Início » Economia » Apple encolhe pela primeira vez em 15 anos
QUEDA NAS RECEITAS

Apple encolhe pela primeira vez em 15 anos

Queda nas vendas do iPhone e enfraquecimento na China foram os principais responsáveis pela queda nas receitas da empresa

Apple encolhe pela primeira vez em 15 anos
O iPhone vem sendo a principal fonte de receitas da Apple desde seu lançamento, em 2007 (Foto: Pexels)

Pela primeira vez desde 2001, a Apple registrou uma queda em seus lucros e seu faturamento. A empresa encerrou o exercício fiscal de 2016 com um lucro de US$ 47,8 bilhões (cerda de R$ 149 bilhões), 10,5% a menos que no ano anterior, quando bateu seu recorde e faturou 7,5% a menos que em 2015, somando US$ 215,8 bilhões.

Um dos grandes responsáveis pelo encolhimento da empresa de tecnologia foi a diminuição das vendas do iPhone, que vem sendo a principal fonte de receitas da Apple desde seu lançamento, em 2007. Foram 45,5 milhões de unidades vendidas durante o quarto trimestre fiscal (o que equivale ao terceiro trimestre do calendário convencional), o que simboliza uma queda de 5% em relação ao mesmo período de 2015. Foi o terceiro trimestre seguido de encolhimento nas vendas do iPhone.

Apesar do desempenho ter surpreendido analistas, que esperavam 44,8 milhões de unidades vendidas, o novo iPhone 7 não foi capaz de reverter o quadro da Apple e a venda de smartphones da empresa recuou 9% no conjunto do exercício fiscal. O novo modelo foi lançado apenas duas semanas antes do fechamento do trimestre fiscal, em 24 de setembro.

Outro fator que contribuiu para a retraída nas receitas da Apple são seus negócios na China. O país é seu segundo maior mercado depois das Américas e a empresa decidiu apostar no em seu potencial de crescimento, chegando a dobrar suas vendas do iPhone na região em 2015, alcançando 12,52 bilhões no último trimestre fiscal desse ano. No entanto, esse numero reduziu 30% em 2016, caindo para 8,785 bilhões.

Apesar disso, o chefe executivo da Apple, Tim Cook, aposta em novos serviços pagos para os dispositivos que usam o sistema operacional da empresa para alavancar seu faturamento e diminuir a dependência das vendas do iPhone, que é responsável por dois terços do faturamento da empresa.

Serviços como iCloud, iTunes e Apple Music vêm demonstrando um crescimento importante nos últimos anos. No quarto trimestre, houve um aumento de 24% em relação ao mesmo período de 2015. Entretanto, faturamento anual desse segmento (em torno de US$ 24,3 bilhões) representa apena um pouco mais de 10% do faturamento total da empresa.

Fontes:
El País-Apple encolhe pela primeira vez em 15 anos
O Globo-Lucro da Apple encolhe 19%, terceira queda seguida

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *