca João Guilherme Ripper. Dela participam o tenor Anderson Luiz de Sousa, o barítono João Vitor Ladeira e o Coro da Osesp. Completam a seleção as suítes Nºs 1 e 2 do balé Daphnis et Chloé, de Ravel. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz,  3223-3966, Metrô Luz. Quinta (1º) e sexta (2), 21h; sábado (3), 16h30. R$ 28,00 a R$ 98,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a sáb.). Cc.: todos. IR. Estac. (R$ 8,00).

QUARTETO AUREUS. Na estrada desde 1995, o grupo conta em sua formação com Laércio Diniz e Nadilson Gama (violinos), Adriana Schincariol Vercellino (viola) e Ana Maria Chamorro (violoncelo). O Aureus executa os quartetos Nº1 de Bartók e de Villa-Lobos. Após a apresentação, os instrumentistas conversam com o público. O concerto faz parte da boa série Caixa de Música – Ressonâncias e Contrastes. Grande Salão da Caixa Cultural (70 lugares). Praça da Sé, 111, centro, 3321-4400, Metrô Sé. Quarta (30), 19h. Grátis.

QUARTETO CAMARGO GUARNIERI. Elisa Fukuda (primeiro violino), Amanda Martins (segundo violino), Sílvio Catto (viola) e Joel de Souza (violoncelo) integram o grupo. Para o recital, foram selecionados os quartetos K. 465 – Dissonância, de Mozart; Nº 1 de Villa-Lobos; e Op. 18 Nº 4, de Beethoven. Teatro Jardim São Paulo (359 lugares). Avenida Leôncio de Magalhães, 382, Jardim São Paulo, 2959-2952. Terça (29), 20h30. Grátis. Estac. c/manobr. (R$ 8,00).

RITA CONTINO. A soprano nascida em Montevidéu participa do ciclo Grande Vozes. Rita entoa canções de Liszt e Rachmaninov, assim como árias de óperas de Verdi, Puccini e Massenet. Tem a companhia do pianista Ricardo Ballestero. Teatro São Pedro (636 lugares). Rua Barra Funda, 171, Barra Funda, 3667-0499, Metrô Marechal Deodoro. Terça (29), 21h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 14h (ter.). Cc.: M e V.

ROGERIO LOURENÇO DOS SANTOS. O recital integra a série Música no MuBE. Tutti, como também é chamado o pianista, exibe uma seleção de Beethoven e Chopin. Do primeiro, há a Sonata Nº 21 em Dó Maior Op. 53, a célebre Waldstein. Chopin é representado, entre outras obras, pela Polonaise Op. 53 – Heróica. MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa, 3081-8611.  Domingo (4), 16h. R$ 14,00.

TRIO IMAGES. Cecília Guida (violino), Henrique Müller (viola) e Achille Picchi (piano) formam o conjunto. São três as peças da récita: Concertino, de Bloch; Trio em Dó Menor, de Mendelssohn; e Trio Nº 4 Op. 90 – Dumky, de Dvorák. Teatro do Centro da Cultura Judaica (200 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, 3065-4333, Metrô Sumaré. Domingo (4), 19h. Grátis. Ingressos distribuídos a partir das 14h.

VESPERAL NO OLIDO. O espetáculo desta semana da Galeria Olido ganhou o nome de As Mais Belas Árias e Duetos da Ópera de Puccini. Cláudia Neves (soprano), Miguel Geraldi (tenor) e Carlos Eduardo Marcos (baixo) estão no elenco de oito cantores. No programa, passagens de dramas do célebre compositor italiano Giacomo Puccini (1858-1924). São lembradas Edgar, Manon Lescaut, Madame Butterfly, Tosca, La Bohème e Turandot. Acompanhamento ao piano de André Wey Martz. Galeria Olido – Sala Olido (300 lugares). Avenida São João, 473, centro, 3331-8399, Metrô República. Terça (29), 18h. Grátis.

WALTER WEISZFLOG E ANDRÉ RANGEL. O barítono paulistano Walter Weiszflog tem na música sacra uma de suas grandes paixões. Tanto que já gravou oito CDs dedicados ao gênero. Em recital com o pianista André Rangel, ele interpreta as Dez Canções Bíblicas Op. 99, de Dvorák. Reunião de trechos de salmos, esse ciclo é de 1894, momento de apogeu criativo do compositor, e se caracteriza por uma grande variedade estilística. O programa também abre espaço para seis Lieder (canções com letras poéticas) de Schubert e para as Canções Ciganas Op. 103, de Brahms. Teatro do Centro da Cultura Judaica (200 lugares). Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, 3065-4333, Metrô Sumaré. Neste domingo (27), 19h. Grátis. Ingressos distribuídos a partir das 14h.

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Cultura

Programação da semana

Rio de Janeiro

BRUCE HENRY & VILLA'S VOZ. Bruce Henry (contrabaixo), Leo Ortiz (violino), Fernando Moraes (piano) e Ricardo Costa (percussão e bateria) interpretam programa dedicado a Villa-Lobos para celebrar o centenário da Associação Brasileira de Imprensa (ABI). Museu Histórico Nacional (200 lugares). Praça Marechal Âncora, s/nº, Centro, 2253-8645. Sexta (25), 12h30. Grátis.

ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA – BORIS BELKIN.  Teatro Municipal (2.350 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, 2299-1711, Metrô Cinelândia. Sábado (26), 16h. R$ 33,00 a R$ 110,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); a partir das 12h (sáb.). TT. www.osb.com.br.

QUARTETO MENESES. Formado pelos irmãos Ricardo (violino), Eduardo (violoncelo) e Gustavo (violino) Meneses, aliados à pianista Paula da Matta, o grupo é atração no projeto Música no Museu, com obras de Mozart, Piazzolla e Fauré. Palácio São Clemente (150 lugares). Rua São Clemente, 424, Botafogo, 2253-8645. Sábado (26), 18h. Grátis, mediante retirada de convite reservado por telefone.

QUINTETO VILLA-LOBOS. Sob o título A Música que Machado Ouviu, o segundo concerto da série Música de Câmara da Academia Brasileira de Letras rende tributo ao patrono da casa, Machado de Assis. Formado por Antônio Carrasqueira (flauta), Luis Carlos Justi (oboé), Paulo Sergio Santos (clarineta), Aloysio Fagerlande (fagote) e Philipp Doyle (trompa), o popular conjunto de sopros apresenta obras de Neukomm, Mozart e Haydn, entre outros. Teatro Raymundo Magalhães Jr. (180 lugares). Avenida Presidente Wilson, 203, Centro, 3974 2500. Sexta (25), 17h30. Grátis. Senhas distribuídas uma horas antes.

RONALDO MIRANDA. Apresentação em homenagem aos 60 anos do compositor. No palco estarão a soprano Luciana Costa e Silva, as pianistas Patrícia Bretas e Josiane Kevorkian e o violoncelista Ricardo Santoro. Sala Baden Powell (500 lugares). Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 360, 2548-0421, Metrô Cardeal Arcoverde. Quinta (24), 20h. R$ 5,00. Bilheteria: a partir das 15h (qui.). TT.

SÁBADOS COM ÓPERA. Última apresentação da série, com programa intitulado Apoteose da Ópera, vai reunir trechos de obras de Rossini, Donizzetti, Mascagni e Lehár, entre outros. Com os cantores Magda Belloti, Carla Odorizzi e Fabrício Clausen e a pianista Talita Peres. Fundação Eva Klabin (80 lugares). Avenida Epitácio Pessoa, 2480, Lagoa, 3202-8550. Sábado (26), 17h. R$ 25,00. Bilheteria: 14h/17h (seg. a sex.); a partir das 14h (sáb.). www.evaklabin.org.br.

São Paulo

ANABEL MONTESINOS. A violonista espanhola se apresenta dentro da série Guitarrísimo. Seu recital começa com Três Peças Espanholas, de Joaquín Rodrigo. Na seqüência, obras de Mario Castelnuovo Tedesco, Leo Brouwer e Fernando Sor. Espaço Cultural Instituto Cervantes – Auditório (100 lugares). Avenida Paulista, 2439, 3897-9609, Metrô Consolação. Quinta (24), 20h. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes.

BEATRIZ ROMAN. Peças contemporâneas caracterizam o repertório dessa récita da pianista. Music for Marcel Duchamp, de John Cage, de quem Beatriz foi colaboradora e amiga, dá início aos trabalhos. Também estão no roteiro The Time Curve Preludes, de William Duckworth, Winnsboro Cotton Mill Blues, de Frederic Rzewski, e Eine Kleine Mitternachtmusik, de George Crumb. Depois da apresentação, a artista conversa com o público. O concerto faz parte da série Caixa de Música – Ressonâncias e Contrastes. Grande Salão da Caixa Cultural (70 lugares). Praça da Sé, 111, centro, 3321-4400, Metrô Sé. Quarta (23), 19h. Grátis.

CORAL PAULISTANO. Regente assistente da formação vocal, Tiago Pinheiro comanda 43 cantores num espetáculo totalmente dedicado à música sacra. De Profundis e Stabat Mater, de Krzysztof Penderecki, Cantigas de Santa Maria, de autor anônimo, e Seis Motetos, de Anton Bruckner, figuram na seleção. Capela da PUC (200 lugares). Rua Monte Alegre, 948, Perdizes, 3670-8353. Sexta (25), 20h. Grátis.

EDUARDO SANTANGELO. Dois prelúdios (Op. 23 Nº 5 e Op. 32 Nº 12) de Rachmaninov são interpretados pelo pianista. Ele também executa a Polonaise Heróica Op. 33, de Chopin, entre outras obras. Auditório da Cultura Inglesa Higienópolis (100 lugares). Avenida Higienópolis, 449, Higienópolis, 3826- 4322. Domingo (27), 17h. R$ 20,00.

OLGA KIUN. A pianista russa radicada no Brasil dá seguimento à série Música no MuBE. Ela demonstra a sua técnica em Chaconne, de Bach-Busoni, Fantasiestücke Op. 12, de Schumann, e Momentos Musicais Op. 16, de Rachmaninov. MuBE – Auditório Pedro Piva (192 lugares). Avenida Europa, 218, Jardim Europa, 3081-8611. Domingo (27), 16h. R$ 14,00.

ORQUESTRA SINFÔNICA DE SANTO ANDRÉ. Sob a batuta do maestro-adjunto Wagner Polistchuk, o grupo do ABC visita a Sala São Paulo. Káthia Bonna sola no Concerto Nº 22 para Piano e Orquestra K. 482, de Mozart. Também no programa, Short Ride in a Fast Machine, de John Adams, e Sheherazade, de Rimsky-Korsakov. Sala São Paulo (1.484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 223- 3966, Metrô Luz. Domingo (27), 17h. R$ 10,00 a R$ 20,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); 10h/16h30 (sáb.); a partir das 14h (dom.). Cc.: todos. IR. Estac. (R$ 8,00).

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO E JEAN-PHILIPPE COLLARD. Depois de se apresentar ao lado do Quarteto Osesp, o pianista francês volta à Sala São Paulo para récitas com a orquestra inteira. Collard é um dos mais queridos músicos de seu país. Nascido em 1948, aos 16 anos ele ganhou o primeiro prêmio do Conservatório de Música de Paris. Em 2003, foi nomeado Cavaleiro da Legião da Honra da França. Aqui, ele interpreta o Concerto Nº 5 para Piano em Fá Maior Op. 103 – O Egípcio, de Saint-Saëns. A Osesp executa também Paysage, de Francisco Braga, e Danças Sinfônicas Op. 45, de Rachmaninov. Regência do titular John Neschling. Sala São Paulo (1?484 lugares). Praça Júlio Prestes, s/nº, Luz, 3223-3966, Metrô Luz. Quinta (24) e sexta (25), 21h; sábado (26), 16h30. R$ 28,00 a R$ 98,00. Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui. a sáb.). Cc.: todos. IR. Estac. (R$ 8,00).

SÃO PAULO ARTE TRIO. Unidos desde abril de 2006, Paulo Gazzaneo (piano), Laércio Diniz (violino) e Ana Maria Chamorro (violoncelo) realizam o recital De Beethoven a Piazzolla. Do primeiro, interpretam o Trio em Si Bemol Maior Op. 11. O pai do tango moderno é representado por suas Quatro Estações Portenhas. Museu da Casa Brasileira – Terraço (230 lugares). Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2705, Jardim Paulistano, 3032-3727. Domingo (27), 11h. Grátis. Estac. (R$ 10,00).

TRIO DE CORDAS BRANDÃO, MARCELO JAFFÉ E GILBERTO TINETTI. Os irmãos Maria Ester (violino), Maria Alice (violoncelo) e Hélio Brandão (contrabaixo) juntam-se ao violista Marcelo Jaffé e ao pianista Gilberto Tinetti para um programa dedicado a Schubert. A Sonatina em Lá Menor para Violino e Piano D. 385 ganha a interpretação de Maria Ester e Tinetti. Todos se juntam para tocar o conhecido quinteto A Truta. Auditório da Fundação Maria Luisa e Oscar Americano (107 lugares). Avenida Morumbi, 4077, Morumbi, 3742-0077. Domingo (27), 11h30. R$ 10,00 (acesso à fundação).

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *