Início » Cultura » Projeto transforma cidade em uma grande biblioteca virtual
Cultura

Projeto transforma cidade em uma grande biblioteca virtual

Tecnologia NFC permite que usuários baixem clássicos literários com referência ao local onde estão

Projeto transforma cidade em uma grande biblioteca virtual
Adesivos equipados com tags NFC permitem que usuário baixe ebooks clássicos que são relevantes para marcos locais (Reprodução/Internet)

Na cidade austríaca de Klagenfurt faltava uma biblioteca pública, por isso a cidade decidiu se transformar em uma a céu aberto. Uma iniciativa denominada de Projeto Ingeborg colocou 70 adesivos equipados com códigos QR e chips NFC em vários locais da cidade. Quando o cidadão aproxima seu smartphone a um desses adesivos, ele envia para o aparelho um site onde o usuário pode baixar gratuitamente um clássico literário. O livro pode ser baixado pelo Projeto Gutenberg ou um serviço de domínio público similar.

Leia também:  Google começa a testar óculos de realidade aumentada

Agora a melhor parte: em muitos casos, o local onde você solicita o envio é relevante para a escolha do livro. Assim, de acordo com o site do Projeto Ingeborg, você pode baixar um livro famoso sobre a salvação religiosa de um homem se estiver perto da Catedral, ou um conto chamado “O assassino” se estiver perto da delegacia. E há planos para expandir o projeto além dos livros e incluir informações de referências, músicas e obras de arte.

O objetivo do projeto é duplo: destacar um novo uso para a tecnologia NFC e chamar atenção para as anacrônicas leis de direitos autorais que mantêm os livros longe do domínio público até que a obra complete 70 anos. Os criadores dizem que até então, a tecnologia NFC não tinha nenhum benefício concreto para o usuário final, mas que o Projeto Ingeborg é um grande exemplo de como isso pode mudar. O objetivo da promoção de obras públicas é admirável, e o uso dessa tecnologia vai acabar tendo diversas aplicações também no setor privado. Na melhor das hipóteses, parece que isso pode resultar em algo como o “Project Glass” do Google, os óculos de realidade aumentada, mas sem os óculos. Caso as etiquetas sejam inteligentemente aplicadas em toda a cidade, o smatphone será capaz de enviar informações de qualquer ponto de referência ou de negócios, e assim, instantaneamente, o usuário poderá aprender sobre ele.

Fontes:
Slate - Austrian Town Turns Itself Into Virtual Library

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *