Início » Cultura » Religião na Europa: a descoberta da tolerância
Livro

Religião na Europa: a descoberta da tolerância

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Obra de Benjamin J. Kaplan mostra que havia mais tolerância religiosa no século XVI do que depois das guerras religiosas que terminaram um século mais tarde.

Em “Divided by Faith: Religious Conflict and the Practice of Toleration in Early Modern Europe”, Kaplan escreve sobre a prática generalizada do “Auslauf”, através da qual os protestantes cultuavam fora dos muros de uma cidade católica. Ele fala ainda das “Schuilkerken”, as igrejas católicas clandestinas e ainda assim aceitas na Holanda, e da prática do “Simultaneum”, que era a partilha das igrejas entre católicos e protestantes em alguns lugares.

Foi preciso um longo tempo antes que os cristãos da Europa redescobrissem o espírito da tolerância religiosa. Segundo a Economist, isto é algo que os críticos do mundo islâmico de hoje devem lembrar. A revista diz que o livro de Benjamin Kaplan tem o mérito de restabelecer a religião e as discussões sobre a prática religiosa no coração da História européia moderna.

Fontes:
Economist - Religion in Europe -- The discovery of tolerance
Economist - Christian history -- Stories and storytellers

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *