Início » Cultura » Reserva ambiental preserva a beleza de Grumari e Prainha
Rio contra corrente

Reserva ambiental preserva a beleza de Grumari e Prainha

Lá no fim da orla do Rio de Janeiro, depois da praia da Barra e do Recreio, a natureza reserva duas das praias mais bonitas da cidade: Grumari e Prainha. Por Emanuelle Bezerra

Reserva ambiental preserva a beleza de Grumari e Prainha
Prainha vista da Estrada de Grumari (Fonte: Emanuelle Bezerra)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Lá no fim da orla do Rio de Janeiro, depois da praia da Barra e do Recreio, a natureza reserva duas das praias mais bonitas da cidade: Grumari e Prainha. Elas ficam na Reserva Ambiental de Grumari, onde a exploração imobiliária ainda não chegou — e não poderá chegar. As praias ficam em uma das principais áreas de preservação ambiental do município e são tombadas pelo Patrimônio Artístico e Cultural. São cercadas por encostas rochosas e há no local fauna e flora diversificadas.

Com areia branca e água clara, a Prainha chega a ter ondas de três metros de altura. O que atrai muitos surfistas e competições esportivas para o local. Já os frequentadores de Grumari buscam águas mais calmas e geralmente estão em família. Apesar de também ter ondas fortes, há no espaço pequenas faixas arenosas que retêm água, formando pequenos lagos que são ideais para crianças.

Veja as fotos do local na galeria. Clique para ampliá-las:

Mas, para chegar às praias é preciso entrar no clima de férias de verão e acordar junto com o nascer do sol. Isso porque há limite para a entrada de carros e não há transporte público para o local. Os atrasados podem estacionar próximo às praias da Macumba e do Pontal, no Recreio, e seguir caminhando. O que irá incrementar o passeio, pois o clima é fresco e a paisagem excepcional.

Há cerca de 30 anos, Prainha e Grumari eram um verdadeiro paraíso perdido na cidade. As praias eram o lugar ideal para quem buscava acampar e fazer festas como luau, justamente por serem muito pouco frequentadas. Mas, com a urbanização dos bairros da Barra da Tijuca e do Recreio, e o boom imobiliário e comercial do local, acampamentos e festas foram proibidos nas praias da reserva. Apesar disso, no Recreio, bem próximo à Prainha, há espaços específicos para camping.

Afastadas do centro da cidade, as praias são uma opção ideal para quem prefere fugir da aglomeração das praias mais conhecidas. Por ser um local praticamente deserto até os anos 1980, foi fundada na Reserva de Grumari a única praia de nudismo do Rio de Janeiro. Os primeiros 300 metros da Praia Naturista do Abricó estão destinadas à pratica do nudismo numa área resguardada e protegida pela vegetação.

Na língua indígena, a palavra grumari significa uma espécie de cássia, vegetação de terra firme que floresce de janeiro a março nas serras que rodeiam o mar. A praia de Grumari é um dos últimos remanescentes ainda virgens do paraíso natural que foi o Rio de Janeiro dos Tupinambás e dos primeiros portugueses.

Toda a beleza de Grumari e Prainha pode ser admirada  pelo acesso da serrinha de Guaratiba — que exibe a extensão de 2,5 km da praia – ou seguindo a avenida que beira a praia do Recreio, passando por Macumba e Pontal.

Leia Também:

Séculos de música e história com o cravista Roberto de Regina

Barra de Guaratiba: Burle Marx, Marambaia e comida de qualidade

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

9 Opiniões

  1. Reinaldo Lamenza disse:

    Conheço ambas as praias, Em pleno estado do Rio de Janeiro um Santuário Ecológico que deve ser preservado a todo custo. A especulaçao imobiliária este cancro que destrói o nosso Meio Ambiente, não vai deixar em paz esta área e imenso valor natural. Temos que estar atentos e não deixar isto acontecer.

  2. Maurício Milano disse:

    Prainha e Grumari,recanto de nós surfistas !!,o privilégio entre uma onda e outra sentar na prancha,relaxar e admirar em volta,magnífico!.
    Mas nem tudo é beleza,o parque está em abandono,o banheiro está em péssimo estado e a ducha de água doce (salvação de muitos que tem que surfar bem cedo,tomar um banho e ir direto para o trabalho) esta quebrada, já a muito tempo !!,no mínimo 1 ano !!, enfim, aqui fica o meu protesto e preservem sempre a natureza !.

  3. Monique disse:

    Essa é a nossa praia! Lembro de um tempo em que só minha família frequentava Grumari…Ninguém mais concecia…muito bom aquele tempo (da minha infância). Mas fico feliz que tenham descoberto “meu paraíso”heheheh

  4. Ingrid disse:

    As fotos estão lindas e a matéria me trouxe um desejo de conhecer este lugar.

  5. Aline Caroline disse:

    Adoro gruma! É assim que nos freqüentadores, a chamamos. E se tem sol é pra lá que nos vamos……. O verdadeiro paraíso . As fotos ficaram lindas!!

  6. helio disse:

    Lindas praias, lindas fotos, lindo o Rio.

    Porém, em Itaboraí gastou-se milhões em terraplanagem para o Polo Petroquímico.

    O governo atual vetou e fará lá só uma refinaria de petróleo. A culpa dessa tristeza pro Rio e esse caríssimo desperdício fica na conta do Lula ou da Dilma?

  7. Felipe disse:

    Estava pensando em passar uma noite lá…

  8. Mario disse:

    Boa tarde, curto a natureza.
    Gostaria de informações estou indo de Byke em grumari tem área de camping???
    E quais os valores ?

  9. Daniela James disse:

    Boa noite Emanuelle,
    Fiz um vídeo sobre o Rio e as praias da Zona Oeste para meu Canal do YouTube, WE SHARE. Hoje fiz um post sobre a Prainha e coloquei sua matéria no texto porque amei.
    Coloquei o link para quem quiser ver a matéria inteira e te dei o crédito. Espero que fique feliz. Senão, peço que me deixa a par para reparar qualquer problema. Ig Insta: Canal we share.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *