Início » Cultura » Sistemas monetários do Brasil no século XX
Nesta data

Sistemas monetários do Brasil no século XX

O Brasil teve nove sistemas monetários no século XX. O réis, moeda adotada em 1833, foi mantida por mais de um século, sendo substituída somente em 1942 pelo cruzeiro

Sistemas monetários do Brasil no século XX
O real foi adotado em 1º de julho de 1994 (Reprodução/ Internet)

Durante o século XX, o Brasil teve nove sistemas monetários. O réis, moeda adotada desde 1833, perdurou por mais de um século, sendo substituído somente em 1942. Neste ano, introduziu-se o cruzeiro, na base de Cr$ 1,00 por mil réis. Sua denominação se baseava na constelação do Cruzeiro do Sul, que era considerado símbolo da pátria.

Em 1965, a desvalorização do cruzeiro levou à criação do cruzeiro novo, na base de NCr$ 1,00 por Cr$ 1.000. A moeda só entraria em vigência em 13 de fevereiro de 1967. Entretanto o cruzeiro novo só duraria cinco anos. A partir de maio de 1970, os brasileiros voltariam a utilizar o cruzeiro como unidade monetária, na relação de um para um.

Em fevereiro de 1986 acontece outra mudança: o ministro da Fazenda, Dílson Funaro, anuncia o Plano que transformou o cruzeiro em cruzado, na base de Cz$ 1,00 por Cr$ 1.000. A moeda só duraria três anos. O Plano Verão, anunciado em janeiro de 1989, pelo ministro da Fazenda, Maílson da Nóbrega, extinguiu o cruzado e criou o cruzado novo, com valor mil vezes maior que a moeda anterior.

O cruzado novo durou pouco mais de um ano. Em março de 1990, a ministra da Fazenda, Zélia Cardoso de Mello, anunciou o Plano Collor, que substituiu o cruzado novo pelo cruzeiro, na base de Cr$ 1,00 por NCz$ 1,00. Numa tentativa de conter as altas taxas de inflação, em julho de 1993, o governo de Itamar Franco editou uma medida provisória criando o cruzeiro real, que passou a valer mil cruzeiros.

O cruzeiro real foi a moeda com vida mais curta, durando apenas 11 meses. Em junho de 1994, o ministro da Fazenda, Fernando Henrique Cardoso, anunciou o Plano Real, que transformou o cruzeiro real em real, na base de R$ 1,00 por CR$ 2.750,00. A moeda foi oficialmente adotada no país em 1º de julho de 1994 e conseguiu se tornar estável devido à derrubada da inflação.

4 Opiniões

  1. Gustavo disse:

    Concordo com o Manfred, o povo no Brasil é muito sentimental e falta honra nos cargos públicos !

  2. barbara disse:

    muito bom esse site

  3. paola disse:

    eu achei muito interresante

  4. Manfred K. Richter disse:

    A sensação que eu tenho, bem lá no fundo, é que o Brasil poderia se tornar um “Império Democrático”. Talvez a figura de um Rei, ou ainda uma Rainha, aumentaria o patriotismo do brasileiro e seu empenho à cidadania.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *