Início » Cultura » Rita Lee é detida após show de despedida
Ovelha negra

Rita Lee é detida após show de despedida

Confusão teria começado após cantora ter se incomodado com a atuação dos policiais durante sua última apresentação nos palcos

Rita Lee é detida após show de despedida
Cantora Rita Lee narrou momentos em seu Twitter (Reprodução/Internet)

A cantora Rita Lee foi detida na madrugada de domingo, 30, após o seu show de despedida no Festival de Verão de Sergipe, na cidade de Barra dos Coqueiros. A roqueira foi levada à Delegacia Plantonistas de Aracajú, a 2 km da cidade onde se apresentou.

A confusão teria começado após a cantora ter se incomodado com a atuação dos policiais durante o show. A polícia tentava impedir que pessoas fumassem maconha na plateia. O assessor de imprensa da Secretaria de Segurança Pública de Sergipe, Lucas Rosário, afirmou que Rita Lee xingou os policiais de “cachorros” e “filhos da pu–”.

De acordo com Rosário, o episódio aconteceu cerca de 40 minutos antes do término do show: “Em um determinado momento, ela disse: ‘Me dê um baseado para eu fumar aqui em cima'”, afirmou o assessor de imprensa, que ressaltou que Rita Lee só foi abordada depois de terminar sua apresentação.

Na mesma madrugada, por volta de 3h da manhã, a cantora se manifestou no microblog Twitter sobre o ocorrido. Em uma série de postagens, ela explicou o episódio: “Polícia dando trabalho p/ mim, quer me prender, embasamento legal ñ há, ñ retiro uma palavra do q disse, o show era meu! [sic]”.

Logo em seguida, Rita Lee reclamou da ação da Polícia Militar: “Alô twittlawyers, polícia abusiva e abusada, não sou obrigada a fazer o q me pedem: ir à delegacia agora, ou amanhã às 9. Último show e ela vai presa? Não poderia ser mais cantante, afff [sic]”.

A roqueira comentou também o momento em que foi levada à delegacia: “Tô indo p/ a delegacia…a polícia d Aju ñ gosta d mim mas Sergipe gosta, estou dentro do carro, eles estaaoentravv [sic]”

Na manhã de domingo, Rita Lee agradeceu à vereadora Heloisa Helena, de Maceió (AL), por prestar depoimento a seu favor: “Solta graças à vereadora Heloísa Helena q estava na platéia e prestou idêntica versão [sic]”

Rita Lee foi enquadrada no crime de “desacato e apologia ao crime ou ao criminoso” art. 287 do Código Penal.

Fontes:
Brasil 247 - Presa, Rita Lee se despede em grande estilo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

13 Opiniões

  1. Lenoir Vargas Pinto disse:

    Até curti (passado) a Rita… mas convenhamos ela passa dos limites quando desrespeita os poderes contituidos e faz apologia ao uso de substancias ilegais (no caso a Maconha).. Imaginem se todos fizessem isso?? Se ela quer se drogar é problema dela, mas que nao sirva de exemplo para que nossos jovens tomem para si atitudes que venham a se arrepender mais tarde. A DROGA galera é uma DROGA.. Não vai na pilha dessa doida.

  2. Gabriela disse:

    Já que era o último, penso que ela, que estava se despedindo após tantos anos de carreira, deveria ter feito um show belíssimo e especial, pra ser um show tudo de bom. Mas começo a achar que ela fez de propósito pra não sair dos holofótes e a Heliosa Helena está se aproveitando e pegando carona nisso pra se promover eleitoralmente falando…haja vista que muitos são a favor da legalisação e isso rende votos!

  3. freitas de itaipu disse:

    MACONHEIROS CONTINUAM DESACATANDO AS LEIS E ENFRENTANDO AS PESSOAS QUE NÃO APROVAM O USO:
    ALGUNS MACONHEIROS NA PLATEIA, OBRIGARAM A INTERVENÇÃO DOS POLICIAIS, NESTE INSTANTE A DECADENTE E FEDORENTA VOVO DO ROCK, QUE MAIS UMA VEZ PASSAVA A SACOLINHA NOS OTÁRIOS, CHAMOU OS AGENTES DO ESTADO DE CACHORROS, NÃO TENHO MEDO DE VOCES, INCITANDO ASSIM A PLATEIA CONTRA O ESTADO DEVIDAMENTE CONSTITUÍDOS; E AINDA QUEREM RESPEITO, TENHO 67 ANOS,SOU AVO TENHO UMA NETA. QUE PENA DESSA NETA…

  4. Walter disse:

    A Rita Lee, nada mais e doque uma roquerazinha, viciada em drogas e querendo ganhar algum dinheiro por fora nos seus shows com a venda de drogas, talvez ate levou a droga para ser vendida durante sua apresentação e como ficou frustrada com a ação coibitiva da policia, armou esse escandalo e tambem talvez ja era uma carta marcada para a outra frustrada vereadora Heloisa Helena pois com a ação acima de apoio a cantora Rita Lee ela seria beneficiada com mais uns votinhos da comunidade ( noiada) isso e para acabar com as nossas instituiçoes mesmo heim.

  5. Amadeu Pereira dos Santos disse:

    Nunca vi uma despedida de um artista tão coerente com sua história como essa da Rita Lee.
    Um show de rock, regado a droga, sem envolvimento da polícia fica uma coisa sem graça. Sem graça para os amantes desses elementos. Desde seu começo a Rita já avisou que ela era a Ovelha Negra da família. Pintou e bordou por esse mundo de meu Deus e fechou suas aparições em palcos com chave de ouro. Ou seja: Começou e terminou como uma ovelha negra presa, solta, detestada e aplaudida. Por mais que tenha desacatado policiais, desrespeitado autoridades, eu a amo mesmo assim, como artista. Mas detesto-a como apologista das drogas, por razões obvias que todo mundo conhece.

  6. Áureo mRamos de souza disse:

    Sempre policiais não preparados fazem das suas, não haavia necessidade de tantos policiais e quem não sabe que a GRANDE RITA LEE e viciada ela nunca escondeu, que os policiais fossem procuar bandidos e outro lugar de Sergipe não em em show da maior roqueira do Brasil. eu nãu fumo nada nem bebo, mas sou fã desde criança. Parabéns Rita aqui vai o meu rraappiiioo

  7. mauricio disse:

    Nos últimos tempos observamos atitudes incoerentes por parte de pessoas públicas que estão no ocaso de sua carreira. Fazem de tudo para permanecerem na mídia, pois não conseguem encarar o anonimato.
    Abençoado twitter que possibilita esses últimos suspiros de vida!!!!!!!!!
    Aproveita p/ deitar querida Rita, pois o cerebro já morreu faz tempo!!!!!!!!!

  8. rosirene disse:

    claro que a policia tem que fazer o seu trabalho !por que se não vira bagunça , não só porque é uma artista, tem que desrespeitar as autoridades!

  9. Gibran Shalom disse:

    É inegavelmente um mal exemplo o que a cantora Rita Lee fez. Não se pode agir da maneira como ela se referiu aos Policiais Militares…certamente eles não são “cachorros”. Ela perdeu uma boa oportunidade de ter continuado o seu show e terminar seus últimos suspiros artisticos…quetinha como bem cabe às sexagenárias protegidas pelo Estatuto do Idoso.

  10. Rene Luiz Hirschmann disse:

    Eu entendo a indignação de Rita, a polícia brasileira é despreparada e truculenta, vide USP, Pinheirinho, e outras ações que acarretam mortes de inocentes, vejamos, o jogo é proibido no Brasil, mas nunca vi tanto jogos oficializados, droga é contravenção, nunca vi tantas mortes por pessoas alcolizadas, enquanto proibem a maconha em um show pessoas da alta classe cheiram cocaina em reuniões e festas, pobre é bom só quando morre.

  11. hermes agneli disse:

    Parece ser a principal característica dos cabotinos, SENILIDADE sem DIGNIDADE.

  12. Edemar Motta disse:

    Vídeo da Globo mostra com clareza policial, comandante,ao que parece, empurrando violentamente um espectador.

    Nas mãos deste não se percebe cigarro algum.

    Esse fato desencadeou o bate boca, conforme vídeo.

  13. frambell disse:

    DERRAMOU O TINTEIRO
    Rita Lee, conseguiu manter uma carreira estável, desde os anos 60, com os Mutantes e, em carreira solo, cantando seu rock sem muito compromisso com a inovação. Dedicado mais à juventude, que exige muito menos, manteve-se sempre, nas paradas. Felizmente, Rita aparecia sempre cantando. Falando, não tinha o mesmo talento. O seu estilo rebelde classe média, sem muito motivo para tal, deixava seu discurso sem graça. Os poucos que conseguiam se empolgar não sabiam responder porque. Ninguém pode saber tudo.
    Com Roberto de Carvalho, parecia ter se estabilizado emocionalmente, amadurecido. De repente, porém, na celebração do fim da carreira, pelo menos de shows, lá vem ela encarnando a si mesma, dos anos sessenta e setenta. Um discurso apelativo de quem não desconfia estar perto dos setenta; não coadunando com quem deveria irradiar expectativas de coerência e sabedoria. Ou, pelo menos, maturidade suficiente para saber quando deve ficar calado.
    Para ganhar respeito, o artista tem que ter conscia do seu papel na sociedade. O entretenimento, por exemplo é, também, uma forma de educar. Entretanto, como todas as coisas têm dois lados. É necessário ter cuidado ao propor divertimento.
    Sua despedida ficou parecida com a história de um pintor que levou dez anos pintando um quadro. Quando, finalmente, vai assinar a obra, na empolgação derrama o tinteiro sobre ela.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *